Resenha - Filme As aparências enganam

Resenha - Filme As aparências enganam
Sinopse: "Hannah Higgins tenta transformar o colarinho azul fornecedor de cerveja em Boston Elliot Doolittle em um candidato viável e, inadvertidamente, aprende algo com o modo de vida de Elliot."
O sonho de Hannah era melhorar as condições do ensino no país, principalmente na área da educação para crianças com necessidades especiais, como quem tem dislexia, por exemplo, e, por isso, se candidatou a uma vaga no Congresso como Deputada Federal, já que acreditava que tinha condições de fazer a diferença. Entretanto, por mais boas ideias que ela tivesse, não aparentava ser a candidata ideal. Taxada de fria e esnobe, Hannah não conquistou a simpatia dos eleitores e perdeu a votação para o seu oponente, um apresentador de televisão que fazia as previsões do tempo.

Porém, por uma ironia do destino, seu oponente morreu, atingido por um raio! Assim, uma nova corrida para as eleições recomeçou. Dessa vez, Hannah sabia que não seria apropriado se recandidatar, já que precisaria praticamente nascer de novo para que mudasse tudo o que o povo não gostava nela. Por isso, quando Elliot a procurou pedindo ajuda, não pensou duas vezes em ensinar a ele tudo o que era preciso para que se tornasse um representante do Congresso.

Elliot não tinha ideia das segundas intenções de Hannah, e caiu feito como um patinho nos planos da moça para transformá-lo em um candidato ideal, já que carisma ele já possuía, e todos pareciam gostar dele.

Mas será que um homem simples, de aparência desleixada, vocabulário pobre e cheio de gírias será capaz de aprender tudo o que for necessário, em um curto período de tempo, e ser eleito, conforme Hannah e Colleen haviam apostado?

Querem saber o que vai acontecer? Então vejam!

***

Escolhi o filme de maneira aleatória no Netflix com o intuito de apenas passar o tempo. Como tenho paixão pela Julia Stiles, sempre tento assistir a todos os longas dos quais ela participa. Sua postura rígida e extremamente formal nesta atuação ficou perfeita, contrastando incrivelmente com David Walton, que deu à luz a um personagem bem caipirão.

Em princípio, pensei que o objetivo do roteiro fosse ser mostrar para o povo que qualquer um pode se candidatar e se eleger a uma vaga na política desde que seja moldado pela pessoa certa, nos alertando sobre como somos constantemente enganados, na medida em que os candidatos que elegemos não passam de marionetes nas mãos dos poderosos. Mas não foi isso que aconteceu, e foi o que deu ensejo a uma das minhas decepções quanto à produção.

Hannah inscreve Elliot nas eleições apenas para satisfazer seus interesses pessoais. Não há nenhuma crítica por trás. Além disso, se a ideia da trama era enfocar na disputa política, por que a trabalharam de maneira tão superficial e simplista? Já cansei de ver seriados com ênfase na política, como Brothers and Sisters e The Good Wife, para saber o quanto uma disputa é difícil, suja e cheia de altos e baixos. E As aparências enganam fez com que tudo parecesse fácil demais.

Por mais que o filme tenha tentado passar algumas mensagens legais por trás, sobre a importância da educação, o abismo existente entre classes sociais e a luta que temos que travar para ir atrás dos nossos ideais, não me convenceu.

No entanto, não me entendam mal. As aparências enganam não é ruim. Ele consegue cumprir o seu papel de entretenimento fofo e bobinho, nos deixando curiosos para saber como será o seu desfecho. Todavia, não esperem muito mais do que isso.

Título original:The Makeover

Roteiro: C. Jay Cox
Direção: John Gray (I)
97 minutos
TRAILER

5 comentários

  1. Oi Mirelle!

    Eu vi esse filme na Netflix mas passei batido por ele pq não gostei da sinopse, mas.... rsrsrsrsrrs gostei da sua resenha e fiquei curiosa, parece ser uma boa comédia romântica! Vou assistir para tirar minhas conclusões!

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  2. Oi Mi,
    parece ser um bom filme para entreter, mas vamos ser sinceras: o oponente ser o homem do tempo e morrer atingido por um raio já dá para perceber que eles vão tratar a trama de uma forma mais leve (para não dizer bobinho)
    talvez um dia eu assista como vc de maneira aleatória, mas não está na minha lista

    ResponderExcluir
  3. Mi,esse filme parece bem divertido,apesar de não trazer nenhuma crítica ,apenas entretenimento fofo e bobinho.Pena que ele não tenha lhe convencido.Mesmo assim fiquei curiosa com o desfecho,além de algumas cenas engraçadas que conferi durante o trailer,como o tombo no boliche.Mil beijinhos!!!

    ResponderExcluir
  4. Oi Mi..
    Já vi esse filme, ri um pouco,mas ainda assim achei meio "água com açúcar",um pouco saem graça,fraquinho...

    ResponderExcluir
  5. Parece ser um filme divertido, bom para passar o tempo, gosto de filmes assim também. Algo mais leve é sempre bom, rsrs. Abraços!
    bookdan.blogspot.com

    ResponderExcluir