Resenha - O Ar que ele respira

Sinopse: "Como superar a dor de uma perda irreparável? Elizabeth está tentando seguir em frente. Depois da morte do marido e de ter passado um ano na casa da mãe, ela decide voltar a seu antigo lar e enfrentar as lembranças de seu casamento feliz com Steven. Porém, ao retornar à pequena Meadows Creek, ela se depara com um novo vizinho, Tristan Cole. Grosseiro, solitário, o olhar sempre agressivo e triste, ele parece fugir do passado. Mas Elizabeth logo descobre que, por trás do ser intratável, há um homem devastado pela morte das pessoas que mais amava. Elizabeth tenta se aproximar dele, mas Tristan tenta de todas as formas impedir que ela entre em sua vida. Em seu coração despedaçado parece não haver espaço para um novo começo. Ou talvez sim."
Após perder seu marido em um acidente de carro, Elizabeth junta as suas coisas e se muda com a filha, a pequena Emma, para a casa da mãe. Quase um ano depois, ela percebe que não pode ficar fugindo do passado e precisa dar um futuro digno para Emma, então decide retornar à sua cidade e tenta reconstruir a sua vida.

De volta a Meadows Creek, Elizabeth vê seu mundo virar de cabeça para baixo quando, na entrada do município, atropela acidentalmente um cachorro. O dono dele, Tristan Cole, furioso, a xinga de todas as formas possíveis. Tristan é novo na região e passou a ser rapidamente conhecido pelo seu jeito agressivo e antipático de ser, herdando dos moradores locais um apelido nada carinhoso de monstro. Ele trabalha na loja de antiguidades do Sr. Henson, um homem excêntrico a quem todos julgam e, se não fosse o bastante, também é vizinho de Elizabeth.

Os dois não se dão nada bem. Tristan não perde a oportunidade de ser grosseiro sempre que vê Elizabeth, mas a moça suspeita de que a sua marra não passe de uma fachada para esconder algum tipo de dor que o assombra. E ela está certa. Liz e Tristan têm mais em comum do que ela poderia imaginar. 
Apesar de ser sempre mal tratada por Tristan, Liz está determinada a se aproximar de seu vizinho e ser sua amiga, mas conforme  vai conhecendo-o, mais seus sentimentos vão entrando em conflito. Faz tempo que os dois não se relacionam romanticamente com alguém, desde que ficaram viúvos. Por isso, decidem se envolver apenas carnalmente, fingindo que estão em frente ao seu falecido cônjuge, de modo a suprir apenas as suas necessidades sexuais.

Mas é claro que isso não vai dar nem um pouco certo. Tristan e Elizabeth ainda estão emocionalmente abalados com suas respectivas perdas e terem um ao outro pode até ajudar, contudo, não vai curar seus corações partidos, principalmente se não assumirem o que realmente estão sentindo um pelo outro. Além disso, Elizabeth ainda precisa lidar com os comentários maldosos das mulheres de Meadows Creek ao seu respeito, que estão afetando sua vida e a de Emma. Será que ela estará disposta a enfrentar tudo isso para ficar com Tristan?

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

***

Quando esse livro foi anunciado aqui no Brasil, preciso confessar que tive um enorme ataque. Morria de vontade de conhecer a escrita da autora, que se tornou um fenômeno com seu primeiro livro, Sr. Daniels, lançado no país no ano passado. Essa foi uma das obras abordadas no Mochilão da Record, o que contribuiu para aguçar a minha curiosidade acerca dela.

O que posso dizer a vocês é que a escrita de Brittainy C. Cherry é simplesmente maravilhosa. Logo nas primeiras páginas me vi preso em sua narrativa e devorei a história em uma sentada. A autora conseguiu unir os elementos mais clichês dos romances e construiu uma trama original. Não posso dizer que ela não é previsível, porque é bastante, mas ainda assim não deixou de ser sensacional e fiquei completamente encantado.

Narrado em primeira pessoa, principalmente sob a perspectiva de Elizabeth, mas contando com alguns capítulos falados por Tristan, ficamos sabendo de maneira intercalada um pouco mais de cada um dos personagens e dos seus medos e inseguranças, um formato de escrita que me agradou muito.

