Resenha - Cinquenta Tons Mais Escuros

Sinopse: "Assustada com os segredos obscuros do belo e atormentado Christian Grey, Ana Steele põe um ponto final em seu relacionamento com o jovem empresário e concentra-se em sua carreira, trabalhando numa editora de livros. Mas o desejo por Grey domina cada pensamento de Ana e, quando ele propõe um novo acordo, ela não consegue resistir. Em pouco tempo, Ana descobre mais sobre o angustiante passado de seu amargurado e dominador parceiro do que jamais imaginou ser possível. Enquanto Christian tenta se livrar de seus demônios interiores, Ana se vê diante da decisão mais importante da sua vida."
ATENÇÃO, esta resenha pode conter spoilers do primeiro livro. Leiam por sua conta e risco!

ATENÇÃO, este livro possui cenas de sexo, violência e linguajar adulto, não indicado para menores de idade.

Ana e Christian são pessoas incompatíveis. Ela percebeu, tarde de mais, que não é capaz de ser a sua submissa, muito menos de ser punida fisicamente e com violência como ele deseja. Portanto, decidiu deixá-lo e afundou em um buraco de dor e tristeza por sentir a sua falta.

Cinco dias foi a quantidade de tempo que conseguiram se manter afastados. Estes foram os cinco dias mais infernais na vida dos dois. Quando se reencontraram, para irem à exposição de fotos de José, Christian quase implorou para que Ana lhe desse uma nova chance, o que a garota não esperava é que o magnata baixaria a bola lhe propondo um relacionamento baunilha e sem regras.

Será que Ana conseguirá suportar a carga pesada do passado de Christian? E será que Christian conterá o seu lado sádico a ponto de se satisfazer apenas com o amor de Ana?

Em meio a revelações bombásticas, ameaças e intrigas, Ana e Christian terão que apostar muito alto nesse namoro.

Querem saber o que vai acontecer? Então leiam!

***

Não é segredo para ninguém o meu amor por essa trilogia. Fã inveterada de Crepúsculo, me atirei de cabeça nessa fanfic que, para mim, se mostrou ainda melhor que o seu original. Se em Cinquenta Tons de Cinza, já morri de amores por este casal nem um pouco usual, neste volume fui às lágrimas com a sucessão de fatos apresentados pela autora.

Narrado em primeira pessoa por Ana, de início compartilhamos do seu sofrimento por ter deixado Grey e de suas dúvidas de se seria capaz de lhe dar uma nova chance. Ana o ama, não é capaz de ficar longe dele, mas não consegue baixar a cabeça para o que ele exige e se amedrontou demais ao conhecer o lado completamente sombrio de seu amado.

Após ser abandonado, Christian se deu conta de que não conseguiria mais viver longe de Ana e ali, decidiu mudar seu estilo de vida, tudo para que pudesse se tornar compatível com as necessidades de Anastasia. Ao abrir mão das regras e do controle, Grey deu a sua maior prova de amor, sentimento este que ainda estava nebuloso para ele.

Em Cinquenta Tons Mais Escuros temos diversos elementos novos que deixaram a trama ainda mais frenética e apimentada, a começar pelo fato de Jack, chefe da Ana, dar em cima da garota com claros interesses de levá-la para cama, algo que deixou Christian maluco e o fez cometer alguns atos insanos.

De outro lado conhecemos finalmente Elena, a abusadora de menores, quem apresentou Christian ao mundo do BDSM e quem ferrou ainda mais com a sua cabeça. Ana a odeia, e Elena segue tentando mudar a ideia que Ana faz sobre ela durante toda a história, deixando-a ainda mais furiosa e atrapalhando a sua relação com Grey.

Se isso não bastasse, fantasmas do passado voltam para acertar as contas. Me refiro à Leila, ex-submissa de Christian, que persegue a ambos e não compreende o que Ana tem que ela não tem, e por que o megalomaníaco optou por ficar com Ana e não com ela. Leila está desequilibrada e armada, pondo em risco a segurança do casal.

Outra novidade que temos nesta obra são os emails cada vez mais espirituosos e ousados trocados entre Christian e Ana. Ora românticos, ora reveladores, ora de arrancar os cabelos de tão furiosos, foi impossível não amar estes trechos.

