Resenha - Intenso

Sinopse: "A vida de West Leavitt foi do céu ao inferno em poucos meses. Ele achava que era possível ter um futuro melhor, mas acabou retornando para os dramas diários de sua família. Agora, em meio a uma tragédia, o rapaz não sabe o que fazer para ajudar Frankie, sua irmã caçula. Quando ele está prestes a desmoronar, só uma pessoa lhe vem à mente: a jovem segura e determinada que ele um dia pensou merecer. Longe dali, Caroline Piasecki sonha mais uma vez com West: a pele contra o seu corpo, o cheiro dele, a mão deslizando pela sua barriga... Mas sonhos são apenas sonhos. Ela sabe que o ex foi embora e não vai voltar. Por mais doloroso que seja, Caroline precisa se esquecer do tempo que passaram juntos. Até que seu celular toca e um West transtornado está do outro lado da linha. Sem pensar duas vezes, Caroline vai ao seu encontro. Só que muita coisa mudou desde que eles terminaram. West tenta afastar Caroline de sua vida de todas as maneiras. Ao mesmo tempo, o desejo que sentem um pelo outro parece ter ficado até mais forte no período em que estiveram separados. West ainda sente algo por ela, mas não se considera uma boa companhia para ninguém. Caroline quer estar nos braços de West, mas sabe que deve partir para que ele não sofra. Nesse embate de emoções, eles precisarão encontrar os próprios caminhos e descobrir: por mais intenso que seja o laço que os une, ainda é possível um recomeço?"
ALERTA! Esta resenha pode conter spoilers de Profundo. Leiam por sua conta e risco!
 
ATENÇÃO! Este livro possui cenas de sexo e linguajar obsceno. Não recomendado para os menores de idade. Leiam a resenha por sua conta e risco!

Caroline e West se separaram. Desde que ele soube que a sua mãe havia aceitado seu pai de volta, pirou, e decidiu largar a faculdade e voltar para Silt. West precisava proteger Frankie, sua irmã de 10 anos, a quem tanto amava, de uma vida de maus-tratos. Ele estava preparado para enfrentar o mundo por ela, e bater de frente com o pai, que tanto odiava, só não imaginava que as coisas sairiam tanto do prumo.

Quando o pai de West foi morto, ele ficou sem rumo, sem mais ter com quem lutar, e seguiu seus dias sendo explorado pela mãe e sobrevivendo. Mas West não estava conseguindo lidar com aquele peso sozinho, e num momento em que baixou a guarda, ligou para Caro.

Ela não pensou duas vezes ao pegar um avião e ir ao encontro dele, o que o deixou furioso, pois West não queria que Caro visse a vida miserável que ele levava, nem fizesse parte de sua depressiva sina. Mas ela não se importava com nada disso. Tudo o que ela queria era cuidar de West e apoiá-lo em um momento difícil como aquele.

West se esforçou muito e conseguiu fazer com que ela fosse embora, porque estava certo de que eles não podiam ficar juntos e de que ele não tinha nada de bom a oferecer à Caro.

Porém West está enganado. O nosso passado não nos define, somos sempre capazes de nos transformar e de correr atrás dos nossos sonhos, e era isso que Caro queria que West entendesse.

Será que ainda não é tarde demais para West deixar de se sentir o errado da história e parar de ter medo de acreditar em um futuro melhor para ele e para Frankie?

Querem saber o que vai acontecer? Então leiam.

***

Decidi ler Intenso em um impulso. Por mais que Profundo tenha tido uma premissa original, não me marcou a ponto de me fazer ler a sua continuação, mas fiquei feliz de ter feito essa escolha, pois me apaixonei por esse livro.

Em Intenso, a autora trabalha diversas temáticas interessantes, como a coragem que devemos ter para progredirmos e seguirmos em frente mesmo quando alguém tira o nosso tapete; a necessidade de nos empoderarmos, compreendendo que podemos ser e fazer o que quisermos; a conscientização de que todos podemos fazer péssimas escolhas e errar feio, mas que isso não nos define e não nos obriga a abrir mão do que queremos; a importância da base familiar e das amizades sólidas; dentre outras coisas.

Todos esses elementos foram trabalhados conforme os dramas vividos pelos protagonistas de modo que os tornasse real e permitisse que nos identificássemos com seus medos e dúvidas e ansiássemos por ter esperança de um final feliz, para eles e para nós.

Narrado em primeira pessoa, de modo intercalado entre Caroline e West, compartilhamos do sofrimento da personagem pelo término do namoro e dos acessos de raiva sentidos por West por não ter o que mais deseja.

Se eu já gostava de Caro, nesse exemplar tirei o chapéu para ela. Mesmo abalada e fragilizada, ela não se deixou abater pelos muitos nãos recebidos e pelas portas fechadas em sua cara. Caro nos mostrou que ninguém é perfeito e que mesmo os inteligentes e bonzinhos são passíveis de cometer atitudes idiotas.

West me irritou em diversos momentos, por conta de seus pensamentos e condutas pessimistas, mas é impossível não amá-lo. Foi muito lindo observar o seu amadurecimento e seus momentos de revelação.

Para quem curte romance, não posso deixar de mencionar que, naturalmente, há muitas cenas picantes e de sexo nesta trama, mas que para mim se tornaram secundárias frente ao conteúdo do texto. Nesse sentido, creio que a autora soube dosar cada componente para que a obra nos divertisse, nos fizesse suspirar e pensar na vida.

"Não é preciso nada de especial para lutar contra o mundo e todas as formas como ele quer nos encaixotar, nos levar para baixo, nos limitar e nos impedir de progredir. Tudo o que precisamos saber é para quem queremos realizar. Precisamos saber com quem queremos estar e de que abriremos mão por eles."

Com um final belo e cheio de conselhos de Caro e West, Intenso reafirma a ideia de que somos os protagonistas das nossas próprias histórias.

Intenso - Robin York
Livro 02
Duologia Caroline e West
Editora Arqueiro
272 páginas
Comprar: Saraiva / Amazon 
Nota 4

4 comentários

  1. Mi, não li ainda essa duologia,mas tenho muita vontade de ler devido ao assunto que aborda e acompanhar a trajetória de Caroline e West.Gostei de saber que depois de separados,ela volta disposta a cuidar dele sem se importar de como a vida dele está ou de seu passado.Gostei muito das temáticas trabalhadas,como seguir em frente quando nosso tapete é tirado.Legal mostrar a força e determinação da mocinha é o amadurecimento do mocinho.Grande verdade somos protagonistas da nossa própria vida.😘❤

    ResponderExcluir
  2. Oi MIrelle!

    Não li a resenha por causa dos spoilers. Tenho os dois livros mas ainda não os li. Li a resenha do primeiro volume e gostei muito, fiquei bem interessada no enredo e no assunto tratado.

    Ótima resenha como sempre!
    bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  3. Mi!
    Bom ver que o sexo não foi o ponto principal do livro (embora goste muito) e que o fato de mostrar que somos capazes de nos reerguemos de situações difíceis e mudar nossa história, traz grande lição e merece a leitura do livro.
    “Saber encontrar a alegria na alegria dos outros, é o segredo da felicidade.” (Georges Bernanos)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de FEVEREIRO, livros + KIT DE MATERIAL ESCOLAR e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  4. Amo romances e essas reviravoltas quando bem trabalhadas nos levam junto com a história. Gostei da duologia e espero ler. Amo livros com cenas hot e dosadas com muito amor

    ResponderExcluir