Elizabeth é uma guerreira. Ela quer a felicidade da filha acima de qualquer coisa e, por isso, tira forças sabe-se lá de onde para levantar da cama toda manhã. Se não isso não fosse o suficiente, Liz ainda atura as grosserias constantes de Tristan e as fofocas ao seu respeito que seguem por toda cidade, como se as pessoas soubessem mais do que ela sobre como ela deveria levar a própria vida.

Tristan... Bem, QUE HOMEM! Grosseiro sim, estúpido sim, mas lindo e sexy. Escondido atrás de uma barba farta, ao estilo lenhador, Tristan sabe que é irresistível e gosta de provocar Elizabeth quanto a isso, entretanto, tenta mantê-la afastada, pois tem medo de machucá-la. No decorrer das páginas Tristan se mostra cada vez mais apaixonante e também apaixonado. Amei demais ele.

Quanto ao desfecho, foi bastante previsível, mas gostei da forma como Brittainy desenvolveu o desenrolar da história, fechando todas as pontas soltas e dando um destino digno a cada personagem. Pesquisando, descobri que O Ar que ele respira é o primeiro volume de uma série que se baseia nos quatro elementos da natureza. O próximo é a respeito do fogo, mas não encontrei na sinopse nenhuma relação com o anterior, então não sei bem o que esperar.

A edição física do exemplar está muito bem trabalhada. A Editora resolveu manter a capa original que é lindíssima. Não sou muito fã de capas com rostos, mas o de Tristan Cole dá vontade de emoldurar e pendurar na parede, não é? A diagramação é simples, as páginas são amareladas e a fonte é grande. A revisão está impecável. Não me lembro de ter encontrado erros durante a leitura.

O Ar que ele respira é um livro fantástico, que fala a respeito de como superar perdas e sobre o poder do amor. Super recomendo a todos, não há como não gostar. Me apaixonei por Brittainy e já quero ler tudo o que ela escreve.

O Ar que ele respira - Brittainy C. Cherry
Livro 01
Série Elementos
Editora Record
308 páginas
Comprar: Saraiva / Amazon
Nota 5

6 comentários

  1. Oi, Leo.
    A Brittainy é simplesmente incrível. Os livros dela são ótimos, reflexivos e nos trazem personagens cativantes e reais. Chorei horrores no desenrolar da história e torci muito para que o coração desses dois se encontrassem em um só.
    Beijo, Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  2. A primeira vez que vi este livro ele não me chamou a atenção, porém quando parei para ler a sinopse ela me agradou. Agora estou curiosa para saber o que acontece já que vi várias resenhas positivas.

    ResponderExcluir
  3. Oi Leonardo!

    Tbm tenho muita curiosidade em ler algo da autora, tenho Sr. Daniels aqui mas ainda não o li. Este livro tbm está na minha lista de desejados e espero poder comprá-lo na Bienal.

    Gostei muito da sua resenha, como vc disse, mesmo sendo clichê, tenho certeza que vou gostar!

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  4. Toda vez que vejo essa capa, sou eu que fico sem ar. A sinopse é encantadora. Ao ler a resenha fiquei ainda mais ansiosa pra comprar.

    ResponderExcluir
  5. Olá.
    Estou ansiosa para ler esse livro, desde as primeiras divulgações. Li Sr. Daniels, mas não foi uma leitura que me marcou. Mas foi um bom livro. Agora estou com boas expectativas para O Ar que ele respira. E lendo sua ótima resenha, mais certa fiquei de que será uma leitura muito prazerosa. E sendo uma série, melhor ainda! Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oi tudo bem..
    Quando esse livro foi lançado e vi a capa so por ela ja queria ler o livro depois que li algumas resenhas e todas elas tem otimos comentarios sobre o livro ai foi que fiquei curiosa ja quero ele pra ontem,so fico triste de ter que esperar o restante da serie ser lançada.
    Muito boa resenha..
    Um abraço e muito sucesso :)

    ResponderExcluir