Resenha - Para Continuar

Sinopse: "Envolver-se com a jovem Ayako é a oportunidade perfeita para Leonardo César esquecer a sua vida tediosa e perigosamente limitada, tudo por culpa de um coração defeituoso. Enquanto isso, com a ajuda de seu avô, Ayako tem a difícil missão de manter inacessível um porão de dimensões que vão além da loja de luminárias que ela gerencia, repleto de milhares de lanternas orientais, cujo mistério envolve os habitantes do bairro da Liberdade. A partir dos crescentes encontros entre Leonardo e Ayako, uma nova lanterna surgirá para os dois. Eles terão que protegê-la com afinco, ou tudo que construíram juntos poderá desaparecer a qualquer momento. O que ninguém conseguiria prever é que Ho, um jovem chinês também apaixonado por Ayako, colocaria em risco o futuro desse objeto. E com ele, o sentimento mais importante que dois seres humanos já experimentaram."
Cardiomiopatia dilatada idiopática, essa é a doença com a qual Leonardo precisa conviver pelo resto da vida, a menos que consiga um novo coração. Devido à enfermidade, ele não pode assimilar grandes esforços, e a chegada de Ayako em sua vida não parece cooperar nada para isso.

Conquistado pela delicadeza, simplicidade e beleza da garota desde a primeira vez que se viram, Leonardo não faz ideia do segredo que ela esconde, sendo responsável por ajudar o avô a proteger o porão de sua loja de luminárias, onde milhares de lanternas orientais pairam e guardam um grande mistério.

Leonardo também desconhece o perigo que Ho representa. Tendo sido criado pelo avô de Ayako como um filho, o jovem chinês se apaixonou pela garota, e poderá colocar em risco não só o futuro de Leonardo e Ayako, como também a vida dos dois.

Querem saber mais? Então corram para ler o livro!


*** 

Felipe Colbert se consagrou como um de meus autores favoritos após Belleville, entretanto, confesso que adquiri o meu Para Continuar antes mesmo de ler a história de Anabelle. Fui conquistado por essa bela capa feita pela equipe de produção editorial da Novo Conceito, e depois que me tornei fã do trabalho do autor fiquei ainda mais ansioso para conhecer essa nova trama.

De forma simples e bem contada, o autor nos faz passear pelo bairro Liberdade em São Paulo, apresentando-nos um pouco da cultura oriental na maior cidade do Brasil.

Em Para Continuar, acompanhamos a trajetória de Leonardo, Ayako e Ho, sendo os capítulos do primeiro narrados em primeira pessoa, enquanto os dos demais ocorrem em terceira. Gostei bastante dessa jogada do Felipe, assim ficamos por dentro de alguns fatos que só tomaríamos conhecimento se o Leonardo estivesse em todos os locais e momentos do enredo, o que não é possível, já que algumas cenas precisavam ser contadas sem sua presença.

Outro detalhe bastante interessante, que é uma marca do Felipe, é a magia inserida na narrativa. Apesar de este não ser um livro de fantasia ou sobrenatural, o autor sempre se utiliza de elementos mágicos em seus textos, agregando valor e fazendo uma combinação perfeita com o que se propõe a contar.

Os capítulos possuem uma diagramação bela, com lanternas no começo de todos, e um dragão separando as cenas, trazendo um clima bem oriental para o exemplar.

E aqui vai uma dica, fiquem atentos a todas as palavras, pois não há nada escrito em vão. Felipe coloca diversos enigmas e pistas ao longo das páginas que no final fazem todo o sentido.

Para Continuar é excelente. De leitura rápida, fluida e leve, é uma ótima pedida para qualquer local e momento do dia.

Para Continuar - Felipe Colbert
Editora Novo Conceito
224 páginas 
Comprar: Saraiva / Amazon
Nota: 5

5 comentários

  1. Falou que tem um mistério envolvido já me dá aquela vontade de ler. Misturou romance, já amei.

    ResponderExcluir
  2. Oi Laplace, não conhecia o autor ou o livro mas achei a capa realmente bela e tanto a sinopse quanto a resenha bem interessante e imagino que seja legal conhecer um pouco mais da cultura oriental aqui no Brasil. Fiquei curiosa pra saber como se desenvolve essa narrativa alternada entre os personagens inicialmente e depois em terceira pessoa. Anotei e dica e se tiver a oportunidade vou querer conferir essa história sim ;)

    ResponderExcluir
  3. Sempre acho genial quando um autor usa enigmas e palavras escondidas pra nos mostrar futuramente que nada esta ali por acaso.
    Não conhecia este livro, mas já ouvi bons elogios a respeito de Belleville e acabei ficando mais curiosa com este. É uma obra que se eu tiver a oportunidade, adorarei ler.

    ResponderExcluir
  4. Laplace!
    O livro foi uma grata leitura para mim há uns dois anos, acho eu, se a memória não falha.
    Já tinha lido um outro livro dele e adorado, e quando soube que esse envolvia cultura oriental que adoro, tive de conferir e não me arrependi nenhum pouco, leitura deliciosa!
    Bom final de semana!
    “Preferi sempre a loucura das paixões à sabedoria da indiferença.” (Anatole France)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP COMENTARISTA ABRIL especial de aniversário, serão 6 ganhadores, não fique de fora!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Laplace!
    O primeiro livro que li do autor foi uma parceria que ele fez com a Lu Piras, A Última Nota, e gostei muito. Quando li Belleville, ainda no passado, então, foi ainda mais amor, pois é realmente uma leitura incrível e envolvente. Ainda que eu particularmente não tenha gostado muito da capa de Para Continuar, diferentemente de você, após ter conhecido o estilo do autor nos livros citados anteriormente já fiquei visivelmente mais curiosa nessa outra leitura agora após sua resenha. Essa abordagem da cultura japonesa no bairro da Liberdade em SP dá todo um charme ao enredo, e ainda que não seja uma leitura para agora, espero poder fazê-la logo que surgir uma oportunidade e gostar, assim como você.
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional.blogspot.com.br ♥
    ♥ DandoUmadeEscritora.blogspot.com.br ♥

    ResponderExcluir