Mas o que mais amei no enredo foi presenciar o entrosamento dos protagonistas. No momento em que Ana e Christian baixam a guarda e se permitem realmente tentar e investir nessa relação, segredos vêm à tona e uma intimidade e cumplicidade sem tamanho são criadas.

Mesmo sendo uma releitura, não deixei de me emocionar profundamente no momento em que Grey se entrega de corpo e alma à Ana, cena esta que considero um divisor de águas no texto.

Ademais, adoro as novas facetas de Christian que nos foram mostradas. Por mais que eu o ame autoritário, mandão e controlador, foi de derreter o coração vê-lo gentil, amoroso e inclusive vulnerável, pois descobrimos em parte o que houve no seu passado e o porquê dele ter tantos traumas.

Traçando um rápido comparativo à saga Crepúsculo, umas das coisas das quais mais adorei neste exemplar foi o fato de James ter condensado Lua Nova em apenas poucas páginas, pois detesto o mimimi de Bella por ter sido deixada por Edward.

E para quem curte romance erótico, devo dizer que o que não falta nesse livro é sexo, dos mais variados tipos, feitos nos mais diversos lugares. Mas, para mim, o diferencial trazido por James se deu por conta dos momentos de ação inseridos nas páginas, dando um toque muito mais emocionante à escrita.

Para quem não sabe, no dia 09 de fevereiro irá estrear nos cinemas do Brasil a adaptação cinematográfica deste livro, que eu mal posso esperar para ver, já que fiquei satisfeita com a sua predecessora.

Para quem quiser saber mais a respeito, acessem os links e resenhas abaixo e participem do Top Comentarista do Mês que está sorteando a nova edição deste volume, com conteúdos extras. Está imperdível.

Com uma história de nos tirar o fôlego e digna de molhar a calcinha, Cinquenta Tons Mais Escuros irá arrebatar vocês.

Resenha de Cinquenta Tons de Cinza AQUI.

Semana Especial Cinquenta Tons, contendo curiosidades sobre a trilogia, comparativos à saga original, dentre várias outras coisas, AQUI.

Cinquenta Tons Mais Escuros - E. L. James
Edição capa filme
Livro 02
Trilogia Cinquenta Tons de Cinza
Editora Intrínseca
512 páginas
Comprar: Saraiva / Amazon
Nota 5

4 comentários

  1. Mi,pelo que pude perceber esse livro parece ser ao mesmo tempo o mais revelador, recheado de cenas de ação e o melhor de tudo,o que você mesma disse o divisor de águas,onde Christian se entrega de corpo e alma para Ana, declarando o seu amor .Achei muito fofo.😘❤

    ResponderExcluir
  2. Amo cinquenta tons mas meu favorito é o Grey e depois Cinquenta tons de liberdade kkk amei o Grey nesse livro implorando pra voltar. Normalmente não consigo ver relação entre Crepúsculo e 50 tons

    ResponderExcluir
  3. Mi!
    ando enlouquecida para fazer a leitura desse livro por vários motivos que citou: o relacionamento deles amadurece e não fica apenas na relação de BDSM, passam a ter cumplicidade e a dividir segredos; conheceremos a tal aliciadora de Grey; muito suspense com a revolta da ex dele e por aí vai.
    Sem contar com o sexo, é claro!kkkkk
    Já sei que não vou assistir no cinema, porque maridão acha 'imoral' ver esse filme ao lado de outras pessoas, mas ficarei no aguardo que saia em DVD para poder assistir.
    “Um saber múltiplo não ensina a sabedoria.” (Heráclito)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de FEVEREIRO, livros + KIT DE MATERIAL ESCOLAR e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  4. Oi Mirelle!!!

    Ler sua resenha me deu uma saudade tão grande dessa trilogia! rsrsrsrsrs
    Eu tbm amei conhecer esse casal, mais até do que Edward e Bella, confesso.

    Os emails são uma das melhores partes do livro neh? Ri demais com esse volume e tbm fiquei muito apreensiva com o tanto de problemas que eles enfrentam!

    Adorei sua resenha, essa capa está divina, quero demais na minha estante!

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir