Resenha - Filme Perdido em Marte

Resenha - Filme Perdido em Marte
Sinopse: "Durante uma missão a Marte, o astronauta Mark Watney (Matt Damon) é dado como morto após uma feroz tempestade e é deixado para trás por sua tripulação. Mas Watney sobrevive e encontra-se sem recursos e sozinho no planeta hostil. Apenas com suprimentos escassos, Watney deve contar com a sua criatividade, engenho e espírito para subsistir e encontrar uma maneira de sinalizar à Terra que está vivo. A milhões de quilômetros de distância, a NASA e uma equipe de cientistas internacionais trabalham incansavelmente para trazer "o marciano" de volta enquanto seus colegas de tripulação simultaneamente traçam uma ousada, se não impossível, missão de resgate. Conforme essas histórias de incrível bravura se desdobram, o mundo se une para torcer pelo retorno seguro de Watney. Baseado no best-seller homônimo e dirigido pelo diretor Ridley Scott, Perdido Em Marte conta com um elenco repleto de estrelas que inclui Jessica Chastain, Kristen Wiig, Kate Mara, Michael Pena, Jeff Daniels, Chiwetel Ejiofor e Donald Glover."
E aí pessoal, hoje trago para vocês a resenha do filme Perdido em Marte, que estreia amanhã, dia 01/10/2015, nos cinemas do Brasil. O longa é uma adaptação cinematográfica do livro, de mesmo nome, escrito por Andy Weir e publicado pela Editora Arqueiro.

Leiam a resenha do livro AQUI.

Como já comentei por aqui, a obra de Weir foi, sem sombra de dúvidas, a melhor história de ficção científica que já li na vida e, com certeza, já entrou para a minha lista de favoritos deste ano. Justamente por isso, estava ansiosa para essa estreia nas telonas, e temerosa de que tivessem mudado muita coisa do enredo.

No filme, conhecemos Mark Watney, um astronauta que é deixado para trás, em Marte, logo depois de ser atingido por uma antena de comunicação em meio a uma tempestade de areia violenta que obriga seus companheiros de tripulação a abortarem a missão na qual trabalhavam no Planeta Vermelho.

O problema é que, além de estar incomunicável com a Terra, ninguém sabe que Mark continua vivo. Sua única chance de resgate consiste em aguardar a chegada de uma nova nave, que será enviada pela Nasa, em 4 anos. Como sobreviver, com estoque limitado de água e de comida e com recursos que foram feitos para durar por apenas 31 dias? É isto o que Watney terá que descobrir, utilizando-se do seu conhecimento de botânica e engenharia, já que se recusa a morrer em solo inóspito e sozinho.

Querem saber o que vai acontecer? Então assistam!

***

Aliando ficção científica, cenários espetaculares, uma pitada de drama e humor negro, Perdido em Marte tem a combinação perfeita para deixar os espectadores vidrados em sua trama. Ok, ele pode  não ser 100% preciso no que diz respeito aos detalhes técnicos apresentados, principalmente pelo fato de que parte da tecnologia ali desenvolvida ainda nem existe, mas os engenheiros e cientistas da Nasa que assistiram ao longa ficaram bastante satisfeitos com o resultado final, afirmando se tratar de um filme bem realista, principalmente no que concerne às dificuldades vivenciadas no espaço e os desafios enfrentados pelos funcionários do Centro Espacial ao terem que lidar com prazos apertados, planos de voo complicados e cálculos matemáticos insanos.

Além disso, Ridley Scott contou com a consultoria de Jim Green, diretor da Nasa, para a produção cinematográfica da película. Deste modo, teve acesso a imagens e fotografias do veículo e dos trajes espaciais, dos Habs, e pôde ver de perto seu funcionamento, na tentativa de encontrar um equilíbrio entre a realidade e a magia do cinema.

Matt Damon está simplesmente fantástico interpretando Mark Watney. O ator conseguiu incorporar a personalidade e os trejeitos do personagem e se saiu bem nas inúmeras cenas em que está sozinho, contracenando apenas com ele mesmo e nos botando a par de seus pensamentos e temores, tornando possível identificar a essência da escrita de Andy nas telonas.

Watney é um personagem inspirador. Forte e corajoso, ele não se deixa abater frente às adversidades, ao contrário, a impressão que temos é que, quanto mais dificuldades lhe surgem, mais ele se sente estimulado a seguir em frente e a desvendar uma maneira de sair vivo da roubada na qual se meteu. 

Entretanto, todos os problemas que nos foram mostrados no roteiro não chegam nem perto dos que Mark teve que enfrentar no livro. Isso foi algo que me incomodou, me dando a sensação de que foi fácil demais para Watney sobreviver e encontrar um meio de sair de Marte. Cito como exemplo as duas incursões emblemáticas feitas pelo personagem para achar tanto a Pathfinder, quanto para chegar até a cratera Schiaparelli. Tais viagens não só necessitaram de um longo e árduo preparo, como resultaram em experiências dificílimas de quase morte.

Uma das cenas que mais aguardei na exibição foi o final, que na obra mexeu demais comigo e me deixou com os sentimentos à flor da pele. Infelizmente, no cinema não consegui me emocionar e nem ficar tensa, pois tive a sensação de que tudo daria certo e de que o nosso herói conseguiria voltar para casa, coisa que não ficou assim tão claro enquanto fazia a leitura.

