Resenha - Noite de Bolo & Marionetes

Resenha - Noite de Bolo & Marionetes
Sinopse: "Uma noite que é apenas citada no romance Feita de fumaça e osso finalmente ganha vida nesse lançamento exclusivo em e-book, que conta como Zuzana (a fada raivosa) e Mik (o garoto do violino) começam a namorar. Mesmo sendo muito pequena, Zuzana não é de se deixar intimidar. Sua melhor amiga, Karou, diz que ela tem olhos de vodu, capazes de fazer seu sangue congelar. Mas na hora de falar com Mik... a coragem a abandona. Os dois trabalham com teatro de marionetes: ela como artesã dos fantoches e ele como violinista. Há tempos ela está apaixonada pelo garoto do violino, mas agora é hora de tomar uma atitude. Zuzana está determinada a se fazer notar, e ela tem um plano repleto de verdadeira magia. É uma caça ao tesouro, que vai levar Mik por toda Praga em uma fria noite de inverno, e o tesouro... será a própria Zuzana. Um delicioso primeiro encontro: romântico, divertido e com um charmoso toque de fantasia. Contado em perspectivas alternadas, é a perfeita história de amor para fãs da série e também para novos leitores." 

ALERTA! Esta resenha pode conter spoilers dos outros livros da trilogia de Feita de Fumaça e Osso. Leiam por sua conta e risco!
 
Fazia meses que Zuzana estava de olho no garoto do violino. Todos os dias, especulava sobre a sua vida e passava os sábados à noite com Karou, choramingando por ele no Sabor de Veneno e bebendo uma xícara de chá. Como podia uma menina tão durona quanto Zuze se apaixonar perdidamente? Nem ela mesma se suportava. Nunca se imaginou suando frio, com as pernas bambas ou perdendo a razão por amor.
"O que aconteceu comigo? Quando Karou fala de borboletas no estômago e linhas invisíveis de energia e tudo o mais, debocho dela por ser uma romântica incorrigível, mas MEU DEUS DO CÉU. (...) Tenho vontade de pegar a mim mesma com o braço esticado, cheia de nojo, e me jogar na lixeira. Quem é essa gosma derretida fingindo ser eu? Inaceitável."
Cansada de se sentir perdida e insegura, decidiu agir e apostar todas as suas fichas naquela possível relação. Zuzana precisava se apresentar formalmente a Mik e dizer o que sentia por ele. Mas Zuze não era uma pessoa comum, então seu primeiro encontro não podia ser nada menos do que incrível.

Fazendo uso dos scuppies que ganhou de Karou, a titeteira arquitetou uma caça ao tesouro elaborada, cheia de magia, pelas ruas de uma noite gelada de Praga, em que o prêmio, naturalmente, era ela. Zuze só não contava com o fato de que as coisas podiam sair um pouco do seu controle e teria que aprender a improvisar e a entrar na dança caso quisesse alcançar o seu tão sonhado prêmio: um beijo do garoto do violino.

Querem saber o que vai acontecer? Então leiam!

***

Como eu estava com saudades da escrita da Laini Taylor! Para começar o aquecimento e me preparar para o lançamento de Sonhos com Deuses e Monstros, último livro da série, decidi ler o conto em ebook Noite de Bolo e Marionetes, escrito em primeira pessoa e em capítulos intercalados pelos pontos de vista de Zuzana e de Mik.

Foi incrível conhecer um pouco mais de uma das minhas personagens favoritas. Zuze é ácida, atrevida, ousada, cheia de personalidade e dotada de um humor negro ímpar. Sua baixa estatura pode enganar, dando a impressão de ser uma pessoa fofa e delicada, mas quem vê cara, não vê coração, e só digo que não é à toa que Zuzana é chamada carinhosamente de "fada raivosa" e "planta carnívora". Então, já dá para ter uma ideia, né?
"Sou uma fada raivosa. Sou uma planta carnívora. Sou Zuzana. E meu golpe será fatal."
Só que quando ela se apaixona por Mik, acaba saindo do prumo, como muitos de nós, e é engraçado perceber que nem ela mesma se reconhece. Karou até pergunta em determinado momento, por mensagem trocada por celular "Quem é você??", quando Zuze a atualiza, histericamente, sobre o andamento da caça ao tesouro.

Apesar de eu já ter gostado de Mik em Dias de Sangue e Estrelas , somente agora fui capaz de compreendê-lo melhor, e gente, me apaixonei perdidamente. Foi incrível ver o quanto Zuzana e Mik foram feitos um para o outro. Ele era um dos únicos, além de Karou, que a enxergava de verdade e a admirava do jeitinho estranho que ela era. E o mais incrível, ele não só foi fisgado pela brincadeira que Zuze propôs, como acabou conseguindo pegar a menina de surpresa no momento em que decidiu brincar também.
"Ele é como uma boa capa de livro, que prende seu olhar. Leia-me. Sou divertido e inteligente. Você não vai conseguir me deixar de lado."
Este foi, sem sombra de dúvidas, o "primeiro encontro" mais lindo, mais mágico, mais romântico e mais fantástico que já li na vida. Foi impossível não mergulhar nessas páginas e não ficar enfeitiçada com essa breve história que a autora nos contou. Compartilhei com os personagens a gélida noite de bolo e marionetes e só digo uma coisa, Zuze e Mik simplesmente PRECISAM de um livro só deles, porque me recuso a me contentar com somente este conto.

Se vocês já leram os livros da trilogia de Feita de Fumaça e Osso, este conto é de leitura obrigatória. Porém, se não leram ou não pretendem ler, também deem uma chance a Noite de Bolo e Marionetes e entreguem-se à magia do amor, nem que seja por apenas uma noite.
"A vida não precisa de magia para ser mágica."
Noite de Bolo & Marionetes - Laini Taylor
Trilogia Feita de Fumaça e Osso
Livro 2,5
Ebook
Editora Intrínseca
100 páginas 
Comprar: Amazon

2 comentários

  1. Tava louca pra ler a resenha, mas não sabia que era uma trilogia! Tive que me contentar com a leitura da sinopse rs. Quero ler os outros livros pra poder me inteirar da história, que por sinal parece ser muito interessante!!! O título me chamou muito a atenção e achei a capa muito linda!!

    ResponderExcluir
  2. Oi Mi, tudo bem?

    Amo esse quote que você colocou no final, até foi um dos quotes que coloquei no meu potinho do Poteando Quotes. Enfim, esse conto é lindo... a Zuze e o Nik são incríveis e foram feitos um para o outro, adoro eles... e adorei a caça ao tesouro, e nossa, esse primeiro encontro deles foi realmente mágico. Também quero um spin-off deles *-*

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir