Resenha - Uma Chama Entre As Cinzas

Resenha - Uma Chama Entre As Cinzas
Sinopse: "Laia é uma escrava. Elias é um soldado. Nenhum dos dois é livre. No Império Marcial, a resposta para o desacato é a morte. Aqueles que não dão o próprio sangue pelo imperador arriscam perder as pessoas que amam e tudo que lhes é mais caro. É neste mundo brutal que Laia vive com os avós e o irmão mais velho. Eles não desafiam o Império, pois já viram o que acontece com quem se atreve a isso. Mas, quando o irmão de Laia é preso acusado de traição, ela é forçada a tomar uma atitude. Em troca da ajuda de rebeldes que prometem resgatar seu irmão, ela vai arriscar a própria vida para agir como espiã dentro da academia militar do Império. Ali, Laia conhece Elias, o melhor soldado da academia — e, secretamente, o mais relutante. O que Elias mais quer é se libertar da tirania que vem sendo treinado para aplicar. Logo ele e Laia percebem que a vida de ambos está interligada — e que suas escolhas podem mudar para sempre o destino do próprio Império."
Laia é uma erudita que veio a se tornar escrava depois que os Marciais dominaram o Império Erudito, privando o seu povo de qualquer conhecimento. Caso as novas regras fossem descumpridas, o infrator seria punido com a morte, para dar o exemplo. 

Conformada em não desafiar o Império, a garota passa os seus dias ajudando a avó no preparo de geleias que vendem aos comerciantes locais. Por ser muito ligada ao irmão, logo desconfiou que este podia estar metido em encrenca, principalmente depois que começou a escapar à noite, após o toque de recolher, e a voltar mais tarde sem dar nenhuma satisfação.

Em um dado momento, os Marciais vão até à casa de Laia, procurando por Darin. Eles acreditam que o irmão da jovem é um traidor e que faz parte da Resistência Erudita. No fim, essa simples suspeita acaba se tornando um massacre, na medida em que os avós da moça são assassinados, enquanto Darin é preso. Laia se sente culpada por ter não ter podido ajudar a família e, portanto, resolve procurar a ajuda da Resistência com o intuito de salvar o irmão.

Mas, como tudo na vida tem o seu preço, Mazen, líder da Resistência, exige que Laia se infiltre na academia militar Blackcliff para se tornar a escrava pessoa da comandante Keris Veturia, espionando-a como moeda de troca. Entretanto, a fama da comandante é terrível e a jovem colocará a sua vida em risco em tal empreitada.

Em paralelo, há Elias, um Marcial que está em vias de concluir o seu treinamento como um Máscara na Blackcliff. Ninguém sabe, mas Elias tem o plano de abandonar o seu posto no dia da sua formatura, já que abomina tudo o que a sua função representa. Todavia, Elias fica em dúvida sobre a sua decisão quando visita os Adivinhos e descobre acerca de uma antiga profecia que diz que a linhagem do Imperador está prestes a terminar e que um novo líder será escolhido. Para tanto, os quatro melhores soltados da academia devem participar das Eliminatórias e Elias está entre eles e, se ganhar esta disputa, se tornará o novo Imperador.

Caberá ao Elias escolher entre o destino que já havia traçado para si ou imprevisibilidade de um futuro visto por olhos sábios. Quando Laia e Elias têm os seus caminhos cruzados, terão que enfrentar os seus maiores temores para alcançar os seus objetivos, porém, talvez as suas escolhas tenham consequências além das imaginadas por eles.

Querem saber o que vai acontecer? Então leiam.

***

Uma Chama Entre As Cinzas me atraiu, primeiramente, pela capa fantástica, me fazendo ficar desejosa de adquiri-lo antes mesmo de ler a sua sinopse que, apesar de não ser muito reveladora, é no mínimo instigante. Logo de cara, me encantei com a escrita de Tahir, que além de incrível, é fluida e cativante e, mesmo a história tendo uma trama complexa, cheia de elementos desconhecidos aos olhos do leitor, não me senti perdida na leitura e consegui rapidamente me conectar com o enredo e com as motivações dos personagens.

O grande trunfo deste romance se deu pela narrativa intercalada entre as perspectivas de Laia e Elias. Ademais, destaco como ponto alto do livro as Eliminatórias para a escolha do novo Imperador.Com uma escrita muito visual e cheia de reviravoltas, fiquei afoita para saber o que iria acontecer e isso, definitivamente, me prendeu ao texto até o finalzinho.

Quanto ao exemplar, não há muito o que falar. A diagramação é comum, as páginas são amareladas e a fonte é grande, facilitando a leitura. Infelizmente, existem alguns erros na revisão que me incomodaram um pouco, mas nada que desmereça a obra.

Uma Chama Entre As Cinzas é perfeito para quem curte uma história com doses de política, mitologia e busca por ideais. Definitivamente esse livro merece uma atenção especial do público. Recomendo!

Uma Chama Entre As Cinzas - Sabaa Tahir
Editora Verus
432 páginas
Comprar: Saraiva / Amazon

3 comentários

  1. Oi Nathália! Td bem?

    Então, como vc, tbm me encantei pela capa. Nem li a sinopse e já o coloquei na minha lista de desejados. Lendo sua resenha agora, que por sinal, está maravilhosa, só consegui ficar mais curiosa ainda. Espero ter a oportunidade de lê-lo em breve!

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  2. Essa capa está mesmo fantástica né?! Esse livro é meta de leitura e cada resenha que leio só aumenta ainda mais a vontade de lê-lo. Espero não me decepcionar, pois minhas expectativas estão lá no alto. Adoro livros com a trama bem elaborada e cheio de reviravoltas. Me parece que é o caso desse...
    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Nathália!
    O livro me parece uma ficção bem elaborada, com novos termos e castas diferenciadas.
    As personagens parecem bem descritas e com personalidades marcantes.
    Ficou um pouco de incógnita em relação ao enredo, mas gostaria de empreender a leitura.
    “Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.” (Cora Coralina)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe do TOP COMENTARISTA de Janeiro, são 4 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir