Resenha - Namorado de aluguel

Resenha - Namorado de Aluguel
Sinopse: "Quando Bradley, o namorado de Gia Montgomery, termina com ela no estacionamento do baile de formatura, ela precisa pensar rápido. Afinal, ela vem falando dele para suas amigas há meses. Esta era para ser a noite em que ela provaria que ele não é uma invenção de sua cabeça. Então, quando vê um garoto esperando pela irmã no estacionamento do baile, Gia o recruta para ajudá-la. A tarefa é simples: passar por namorado dela — apenas duas horas, nenhum compromisso, algumas mentirinhas. Depois disso, ela pode tentar reconquistar o verdadeiro Bradley. O problema é que, alguns dias depois do baile, não é em Bradley que Gia está pensando, mas no substituto. Aquele cujo nome ela nem sabe. Mas localizá-lo não significa que o relacionamento de mentira deles acabou. Gia deve um favor a esse cara, e a irmã dele tem a solução perfeita: a festa de formatura da ex-namorada dele — apenas três horas, nenhum compromisso, algumas mentirinhas. E, justamente quando Gia começa a se perguntar se pode transformar seu namorado falso em real, Bradley reaparece, expondo sua farsa e ameaçando destruir suas amizades e seu novo relacionamento."
Há dois meses Gia e Bradley estão em um relacionamento e ela faz questão de contar maravilhas sobre o namorado para as amigas. O problema é que a invejosa Jules não acredita na existência do suposto namorado de Gia e tenta a todo momento desacreditá-la. Bradley estuda na UCLA, a três horas de distância da cidade onde a garota vive e eles quase não se veem, tornando impossível que Gia o apresente para as amigas. O baile de formatura é a oportunidade perfeita e ela vai esfregar na cara de Jules que Bradley realmente existe. Ou não.

Todo o plano de Gia desanda quando Bradley termina com ela no estacionamento do baile, minutos antes de entrarem. E agora? Como Gia vai chegar sozinha? Ela sabe que suas amigas vão lhe apoiar, mas não suportará ver o desdém estampado no rosto de Jules. E é aí que ela enxerga um garoto parado no estacionamento. Aparentemente ele fora levar alguém para o baile e estava ali esperando. Sem saída, Gia pede para que o estranho seja seu namorado de aluguel por aquela noite, apenas para inverter a ordem dos fatos, fazendo com que o falso Bradley termine com ela depois do baile, não antes.

O esquema de Gia dá certo, o dublê de Bradley vai embora e a vida segue normalmente no dia seguinte. Quer dizer, mais ou menos, já que Gia não consegue tirar o misterioso jovem de sua cabeça, mas não sabe nem seu verdadeiro nome para contatá-lo. A sua única pista é a irmã do garoto, Bec, sua colega de política, que a detesta. Bec não quer que Gia se aproxime do irmão, pois tem certeza de que ela irá machucá-lo.

Gia então vai tentando descobrir por conta própria mais sobre o estranho, mas quando não chega a lugar nenhum, resolve desistir. Até que o destino conspira a seu favor. Bec acha que Gia deve um favor ao irmão e pede que a menina o acompanhe na festa de formatura da ex-namorada. O término dos dois foi bem problemático e ela não quer que eles reatem. Para isso, Gia precisará ser a namorada de aluguel dele por uma noite, impedindo que ele e a ex reatem.

Só que, conforme mais tempo Gia vai passando ao lado do menino, mais forte o laço que une os dois vai ficando. Gia quer Hayden para si, mas como fazer para inseri-lo em sua vida sem desmentir todos os acontecimentos do baile para as amigas? Ela precisa ser rápida, pois Jules está na sua cola esperando o primeiro deslize para desmascará-la.

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

***

Confesso a vocês que solicitei Namorado de aluguel totalmente no escuro. Gostei da capa e o fato do livro ser de uma autora que aprecio foi o fator decisivo para eu querer lê-lo. Ainda bem que não li a sinopse, pois a mesma contém um grande spoiler da narrativa que estragaria completamente a leitura. Mas vamos ao o que achei do volume.

A escrita de Kasie West é leve e fluida. Somando isso às poucas páginas, li a obra em uma sentada durante a madrugada. Várias vezes me peguei rindo da história e foi uma experiência super divertida. Clichê, é claro, mas até mesmo a previsibilidade tem o seu valor.

