Resenha - Para Sir Phillip, Com Amor

Resenha - Para Sir Phillip, Com Amor
Sinopse: "Eloise Bridgerton é uma jovem simpática e extrovertida, cuja forma preferida de comunicação sempre foram as cartas, nas quais sua personalidade se torna ainda mais cativante. Quando uma prima distante morre, ela decide escrever para o viúvo e oferecer as condolências. Ao ser surpreendido por um gesto tão amável vindo de uma desconhecida, Sir Phillip resolve retribuir a atenção e responder. Assim, os dois começam uma instigante troca de correspondências. Ele logo descobre que Eloise, além de uma solteirona que nunca encontrou o par perfeito, é uma confidente de rara inteligência. E ela fica sabendo que Sir Phillip é um cavalheiro honrado que quer encontrar uma esposa para ajudá-lo na criação de seus dois filhos órfãos. Após alguns meses, uma das cartas traz uma proposta peculiar: o que Eloise acharia de passar uma temporada com Sir Phillip para os dois se conhecerem melhor e, caso se deem bem, pensarem em se casar? Ela aceita o convite, mas em pouco tempo eles se dão conta de que, ao vivo, não são bem como imaginaram. Ela é voluntariosa e não para de falar, e ele é temperamental e rude, com um comportamento bem diferente dos homens da alta sociedade londrina. Apesar disso, nos raros momentos em que Eloise fecha a boca, Phillip só pensa em beijá-la. E cada vez que ele sorri, o resto do mundo desaparece e ela só quer se jogar em seus braços. Agora os dois precisam descobrir se, mesmo com todas as suas imperfeições, foram feitos um para o outro."
Quando Penelope casou-se com Colin, Eloise Bridgerton se viu sendo a única solteirona da região. Mesmo fazendo parte de uma das famílias mais disputadas de toda Londres, os rapazes sentiam-se envergonhados na presença da jovem devido a sua inteligência. Por isso, os pedidos de casamento não foram frequentes na casa dos Bridgertons.

A moça sempre foi apaixonada por escrever. Procurava os mais ínfimos motivos para enviar cartas e bilhetes para parentes próximos ou longínquos. Então, quando descobre sobre o falecimento de uma prima distante, não pensa duas vezes antes de mandar uma carta prestando condolências ao esposo dela. Eloise, entretanto, não esperava receber um retorno tão cedo.

Sir Phillip e Maria eram um casal de aparências. Após o nascimento dos filhos gêmeos, eles mal conversavam. Apesar de sempre saber que esse foi o seu desejo, Phillip lamenta muito a morte da esposa. Em especial por conta dos seus filhos, pois ele sabe que não poderá cuidar das crianças, bem como, não terá como deixá-los nas mãos das babás. Phillip precisa de uma nova companheira, com urgência.

Surpreso por receber uma carta de uma prima da falecida, Phillip sente uma necessidade de respondê-la e de prolongar o contato. Um ano após trocarem correspondências, Phillip sabe que Eloise é a mulher certa para casar com ele. Então, a convida para passar uma temporada em sua propriedade.

Mal sabia ele que a resposta de Eloise à sua carta seria ela mesma batendo à porta de sua residência. Ele então percebe, ao vê-la, que o que sentia era muito maior do que imaginava. Porém, nem tudo será simples. Os filhos gêmeos de Phillip não querem ver o pai entregando-se a um novo relacionamento e machucando-se ainda mais. Mas Eloise está disposta a mostrar que ela é o que eles tanto precisam.

Nessa obra, Julia Quinn conseguiu modificar completamente a história, traçando um comparativo com os outros livros. Por se passar em uma propriedade distante da casa dos Bridgertons e não contando com a presença da família, o enredo ganhou uma autonomia própria e diferenciada. Essa foi a trama mais dramática até então elaborada por Quinn e, por ser meu gênero favorito, devorei o exemplar em três horas.

Eloise é uma garota encantadora e alegre, mas tem ressentimentos, principalmente relacionados ao fato de ser uma solteirona. Phillip guarda dentro de si a culpa pela morte de sua esposa ao mesmo tempo em que quer se casar de novo, todavia, tem receio de como seus filhos aceitarão isso.

Amei a forma como Julia trabalhou com os casais mais maduros no texto. Apesar de no livro anterior já termos um casal mais velho, as experiências de vida de Eloise e Phillip fizeram com que eles tomassem atitudes mais sensatas, mesmo estando apaixonados.

Além de toda a diferença acima exposta, nessa obra Julia conseguiu acrescentar uma pitada quente na narrativa, com cenas bem produzidas e de tirar o fôlego.

A cada novo volume, me encanto mais por essa saga e espero mais das novas histórias.

Para Sir Phillip, Com Amor - Julia Quinn
Livro 05
Série Os Bridgertons
Editora Arqueiro
288 páginas
Comprar: Saraiva / Amazon

3 comentários

  1. Oi Barbara!

    Mais um livro da Julia que quero demais ler!
    Esse parece ser mais complexo neh? Claro que vou adicioná-lo na minha lista de desejados!
    Ótima resenha, como sempre!
    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana. Esse é mais complexo sim. Julia conseguiu modificar muito a trama. Mas é fantástico. Leia sim :)
      Beijoos!!

      Excluir
  2. Bárbara!
    Romances de época são maravilhosos!
    Percebi que a protagonista é bem corajosa em ir bater à porta de Sir Phillip, rompendo a barreira da timidez e se apresentando para tomar conta dos filhos e possivelmente casar com ele.
    Enredo bem diferente dos anteriores.
    “Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.” (Cora Coralina)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe do TOP COMENTARISTA de Janeiro, são 4 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir