Resenha - Louco por você

Resenha - Louco por você
Sinopse: "Nell e Kyle são amigos desde a infância. Sempre fizeram tudo juntos, então ela nem se lembra de quando se tornaram realmente um casal. Quando Kyle morre da forma mais repentina, o mundo de Nell é lançado em um abismo de incertezas e dor. É quando Nell conhece Colton, irmão de Kyle e até então um completo desconhecido para ela. Estranhamente, é como se Colton a conhecesse há muito tempo... é como se ele a conhecesse por dentro. Ambos passam, então, a lutar para seguir em frente da melhor maneira possível. Nell, sufocada pelo peso da culpa.Colton, lutando contra a força que o arrasta em direção a ela... Cada um à sua maneira, os dois precisam desesperadamente encontrar o sentido da cura e do perdão. Em Entre a paixão e a dor, Jasinda Wilder combina o calor do desejo com a angústia, a perda da inocência, o luto e as tentativas de recomeço. O resultado é uma viagem ao mesmo tempo sensual e melancólica que ficará gravada em sua pele muito tempo depois que esta história terminar."

Nell e Kyle nem sempre foram apaixonados. Eles nasceram na mesma semana, moraram na mesma rua a vida toda e tornaram-se inseparáveis. Apesar de Kyle ser um dos garotos mais desejados da escola quando chegou à adolescência, Nell não tinha permissão para sair com meninos antes dos dezesseis anos, então ela nunca sequer cogitou a hipótese. Os dois eram melhores amigos, inseparáveis, mas tudo se resumia a isso.

Quando aos dezesseis ela foi chamada para sair pela primeira vez, foi o melhor amigo de Kyle quem tomou a iniciativa. O ciúme repentino do garoto com quem ela dividiu todos os momentos de sua vida até ali passou a despertar questionamentos em Nell sobre coisas que ela não havia pensado até então. Ela adorava Kyle. Ele era lindo, divertido e os dois funcionavam em uma sintonia perfeita. Seria possível que isso fosse algo mais? A decisão pelo passo seguinte era bastante difícil, pois após a linha da amizade cruzada, não haveria volta.

Nenhum deles jamais se arrependeu dessa decisão depois. Kyle tornou-se seu primeiro amor, a pessoa que lhe deu seu primeiro beijo e mais tarde perderiam a virgindade juntos, mas, após dois anos de namoro, um terrível acidente durante um vendaval que ocorreu em meio à discussão acalorada dos dois acabou tirando a vida do primeiro amor que Nell jamais superaria.

O sentimento de culpa a consumiu, porque, se não tivesse sido sua teimosia em recusar a proposta do namorado em meio a tormenta que castigava a região, talvez ele ainda estivesse vivo. E foi assim que, durante o funeral dele, Nell reencontrou Colton, o irmão mais velho de seu primeiro amor e de quem ela não tinha notícias há muitos anos. Colton era gentil mesmo com toda sua aparência rústica que em nada lembrava o perfeito irmão, e parecia ser a única pessoa que a entendia, porém, a química instantânea aflorada entre ambos atormentou ainda mais o remorso que ela carregava consigo.

Dois anos depois Nell está em Nova York, onde cursa a universidade e acaba reencontrando Colton, a quem não via desde o enterro de seu primeiro namorado. Ela está muito diferente e jamais superou os sentimentos que a atormentam desde a morte de Kyle, encontrando formas nada legais de lidar com isso. Cercada por seus fantasmas, ela precisa aprender a enfrentar seus sentimentos em relação à Colton, que assim como ela, também possui uma bagagem de seus próprios demônios. É possível superar passados tão conturbados e se render a uma atração avassaladora que, ao mesmo tempo, carrega consigo os espectros que nos atormentam? Isso é o que Nell e Colton precisarão descobrir juntos.

***

Ok, vai ser difícil falar sobre este livro, principalmente por saber que ele já chegou ao Brasil como queridinho de muitos leitores. Mas preciso ser honesta e dividir com vocês minhas próprias impressões sobre ele, que certamente são diferentes para cada leitor.

