Resenha - Lembrança

Sinopse: "Agora, mais velha e experiente, tudo que Suze quer é causar uma boa impressão no primeiro emprego desde sua formatura — e desde o noivado com o Dr. Jesse de Silva, ex-espírito e sua alma gêmea. Como não bastasse, um fantasma de seu passado resolve aparecer. E esse não é um espectro que ela possa mediar. Afinal, Paul Slater está bem vivo, milionário e, ainda por cima, é o novo proprietário da antiga casa de Suzannah. Aquela na qual conheceu Jesse. Isso não seria um problema se ela não tivesse acabado de descobrir que uma antiga maldição poderá transformar seu amado num demônio, caso seu antigo local de descanso seja demolido, como Paul pretende. Agora ela precisa dar um jeito em Paul, que a está chantageando sexualmente — isso mesmo... ou ela dorme com ele, ou perde Jesse —, enquanto tenta ajudar uma caloura assombrada por uma menininha muito poderosa."
ALERTA! Esta resenha pode conter spoilers dos livros anteriores da série. Leiam por sua conta e risco!

Seis anos se passaram desde os acontecimentos de Crepúsculo e muita coisa mudou na vida de Suzannah Simon. Ela ainda vive na cidade de Carmel, dividindo um apartamento com sua melhor amiga Gina, mas agora é uma estudante de serviço social e está fazendo um estágio não-remunerado na sua antiga escola, como orientadora. Além disso, a jovem segue realizando o seu trabalho de mediadora, encaminhando espíritos para a luz, com a ajuda do Padre Dom, que agora é seu chefe. E o melhor de tudo: ela está noiva de Jesse de Silva, o fantasma irresistível por quem se apaixonou, que agora não é mais fantasma, mas sim um médico e continua muito gostosão.

Só que tem coisas do passado que nunca mudam e uma dessas é Paul Slater. O mediador que fez de tudo para separar Suze e Jesse está de volta. Lindo e milionário, Paul não aceita ter perdido Suze para uma aparição e está armando um novo plano para afastá-los. Slater comprou a antiga casa de Suze, aquela na qual Jesse foi assassinado e onde eles se conheceram anos antes, e está se preparando para derrubá-la. Isso não seria um problema se não existisse uma antiga maldição egípcia que diz que se o local de descanso de um fantasma for violado, isso libertaria um demônio e transformaria a vida de todos em um caos.

Como de bobo Paul não tem nada, ele decide chantagear Suze. Se a garota for pra cama com ele, nada acontecerá com a casa. Claro que Suze não quer nem cogitar essa ideia. Quem gostaria de ir para a cama com um cara tentador quando seu noivo está em um intenso celibato, pois não quer pecar ao manter relações antes do casamento?! Ninguém, obviamente. Mas o que Suze pode fazer para impedir a maldição e salvar Jesse?

Não sendo o suficiente, Suze está com um novo caso de mediação nas mãos. Uma PMNO (Pessoa Morta Não-Obediente) está assombrando uma das alunas do colégio, mas de uma forma diferente. Essa assombração quer proteger Becca a todo custo e machuca todos aqueles que considera uma ameaça para ela, tornando-se cada vez mais perigosa. O espectro também esconde um segredo, que pode cair como uma bomba na vida de muitas pessoas em Carmel e caberá a Suze descobrir o que é para ajudá-lo na passagem.

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

***

Quem me conhece sabe que sou apaixonado por Meg Cabot e a série A Mediadora é uma das minhas favoritas ever. Li os seis primeiros livros em quatro dias, lá em 2013, e mesmo com tudo finalizado, fiquei com aquele gostinho de quero mais. Então, quando Meg anunciou que em comemoração aos 15 anos do lançamento da primeira obra escreveria um sétimo volume para a série, nem preciso dizer que surtei, preciso? Lembrança se tornou o título mais aguardado de 2016 para mim e, assim que ficou disponível, solicitei meu exemplar para a Galera Record.