Perdido em Marte não foi para mim um longa tão emocionante quanto Gravidade, mas conseguiu cumprir o seu papel de entretenimento e expôs o quanto os estudos espaciais podem ser divertidos e fascinantes. Quem sabe, por meio deste filme, não teremos uma nova geração inspirada a se tornar cientista?

Fonte: Al.com e Science Mag.

* Agradeço ao Espaço/Z por ter me proporcionado assistir ao filme em primeira mão, numa cabine de imprensa. 

Título original:  The Martian
Roteiro: Drew Goddard
Direção:  Ridley Scott
130 minutos

TRAILER


13 comentários

  1. Oi MI
    Eu curti muito a leitura deste livro e estou ansiosa para ir assistir ao filme.
    Gostei de suas ressalvas e nem sempre o filme vai ser o que esperamos né? Depois te digo o que achei do filme.

    Beijos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Poxa vida!!!! Que livro!!! É de abalar!! Eu simplesmente não consigo imaginar a situação caótica que esse homem passou!!
    Realmente preciso ler o quanto antes! Estou curiosa e abisma, além de é claro, torcer por um final feliz, rs
    bjos

    ResponderExcluir
  3. Oieeee
    Mann estou louca por esse filme, já que amo o livro. Devorei o livro muito rápido, então não vejo a hora de correr para o cinema assistir esse filmeeeee
    ótima resenha, curti muito. Me deixou com mais vontade de assistir
    Beijinhos Screepeer
    Screepeer

    ResponderExcluir
  4. Oi, Mirelle, tudo bom?

    Uma amiga minha foi assistir ontem e disse que realmente é muito bom. Eu quero ler o livro primeiro, sabe?
    Mas o trailer do filme já é eletrizante! Fico pensando se Andy Weir teria escrito o livro de outra maneira se na época já tivesse sido divulgado que existe água em Marte! rsss

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Eu adoro coisas relacionadas ao espaço, eu cheguei a ler Perdido em Marte e adorei completamente, mas ainda não tive oportunidade de ver o filme. Espero gostar pelo menos tanto quanto você.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Desde que li comentários sobre o filme eu quis mto ler o livro antes de ir ao cine.
    Bem, eu não vi Gravidade e agora tb fiquei com vontade.
    Eu adoro o Matt Damon, acho ele incrível e isso já é pontos para que eu queira ver o filme.
    Imagino a angústia de estar sozinho em Marte e ter comida só para um mês e provável resgate ser só dali 4 anos...
    Mesmo sendo mais fácil a sobrevivência no filme, acho que se deve pelo tempo, muitos detalhes deixariam o filme longo talvez...
    Enfim, por isso sempre prefiro os livros, hehe.
    De qualquer forma adorei saber do filme e quero assistir.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Mi,esse livro se encontra na minha lista e quero muito ler tanto pela aventura de ficar perdido no espaço quanto para ver as técnicas usadas da física na narrativa,o filme quero muito ver também ,espero que a fidelidade a história permaneça quase em sua totalidade,missão essa que é na maioria das vezes difícil de acontecer,mas sempre ficamos com esperanças.Gostei da escolha do ator,Matt Damon,com certeza irei assistir,gostei muito do trailer.Beijos!!!!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Mi! Eu sou louca para ler o livro e infelizmente ainda não pude comprar. Fiquei super animada com a produção do filme e mesmo com as ressalvas em relação as diferenças eu ainda quero muito assistir.
    Eu não gostei muito de Gravidade, então pode ser que minha conclusão sobre Perdido em Marte seja mais positiva do que a sua. rs
    Beijos
    SIL | Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
  9. Mi!
    Como adoro ficção, quero ler o livro e assistir o filme.
    Acompanhar toda agonia do protagonista e ver suas ideias geniais para sobreviver.
    E como gosto de humor, rir um pouco também.
    “A vida só pode ser compreendida, olhando-se para trás; mas só pode ser vivida, olhando-se para frente.”(Soren Kierkegaard)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  10. Vou ver o filme e ler o livro, mesmo o filme não sendo tão bom quanto a obra. É o que costuma acontecer, não é? Geralmente as adaptações não representam tão bem o original. Mas é só ver o filme antes de ler o livro, que acho que a decepção é menor. :D

    Autor de A Página Certa
    www.laplacecavalcanti.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Mi, tudo bem? Nossa, estou terminando de ler o livro, e quero muito assistir ao filme. Se por um lado, algumas coisas se perdem, e nossa, essas duas viagens foram bastante tensas e é uma pena que não foi mostrado tal como ela é, mas por outro lado, eu estou bem curiosa para saber como são as coisas, o hab, o veículo espacial, as modificações que ele irá fazer, a plantação e tudo o mais. E nossa, se até engenheiros e cientistas da Nasa ficaram satisfeito, parece que é um filme muito bom. Creio que já sabendo desses pontos que você mencionou, eu não me sentirei tão decepcionada com o resultado.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  12. muito vou vou ver esse filme assim que sai

    ResponderExcluir
  13. Oi, Mi! Vi o trailer e fiquei muito interessada. Fiquei ainda mais empolgada pra ver o filme depois de ler a sua postagem. Bjs!

    ResponderExcluir