Resenha - O lado feio do amor

Resenha - O lado feio do amor
Sinopse: "Quando Tate Collins se muda para o apartamento de seu irmão, Corbin, a fim de se dedicar ao mestrado em enfermagem, não imaginava conhecer o lado feio do amor. Um relacionamento onde companheirismo e cumplicidade não são prioridades. E o sexo parece ser o único objetivo. Mas Miles Archer, piloto de avião, vizinho e melhor amigo de Corbin, sabe ser persuasivo... apesar da armadura emocional que usa para esconder um passado de dor. O que Miles e Tate sentem não é amor à primeira vista, mas uma atração incontrolável. Em pouco tempo não conseguem mais resistir e se entregam ao desejo. O rapaz impõe duas regras: sem perguntas sobre o passado e sem esperanças para o futuro. Será um relacionamento casual. Eles têm a sintonia perfeita. Tate prometeu não se apaixonar. Mas vai descobrir que nenhuma regra é capaz de controlar o amor e o desejo."
Quando decidiu se mudar para São Francisco para morar com o irmão, Tate visava apenas se focar nos estudos do mestrado e trabalhar, mas, logo em sua chegada, se deparou com um estranho bêbado e desmaiado em frente à porta do apartamento. Ao descobrir tratar-se do melhor amigo e vizinho de Corbin, Tate decidiu levá-lo para dentro e deixá-lo ao menos confortável, ruminando a sua dor.

Do tipo fechado, Miles Archer vive para a aviação. Seu trabalho, na mesma companhia aérea de Corbin, toma todo o seu tempo e ele não deseja mais nada além disso. O segredo que guarda não permite que Miles siga em frente. Ele não almeja ter nenhum tipo de relacionamento, aventuras ou sequer encontros românticos casuais e assumiu a solidão como companheira fiel até Tate chegar e abalar lentamente as suas convicções. Ela o seduz, mas Miles não a quer em sua vida.

Desta forma, após encontros informais ocorridos não só nos corredores do prédio, mas também no apartamento de Corbin, a química falou mais alto e Miles decide estipular duas regras para se permitir viver essa atração: Tate não pode perguntar nada sobre o seu passado e muito menos ter esperanças acerca de um futuro a dois.

Apesar de concordar, inicialmente, com as determinações impostas por Miles, Tate não consegue evitar se apaixonar pelo belo e misterioso vizinho. Ela pode ver a dor nos olhos dele, mas parece impossível derrubar as barreiras que ele construiu ao redor de si. Mesmo não sendo a coisa mais prudente a ser feita, Tate se mantém por perto e, com isso, pode acabar se defrontando com o que mudou Miles muitos anos atrás: O lado feio do amor.

***

Sei que pelo resumo que fiz acima, alguns podem pensar que este parece se tratar de mais um livro romântico bobinho, cheio de melação, brigas, reviravoltas e toda aquela antiga fórmula de New Adults que conhecemos de cor. Mas bem, ele não é. O lado feio do amor é um dos romances mais lindos e líricos que li na atualidade e indico de olhos fechados para quem quer que seja. Qual é gente, foi escrito pela Colleen Hoover! Preciso dizer mais?

Narrado de maneira intercalada pelos protagonistas, Tate nos conta a história do tempo presente, enquanto os capítulos de Miles transportam o leitor há seis anos antes, remontando aos eventos que o transformaram na pessoa introspectiva e triste que ele é hoje. Mas, enquanto a narrativa de Tate é fluida, a de Miles é altamente poética e absurdamente encantadora, ilustrando magistralmente o homem belo que ele um dia foi. Até hoje posso ouvir a voz imaginária de Miles na minha cabeça rimando sua forma única de ver a vida.

Apesar de o relacionamento de ambos ter sido construído à base do sexo, Tate não se contenta e busca por mais, mesmo sabendo que o garoto havia deixado claro que não tinha a intenção de se apaixonar por ela, gerando um clima pesado entre os dois e fazendo Miles se afastar mais e mais. Assim, vamos ficando cada vez mais ávidos para entender o que, afinal, aconteceu de errado na trajetória de Miles para que tanto sofrimento continuasse a surgir no seu dia a dia.

