Resenha - Filme Deadpool

Resenha - Filme Deadpool
Sinopse: "Baseado no anti-herói não convencional da Marvel Comics, Deadpool conta a história da origem do ex-agente das Forças Especiais que se tornou o mercenário Wade Wilson. Depois de ser submetido a um desonesto experimento que o deixa com poderes de cura acelerada, Wade adota o alter ego de Deadpool. Armado com suas novas habilidades e um senso de humor negro e distorcido, Deadpool persegue o homem que quase destruiu sua vida."
Wade Wilson é um matador movido a dinheiro, um mercenário brincalhão, que vive uma vida tranquila e solitária. Porém, quando ele finalmente encontra o amor verdadeiro, que aceita seu emprego impoliticamente incorreto, Wade se descobre com câncer, e já em fase avançada.

Sua única chance de cura vem de uma intervenção que é proibida pelo governo. Na teoria, parece algo simples: para sobreviver à doença, basta que ele se aliste no tratamento clandestino que catalisa os genes humanos, elevando-os até que uma mutação de DNA ocorra na pessoa. Os resultados dessa alteração são diferentes para cada um e, no caso de Wade Wilson, seu corpo apresenta diversas cicatrizes como se fossem de queimaduras, ao passo que ele adquire o poder de se curar rapidamente de ferimentos.

Mas, logo após a transformação, vendo o monstro no qual ele se tornou, e revoltado com os métodos usados no recurso terapêutico, como tortura intensa, forte e sádica, Wade parte em uma missão para encontrar Francis, o homem responsável pela manipulação genética, a fim de trazer sua aparência de volta.

Matando todos pelo caminho e jurando recuperar sua antiga vida, Wade Wilson, enfim, se torna Deadpool, um mercenário trajando vermelho e que teve a sua existência modificada por causa do câncer.

Assim como em diversos filmes de heróis, sua amada é raptada por Francis e feita de refém... e, cabe a Deadpool e dois X-men trazê-la de volta e acabar de vez com essa ameaça.

***

Classificado como +16 anos, o filme faz jus à sua escolha. Recheado de mortes dolorosas, sangue para todos os lados, palavrões na grande maioria dos momentos e várias cenas de sexo que, por mais que não sejam explícitas, são  bastante reais e intensas, o maior mercenário do mundo da Marvel chega com tudo no seu longa mais do que divertido.

Diferente das outras histórias de super-heróis, Deadpool nos apresenta um anti-herói desonesto e tagarela e extremamente brincalhão, movido pela ganância de matar seu criador e não de salvar o mundo, o que aliás, ele abomina.

Suas piadas contém cunho sexual e até linguagem nerd, referenciando películas como Lanterna Verde e Star Wars e criticando veementemente atores conhecidos. Isso nos mostrou que os produtores não tiveram medo de criar provocações no enredo. Ao contrário, eles apostaram alto e acertaram o alvo.

Como amante de filmes de heróis, eu admito: nunca me diverti tanto em um longa desse gênero! Não teve uma só piada que eu não risse! Acostumada com tramas mais sérias e dramáticas, com poucas tiradas engraçadas, Deadpool foi uma imensa alegria para mim, pois ele é o avesso dos heróis que eu mais amo. Conquistou-me de tal forma, que entrou para o hall dos meus heróis favoritos da atualidade.

E é claro que parte desse sucesso todo se deve ao Ryan Reynalds, que conseguiu incorporar magistralmente a essência do personagem nas telonas, diferentemente de quando interpretou Lanterna Verde, uma atuação decepcionante para mim.

Outro ponto positivo da obra cinematográfica deveu-se ao uso de flashbacks, que nos permitiu descobrir como Pool faz para chegar a Francis e como o seu traje foi criado e o porquê dele ser vermelho (sim, tem uma explicação coerente para isso!).

Antes de assistir ao filme, vale a pena conferir a campanha de marketing realizada. Curiosamente, Deadpool foi vendido como uma história romântica nos EUA, pois sua estreia colide com a do dia dos namorados no país. Além disso, a produtora se utilizou de outros recursos, como o uso de emojis, para criar uma pegada mais jovem, chamando a atenção da garotada. Sendo assim, possibilitou que um grande público se interessasse pelo longa. Nesse sentido, para mim, como designer e fã de heróis, esta foi uma das melhores formas de divulgação dos últimos tempos.

Deadpool certamente será uma película que irá agradar a todos os gostos, já que temos muita ação, muitoooo sangue e, claro, romance também. Tenho certeza de que todos vocês irão se render ao encanto do Tagarela mais querido do mundo! (palavras do Sr. Pool!).

E querem uma dica? Como é de praxe da Marvel, Deadpool também tem cena pós-credito. Então, vale a pena ficar uns minutinhos a mais no cinema esperando o nosso amado Tagarela voltar.

Com pitadas de humor e piadas que nos rendem altas gargalhadas, Deadpool vem inovar no universo cinematográfico da franquia. Assistam e depois me contem o que acharam.

* Agradeço ao Espaço/Z por ter me proporcionado assistir ao filme em primeira mão, numa cabine de imprensa.

Título original: Deadpool
Roteiro: Fabian Nicieza, Paul Wernick, Rhett Reese e Rob Liefeld
Direção: Tim Miller
108 minutos


TRAILER

7 comentários

  1. Oi Ellen
    Acabei de marcar com o maridão p ir assistir amanhã a noite!
    Eu n conhecia, mas meu marido q é super fã da Marvel me inteirou e fiquei curiosíssima pra assistir!

    Bjoooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Ellen!

    Eu estou mega ansiosa para conferir mais este filme da Marvel. Não conhecia o ati herói e depois de assistir ao trailer fiquei mega curiosa e tenho certeza que vou gostar tanto quanto vc!
    Adorei sua resenha!

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  3. Ellen,amei sinopse desse filme onde um homem que ao descobrir o amor se descobre com câncer terminal e após uma intervenção não convencional científica se transforma em Deadpool e quer se vingar de todos aqueles que destruíram a sua vida.Gostei muito do trailer,tem um pouco de tudo,drama,ação,romance, divertimento e muitas cenas tensas.Um verdadeiro anti-herói.Beijos!!!

    ResponderExcluir
  4. Gostei.
    Achei bem interessante a capa, e a sinopse, ainda não assistir.
    Porem espero em breve mudar esse quadro.
    Boa Noite.

    ResponderExcluir
  5. Deadpool é um dos filmes mais aguardados por mim neste ano, e eu fico cada vez mais ansiosa em assistir depois que leio resenhas tão positivas assim. Acho que é exatamente por esse aspecto contrário ao padrão de herói sério e comprometido com a humanidade que Pool me atrai tanto. Eles é egocêntrico, divertido e genioso, o que o torna muito mais próximo de nós, meros mortais. Sem falar nas tiradas cômicas do enredo, que eu vou achar incríveis, com certeza!

    ResponderExcluir
  6. OI ELLEN, BEM LEGAL SUA POSTAGEM ! MEUS COLEGAS DE ESCOLA ESTÃO ALVOROÇADOS PARA VER ESTE FILME, NÃO SOU MUITO FÃ DE HEROIS, OU COISAS DO TIPO, MAS A RESENHA ME CHAMOU A ATENÇÃO ! TALVEZ PORQUE O FILME DESTA VEZ RETRATE ALGO UM POUCO FORA DO NORMAL DO QUE O PÚBLICO COSTUMA VER !

    ResponderExcluir
  7. Não vou ler a resenha porque vou no cinema sábado (o/), mas já morri de rir desde o trailer!

    ResponderExcluir