Top 10 - Os melhores seriados que vi em 2014

Top 10 - Os melhores seriados que vi em 2014
Dando seguimento a mais um Top 10, pedido por vocês na fanpage do Recanto da Mi, decidi falar sobre os melhores seriados que assisti em 2014. Este foi um post difícil de fazer, já que vi apenas 12 séries e fiquei em dúvida sobre quais ficariam fora da lista e em qual ordem botar cada uma já que basicamente adorei todas. 

Lembrando que estão nessa lista, por ordem de preferência, todos os seriados que vi em 2014, e não que tenham sido necessariamente lançados ano passado.

ATENÇÃO! Cuidem para não pegarem spoilers de temporadas anteriores das que serão citadas abaixo. Leiam por sua conta e risco!

Mas vamos lá:
Top 10 - Os melhores seriados que vi em 2014 The Good Wife

A 5ª temporada de The Good Wife começou cheia de novas promessas e em ritmo alucinante. Fiquei feliz por Alicia ter deixado Will para trás e ter topado abrir uma nova firma com Cary. Já estava mais do que na hora da personagem investir em algo seu. Adoro o Cary, e gostei ainda mais do relacionamento que se criou entre ele e Alicia, de amizade, confiança e cumplicidade, tendo em vista tudo pelo qual ambos passaram.

Me irritei demaisss com o jogo de gato e rato que se sucedeu entre Will e Alicia depois que a mesma foi demitida. No início foi divertido, depois se tornou completamente cansativo e desnecessário, já que os personagens incorporaram um papel infinitamente imaturo e infantil e nenhum pouco profissional.

Mas no fim, todos os esforços feitos para tornar esta temporada atrativa foram por água abaixo no 15º episódio. Não tenho palavras para expressar a minha raiva, meu descontentamento, meu choque pelo que aconteceu neste famigerado episódio. É sério. Quem é fã da série vai querer parar de assistir ali mesmo porque é simplesmente um absurdo o que se sucedeu! Só fui até o final da temporada porque sou curiosa e quis saber o desenrolar das circunstâncias.

Vocês devem estar se perguntando, "mas então por que este seriado ficou em primeiro lugar na sua lista, Mirelle?" Justamente por ter me causado uma oscilação de emoções tão forte, por ter me prendido e por ter me feito chorar feito doida, ou seja, foi uma história que mexeu demais comigo e isso por si só merece créditos. 

Além do mais, a vida não é feita somente de bons momentos. Não é porque eu discordo do andamento da trama que não quer dizer que ela não seja boa. Tirei o chapéu para a interpretação dos atores e para os desafios enfrentados pelos personagens em cada episódio, e pelo fato deles não terem tido medo de decepcionar os fãs. A gente briga, mas não consegue parar de ver. Faz sentido isso? kkkk

Resenha completa AQUI.
Top 10 - Os melhores seriados que vi em 2014 Grimm
2. GRIMM - 3ª Temporada:

Gente, eu tenho uma paixão por Grimm que vocês não fazem ideia. Em pensar que eu o achava completamente artificial e bobo, e acabei mordendo feio a minha língua quando decidi de fato parar e ver o seriado. 

Esta temporada conseguiu ser ainda melhor que as anteriores. Finalmente Juliette sabe a verdade sobre Nick e, juntamente com Monroe, Rosalee e Hank, tenta ajudar o seu amor a se curar da zumbificação. Rosalee e Monroe têm que enfrentar inúmeros preconceitos para ficarem juntos, enquanto Adalind tenta salvar a sua bebê das mãos da família real.

Gente, é ação em cima de ação e mais ação, claro que sem esquecerem do romance e da comédia, marca registrada do seriado. Incrível como gostei da virada que a Adalind deu na história, cheguei a torcer pela personagem. Mas, para mim, quem realmente roubou as cenas quando chegou para ficar foi Trubel. Mal posso esperar pela próxima temporada.
Top 10 - Os melhores seriados que vi em 2014 The Glee Project

Descobri esse seriado ao acaso e, ao mesmo tempo que fiquei feliz da vida, fiquei triste ao saber que tinha apenas 2 temporadas. The Glee Project traz em sua composição a mais perfeita mistura: os reality shows e os musicais.

