Resenha - João e Maria

Resenha - João e Maria
Sinopse: "O prestigiado escritor Neil Gaiman e o brilhante ilustrador Lorenzo Mattotti se encontram para recontar o clássico João e Maria. Familiar como um sonho e perturbador como um pesadelo, o conto narra a saga de dois irmãos que, em tempos de crise e falta de esperança, são abandonados pelos próprios pais e precisam enfrentar com coragem os perigos de uma floresta sombria. Em um texto poético, Gaiman revive a tradição dos contos de fada, dando profundidade à aventura dos irmãos, mas sem abandonar a autenticidade e o talento único de mesclar realismo e fantasia que o transformaram em um dos maiores autores de sua geração. Mattotti, por sua vez, dá um ar inteiramente novo ao clássico. Seus traços criam um jogo de luz e sombra, permitindo que o leitor desvende aos poucos a imagem, assim como os segredos da história de João e Maria."
Era uma vez, em um tempo bem distante, um casal muito pobre, que vivia em meio a floresta e que tinha dois filhos, João e Maria. Eles sobreviviam da lenha que o pai cortava e vendia, mas que deixou de ser suficiente quando foram assolados pela guerra.

Esfomeados e sem saber como conseguir comida para alimentar a família, os pais decidiram que seria melhor abandonar os dois filhos no meio do mato, à própria sorte, por uma simples questão de matemática: era melhor morrerem duas pessoas do que quatro.

Sozinhos, perdidos e assustados, João e Maria tentaram achar o caminho de volta, mas acabaram encontrando uma deliciosa casa feita de pão de mel, onde morava uma doce velhinha que os acolheu prontamente e os alimentou até que caíssem de sono e de exaustão.

Porém, quando acordaram, se depararam com uma realidade ainda pior. João havia sido enjaulado, enquanto Maria foi aprisionada ao pé da mesa e se tornou serviçal da velhinha, que de inocente não tinha nada, ao contrário, seu objetivo era engordar João até que pudesse assá-lo, satisfazendo o seu desejo por carne.

Será que João e Maria vão conseguir fugir?

Querem saber o que vai acontecer? Então leiam!

***

Desde que soube deste lançamento, fiquei muito curiosa para saber o que Neil Gaiman tinha aprontado na releitura deste clássico, originalmente escrito pelos irmãos Grimm. Primeiramente, me encantei pelo capricho da edição feita pela Editora Intrínseca. O livro é de capa dura, a diagramação é belíssima, com ornamentos e detalhes coloridos, e ao final da obra dispomos de uma breve explicação a respeito das transformações que este conto de fadas sofreu ao longo dos séculos, nos fornecendo diversas curiosidades.

Confesso que não gostei muito das ilustrações feitas por Lorenzo Mattotti. Por mais que as imagens tenham sido elaboradas com tons escuros, abusando do contraste, para entrar no clima de terror contido no decorrer das páginas, tive dificuldade de compreender o que eram alguns dos rabiscos.

Quando comecei a ler João e Maria, me deparei com uma escrita bem simples e de fácil compreensão, feita em terceira pessoa, porém, bastante pesada e sombria, que me chocou um pouco. Ao final, levei um tempo para digerir o conto e decidir se, afinal, tinha gostado ou não. Tentei analisar a história sob diversos prismas e, principalmente, procurei captar a intenção do autor ao escrever uma trama tão obscura, direcionada ao público infantil. Ao perceber o quanto Gaiman foi fiel ao enredo original, preservando os inúmeros simbolismos do texto e trazendo uma lição às crianças, me dei conta de que estava com uma obra-prima nas mãos.

Em se tratando de Neil Gaiman, não esperem por um conto de fadas fofinho e cheio de elementos mágicos. O autor não poupa o leitor, muito menos subestima a capacidade de compreensão das crianças. Justamente por isso, gostaria de deixar claro que este não é um livro que deva ser lido "para" ou "por" qualquer um. 

Devemos levar em consideração não só a idade, como o amadurecimento emocional do leitor mirim, já que pode acontecer de alguns pequenos ficarem muito impressionados ou assustados com o teor de João e Maria. Entretanto, observei que este é justamente um dos objetivos do autor, chocar e mostrar que a vida não é só feita de flores. Que existem pessoas más e desafios difíceis que devem ser contornados.

Segundo Neil, "Acho que se você for protegido de coisas obscuras, não terá nenhuma defesa ou entendimento sobre elas quando elas aparecerem. Acho muito importante mostrar coisas obscuras às crianças. Também para mostrar a elas que coisas obscuras podem ser derrotadas."

Em João e Maria, Gaiman trabalha com um dos maiores medos infantis: o abandono. Além disso, aborda a pobreza, a guerra, a fome, a negligência parental, o canibalismo, o trabalho infantil e as atitudes extremas tomadas pelo ser humano quando se vê numa situação de necessidade. Nesse sentido, acho interessante que os pais também leiam a obra para poderem debater os assuntos com os filhos depois.

Aventurem-se nesse conto de terror e aprendam a lidar com a escuridão de maneira esperta e corajosa.

João e Maria - Neil Gaiman
Editora Intrínseca
56 páginas 
Comprar: Saraiva / Amazon

6 comentários

  1. Oi Mi!
    Adorei o novo visual do blog!
    Esse livro chegou ontem e estou louca para ler.
    Gostei muito das suas impressões.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  2. Mi,gosto muito do conto João e Maria e agora sendo recontado com toque de Neil Gaiman e ilustrações de Mattotti é muito mais voltado para o realismo e fantasia com toques sombrios.Amei saber que o livro é de capa dura.Que pena as ilustrações serem um pouco confusas e terem rabiscos difíceis de entender,concordo que para crianças o tema se tornou um pouco pesado,mas por outro lado elas tem que saber que existem pessoas más e desafios a serem contornados.Concordo dos pais lerem para depois poderem debater com os filhos.Mil beijinhos!!!!

    ResponderExcluir
  3. Desde que vi essa nova releitura desse clássico, fiquei muito interessada em ler, ainda mais quando vi quem havia escrito essa obra. Nada mais, nada menos que Neil Gaiman. Achei a capa maravilhosa, pois tenho uma coisa por livros que tem capas escurar ou em tons mais sombrios. Sua resenha só reforçou essa vontade que tenho de ler esse livro. Mal posso esperar para tê-lo em minhas mãos. <3
    Estante de uma Fangirl

    ResponderExcluir
  4. A capa desse livro é linda, morro de amores!

    Amo releituras, e quando vi essa daí já fiquei com muita vontade de ler, espero ter a oportunidade em breve. Sua resenha ficou muito boa, parabéns!

    http://sweetlikecaramel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Mi, tudo bem?

    Essa capa está muito bonita. Nunca li nada do Neil Gaiman, mas imagino o que está por vir nesse livro, só de ler sua resenha e o do quanto ouvi falar sobre ele. Imagino que seja uma leitura bem chocante e que não deve ser lido mesmo por qualquer um, principalmente pela ousadia de escrever para um público infantil. Os temas abordados são bem pesados, mas acho que algumas coisas devem ser exploradas desde cedo... fiquei bem curiosa!!

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  6. Nossa quantos assuntos difícies e polêmicos, além de assustadores para crianças!!!
    Muito legal o Neil Gaiman trabalhar com isso, mostrando mais uma vez o grande autor que é!!
    Quero ler e logo!!!
    A capa está demais!
    bjs

    ResponderExcluir