Narrado em primeira pessoa, sob a perspectiva de Gia, vamos conhecendo aos poucos a protagonista da qual não gostei muito no início, até entender o motivo pelo qual a jovem tem essa personalidade tão frívola. Ela sente a grande necessidade de agradar aos outros e de ser reconhecida, passando uma imagem superficial, enquanto no fundo tudo que quer é ser aceita.

Os outros personagens foram muito bem caracterizados, principalmente Hayden, que é um querido. Não tinha como Gia não se apaixonar pelo garoto. Todavia, de longe a minha personagem favorita foi a irmã dele, Bec, seja pela adoração que ela tem pelo irmão ou por tudo que faz para vê-lo feliz, podemos ver que toda a rebeldia ostentada por ela não passa de pose e que, na verdade, ela também quer ser notada.

Jules é um asco completo. Gente. Como essa menina me irritou. Entendi sua motivação no final, mas se fosse Gia já teria arrastado a cara da menina no asfalto e depois jogado no mar. Ela faz de tudo para desmerecer o que quer que Gia faça e tenta sempre jogar as amigas da garota contra ela. Pior tipo de pessoa!

Quanto ao desfecho da trama, me incomodou um pouco. Como disse anteriormente, o livro é bem previsível, mas achei que West deixou muita coisa em aberto. Acredito que não exista a intenção de ela escrever uma continuação, por isso esperava que a autora desse um fim digno a todos os plots do enredo.

Sobre a edição física, não tenho muito a dizer. A capa é linda e super combina com a história. A diagramação é simples, as páginas são amareladas e a fonte é grande. A revisão está impecável. Não lembro de ter encontrado nenhum erro durante a leitura e dessa vez todos os travessões estavam onde deviam estar. YES!

Namorado de aluguel é fofo e divertido, perfeito para ler entre aquelas leituras mais densas. Super recomendo a todos. É difícil não gostar!

Namorado de aluguel - Kasie West
Editora Verus
252 páginas
Comprar: Saraiva / Amazon
Nota 4

8 comentários

  1. Olá1

    Eu amo livros clichês! hahaha
    Exatamente por saber o que vai acontecer, gosto do previsível. Com certeza esse livro é pra mim! Obrigada pela dica <3
    Achei a capa muito fofa!

    ResponderExcluir
  2. Oi Leonardo!

    Não conhecia a autora nem o livro, mas gostei da sua resenha. Gosto de livros assim, que nos deixam curiosos, é leve e divertido. Vou adicioná-lo na minha lista de desejados e espero gostar tanto qto vc!

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  3. Leonardo,quero muito ler esse livro e ver de perto esse romance de Gia e Hayden,amo escritas leve e fluida.Que bom que é divertido e clichê.Quero muito conhecer Bec.Já sei que irei me irritar com Jules.Pena que ficaram coisas em aberto no final.Amei a capa também.Tenho certeza que irei gostar.Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Oi Leonardo!
    Gostei da sua resenha, já tinha visto este livro, mas ainda não li, agora quero ler, quero saber o que Gia vai fazer para sair desta confusão e ainda ganhar o gato.

    ResponderExcluir
  5. Oi Leo!!
    Não conhecia o livro...gostei bastante da sua resenha,tô precisando ler algo assim..leve e divertido.Achei a capa linda também..

    ResponderExcluir
  6. Oi Leo.
    Interessante a premissa do livro, bom essa capa é muito intrigante, mas infelizmente esse não faz meu tipo de leitura, muito clichê e previsível, ja li algumas outras resenhas a respeito e sinceramente não me aventuraria.
    Boa Tarde.

    ResponderExcluir
  7. Vou lê-lo, parece divertido e gosto de algo meio clichê kkk
    Amei sua resenha, ficou perfeita!

    Beijo ^-^

    ResponderExcluir
  8. Leo, eu particularmente supercurto esse clichê adolescente, e com essa capa maravilhosa, fiquei loucaaaa para ler!
    Lendo sua resenha, pude perceber que tem mais detalhes e personagens bem desenvolvidos do que imaginei à princípio.
    Aiiii que ansiedade!!
    PRECISO PRA ONTEM!!!
    bjss

    ResponderExcluir