Quando soube do lançamento estava doida para ler esta obra, que acabei roubando da Mi uma vez que ela já está com uma lista enorme de livros para ler. A primeira parte simplesmente me encantou. São 75 páginas de um amor inocente e fofo à máxima potência, e fiquei torcendo para que aquela parte nunca acabasse e eles vivessem felizes para sempre, mesmo que logo na primeira linha do livro Nell avisasse que esta era uma história sobre como se apaixonou por Colton, o irmão mais velho de seu falecido primeiro amor. Sim, você já sabe pelo que esperar, mas isso não torna as coisas mais fáceis quando elas acontecem. E foi aí que a história passou a me incomodar um pouco.

Nell tinha 18 anos quando Kyle morreu e, apesar de após os eventos do sepultamento o livro saltar dois anos no tempo, quando encontramos a protagonista novamente percebemos que neste período ela manteve uma conduta bastante autodestrutiva em sua forma de lidar com a culpa que sentia. Eu entendo a culpa, mas não sou fã de condutas deste tipo. E então ela reencontra Colton, que descobrimos ter um passado tão autodepreciativo quanto o dela. Apesar de todo o clima que rola entre eles, tudo é muito melancólico beirando ao depressivo, cheio de altos e baixos que acabaram não me dando tempo de superar os baixos para curtir os altos. E.. bem, é, os altos são BEM quentes.

Mas tanta coisa ruim aconteceu e segue acontecendo com os dois que fiquei imaginando com que macumba eles se depararam em algum momento da vida, porque devem ter comido a tal da galinha preta à luz de velas para atrair tantos acontecimentos ruins. A parte boa é o fato de que sendo iguais, encontram compreensão um no outro, e isso é realmente algo importante em nossas vidas, principalmente quando as coisas não vão bem.

Colton é um sonho. Ele é músico, forte e protetor, com um tom dominador quando as coisas esquentam. Vocês sabem ao que me refiro.  A música funciona quase como o terceiro elemento de um triângulo amoroso, e está presente no livro do início ao fim, tanto com a citação de músicas conhecidas quanto com composições originais para o livro. Em sua grande maioria, são lindas, apesar de que a última composição era tão depressiva que confesso não ter conseguido lê-la até o final.

Para quem gosta de histórias melancólicas, este é o seu livro. Mas se, como eu, você não curte condutas autodestrutivas e cenas muito depressivas, talvez esta não seja a obra mais indicada. Não apoio muito este tipo de atitude nas obras literárias porque acredito que podem acabar dando ideias erradas para pessoas que não estão em um bom momento, como se tais atitudes funcionassem para aplacar uma dor que precisa ser sentida e superada dia após dia.

Acho extremamente válida a iniciativa da Editora Novo Conceito de adicionar um selo na contracapa dos livros indicando seu conteúdo. Neste, ele aponta a presença de conteúdo erótico, amor e drama, e saliento que o conteúdo erótico é forte, não indicando a obra para menores. Além disso, as personagens apresentam conduta de autoflagelação além do uso de álcool e entorpecentes.

O livro possui editoração simples, com espaçamento duplo do texto e capítulos intitulados conforme seu conteúdo e com imagens sombreadas dos protagonistas. As folhas amareladas e de boa gramatura são as minhas preferidas, além de que a capa, após toda a comoção dos fãs, acabou ficando linda. Na última página, o leitor encontra ainda uma playlist com os títulos de todas as músicas citadas no livro. Uma mais linda que a outra.

No fim, fiquei muito triste pela obra não ter me agradado como eu esperava, mas ainda assim, como eu coloquei anteriormente, isso varia de leitor para leitor e sei que este livro já conquistou muitos fãs pelos países onde foi publicado. Assim, se você busca uma história de amor e superação com um início lindo e que segue em tom melancólico, esta pode ser uma boa dica de leitura.
 
Louco por você - Jasinda Wilder
Livro 01
Trilogia Falling
Editora Novo Conceito
272 páginas 
Comprar: Saraiva
***
Essa postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA DE OUTUBRO.

Clique AQUI e saiba como participar.

