Dica de leitura - Vida e Morte: Crepúsculo Reimaginado

Dica de leitura - Vida e Morte: Crepúsculo Reimaginado
Sinopse: "Em Vida e morte os leitores vão se maravilhar com a experiência de ler a icônica saga de amor agora pelos olhos de um adolescente que se apaixona por uma sedutora vampira. Os milhares de fãs de Bella e Edward não vão querer perder a oportunidade de ver seus tão queridos personagens em novos papéis." 
Adicione ao Skoob AQUI

Compre aqui: Amazon / Saraiva / Livraria Cultura

E aí pessoal, hoje trago para vocês uma dica de leitura de um livro que polemizou nas redes sociais quando foi anunciado. Conheçam Vida e Morte: Crepúsculo Reimaginado, de Stephenie Meyer.

Para quem está por fora das novidades, em 2015 fez 10 anos desde que Crepúsculo foi lançado pela primeira vez. Para comemorar, a autora preparou uma nova edição do livro, super especial e, de bônus, decidiu recontar a história icônica que arrasou o coração de muitos leitores, invertendo o papel dos protagonistas

Em Vida e Morte, Bella se tornou Beaufort, um jovem adolescente tímido e portador de TOC que se apaixonará pela sedutora vampira Edythe, originalmente escrita como Edward. Mas eles não foram os únicos que sofreram alterações. Parece que Meyer tratou de modificar algumas características dos demais personagens da obra, com exceção de Charlie e Renee. Além disso, a autora também aproveitou para reorganizar a estrutura mitológica da trama, fez correções na gramática e trocou algumas palavras que foram anteriormente utilizadas e que passaram a incomodá-la.
Dica de leitura - Vida e Morte: Crepúsculo Reimaginado
Um dos principais motivos que levou Stephenie a reescrever esta história foi para provar para o grande público que Crepúsculo não se trata apenas de um livro que contém uma donzela bobinha e estabanada que está sempre em perigo e é aficionada pelo seu amor. Ao alterar a composição de Edward e Bella, Meyer quis nos mostrar que o ser humano, independente do gênero, é vulnerável, principalmente quando está constantemente cercado por vilões e seres super poderosos.

Sim, eu torci o nariz quando soube sobre a reescrita do enredo e sei que muita gente achou estranho, mas depois de passar um tempo pensando no assunto e lendo sobre a proposta da obra, confesso que fiquei no mínimo curiosa para conferir o resultado dessa brincadeira. Ok, não é Midnight Sun, como todos queriam, mas, de certo modo, não deixa de ser um grande presente para os fãs da saga.
Midnight Sun é novamente cancelado por causa de Grey
Falando em Midnight Sun, cabe aqui dizer que, recentemente, Stephenie Meyer divulgou que a publicação de Grey, de E. L. James, a impediu de finalizar o romance. A autora havia voltado a trabalhar na versão de Crepúsculo sob o ponto de vista de Edward, mas engavetou novamente o projeto quando James comunicou o lançamento de Grey.

No Brasil, Vida e Morte fará parte de uma edição "vira-vira", elaborada pela Editora Intrínseca, que já está à venda. A Edição Comemorativa trará mais de 400 páginas de conteúdo extra, além da nova capa, com Crepúsculo de um lado e Vida e Morte de outro

Assistam ao vídeo abaixo, apresentado pela Cristhiane Ruiz, editora de ficção jovem da Editora Intrínseca, e vejam detalhes da obra:


10 comentários

  1. Parece que as pessoas amam odiar Crepúsculo, eu gosto da obra. Não chega a ser uma das minhas favoritas, mas não sei o porquê das pessoas terem tanto ódio a ponto de ficar criticando quem gosta, quem lê e etc. É possível não gostar de algo sem ser mal educado ou estúpido! Eu queria mesmo era ler Midnight Sun... hihihi, Steph agiliza aí que a gente quer ler! Não sei se vou ler esse Crepúsculo Reimaginado, assim como vc torci um pouco o nariz... mas talvez seja interessante reler a história sob outro ponto de vista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é pelo fato de os vampiros da serie brilharem a luz do sol, esse é um dos grandes motivos.

      Excluir
  2. Mi!
    Depois de 10 anos inverter a história é no mínimo curioso mesmo e para quem é fã dos vampirinhos como eu, fiquei foi curiosa, independente de como ela virá.
    A vida é uma mudança constante e acho que a autora quis mesmo causar polêmica para reviver seus personagens.
    “Reflexão de Lavoisier ao descobrir que lhe haviam roubado a carteira: nada se perde, tudo muda de dono.”(Mario Quintana)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  3. Fiquei curiosa pra saber sobre a história porque a primeira vez que vi que tocava o gênero imaginei que as vidas dos personagens seriam trocadas, tipo, a Bella iria virar vamp e o Edward humano (não sei porque pensei nisso, até porque não tem nada a ver com gênero), mas na realidade é Edward mulher e Bella homem, admito que fiquei até curiosa pra saber se a Bella vai ser tão chata sendo homem como era quando mulher.
    Mas concordo que está na hora da Stephenie partir pra outras histórias, Crepúsculo já deu tudo o que tinha pra dar e também preferiria que ela nos trouxesse Midnight Sun com a versão do Edward (que é bem mais completa), porque não acredito que depois de tanto tempo ela ainda esteja com raiva do que aconteceu!
    Aliás sempre fiquei curiosa pra saber o que sra Meyer pensava da trilogia de 50 Tons e agora já sei que parece que ela não gostou nadinha, haha
    Estante de uma Fangirl

    ResponderExcluir
  4. Hey Mi!
    Confesso que estou muito curiosa para ler esse livro, não vejo a hora de ter ele aqui comigo.
    sem palavras para descrever.
    Bjss

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Gosto da serie e confesso que quando vi essa nova historia pela primeira vez pensei que não iria gostar mas depois que conheci a ideia melhor achei bem interessante e fiquei curiosa quero ler, achei esse ideia diferente e engraçada !!

    ResponderExcluir
  6. Mi,não sei se vou gostar dessa inversão dos protagonistas ,numa história a qual já gostei muito anteriormente.Legal a autora fazer algumas correções ,mas desfazer a essência da história não me atraiu sinceramente.O protagonista agora Beaufort que antes era Bella,tem TOC.A ideia de mostrar um rapaz vulnerável,foi até interessante ,só não achei interessante fazer isso modificando ,remontando uma história já escrita.Sinceramente preferiria Midnight Sun.Achei a obra bem criativa e gostei da diagramação.Mil beijinhos!!!

    ResponderExcluir
  7. Apesar de detestar Crepúsculo Kkk (me julguem), eu cheguei a ler o primeiro livro da série e confesso que achei bem legal a ideia da autora de inverter os personagens da obra, creio que o resultado deve ter sido bem legal.

    ResponderExcluir
  8. Super legal adoro essa serie :)

    ResponderExcluir
  9. Nunca li crepusculo, acho que por que nunca foi uma serie que me atraiu pelo fato de já ter assistido. Mas eu quero ter o prazer de dizer minha propria opinião pos-leitura. Meta pra 2016!
    Eu amei o designe do blog. To pensando nisso a algun tempo, mas nao disse.

    ResponderExcluir