Lembrança foi escrito como um maravilhoso presente para os fãs de A Mediadora. Aqui veremos nossos personagens tão amados lidando com as responsabilidades da vida adulta, além de sabermos a quantas anda a relação de Jesse e Suze, um dos casais mais amados da literatura YA. Só que como seus respectivos leitores também cresceram, Meg deixou as coisas um pouco mais apimentadas nessa história. Não há nada especificamente de erótico, mas nos deparamos com algumas cenas bem sensuais.

A escrita da autora continua sensacional. Esse sétimo volume é o maior de todos, contendo 400 páginas, mas fiquei tão imerso na leitura que nem percebi elas passando. Quando vi, já tinha terminado tudo. Foi tão bom reviver a experiência com essa coleção, mas me despedir mais uma vez dela foi bastante complicado. Não me importaria nem um pouco se Meg escrevesse mais um ou dois tomos. Quem sabe trazendo a gravidez de Suze ou algo do tipo?

Os personagens amadureceram bastante nesta narrativa, mas suas personalidades continuam ali presentes. Suzannah, por exemplo, segue sendo uma boca-suja, sarcástica e bastante briguenta. Ela gosta de chegar chegando, chutando traseiros e se ver em uma situação aparentemente sem saída só a deixa mais zangada. Jesse está ainda mais irresistível, se é que isso é possível. Ele está prestes a se tornar um pediatra e demonstra a cada dia seu amor pela profissão, com seu jeito fofo e personalidade cativante. ~suspiros~

O relacionamento de Jesse e Suze chegou a um novo patamar com o noivado e os dois estão ainda mais próximos. Mesmo perdendo aquela conexão mediador-fantasma, Jesse sabe quando Suze precisa dele e também quando sua amada está mentindo, o que acontece com bastante frequência. Seu lado protetor está ainda mais aflorado e o ajuda a tirar Suze de várias enrascadas. Como não amar isso?!

A situação com o fantasma foi a mais séria de todos os enredos, isso porque a autora tratou de temas bastante polêmicos, como o abuso infantil. Gostei da forma como Meg abordou tudo isso de forma sutil, só esperava uma resolução melhor para esse conflito, talvez com um maior aprofundamento. Não que tenha atrapalhado a leitura, mas deixou um pouquinho a desejar.

A edição física está muito bem trabalhada. A capa é lindíssima e apesar de fugir um pouco do padrão das anteriores, se encaixa perfeitamente na estante. A diagramação é simples, as páginas são amareladas e a fonte é grande. A revisão está ótima, mas encontrei alguns errinhos que me incomodaram um pouquinho. Por ser um presente para os fãs, esperava algo melhor. 

Lembrança foi perfeito para matar a saudade daqueles personagens que tanto amamos e dar um novo fim à série. Com certeza recomendo essa leitura a todos. Garanto que está tão apaixonante quanto o restante. Se joguem! 

Lembrança - Meg Cabot
Livro 07
Série A Mediadora
Editora Galera Record
400 páginas
Comprar: Saraiva / Amazon
Nota 5

4 comentários

  1. Faz muito tempo que quero ler esta serie porém até hoje não tive a oportunidade.
    A capa deste novo livro eu achei incrível.

    ResponderExcluir
  2. Olá.
    Ótima resenha, parabéns! Ainda não tive o prazer de ler nada da autora, mas sempre encontro muito bons comentários a respeito de suas obras. Essa série parece ser apaixonante, mesmo! No momento não pretendo ler, pois minha lista de leituras já está imensa, então estou evitando séries. Mas no futuro, a dica está anotada e gostaria de ler, pois a premissa é muito interessante e envolvente. Obrigada. Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Oi Leonardo!

    Não li a resenha por causa dos spoilers.
    A Gessica, minha amiga, fica me instigando a ler essa série, diz ela que é muito boa! Tenho curiosidade de ler e tenho alguns livros em ebook, vamos ver neh? Quem sabe mais para frente eu consiga lê-los!

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  4. Oi tudo bem..
    Como ainda nao li o restante dos livros da serie e com certeza pretendo le-los ,nao li a resenha so a sinopse e as consideraçoes finais,e tô muito curiosa pra ler..
    Um abraço e muito sucesso :)

    ResponderExcluir