Resenha - Espada de Vidro

Resenha - Espada de Vidro
Sinopse: "O sangue de Mare Barrow é vermelho, da mesma cor da população comum, mas sua habilidade de controlar a eletricidade a torna tão poderosa quanto os membros da elite de sangue prateado. Depois que essa revelação foi feita em rede nacional, Mare se transformou numa arma perigosa que a corte real quer esconder e controlar. Quando finalmente consegue escapar do palácio e do príncipe Maven, Mare descobre algo surpreendente: ela não era a única vermelha com poderes. Agora, enquanto foge do vingativo Maven, a garota elétrica tenta encontrar e recrutar outros sanguenovos como ela, para formar um exército contra a nobreza opressora. Essa é uma jornada perigosa, e Mare precisará tomar cuidado para não se tornar exatamente o tipo de monstro que ela está tentando deter."
ATENÇÃO, esta resenha pode conter spoilers de A Rainha Vermelha e Coroa Cruel. Leiam por sua conta e risco!

Oi gente, tudo bem? Hoje venho trazer a resenha mais aguardada da década, eu sei! Caramba, esse livro conseguiu me virar e desvirar do avesso, haja poder. Venham descobrir o que eu achei de Espada de Vidro.

Partindo do ponto em que A Rainha Vermelha terminou, Cal e Mare agora são fugitivos da realeza e de todos os prateados. Foram resgatados pela Guarda Escarlate após descobrirem as traições e atrocidades que Maven e sua mãe, a detestável rainha Elara, cometeram para tomar a coroa das mãos do rei Tiberius e do seu filho mais novo. Depois disso, os prateados partem à caça do antigo herdeiro do trono e da jovem vermelha que descobriu-se possuir poderes iguais aos deles. 

Até certo ponto Mare imaginava ser a única vermelha com poderes, mas quando, ainda no castelo, recebeu uma lista do seus instrutor Julian Jacos (que conhecemos melhor em Coroa Cruel), descobriu que na verdade existem uma legião desses que são chamados sanguenovos. Seu irmão Shade, que até então ela acreditava estar morto, é inclusive um desses detentores de poder. 

A verdade é que a vida de Mare e de toda a sua família foi completamente destruída graças à sede por poder de Maven e Elara, e ela não vê outra coisa em sua frente que não seja sangue por vingança. Com esse pensamento, e diante dos ataques constantes de Maven contra os seus, ela não vislumbra outra opção que não seja unir todos os sanguenovos da lista de Julian para formar um exército quase que indestrutível para lidar com os prateados

Porém, dentro da própria Guarda Escarlate, Mare encontra problemas. Muitos vermelhos, por não saberem o que são ou como lidar com os sanguenovos, sentem medo deles e mais medo ainda de lutar ao lado deles. Assim, a Capitã Farley, que até o momento é uma grande aliada de Mare e líder da Guarda Escarlate, tenta acabar com os planos da jovem rainha que ainda estão no papel.

Entretanto, o temor de estar sempre sendo subjugado pelos prateados faz com que muitos vermelhos se aliem à garota elétrica. Talvez suas demonstrações de poder sejam um grande incentivo para esse recrutamento. Com isso, ela, Cal, Kilorn, Shade e até a própria Capitã Farley partem para Notra em busca dos nomes da lista. Mas eles ainda têm que lidar com o conhecimento de Maven; já que o mesmo também sabe da lista e está disposto a impedir que Mare tire a coroa que ostenta em sua cabeça, além disso, quer ter a jovem vermelha novamente debaixo das suas asas. 

***

Elétrico! Ótima forma para descrever esse livro. A Rainha Vermelha foi uma imensa surpresa para mim, então estava com os nervos batendo no teto esperando por essa continuação. Me joguei na leitura e não me arrependi de forma nenhuma. As minhas expectativas foram completamente superadas. 

Com um nível de ação ainda maior que o primeiro, Victoria Aveyard conseguiu entreter o leitor durante toda a obra, criando perguntas e nos dando respostas no decorrer do texto de forma a fixar o leitor nos embates da trama e também no que existe por trás de toda essa guerra. 

