Resenha - Diário de uma Vegana

Sinopse: "Em Diário de uma vegana, Alana Rox compartilha sua história e, principalmente, sua culinária. Ela mostra que o estilo de vida vegano pode e deve incluir sabor e prazer, sem sacrifícios! São mais de 70 receitas fáceis e saborosas para todas as refeições do dia, incluindo deliciosos docinhos, lanches para matar aquela fome da tarde e pratos para receber os amigos e a família. Além de produtos de beleza e de limpeza para serem preparados em casa. Todas as receitas são feitas sem glúten, lactose ou qualquer derivado de origem animal, apenas nutrientes benéficos, saúde e muito amor!"
E aí pessoal, hoje trago para vocês uma resenha de uma obra diferente, que os deixará com água na boca e que, no mínimo, os fará pensar fora da caixinha! Conheçam Diário de uma Vegana, escrito por Alana Rox e publicado pela Globo Alt.

Quando soube que as receitinhas da Alana iam virar um livro, quase pirei! Precisava ter o meu em mãos, não só para dispor de um acesso rápido de inspirações para aquele momento em que a fome bate e não sabemos o que cozinhar, como também para prestigiar esse ser de luz, que só faz o bem e que conquistou mais uma vitória em sua carreira.

Conheci a Alana totalmente ao acaso, por conta de uma matéria que pipocou no meu facebook, falando sobre um projeto audacioso que a jovem encabeçava: se alimentar somente do que vem da terra, por uma semana, por apenas R$50,00! Nossa, e isso era possível? Através do #programa50reais a Alana nos mostrou que sim.

Para quem não sabe, sou bariátrica e, por isso, preciso cuidar bastante da minha alimentação, já que possuo um déficit natural de nutrientes. Se isso não bastasse, na gravidez, a dona Úrsula me sugou igualzinha à Renesmee fez com a Bella, em Amanhecer. Para vocês terem uma ideia, a minha ferritina chegou a cair para 4 e eu estava com um pé próximo da anemia profunda.

Me assustei demais e vi que por mais que conhecesse um pouco de nutrição funcional, que combina alimentos específicos para potencializar seus nutrientes, não estava sendo o suficiente, e pensei, por que não tentar ingerir uma alimentação mais natural?

E lá fui eu, com uma barriga de seis meses, na feirinha de orgânicos de Porto Alegre, comprar todos os ingredientes para participar do #programa50reais. Gente, de início fiquei chocada com alguns itens da lista que eu sequer tinha ouvido falar. E essa foi uma das experiências mais legais que tive, quebrar os meus paradigmas e preconceitos em relação aos alimentos e aprender que a cozinha pode se tornar um lugar mágico, de alquimia, em que podemos transformar tudo o que costumamos ingerir, mas que contém originalmente substâncias químicas e inflamatórias, como produtos industrializados e congelados; em comidinhas do bem!

Alguns dos produtos que comprei na Feirinha

Vocês sabiam que é possível fazer brigadeiro com aipim? E pizza com massa de feijão? Sei que muitos devem estar torcendo o nariz, mas acreditem, é bom demais!

E assim dei início ao meu projeto, o #projetonutripower, em que me propus me alimentar do modo mais saudável possível para que a Úrsula crescesse bem e eu me mantivesse saudável, e foi um período incrível na minha vida.

Da esq. para a dir: Os melhores bolinhos de arroz que comi na vida, o Brigaipim divo, minhas misturas de sucos "malucas" e a batida de banana maisss saborosa que existe com leite vegetal de aveia!

Lembro de ter devorado o facebook da Alana, salvando receitinhas e absorvendo as informações que eu pudesse aprender com ela. Foi por causa do The Veggie Voice que compreendi o que é o veganismo, que não se resume a não ingerir alimentos de origem animal, e me tornei uma simpatizante da causa.

Ser vegana é um estilo de vida, em que desejamos viver do amor e não do sofrimento imposto a outros seres que merecem viver com dignidade tanto quanto a gente. Não basta mudar a alimentação, é preciso mudar a cabeça e abrir o coração, deixar de comprar produtos que agridem a natureza e ser ecologicamente correto e sustentável. Pequenas mudanças, mas que contribuem para a manutenção do planeta.

Mas péra lá, vocês não precisam ser veganos para testarem as receitas da Alana. Na verdade eu não sou.. ainda.. acredito que para haver qualquer mudança em nossas vidas é preciso que caminhemos por um período, mas penso que já iniciei a minha jornada.

Eu vou ser eternamente grata à Alana, pois, por causa dela, aprendi a incorporar no meu dia a dia hábitos saudáveis e sobrevivi na época em que a Úrsula foi diagnosticada alérgica alimentar múltipla. Pelo período de 5 meses, cortei absolutamente todos os alimentos de origem animal, inclusive os que continham traços, da minha dieta, e não passei fome! Com tantas restrições, muitos perguntavam o que eu comia, ao passo que eu dizia: comida de verdade!

Dá mais trabalho, requer disposição, mas super vale a pena. A gente se sente com mais energia, o corpo responde melhor aos estímulos e as indisposições somem.

Se não fosse por tudo o que a Alana nos ensina.. ai, ai, o que teria sido de mim??

Por causa da Alana aprendi a amar combinações de sucos nem um pouco usuais, me tornei adepta da banana verde, um trunfo na culinária; passei a comprar diversas farinhas diferentes, fiquei curiosa para provar comidas que até então não me atrairiam, reduzi o consumo dos industrializados e congelados e pude ter um cuidado muito maior na introdução alimentar da Úrsula, que se revelou, ao menos por enquanto, uma vegana por natureza, já que, além de não poder comer nada que contenha leite, não gosta de nenhum tipo de carne.

