Resenha - O Cisne e o Chacal

Sinopse: "Fredrik Gustavsson nunca considerou a possibilidade de se apaixonar — certamente nenhuma mulher entenderia seu estilo de vida sombrio e sangrento. Até que encontra Seraphina, uma mulher tão perversa e sedenta de sangue quanto ele. Eles passam dois anos juntos, em uma relação obscura e cheia de luxúria. Então Seraphina desaparece. Seis anos depois, Fredrik ainda tenta descobrir onde está a mulher que virou seu mundo de cabeça para baixo. Quando está próximo de descobrir seu paradeiro, ele conhece Cassia, a única pessoa capaz de lhe dar a informação que tanto deseja. Mas Cassia está ferida após escapar de um incêndio, e não se lembra de nada. Fredrik não tem escolha a não ser manter a mulher por perto, porém, depois de um ano convivendo com seu jeito delicado e piedoso, ele se descobre em uma batalha interna entre o que sente por Seraphina e o que sente por Cassia. Porque ele sabe que, para manter o amor de uma, a outra deve morrer."
ALERTA! Esta resenha pode conter spoilers dos livros anteriores. Leiam por sua conta e risco!

Após muita espera, finalmente consegui ler o terceiro volume da série Na Companhia de Assassinos, da incrível J. A. Redmerski. Aqui, Izabel e Victor tornam-se apenas personagens secundários e o foco está em Fredrik Gustavsson, apresentado em O Retorno de Izabel como um dos membros da Ordem de Victor e um dos braços direitos dele.

Em O Cisne e o Chacal, vamos conhecer mais sobre o passado sombrio do personagem e entender o que aconteceu para ele adotar esse estilo de vida sangrento e o que deixou sua mente tão perturbada. Reconhecido por suas torturas a sangue frio, ele recebeu o apelido de Chacal e não tenta esconder seus impulsos quando está trabalhando. Ele é bastante metódico, mas será que sempre foi assim?

Seis anos antes, Fredrik era casado com Seraphina. Ela era tão sanguinária quanto ele, mas sabia exatamente como controlar os instintos do marido. O grande problema é que ao mesmo tempo em que ela o ajudava, também o abalava. Sua relação era perturbadora, repleta de luxúria e prazer através da dor. Isso até Seraphina trair sua Ordem e sumir.

Fredrik passou anos em busca da amada, com medo de quem poderia se tornar sem tê-la ao lado, mas nunca descobriu seu paradeiro. Até que, ao seguir uma trilha de corpos, ele encontra Cassia. Ao que parece, a jovem seria uma vítima da assassina e é a única que pode saber o paradeiro dela. O problema é que Cassia perdeu a memória e não se lembra de nada, muito menos de quem é. E agora?

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

***

Quando eu comecei a acompanhar a série Na Companhia de Assassinos, não sabia bem o que esperar. Tinha lido outras obras da autora, mas de um gênero completamente diferente do apresentado aqui e fiquei curioso com essa nova abordagem dela. Me apaixonei pelos dois primeiros volumes (que vocês podem conferir as resenhas AQUI e AQUI) e não via a hora de ter o terceiro em mãos.

A escrita de J. A. Redmerski está muito mais intensa em O Cisne e o Chacal. Acho que por conta da violência descrita a cada página e da escuridão que move os personagens, a autora precisou apostar num método de narrativa diferente e, apesar dos arrepios constantes, amei cada detalhe.

A trama se desenvolve através de uma série de mistérios obscuros e revelações. Narrada em primeira pessoa, alternando as perspectivas de Fredrik e Cassia, o livro traz à tona sentimentos conflituosos e impactantes. Não quero dar spoilers, mas devo alertar para que vocês se preparem para essa leitura, porque ela vai mexer demais com as suas cabeças.

Devo acrescentar que esse enredo está longe de ser um romance erótico ou um new adult. Redmerski apostou em algo mais pesado e que pode chocar os leitores mais sensíveis. Como o nome da série já diz, estamos lidando com assassinos, então teremos cenas sangrentas sendo minuciosamente detalhadas, assim como as torturas. Admiro a ousadia da autora em lançar essa obra sem um pseudônimo e dar a cara a tapa.

O desfecho foi extremamente surpreendente. Estava preparado para qualquer coisa, menos para o final que a autora preparou. Mesmo tanto tempo depois da conclusão da leitura, ainda estou processando os acontecimentos e só de lembrar de alguns enquanto escrevo essa resenha já fico arrepiado.

A edição física está muito bem trabalhada. A capa é uma adaptação da edição americana, mas devo confessar que, apesar de ter gostado bastante, preferia a versão original. A diagramação é simples, as páginas são amareladas, a fonte é média e a revisão está impecável.

O Cisne e o Chacal foi um livro que me arrebatou e não vejo a hora do quarto volume da série, Seeds of Iniquity, ser lançado aqui no Brasil. Com toda certeza recomendo essa leitura a vocês, assim como os outros exemplares da saga. Vale muito a pena!

