Resenha - Faça amor, não faça jogo

Resenha - Faça amor, não faça jogo
Sinopse: "Viver a plenitude do amor é o desejo senão de todas, ao menos da maioria das pessoas. Amar e ser amado incondicionalmente, contar com o apoio de alguém para as horas difíceis e para os momentos alegres, e saber que independentemente do que fazemos, alguém estará ao nosso lado simplesmente pelo que somos é o ideal de vida de muitos. Viver esse amor na prática, no entanto, nem sempre é fácil. E é exatamente sobre felicidade, vida e amor que Ique Carvalho fala neste livro. O autor, que começou escrevendo em seu blog e já tocou o coração de milhares de pessoas que se envolveram e se emocionaram com suas palavras, descreve com perfeição o amor que muitos procuram e poucos realmente encontram. E ele fala do amor em todas as suas expressões: desde o romântico entre duas pessoas até o mais puro e verdadeiro dos laços familiares, que ele tem com seu pai e mentor. Como as relações humanas são frágeis e complicadas, os relacionamentos tornam-se difíceis, o que nos faz buscar a felicidade nos lugares ou nas pessoas erradas. Mas o autor nos faz enxergar a vida de forma diferente. Faça amor, não faça jogo é um lembrete de que, no jogo do amor, não é necessário haver ganhadores ou perdedores. Basta olhar e aceitar novos paradigmas e acreditar no que diz seu coração. E vivenciar isso de verdade."

Ique Carvalho nunca foi uma garoto popular, arrasador de corações ou bonito, conforme os padrões deturpados ditados pela sociedade. Mas ele tinha um coração cheio de amor para dar, uma amizade sincera a oferecer e um abraço apertado pronto para acolher quem quisesse se aproximar.

Caçula de três irmãos, cresceu numa família em que logo aprendeu o significado do amor verdadeiro. Logo na faculdade de psicologia, descobriu que, apesar de adorar compreender a psiquê humana, as palavras eram o seu verdadeiro dom. Assim, trocou de curso tão logo teve coragem de recomeçar a sua jornada e, em 2010, criou seu blog chamado The Love Code.
Resenha - Faça amor, não faça jogo Ique Carvalho
Em 2013, foi arrebatado com dois fatos que mudaram a sua vida: enfrentou um traumático término de relacionamento e soube que seu querido pai havia sido acometido por uma doença grave, degenerativa e irreversível. Como lidar com situações como essas? Escrevendo e vivendo um dia de cada vez.

A partir de então, Ique decidiu compartilhar conosco, por meio de poemas, crônicas e demais textos, histórias tocantes sobre a sua vida, relacionamentos amorosos, a rotina com seu pai e seus anseios mais íntimos, mexendo com milhares de pessoas que, rapidamente, se identificaram com a sua situação.
Resenha - Faça amor, não faça jogo Ique Carvalho
E assim nasceu o livro Faça amor, não faça jogo, lançado pela Editora Gutenberg numa edição fantástica e caprichadíssima. A primeira vez que pus as minhas mãos no exemplar, fiquei chocada com os detalhes da diagramação. As folhas que intercalam cada texto são vermelhas e possuem um título que faz referência ao próximo assunto que será tratado. Ao final da página, dispomos de um código QR que nos remete diretamente a uma música escolhida a dedo por Ique, para escutarmos enquanto lemos o seu livro. Além disso, ao final de cada escrito, encontramos uma pequena ilustração pertinente ao que o Ique acabou de nos contar.

Na obra, somos brindados com reflexões íntimas sobre o que o Ique pensa e sente a respeito de situações que viveu ou com respostas a perguntas que já fizeram a ele. Ique tem a alma pura, e uma visão adocicada sobre o mundo e, por isso, nos dá conselhos muito preciosos sobre a melhor forma de vivermos a nossa vida.