O Glee Project nasceu da necessidade que os criadores de Glee tinham em encontrar novos adolescentes para darem seguimento a série, tendo em vista que a cada ano os personagens do elenco principal se formavam no colégio, concluindo o ensino médio e deixando o seriado.

Assim, Ryan Murphy, co-criador e roteirista de Glee, deu início ao Glee Project e juntou uma equipe formada pelo Diretor Robert Ulrich, pelo Coreografista Zach Woodlee e pela Produtora Vocal Nikki Anders, todos integrantes da estafe de Glee, para selecionar e treinar jovens talentos para participarem de uma das séries mais amadas de todos os tempos.

Na primeira temporada foram mais de 40 mil inscritos que, depois de um árduo trabalho e diversas audições, foram reduzidos a um grupo de 12 pessoas.

Os participantes são tão talentosos que muitas vezes esqueci que estava assistindo a "pessoas normais" como a gente, disputando um lugar ao sol. Diversas vezes tive a impressão de estar assistindo ao próprio Glee ou a um seriado de ficção sobre show de talentos com atores famosos.

O final de Glee Project é extremamente emocionante. É tão legal ver pessoas dos mais diferentes tipos e regiões (inclusive do Brasil) lutando pelos seus sonhos e vencendo desafios. Extremamente inspirador, assim como Glee! Super recomendo.

Resenha completa AQUI
Top 10 - Os melhores seriados que vi em 2014 Drop Dead Diva
4. DROP DEAD DIVA - 5ª Temporada:

Para quem me conhece, sabe que este é simplesmente um dos meus seriados favoritos da vida! Incrível como me identifico com os personagens e seus dramas. Drop Dead Diva além de ser divertido, é inspirador. Ainda assim, sabem quando no decorrer das temporadas a história perde o seu foco? Pois então. Ao mesmo tempo que não quero que este seriado acabe nunca, sinto que ele já deu o que tinha que dar, e fiquei bem decepcionada com esta temporada.

Aqui, a "antiga" Jane, que estava cansada de ver a "nova" Jane aprontando, assume um novo corpo e vem reclamar o seu lugar. Isso por si só já daria um belo embate e muito pano para manga, mas, rapidamente, tiraram a "antiga" Jane da parada, até porque, por favor, aquela atriz estava péssima. Senti falta demais de Fred, que saiu do seriado, e não acreditei no quanto Stacey foi egoísta ao basicamente roubar Owen da Jane, por mais que eles estivessem separados, o que, por acaso, me deixou muito triste, já que estou de saco cheio de Grayson e não acho que ele e Jane devam acabar juntos.
Top 10 - Os melhores seriados que vi em 2014 Orange is the new black

Este foi um seriado que me surpreendeu positivamente. Além da 1ª temporada ser curtinha e rápida de ver, quando comecei não parei mais. Piper lembrou muito a mim mesma e a minha juventude, quando fazemos péssimas escolhas e damos liberdade para o nosso lado negro da força se manifestar. Mesmo assim, passados 10 anos, Piper conseguiu refazer a sua vida e se tornou a mocinha da história, até ser forçada a confrontar o seu passado.

Apesar da Piper ser a protagonista e de ter adorado todas as crises internas e de identidade pelas quais ela passou, não foi ela a personagem que mais se destacou para mim. Adorei a Alex, a Red e até a Tiffany. Fiquei chocada por ter encontrado tamanha diversidade dentro dos muros da prisão e por ter conhecido tantas mulheres perversas, malucas e outras de bom coração que lá estavam apenas por lutarem por seus ideais, como Sophia e Claudette.

O último episódio simplesmente me chocou. Terminei de assisti-lo com a boca aberta e com os olhos vidrados sem acreditar no que eu estava vendo. Red se desconstruiu para mim e Piper se tornou uma completa estranha. Já não sei mais no que acreditar. Se ela realmente é uma narcisista mimada e imatura ou se ela é a certa da história. Por isso mesmo que não vejo a hora de devorar a segunda temporada e descobrir o que aconteceu.