Eu fiquei tão conhecida pelos meus amigos e familiares por conta das comidas sui generis da Alana, que eu testava, que passei a ser chamada de suco de couve e pizza de feijão por vários deles.. hehe.

Musa do veganismo, Alana tem cada vez mais ganhado destaque na mídia. Além do livro, ela possui diversos trabalhos paralelos: gerencia seu facebook e seu instagram com notícias, informações e receitinhas divas; administra seu novo site, dá cursos em diversas cidades do Brasil e, agora, apresenta um programa de culinária no GNT, o que, para mim, foi um dos seus projetos mais tops, já que tenho a possibilidade de ver ela na prática cozinhando. Impossível não se apaixonar pelo jeitinho da Alana!

Mas e vocês devem estar se perguntando, "Mi, cadê a resenha do Diário de uma Vegana?". Calma, gente! Eu PRECISAVA fazer esse preâmbulo todo não só para que vocês conhecessem mais sobre a Alana, como também para que entendessem a importância dela na minha vida.

Como esta é uma resenha feita em parceria com o Blog Prazer, me chamo livro, vocês terão que passar por lá para saber mais detalhes sobre esse exemplar divo que ilumina a minha estante!

E para quem quiser conhecer mais sobre a Alana, vou deixar alguns vídeos abaixo para vocês assistirem!




Perfeito para quem busca por um jeito mais saudável de ser, em conformidade com o meio ambiente, ou para aqueles que têm alergias alimentares múltiplas, Diário de uma Vegana irá conquistar vocês!

Diário de uma Vegana - Alana Rox
Editora Globo Alt
176 páginas
Comprar: Saraiva / Amazon 
 
Nota 5

7 comentários

  1. "Não basta mudar a alimentação, é preciso mudar a cabeça e abrir o coração."
    Oi, Mirelle! Tudo bem?
    Que bom ler esse tipo de coisa, me senti extremamente feliz com a sua resenha. Espero que continue sua jornada e chegue lá. Continuarei na minha também.
    Que imagens maravilhosas, senti muita vontade de experimentar tudo, principalmente o brigaipim.
    Enfim, estou bastante ansiosa para adquirir este livro, logo que foi lançado eu fiquei com muita vontade de tê-lo. Acredito que irá me ajudar bastante
    Gostei muito da sua resenha, inclusive do preâmbulo, rs.
    Um super beijo!
    Historiar

    ResponderExcluir
  2. Oi Mirelle, eu sou bem ligada nessas coisas sobre alimentação saudável. Aqui em casa sou a mais natureba e estou tentando influênciar o pessoal aqui de casa a seguir a mesma onda. Eu não sabia desse livro, e quero muito adquiri-lo.
    Adorei a dica e fico feliz em saber que você é dessas que se preocupa com uma boa alimentação.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  3. Minha mãe também é bariátrica e sofre demais com a ferritina.
    E ela é totalmente adepta a alimentação saudável e sucos... essas coisas.
    Confesso que estou tentando entrar mais na linha, mas minha vida de gordices não anda lá muita fácil.
    Achei bem bacana a obra, as receitas, como é abordado o tema da alimentação saudável, gostei demais da parte de rituais de beleza também.
    Acredito que é uma obra que minha mãe gostaria de conhecer :)
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  4. Mi!
    Confesso que acredito demais no estilo de vida vegano e que mudei muito da minha alimentação tirando tudo que é enlatado, industrializado, etc... Não fiz cirurgia bariátrica mas perdi 47kg e as frutas e verduras foram muito importantes nesse processo.
    A cada dia diminuo o consumo de carnes e seus derivados, porém não sou vegana, ainda, acredito que esteja mais para uma quase vegetariana, porém espero uma hora conseguir chegar lá.
    E esse livro é um achado com certeza. Amo cozinhar e aprender novas receitas e misturas, além de o livro trazer outros conhecimentos para a pele e para o corpo. Fantástico!
    “O verdadeiro sentido do Natal não está nos presentes e nem no papai noel, mas sim no nascimento de Jesus Cristo, que veio ao mundo para nos libertar do pecado e ser o nosso único salvador!” (Andréia Godoi)
    Boas Festas!
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de DEZEMBRO ESPECIAL livros + BRINDES e 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  5. Oi Mirelle!

    Que legal sua história! Gostei muito de conhecer um pouco mais sobre vc, de vdd!

    Tbm adorei conhecer o livro, minha cunhada é vegana e ela sempre faz essas misturas e me deixa experimentar, na maioria das vezes até gosto! rsrssrsrs
    Não como carne vermelha, mas não consigo ser vegana/vegetariana. Amo u frango assado! rsrsrsrsrs

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  6. Um projeto muito interessante, mas confesso que eu não conseguiria. Sou a pior pessoa do mundo pra comer e passaria fome nessa semana, então nem tentaria. Adorei as imagens que você disponibilizou, muita persistência da sua parte.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/
    Participe dos SORTEIOS de Natal que estão rolando lá no blog!

    ResponderExcluir
  7. adorei sua resenha !!! eu nunca tinha ouvido falar da Alana em nenhum lugar, mas confesso que o livro me interessou bastante, na verdade eu sempre quis saber mais sobre o estilo de vida vegano, e me interessou mais ainda, as receitinhas pra pele, cabelo e higiene, gente eu adorei issooooooo !! com certeza vou dar uma conferida !! ( livro de capa dura é um luxo né? )

    ResponderExcluir