Novamente a história é escrita em primeira pessoa e pelo ponto de vista da Mare. Dessa forma, podemos entender como a mente da garota funciona e, principalmente, como todos os acontecimentos de A Rainha Vermelha cobram um preço alto para ela. Sua cabeça está uma confusão só e, apesar de ter um grande poder, colocá-lo em prática está cada dia mais complicado.

Para deixar a situação ainda mais difícil, Mare sente falta do Maven por quem se apaixonou e ainda acha que está escondido em algum lugar dentro do vilão que se apresenta atualmente. Todavia, seu coração deixa-se ser dominado por Cal, mas o sentimento que nutrem um pelo outro vêm surgindo aos poucos e de forma mais calma, especialmente por conta da guerra que estoura do lado de fora. 

O final chega, mais uma vez, para derrubar as estruturas. O volume termina em um ponto crucial do enredo e eu espero muito que a sequência não demore a ser lançada. Victoria consegue nos surpreender cada vez mais. Não tenho como comparar Espada de Vidro com A Rainha Vermelha, pois, de certa forma, os livros abordam pontos completamente diferentes da narrativa.

A única coisa que posso dizer é: leiam! Sério! Essa é uma das melhores distopias da atualidade e é certo que irá conquistá-los assim como me arrebatou.

É isso, pessoal. Espero muito que tenham gostado da resenha. Nos vemos em breve. Beijocas da Barb ♥

Espada de Vidro - Victoria Aveyard
Livro 2
Série A Rainha Vermelha
Editora Seguinte
496 páginas
Comprar: Saraiva / Amazon

7 comentários

  1. Eu adoro o gênero distópico, sempre fico super empolgada com todos os acontecimentos e pelo enredo complexo que a maior parte dos livros possui. Esse, em especial, me deixa muito animada, porque até então só li resenhas positivas a respeito dele. Depois dessa tua crítica tão empolgada acho que fica difícil não querer sair correndo e ler logo os dois volumes já disponíveis. Gosto da forma como a autora mistura os elementos dentro do livro, colocando vários temas se interligando minuciosamente.

    ResponderExcluir
  2. Oi Barbara!

    Infelizmente, não li sua resenha por causa dos Spoilers... como disse na resenha de Coroa Cruel, eu tenho o primeiro livro, mas ainda não o li. Quero os demais volumes primeiro, odeio ficar esperando lançarem! rsrsrsrsrrs

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  3. Barbara,essa personagem Mare é uma cativante guerreira,mas que terá que se auto vigiar para não se tornar tão cruel nessa guerra, quanto aqueles que são seus oponentes.Quero acompanhar de perto esse ´´quase `` que triângulo amoroso: Maven,Mare e Cal.Amei saber que o irmão de Mare,Shade está vivo.Esse tal de Maven,parece bem irritante,que bom que os sentimentos de Mare por Cal ,pouco pouco crescem.Amei saber que tem bastante ação.Ansiosa para ler.Beijos!!!

    ResponderExcluir
  4. Quero muito ler esse livro, amei a capa, a sinopse, e a resenha, ainda não começei por que ainda falta comprar o terceiro, e odeio ter que esperar para ler, então eu compro todos e leio consecutivos.
    Boa tarde.

    ResponderExcluir
  5. Não vou ler a resenha por conta do spoilers, pretendo ler até o mes do meu aniversario esse livro (amém), acho que vou gostar do livro. A capa é linda!

    ResponderExcluir
  6. Oi Barbara, terminei de ler esse livro hoje e compartilho de sua opinião.
    Esse livro foi simplesmente maravilhoso, não quis largar por nada nessa vida e cada reviravolta me deixava roendo as unhas, não vejo a hora de sair a sequencia!

    Bjs

    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Terminei de ler Espada de vidro a pouco e simplesmente estou atordoada, abalada e não consigo achar nada que responda minhas perguntas sem dar um spoiler. Mas por favor, me ajuda nessa kkk Vai ter outro livro depois de Espada de Vidro ou terminou com Mare daquele jeito mesmo ?

    ResponderExcluir