Vale lembrar que, apesar do seriado ter sido baseado no livro homônimo, Piper Chapman não existe "de verdade". Nem tudo o que vemos na série é real, e justamente por causa disso fiquei o seriado todo assistindo e me perguntando o que de fato tinha acontecido e o que tinha sido inventado, e isso só me motivou ainda mais a ler o livro.

Resenha completa AQUI.    
Top 10 - Os melhores seriados que vi em 2014 Once upon a time
6. ONCE UPON A TIME - 3ª Temporada:

OUAT quase foi uma completa decepção para mim, quase. Pelo menos durante o período em que os personagens ficaram aprisionados na Terra do Nunca, de Peter Pan. Nossa, como odiei. Achei chato, repetitivo e forçado. Depois que eles voltaram para casa as coisas começaram a melhorar, e enquanto a série se encaminhava para o final, uhu, aí sim ficou boa e me arrancou algumas lágrimas.

O que tem me desagradado na série, é que eles têm feito muito mistureba, com muitos contos de fada, deixando tudo muito exagerado e perdendo o foco da ideia inicial que era linda. 
Top 10 - Os melhores seriados que vi em 2014 The walking dead
7. THE WALKING DEAD - 4ª Temporada:

Sinceramente, já estou muito cansada de The Walking Dead. A 3ª temporada para mim já foi bem arrastada de se ver, mas felizmente nesta as coisas melhoraram exponencialmente. Achei o máximo ver o Governador se "regenerando". Sério, realmente acreditei que isso fosse possível de se realizar. Fiquei chocada com o resultado do embate entre o Governador e o povo da prisão, e fiquei muito tocada com o esforço que todos os sobreviventes tiveram para se reencontrarem. Nesta temporada, Daryl, Carol e Lizzie, certamente roubaram as cenas. O final, tadinhos, quando achei que tudo seria resolvido, o grupo de Rick novamente se meteu numa enrascada. Como será que vão se livrar?
Top 10 - Os melhores seriados que vi em 2014 From dusk till dawn
8. FROM DUSK TILL DAWN - 1ª Temporada:

Junior me mete em cada enrascada de vez em quando que só rindo. From Dusk till Dawn é um remake do filme Um drink no inferno. Relutei para assistir, achei uma porcaria os primeiros episódios, mas persisti, porque meu nome do meio é curiosidade. E no fim não é que acabei gostando? Ok, a história é meio tosca, os efeitos são meio trash, mas acabei sendo seduzida pela trama e principalmente por Richard e sua mente doentia.
Top 10 - Os melhores seriados que vi em 2014 The 100
9. THE 100 - 1ª Temporada:

Fui assistir ao seriado de tanto que me disseram que era maravilhoso, e também por ter amado o livro. Queria saber, por que, por queeeee as adaptações insistem em modificar as histórias que tanto amamos?! Gente, que frustração foi ver esse negócio! A vontade que tinha era de xingar o tempo todo e ficar enumerando para o Junior tudo o que estava errado. Achei bobo, fraco e não fui cativada por nenhum dos atores. As coisas foram mudando um pouco de figura da metade para o fim, principalmente quando Octavia e Lincoln foram ganhando destaque e, ao final, quase arranquei as unhas de tão nervosa que fiquei. Apesar disso tudo, mal vejo a hora de ver a 2ª temporada.
10. AMERICAN HORROR STORY: FREAK SHOW - 4ª Temporada:

Se arrependimento matasse, jamais teria começado a assistir a essa série. Sou fã da franquia e, apesar da 3ª temporada já ter sido fraca, resolvi arriscar. Infelizmente Ryan Murphy se perdeu por completo nessa história que tinha de tudo para ser uma das melhores. Freak Show iniciou com um grande potencial e de maneira assustadora, introduzindo na trama o palhaço assassino. Mas quando se focou no show de horrores, propriamente dito, deu voltas e mais voltas em mesmices sem fim me deixando com tédio. 