O Cisne e o Chacal - J. A. Redmerski
Livro 03
Série Na Companhia de Assassinos
Editora Suma de Letras
248 páginas
Comprar: Saraiva / Amazon
Nota 4

17 comentários

  1. Oi Leonardo, tudo bem?
    Eu estou ouvindo muitos elogios desses livros. Ainda não tive a chance de ler mas espero conseguir esse ano.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  2. Da série, eu li somente a Morte de Sarai que me encantou bastante. Não tive oportunidade para ler o Retorno de Izabel, e quero consertar isso logo. Sempre achei que a série seria sobre a vida de Saria ou do Victor, fiquei bastante surpresa quando descobri que teria um livro sobre o Fredrik.
    Beeijos

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia a autora, e confesso não ser fã de thriller e assassinatos.
    Porém, deu uma curiosidade para saber do que se trata essa série de livros! :)
    Vou colocar na minha lista de desejos!

    Abraços, Isis
    www.isistomie.com
    www.elefantevoador.com

    ResponderExcluir
  4. Ok, não posso ler muito porque ainda não consegui pegar esses livros. Mas achei bem interessante ver falar da mudança na escrita dela. Será que vou achar diferente? Parece ter muita violência, então só isso já deve dar todo um clima novo para histórias dela porque só li romance até agora. E pelo que vejo falando desses livros eles são um mais viciante que o outro. Mistério e um desfecho que surpreende já me fazem ter mais vontade de ir logo conferir essa série. Preciso!

    ResponderExcluir
  5. Que bom que o livro supera as expectativas de quem lê, que não é mais só um erótico ou new adult. Aliás, adoro esses livros que chocam. Tenho lido alguns desse estilo e realmente fico bastante agoniada com algumas coisas. Parece ser uma série interessante.

    Um abraço!
    Parágrafos & Travessões

    ResponderExcluir
  6. Nossa, não conhecia essa série ainda e nem a autora, confesso.
    A sinopse desse livro chamou muito a minha atenção... Essa coisa de obscuro e sangrento me interessou, apesar de não ler muitas histórias assim.
    Parece ser uma história interessante, apesar de pesada e chocante.
    Já vou procurar saber mais dos outros livros.
    Sua resenha me deixou curiosa.
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  7. Leo!
    Li apenas o primeiro livro da série e já naquele exemplar dava para ver a 'crueldade' imprimida pela autora para a protagonista.
    Acredito que ela está tornando os livros cada vez mais chocantes e sem muito romance.
    E se o final foi inimaginável é porque está dando certo.
    “Ano Novo!
    Um novo ano começou, e assim, eles passarão: um a um… São mais 365 dias... Novas outras 365 oportunidades de fazer diferente! Fazer melhor, fazer mais, em alguns casos, fazer menos… Espero que ao final desse tempo, possamos contabilizar quantas estrelas fizemos brilhar…” (Desconhecido)
    FELIZ 2017!
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  8. Oi Leonardo!

    Eu quero muito ler esses livros. Adoro as capas e os títulos são bem interessantes.
    Não li sua resenha por causa dos spoilers, mas pela sua classificação, parece que o livro foi muito bom.

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  9. Confesso que não me interesso muito por esse estilo, mas parece ser uma história surpreendente!

    ResponderExcluir
  10. Olá, a trama é bem obscura e tenho certeza que série rende momentos tanto excelentes quanto assustadores (pra mim). Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Não li a resenha toda para não ter spoilers, mas nas poucas partes lidas percebi que esse livro é bem sombrio e obscuro, mostrando com detalhes o passado desse personagem, que me parece ser marcante na série. Imagino que o final deve ter sido de arrepiar e surpreendente, para você ficar com essa sensação após o livro. Espero que quando eu leia também goste.

    ResponderExcluir
  13. Pra mim, q estou sempre buscando leituras q fujam do "mais do mesmo", achei Mega interessante. Já estava na lista, agora vai pro topo!!! Parabéns pela resenha!!

    ResponderExcluir
  14. Oi Leonardo, eu parei de ler essa série na metade do livro dois, gostei bastante do primeiro, mais acho que no segundo deu uma caida, mais ainda tenho vontade de lê-la. Já li outras obras da autora e concordo que a escrita nessa série é bem mais intensa, não sabia que haveria um quarto volume, mais espero que trame melhore.

    ResponderExcluir
  15. eu ainda não li nada da autora, ou melhor nada por inteiro
    esse livro me deixou curiosa justamente por causa da violencia que vc disse e como eu ando chateada com os NA (por isso não consegui terminar os livros dela) talvez eu dê uma chance para essa série

    ResponderExcluir
  16. Olá.
    Não conhecia essa série e nem a escrita da autora. Mas fiquei curiosa, pois gosto desse estilo.
    E por tudo que você comentou na sua resenha, creio que vou querer conferir. Ótima resenha, como sempre.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Fiquei bem curiosa depois de ler a resenha, pois a história parece ser bem interessante. Mas ao mesmo tempo, não sei se seria uma boa leitura para mim, pois não sou lá muito fã de histórias com muita violência. Talvez eu dê uma chance à série se tiver tempo e coragem pras partes mais fortes.

    Abraços :)

    ResponderExcluir