Adorei os textos em que ele ensina os homens a serem homens de verdade, sem terem medo de chorar ou de declararem o seu amor, e os aconselhando a não serem babacas ou cafajestes com suas mulheres. De mesmo modo, Ique deixa claro para nós, mulheres, que precisamos nos valorizar. Não vamos correr atrás de quem não nos merece, não tenhamos medo de nos envolver, dizer o que pensamos ou amar na maior das intensidades.
Resenha - Faça amor, não faça jogo Ique Carvalho
Mas as passagens que mais gostei no livro foram aquelas em que Ique falou sobre seu pai. Quem tem uma relação de profunda amizade e amor com o pai, vai se emocionar fortemente. No meu caso, chorei muito, porque meu pai já faleceu e é o grande amor da minha vida. E foi impossível não imaginar como seria se eu tivesse tido a chance de me despedir dele, de cuidá-lo, de ajudá-lo a partir. 

Ique sabe que o pai vai morrer, assim como o seu pai tem ciência sobre a sua condição. Ambos sofrem, naturalmente, entretanto, não se deixam abater. O maior exemplo que Ique pode nos ter dado é viver cada dia aproveitando-o ao máximo, e dando valor e graças ao que temos, ao invés de nos lamentarmos com o que não poderemos alcançar.

Se pudesse, gostaria de abraçar Ique e o seu pai e dizer que eles fizeram uma enorme diferença no mundo, porque precisamos de mais pessoas como eles. Espero que consigam se manter fortes e que continuem nos inspirando a lutar.
Resenha - Faça amor, não faça jogo Ique Carvalho
Faça amor, não faça jogo fez tanto sucesso, que Ique decidiu abrir uma lojinha virtual para vender alguns produtos selecionados para os seus fãs. AQUI vocês podem encontrar à venda os exemplares autografados, canecas e cadernos moleskines personalizados, perfeitos para aqueles que adoram escrever, assim como Ique.

Este é um livro para se ter na cabeceira da cama, ler em doses homeopáticas, abrir seu coração para o amor e revisitá-lo sempre que precisarem de uma palavra de carinho, um incentivo ou uma bela lição.

Faça amor, não faça jogo - Ique Carvalho
Editora Gutenberg
224 páginas
Comprar: Saraiva

4 comentários

  1. Que livro lindo Mirelle, tem uma essência verdadeira de quem dá o devido valor para a alma humana. Os livros mais bonitos são os que mexem com nossas vidas, nos fazem sonhar e sentir de alguma forma uma integração verdadeiramente positiva. Gostei muito desse livro e me parece um bom presente para um mundo onde as pessoas parecem se tolerar, quem sabe consigo aquecer alguns corações, vai para minha lista! Obrigada, sua resenha ficou ótima!Adorei!

    ResponderExcluir
  2. Gente ... eu já li várias e várias postagens dele.. os textos são realmente incríveis..
    ainda não sabia que esse livro era do Ique... agora que sei.. é leitura obrigatória..
    Uma coisa é certa.. além de ter textos maravilhosos certamente a diagramação está perfeita..

    ResponderExcluir
  3. Nossa... peguei esse livro para ler sem ver resenhas, me surprendi totalmente, chorei, queria correr e abraçar meu pai, pq sim foram as passagens mais emocionantes para mim. Que venham mais livros do Ique, ele escreve com o coração e vai alem da nossa alma. Corri comprar o livro autografado e valeu a pena. Indico sempre!!! E o livro é super fofo, vermelho, lindo

    ResponderExcluir
  4. É um dos meus livros de cabeceira! Também chorei bastante ao ler os textos em que Ique fala sobre o pai, são emocionantes e realmente a gente imagina que se existissem mais pessoas como ele no mundo, seria um lugar bem melhor. O livro inteiro é pura poesia, que fala da vida real, fala do amor em suas diversas nuances, amor descomplicado e amor verdadeiro. Eu fiquei encantada com a diagramação, é muito linda e faz com que a gente ame mais ainda essa obra tão maravilhosa! Vale a pena acompanhar o blog, o Ique sempre publica coisas novas por lá. Também preciso agradecer a ele pelas músicas incríveis que eu conheci lendo seus textos! <3

    ResponderExcluir