O que mais me encantou nessa obra foi a sua alta dose de realidade. Normalmente lemos romances e ficamos suspirando por mocinhos perfeitos que desejaríamos ter em nossas vidas. Ok, nem sempre tão "perfeitos" assim, mas aqueles pelos quais costumamos cair de amores, no estilo dos irmãos Maddox, não existem exatamente no mundo real, na medida em que é tão difícil de encontrarmos homens perdidamente apaixonados pelas suas mulheres como eles costumam ser.

Nesse sentido, Miles não é o cara que vocês gostariam de encontrar por aí. Ele é problemático, sisudo e faz Tate sofrer e, infelizmente, eu pareço o ímã feito sob medida para esse tipo de cara. Aliás, acredito que não sou a única. Muitas garotas, na tentativa de encontrar um garoto ideal, acabam se machucando e se iludindo do mesmo modo que Tate.

Levando isso em consideração, a autora tentou nos mostrar que não é preciso existir um fato trágico em meio a um relacionamento para que as pessoas endureçam e se tornem iguais ao Miles. A realidade por si só pode ser feia, e é justamente isso que torna o enredo tão magnífico.

Infelizmente, devido à vinda da Colleen ao Brasil, penso que o exemplar acabou não recebendo toda a atenção editorial que merecia, em virtude da pressa que tiveram para o lançamento antes da chegada da diva para a Bienal do Rio de Janeiro. Impresso em folhas brancas e com uma fonte pequena, O lado feio do amor é uma história belíssima, apresentada em uma diagramação muito simples. Faço votos para que a Galera decida relançá-lo com a dedicação que ele merece. A capa segue o padrão da edição original americana e as bolhas de ar da imagem são em relevo, assim como o nome da autora, dando um charme extra ao design.

O lado feio do amor é um romance maravilhoso e delicado, com uma temática profunda e bastante plausível. Um dos melhores livros da autora best seller, Colleen Hoover, que prova por que ela se tornou um dos nomes mais conhecidos do mundo em New Adults. Se algum dia vocês já sofreram por amor, certamente vão querer lê-lo.

O lado feio do amor - Colleen Hoover
Editora Galera
336 páginas 
Comprar: Amazon / Saraiva

5 comentários

  1. Dani!
    Deveríamos ter mais romances ligados a realidade, principalmente os mocinhos, né?
    Saber que ninguém é perfeito torna a história mais crível.
    E acredito que aí está a genialidade da autora, em trazer o romance para mas perto de nós.
    Quero ler.
    “Reflexão de Lavoisier ao descobrir que lhe haviam roubado a carteira: nada se perde, tudo muda de dono.”(Mario Quintana)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  2. Oiii!
    Achei a capa do livro muito linda, ainda não li nenhum livro da Colleen Hoover, mas vejo muita gente comentando sobre os livros dela.
    Depois de ler sua resenha confesso que fiquei bastante curiosa para ler esse livro, O lado feio do amor, é bem interessante ler livros com personagens realistas que mostram que ninguém é ''perfeito''.
    Adorei a resenha!
    Bjss

    ResponderExcluir
  3. Nunca li nada da Colleen Hoover, mas ouço muitos comentários ótimos sobre os livros dela. Esse em questão parece ser muito bom, a começar pelo título! Gosto de livros que intercalam os narradores, você tem visões diferentes da história! Legal ter uma obra romantizada, mas que mostre mais o lado "real" do amor.

    ResponderExcluir
  4. Dany,quero já há muito tempo ler esse livro e ele está aqui na minha estante faz tempo ,Miles e Tate um casal que começa um relacionamento sem compromisso,e acabam se apaixonando.Miles ferido no passado não quer assumir um relacionamento e muito menos se envolver com alguém e Tate acaba sofrendo por isso.Sem passado e sem esperanças para um futuro a dois ,achei isso muito duro para a Tate ouvir e aceitar.Amei você ter achado lírico e lindo e também ter se voltado seis anos para acompanharmos e entendermos o que aconteceu para Miles agir dessa forma com Tate.Pena que ele a fará sofrer com o comportamento dele.Mas´isso já é esperado desde a premissa da história.Achei a diagramação simples,mas gostei muito da capa.Sofrimento por amor ,quem já não teve o seu,não é mesmo?Lerei em breve.Mil beijinhos!!!

    ResponderExcluir
  5. Esse livro parece ser bem interessante, adoro esses romances que por traz dessa fachada de livro de amorzinho, escondem uma verdadeira história de amor que deixam a gente refletindo por dias sobre ela. Já fiquei morrendo de vontade de ler o livro. Parabéns pela resenha. Beijos

    ResponderExcluir