Resenha - Seriado How to get away with murder 1ª Temporada

Resenha - Seriado How to get away with murder 1ª Temporada
Sinopse: "A história conta sobre um grupo de ambiciosos estudantes de Direito e sua brilhante e misteriosa professora de defesa criminal, que se vê envolvida em uma trama de assassinato que vai agitar toda a universidade e mudar o curso de suas vidas."
Wes, Michaela, Laurel, Asher e Connor são estudantes de Direito. Apesar de serem completamente diferentes e de não se gostarem, eles têm um ponto em comum: todos são aprendizes da professora Annalise Keating, conhecida por ser uma advogada de defesa de Direito Penal que nunca perde uma causa.

Em suas aulas, Annalise ensina os alunos a se valer de todas as técnicas e furos na lei para evitar que os clientes sejam presos, mesmo aqueles que são culpados. Todos tentam impressionar a professora e, a cada caso apresentado, se esmeram para encontrar o argumento de defesa mais cabível, no intuito de serem os merecedores do troféu que lhes garantirá a imunidade para se livrar de uma das provas do semestre.

Mas, mal sabiam eles, que utilizariam o que aprenderam em benefício próprio. Wes, Michaela, Laurel e Connor se envolvem em um assassinato na noite mais movimentada do Campus, a festa da fogueira, e precisarão fazer o possível e o impossível para se livrarem dessa.

Querem saber o que vai acontecer? Então assistam!

***

Comecei a assistir ao seriado How to get away with murder completamente ao acaso. Simplesmente estava me sentindo entediada, abri o Netflix, e ele estava entre uma das sugestões do momento. Quando vi o episódio piloto, confesso que não gostei muito. Primeiro, não entendi como é que podiam já ter nos entregue de bandeja boa parte do mistério da trama nos primeiros minutos. Segundo, porque me lembrei da razão de eu ter largado o Direito. Não suporto as mentiras, armações e manipulação das leis feitas por alguns advogados. Mas, por algum motivo incompreensível, me senti atraída pela história a tal ponto, que quando comecei a acompanhar a série, não consegui mais parar.

A cada episódio, vamos conhecendo um pouco mais de cada personagem, suas origens, desejos e temores, e coletando pistas sobre o assassinato cometido pelos alunos. Quais foram as suas motivações? O que houve para que cometessem um ato tão insano? Afinal, serão pegos? Além disso, também vamos nos deparando com novos casos jurídicos que dão um toque extra de tensão ao enredo, que vive pegando fogo.

De uma coisa tive certeza, ali, ninguém é o que parece ser e, a sensação inicial que me acometeu de que os roteiristas estavam nos entregando o "ouro" logo de cara desapareceu quando percebi que eles apenas nos faziam acreditar no que queriam. É sério, passei a temporada toda de queixo caído ao desvendar cada segredo. Quando eu achava que não podia ser mais surpreendida, BAM, algo ocorria e mudava o rumo da maré.

Se estes elementos não fossem o bastante para me fazer amar a série, eu ainda me vi apegada aos personagens. Sabemos que eles não prestam, que são assassinos, que não têm caráter, mas eu torci por eles, e isso é bizarro!

Uma das que mais gostei e odiei foi a professora Keating. Ela é um monstro! Fria, sem coração e sem medo de ferrar com inocentes para atingir os seus propósitos. Entretanto, compreendi que isto não passa de uma fachada de uma mulher fraca, cheia de problemas e com um passado que a assombra eternamente. Ok, não serve de justificativa para as suas atitudes, mas achei muito interessante analisar a psique humana e ver do que alguns são capazes de fazer quando acham ter razão.

How to get away with murder não é somente um seriado jurídico, é também um thriller psicológico alucinante que mostra o quão rápido o nosso futuro pode ser alterado por uma única decisão.

How to get away with murder
Netflix
1ª Temporada - 15 episódios

TRAILER


6 comentários

  1. Mi!!
    Acompanhei a primeira temporada e gostei muito.
    Gosto do lado jurídico e como eles usam seus artifícios para sempre ganhar e amo os thrillers psicológicos.
    Viola Davis está fenomenal!
    “Para quê preocuparmo-nos com a morte? A vida tem tantos problemas que temos de resolver primeiro.”(Confúcio)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Mi! ♥
    Já estou interessada nessa série há um tempinho... Vi as propagandas no canal Sony e fiquei super "meu deus, tenho que ver!". Eu AMO histórias que envolvem mistérios então desde que o Netflix adicionou How To Get Away With Murder eu já adicionei na minha lista pra ver depois ^-^
    Eu não sabia desse lado psicológico da série, só me faz querer ver ainda mais! Acho que vou adiantar e começar a ver ela logo~
    A resenha ficou muito boa ♥
    Kissu~
    Hannah Mila | Meu Mundo

    ResponderExcluir
  3. Mi,não assisti ainda esse seriado,mas parece bem interessante,já que os personagens estão voltados para a área de Direito ,alunos e sua brilhante professora.Legal a trama em que os jovens terão que aplicar o que aprenderam com a professora para se livrarem da culpa de um crime que se envolveram na noite da festa da fogueira.Também detesto as mentiras e armações que existem no Direito,por esse motivo desisti da profissão.Legal ser surpreendida pela trama ,realmente achei bizarro ,torcer para que os assassinos se safem.Nossa,definir a professora como um monstro realmente é forte,e isso esconder uma mulher fraca,cheia de problemas e com um passado assombroso .Realmente parece ser um bom thriller em forma de seriado.Mil beijinhos!!!

    ResponderExcluir
  4. A SÉRIE É MARAVILHOSAAAAAAAA! Amo a professora Keating, e a imprevisibilidade da série é o que torna tudo mais legal! A segunda temporada já está rolando e eu to ansiosa para assistir!

    ResponderExcluir
  5. Sua resenha ficou muito boa!!

    Essa foi minha estreia preferida do ano passado! Entrou pro meu top 10 de series fácil fácil.

    Gosto de todos os personagens, mas minha preferida é a Laurel, não sei porque o jeito sarcástico dela me conquistou hehe e o que são aquelas cenas apaixonastes dela com um certo personagem?? gosto muito também do desenvolvimento que ela teve mudando o jeito de encarar vários aspectos da sua vida.

    A segunda temporada está muito boa, assistam.

    ResponderExcluir
  6. Meu Deeus, meus amigos vivem me mandando assistir essa série, mas eu nunca quis muito, não sei porque.. Mas acho a história bastante interessante e envolvente - e dizem ser muuito viciante - mas, por enquanto, preciso terminar uma tonelada de séries que eu já comecei antes de adicionar mais uma à lista. Adorei a resenha.

    ResponderExcluir