Resenha - Filme Hotel Transilvânia 2

Resenha - Filme Hotel Transilvânia 2
Sinopse: "A turma do Drácula está de volta na nova comédia monstruosa da Sony Pictures Animation, Hotel Transilvânia 2! Parece que tudo está melhorando no Hotel Transilvânia... Drácula finalmente relaxou sua rígida política de "somente monstros" e passou a permitir hóspedes humanos. Mas por trás de caixões fechados, Drácula está preocupado porque seu adorável neto, meio-humano e meio-vampiro, Dennis, não demonstra nenhum sinal de que um dia será um vampiro. Então, enquanto Mavis está ocupada visitando seus novos parentes humanos com Johnny... e vivenciando seu próprio choque cultural - o vovô Drac recruta seus amigos Frank, Murray, Wayne e Griffin para ajudá-lo a fazer Dennis passar por uma escolinha de monstros. Mas o que eles nem imaginam é que o rabugento, conservador e muito muito velho pai de Drácula, Vlad, veio fazer uma visita ao hotel. Quando Vlad descobre que seu bisneto não é um sangue-puro, e que humanos agora são bem-vindos ao Hotel Transilvânia, ele fica maluco!"
ATENÇÃO, esta resenha pode conter spoilers do primeiro filme. Leiam por sua conta e risco!

Depois de Drácula finalmente curar a sua aversão por humanos, muita coisa mudou no Hotel Transilvânia. Monstros e pessoas passaram a conviver lado a lado harmoniosamente, e os monstros deixaram de ser assustadores aos olhos de alguns para se tornarem glamorosos ou fofos. Além disso, Johnny e Mavis se casaram, com a bênção do vampirão e, no ano seguinte já esperavam o primeiro filho, que batizaram de Dennis.

Drácula não poderia ser um avô mais babão. Apaixonadíssimo pelo garoto, fazia todas as suas vontades e, assim, a criança foi sendo criada entre os dois mundos. Quanto mais crescia, mais nítido ficava o quanto Dennis era diferente de sua família de vampiros. Sua pele não era tão pálida, seus caninos ainda não haviam nascido e ele sempre parecia mais frágil quando junto dos seus amigos monstrinhos. Isso fez Mavis questionar se aquele realmente era um ambiente adequado para educar o filho, e se o melhor não seria eles se mudarem para a cidade onde Johnny nasceu para que Dennis pudesse viver entre os humanos, ideia que deixou o vovô vamp em pânico.

Decidido a fazer brotar o vampiro que havia dentro do neto, Drácula e seus amigos partiram em uma viagem perigosamente hilária para fazer Dennis passar por diversos testes. A pergunta que não quer calar é: Drácula vai aceitar e continuar amando Dennis mesmo que nos finalmentes reste comprovado que ele é realmente um humano? Ou no final das contas, as suas expectativas frustradas irão falar mais alto do que o sangue?

Querem saber o que vai acontecer? Então assistam ao filme.

***

Hotel Transilvânia foi uma das animações mais lindas que já vi e uma das que mais amei até hoje, e super recomendo que vocês a assistam em nosso idioma, porque a dublagem da voz do Drácula é simplesmente fantástica. Desde que soube do lançamento da sequência, fiquei afoita para conferir, e quando esse dia chegou, não me arrependi.

Drácula está mais maluco, exagerado e dramático do que sempre, características essas que me fazem adorá-lo. Mavis se tornou uma mãe super protetora, enquanto Johnny perdeu completamente o destaque na trama, se tornando um ser amorfo e submisso às vontades da esposa e do sogro. Afora isso, apesar de Dennis ser realmente um fofo, digno de me querer fazer apertar as suas bochechas, não conseguiu roubar para si, na minha opinião, o foco que sempre incidiu sobre o avô.

Novamente aqui temos discussões muito interessantes: O longa segue abordando os preconceitos em relação às diferenças, porém, destacando agora o bullying, tão comum na nossa espécie. Por mais que Drácula tenha resistência ao lidar com as pessoas e não as compreenda por completo, ele nunca as insultou ou as tratou de maneira diferente, ao contrário dos humanos que não perdem a oportunidade de fazer chacotas sobre os monstros e inclusive de tirar sarro de Dennis, por ele ter dificuldades de se encaixar em ambos os lados.

Desse modo, a lição transmitida no filme é de que não importa a nossa aparência ou de onde nós viemos, todos merecem ser tratados com respeito e amados de igual modo.

Digno de muitas risadas e momentos de reflexão, tenho certeza de que Hotel Transilvânia 2 vai agradar a crianças e adultos, principalmente aos fãs da franquia.

Título original: Hotel Transylvania 2
Roteiro: Genndy Tartakovsky
Direção: Adam Sandler e Robert Smigel
89 minutos


TRAILER

6 comentários

  1. Assisti ao primeiro filme e me encantei deste as primeiras cenas. E quando lançou o segundo, confesso que tive um pouco de medo em me decepcionar, como acontecem com muitas longas que resolvem fazer a continuação devido ao sucesso do primeiro. Mas para a minha alegria, Hotel Transilvânia 2 foi pura emoção! Me divertir muito e mais uma vez fui cativada por estes personagens amorosos e simpáticos.
    Me deu até vontade de assistir novamente, rsrs.
    Beijos, Mirelle.

    ResponderExcluir
  2. Oi Mirelle!

    Eu amo esses filmes! *o* Mas gosto mais do primeiro, porque foi uma coisa nova sabe, bem diferente do que estamos acostumados a ver em desenhos. O 2 tbm é muito fofo e já o assisti umas 5 vezes! kkkkk

    Adorei sua resenha do filme e, ao assistir ao trailer, fiquei com vontade de assistir de novo! rsrsrsrs u.u

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  3. Já assisti o primeiro filme e amei! A história e os personagens são criativos,a animação é linda e realmente passa muitas lições, mesmo que os pequenos não consigam entender. Ainda não vi o 2, mas quero fazê-lo o quanto antes e me divertir horrores novamente. Abraços :D

    ResponderExcluir
  4. Ainda não assistir esse filme.
    Mas pretendo muito em breve, estou sem tempo para parar e realmente assistir alguma coisa.
    Ano filmes de animação, e esse parece ser bem legal. Ainda não assistir o primeiro, porem quando parar para assistir, pretendo ver os dois juntos, um apos o outro, espero gostar,
    Boa Tarde.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Mana sou fã de animações e juro que quando vi esse filme ser divulgado nos cinemas da minha cidade sai correndo pra poder ver o filme e como você eu não me arrependi. Acho que minha única resolva em relação ao filme como você mesma disse foi o fato de o Johnny perder muito o brilha que tinha do primeiro filme sabe, era um personagem que eu gostava e esperava que tivesse mais dele no segundo filme mas fora isso foi um filme muito fofo.

    ResponderExcluir
  6. eu tô louca para assistir esse filme, na verdade ainda não assisti o primeiro
    e olha que eu sou louca por animação, perdi quando lançaram no cinema ai eu fico adiando. assim que tiver um tempinho fazer maratona de hotel transilvania
    bjs

    ResponderExcluir