15 comentários

  1. Parece ser um bom livro, mas ainda assim tenho medo de ler e abandonar já que não gosto de coisas muito dramáticas :/

    ResponderExcluir
  2. Eu fiquei melancólico só de ler a resenha. kkkkk

    Esse é um livro que vai passar longe da minha estante. A vida já possui mazelas o suficiente, não tem para que procurarmos mais. E pelo que falasse a leitura desse livro já é uma autoflagelação. Algumas histórias dramática agregam valor, nos fazem refletir e nos engrandecem, mas essa não parece ser uma delas.

    Autor de Mestre de Marionetes
    www.laplacecavalcanti.com

    ResponderExcluir
  3. Poxa! Chato quando isso acontece né?
    Nãos sei ainda se quero ler este livro.
    Gostei da dica!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  4. Oi Dany xD

    Também não sou muito fã deste tipo de livro. Achei muito legal a iniciativa da NC com os selos em cada livro, penso que todas as editoras deveriam adotar o método. Mas amei a resenha e gosto muito do modo como você escreve.

    Beijos, Lucas.

    ResponderExcluir
  5. Hum,
    não me interessei pelo livro, os conteúdos presentes nele também não me atraem,
    ele me chamou a atenção um tempo atrás quando vi uns e-books rolando pela blogosfera, mas no momento perdi todo meu pouco interesse pela obra.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Estav ansiosa lara ler o livro,
    Vi em alguns blogs ele sendo classificado como New Adult.. Mas se tem um conteudo erótico forte acho que passa de Na né?
    Agora sei a nao gostaria do livro..

    ResponderExcluir
  7. Eu também estava com as expectativas lá em cima sobre esse livro, mas ao ler a resenha percebi que acabaria abandonando o livro e odeio quando isso acontece, pois não curto muito coisas dramáticas e tal.
    Mas valeu a resenha Dani, mil beijos

    ResponderExcluir
  8. Esse livro e de uma coleção de quatro não é Danny?

    ResponderExcluir
  9. Quando eu vi esse livro não fiquei lá muito interessada, a história parece ser bonita, mas não é o tipo de livro que eu quero ler agora, então eu dispenso, sem contar que a questão da parte erótica não me agradou. Enfim, eu gostei da resenha, mas esse não é um livro que eu lerei tão já, isso se ler algum dia ainda.
    Cantinho da Bruna


    ResponderExcluir
  10. Eu vi o post e vídeo em que a Mi mostra a caixinha de correio da Novo Conceito e um dos livros era esse aí e foi o que mais me interessou. Vamos ver se eu vou continuar curtindo depois que eu ler... espero que não fique incomodada com a depreciação, depressão e melancolia da obra como vc mencionou na resenha rsrsrs.

    ResponderExcluir
  11. Este livro eu li tantos elogios que posso perde tempo !
    Pensei em comprar no Saraiva mas quando olhei nao estava com preço bacana!
    Vou conferir agora lá

    ResponderExcluir
  12. Eu sou justamente uma dessas pessoas que estou louca pra ler esse livro desde que vi na lista de lançamentos... Me encantei com a capa e com a sinopse... Mas, assim com você, também não gosto tanto dessas atitudes autodestrutivas... Vou ler o livro de qualquer forma, pra ver se isso vai me incomodar tanto... E pela sinopse imaginei que eles ficariam juntos logo depois da morte do Kyle... Bom saber que pelo menos vai ser depois... Espero não achar o livro tão ruim assim...
    Kisses =*

    ResponderExcluir
  13. Imaginava que essa trama fosse um pouco mais leve. Me enganei completamente. Faço parte do grupo que não gosta de histórias melancólicas, nem comportamentos depressivos. Então creio que esse livro não vai me agradar muito.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  14. Saber que o livro é melodramático me desanimou um pouco. Não curto muito essa pegada, não sei se vou ler, ainda mais sendo trilogia. Talvez leia num momento em que a minha enorme lista de leituras futuras não esteja tão enorme assim e sem muita pretensão para não me decepcionar apesar de já saber pela sua resenha que posso me decepcionar mesmo assim. Valeu ler a resenha para ter uma ideia.

    ResponderExcluir