A despeito de adorar Jessica Lange, a sensação que tenho é que todas as personagens que ela interpreta são as mesmas, e Elsa não foge à regra! Estou cansada de suas falas sussurrantes e de sua postura orgulhosa, assim como das interpretações banais de diversos outros atores. Para mim, o que sustenta essa temporada é Finn Wittrock, que está excepcional como o psicopata Dandy. Sem esquecer também da Pepper que deu um show a parte no episódio 10.

***

E aí, gostaram? Adoraria saber quais foram os melhores seriados que vocês viram em 2014 e quais estão doidos para ver neste ano.

Beijos, Mi

3 comentários

  1. Vou falar das 3 séries que assisti:

    Assisti a primeira temporada do Glee Project e, na minha opinião, deveríamos ter outro vencedor. Mas tudo bem, ficamos com quem venceu. O problema é que quando transferiram o vencedor para o Glee, arruinaram o personagem. Ele poderia ter sido muito mais explorado, mas lhe deram pouquíssimo espaço.

    The 100 eu gosto bastante, mas tem 2 coisas na série que me incomodam: a primeira é que todas as localidades da série parecem estar em um raio de 500 metros. Todo mundo chega rapidamente em todos os lugares. A segunda coisa é que a série parece ter medo de matar personagens. Não digo para saírem matando todo mundo, mas The 100 tem um grande número de personagens que se destacam, esse número aumenta bastante na 2ª temporada, e simplesmente ninguém morre! Chegam a ser cômicas as cenas de perigo que os personagens enfrentam, porque nós sabemos que eles com certeza saíram vivos, só morrerão os figurantes. Um núcleo grande de personagens resulta em pouco de destaque para todos, cenas rápidas que poderiam ser mais bem exploradas e alguns personagens podem ir perdendo utilidade.


    (SPOILERS abaixo para quem acompanha os quadrinhos de TWD)

    É muito difícil falar de The Walking Dead sem comparar a série aos quadrinhos. Eu sei que devemos separar os 2 universos, mas dá raiva ver a sacanagem do mal aproveitamento que fazem de alguns personagens, como é o caso do Tyreese. Por outro lado, outros personagens que não são nada nos quadrinhos ganham um papel real, como é o caso da Carol. Ela é de longe a minha personagem favorita, eu amo o crescimento que deram a personagem e a Melissa McBride arrasa no papel.

    Tu precisa ver a 5ª temporada Mirelle, ao meu ver ela melhora, e a Melissa arrasa mais ainda. Há momentos fantásticos entre ela e o Daryl que, para mim, são os personagens mais interessantes da série. Não por o Daryl ser o cara que mata todo mundo, mas por ele ser um personagem que aparenta ser uniforme, mas que proporciona várias reflexões e pelo peso que ele possui dentro do grupo.

    Muita gente comentou (ainda na 4ª temporada) que o número de personagens em TWD está muito grande e que isso é ruim. De fato muitos personagens regulares proporcionam pouco aproveitamento da maioria, porém em TWD eu acho isso bom de vez em quando para mostrar que o grupo vai se fortalecendo. Não é sempre um pequeno contingente lutando pela vida. É como na 3ª temporada, que o grupo tinha um bom número de integrantes, era forte, e então foi enfraquecendo. Acredito que com certeza devemos esperar por várias perdas no futuro.

    Autor de A Página Certa
    www.laplacecavalcanti.com

    ResponderExcluir
  2. Da sua lista, eu só vi The Glee Project e Once Upon a Time. Pra mim, os melhores seriados de 2014 foram Arrow, The Flash, Jane The Virgin. Claro que tem muuuuuitos seriados bons, mas falo dos que assisto... esses 3 foram ótimos. E Jane The Virgin, série nova da CW, foi indicada ao Globo de Ouro. A primeira vez que um seriado do canal foi indicado!

    ResponderExcluir
  3. Amo TWD! Grimn tb curto!
    já OUAT cansei acho q na segunda temporada e larguei de mão, hehehe
    bjins
    Leila

    ResponderExcluir