Dica de leitura - O livro do perdão

Dica de leitura - O livro do perdão
Sinopse: "O Arcebispo Desmond Tutu, ganhador do Prêmio Nobel da Paz, testemunhou alguns dos piores crimes que o ser humano possa cometer contra seu próximo. Aonde quer que vá, sempre ouve a mesma pergunta. Este livro é a resposta. Escrito em parceria com sua filha, a Reverenda Mpho Tutu, o livro expõe verdades simples, mais profundas, sobre o significado do perdão, sua dinâmica, por que todos precisam saber como concedê-lo e como recebê-lo, e por que perdoar é o maior presente que podemos dar a nós mesmos quando alguém nos fere. "Com cada ato de perdão, seja ele pequeno ou grande, avançamos em direção à completude. O perdão é o modo como trazemos paz a nós mesmos e ao mundo".

Compre aqui: Saraiva

E aí pessoal, hoje trago para vocês uma dica de leitura que fará bem para a alma. Desde que a Editora Valentina divulgou a capa de O Livro do Perdão, fiquei apaixonada. Quando fui procurar sobre o que se tratava, me surpreendi com uma lição de vida importantíssima para os dias de hoje.

O que devo fazer para perdoar?

O Arcebispo Desmond Tutu, detentor do Prêmio Nobel da Paz, testemunhou alguns dos piores crimes que o ser humano possa cometer contra seu próximo. Onde quer que vá, invariavelmente ouve a mesma pergunta. Este livro é a resposta. Escrito em parceria com sua filha Mpho, uma sacerdotisa da Igreja Anglicana, Tutu expõe verdades simples, mas profundas, sobre o significado do perdão, sua dinâmica, por que todos precisam saber como concedê-lo e como recebê-lo, e por que perdoar é o maior presente que podemos dar a nós mesmos quando alguém nos fere. 

Pai e filha explicam o processo dos quatro passos do perdão: Contar a História, Dar Vazão à Mágoa, Conceder o Perdão e Renovar ou Abrir Mão do Relacionamento, além de oferecerem meditações, exercícios e orações para orientar o leitor ao longo do caminho.

“Com cada ato de perdão, seja ele pequeno ou grande, avançamos em direção à completude”, escrevem. “O perdão é o modo como trazemos paz a nós mesmos e ao mundo.”

“A qualidade da vida humana no planeta nada mais é do que a soma total de nossas interações diárias. O perdão é o modo como corrigimos essas interações. É o modo como remendamos os rasgões no tecido social. É o modo como impedimos que a nossa comunidade humana se desintegre. Este livro é um convite para que você trilhe conosco o caminho do perdão.”

Essas frases muito me fizeram pensar e me dei conta de que a base de todas as brigas, assassinatos e guerras é a mágoa, a raiva e o ódio que guardamos dentro do peito. Sei que é difícil de perdoar os outros, e principalmente a nós mesmos, mas pelo visto, o perdão é o nosso maior dom e a nossa única esperança!

Beijos, Mi
***
Essa postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA DE OUTUBRO.

Clique AQUI e saiba como participar.

10 comentários

  1. Gostei, gosto muito desses livro que nos fazem rever certas coisas na vida, que renovam a alma. O perdão acho que é a primeira atitude que o mundo deve tomar para alcançar a paz. Veja por exemplo a Segunda Guerra Mundial, foi gerada pelo ódio, desejo de vingança da Alemanha que saiu totalmente arrasada pelo Tratado de Versalhes na Primeira GM. Se não fosse esse sentimento, a vida de 50 milhões de pessoas teria sido poupadas..

    ResponderExcluir
  2. Concordo Mirelle, o mundo precisa mais de perdão mesmo para resgatarmos nossa humanidade. Tá um caso sério, e cada vez mais os futuros distópicos dos livros, onde a humanidade se destruiu e acabou com o planeta, parecem mais próximos.

    Autor de Mestre de Marionetes
    www.laplacecavalcanti.com

    ResponderExcluir
  3. O perdão cura! Precisamos exercer o perdão diariamente, mesmo sendo difícil. O rancor, a mágoa e o ressentimento aprisionam a alma. Perdoar é libertador e como o livro fala, faz bem pra gente e para os outros.

    ResponderExcluir
  4. Adooorei sua dica de leitura! Historia de livros que faz refletir
    são sempre bons de ser ler! O mundo precisa conhece este livro kkk!
    Mas serio! Precisa e muuuito!

    ResponderExcluir
  5. Mi o tema é bem interessante pois perdão é algo que todos devem aprender..
    Só não é mt meu estilo ler livros desse tipo..

    ResponderExcluir
  6. O título e bem interessante,eu vi um trecho na internet e achei bem legal este livro.
    Vou baixar em pdf e ler em breve.
    Muito boa sua dica de leitura.
    Cantinho da Bruna


    ResponderExcluir
  7. Concordo com tudo o que você falou, Mi! O mundo precisa de mais perdões. O grande problema é que perdoar não é nada fácil. A dica está anotada aqui.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  8. Oi Mi xD

    Achei bonita a capa do livro. Como você falou a base de todas as brigas, guerras é o ódio, que nos deixa cegos e sem ver a verdade. Pedoar de verdade é para poucos e admiro quem sabe fazer isto. Pois nem sempre é facil perdoar o outro.

    Bjs Lucas.

    ResponderExcluir
  9. Adoro livros com essa temática de nos fazer enxergar o lado bom e ruim das coisas e tentar contornar os erros praticando algo bom. A sinopse chamou bastante minha atenção, sem contar que a capa é linda. Com certeza vou dedicar um bom tempo lendo esse livro, ainda mais sendo escrito por um ganhador do Nobel da Paz. Nos dias de hoje, paz, perdão e compreensão são as coisas que faltam para livrar o mundo de boa parcela de "ruindade" que existe. Valeu pela dica, Mi :-)

    ResponderExcluir
  10. Um livro interessante... Nós precisamos aprender mais como perdoar... É um gesto simples, mas muito complicado de se tomar... O orgulho do ser humano impede que muitas vezes perdoemos e, com isso, perdemos momentos e pessoas importantes... Gostei... Parece valer a pena ler...
    Kisses =*

    ResponderExcluir