Falando sobre a Bienal de SP #4 - Perseguindo Hugh Howey

Todos aqui devem estar carecas de saber o quanto sou fã de Hugh Howey, autor de Silo, publicado pela Editora Intrínseca, certo? Quem acompanha o Blog, sabe que o que me motivou a ir a Bienal de SP, foi a vinda dele para o Brasil. O meu maior objetivo da viagem era conhecer Hugh Howey!!!

Levei na mala três presentinhos para ele: um pote de brigadeiro feito por mim, porque também queria que ele provasse desse doce tipicamente brasileiro e dos meus dotes culinários (e por que não? kkk), um pacote cheio de saquinhos de frutas secas e oleaginosas, com coisas que só tem na nossa terrinha (porque ele é todo saudável), e um exemplar do livro Aconteceu na Copa, autografado por mim, no meu conto Os Deuses do Futebol. E ah, não posso esquecer de mencionar a plaquinha mega especial que fiz para tirarmos fotos com ele, sugerida pela Dany, que rendeu muitas risadas e uma carinha de envergonhado do autor.
Assim que organizamos o nosso roteiro de viagem, nos preparamos para conhecê-lo no último dia, 24/08, no bate-papo que ele daria na Arena Cultural. Na minha cabeça era assim que seria.. porém, como vocês já devem ter percebido, nem todos os planos saem como combinados.. e eis que, logo ao pisar na Bienal de SP, no primeiro dia, topamos com Hugh Howey comprando um lanchinho na entrada! Ahhhhhhhhhhhhhhhh! Eu queria morrer de felicidade.

Quem achou ele para nós foi o querido Laplace Cavalcanti, que começou a me ligar feito louco e que, quando atendi, berrava ao telefone dizendo que era para corrermos até a entrada que Hugh estava lá, de camisa roxa. Começou o corre-corre, até estacarmos na frente dele, a certa distância. Nós três nos entreolhamos, emocionados (porque Dany e Laplace são tão fãs quanto eu), e fomos nos aproximando devagar. Quando ele nos enxergou, eu comecei a rir e a apontar para a minha camiseta do Blog, porque uma semana antes eu tinha escrito para ele avisando que eu ia ao evento (já faz um tempo que me correspondo com ele por email) e que estaria uniformizada, para que ele me reconhecesse, e ele respondeu dizendo que "mal podia esperar para me conhecer" (que fofoooo!).

Preciso dizer que me atirei no pescoço dele?? E que quase caí no choro?? Estava tão nervosa que não conseguia falar nada, só olhava para Dany e Laplace buscando por socorro. O Hugh foi incrível. Ele conversou bastante conosco, sentindo-se maravilhado de presenciar fãs tão entusiasmados pelo seu trabalho e por sua pessoa. Laplace e eu apresentamos nossos livros e falamos do nosso sonho de trabalharmos exclusivamente com a escrita, e ele nos incentivou a seguir nossas jornadas. Infelizmente não estava com Silo em mãos, para Hugh autografá-lo, já que nem em mil anos imaginei encontrá-lo passeando assim, tranquilamente pela feira. Ele só não ficou mais tempo conversando conosco porque estava atrasado para uma entrevista. Quando avisamos que estaríamos na Arena para prestigiá-lo no domingo, ele perguntou se não iríamos no sábado no Encontro de Blogueiros da Editora Intrínseca.
Oi?? Como assim?? O que uma coisa tinha a ver com a outra? Sim, nós iríamos ao encontro, já havíamos agendado, o que não sabíamos, é que ele estaria por lá também! Esta era uma surpresa que a Editora havia preparado para seus parceiros e que pegou muita gente no susto. Que demais. Sábado de manhã foi aquela loucura para conseguirmos as senhas de Cassandra Clare e Kiera Cass, isso vocês já sabem (vejam os outros posts).. e o medo de não conseguir chegar a tempo ao encontro, já que eram no mesmo horário? A sorte é que o evento atrasou, então tivemos tempo de sobra para reunir toda a trupi (Mi, Dany, Laplace, Leo, Scheila, Carol, Ellen, Beto e Babi) para participarmos.

Quando Hugh entrou no recinto foi aquele gritedooooo.. ecoado pelos fanáticos de plantão (nós). Quando ele nos viu ali, na primeira fila, explodindo de felicidade, deu um sorriso todo sem jeito. Sim, ele já havia deixado claro que não estava acostumado com toda essa euforia já que se considera um cara comum. Assim, seguiu-se meia hora de bate-papo com Hugh, com direito a muitas perguntas e respostas e uma inteiração maravilhosa entre autor e plateia. Vocês podem conferir a conversa na íntegra, no vídeo que filmei e publiquei no meu Canal do Youtube. Fiquem de olho, porque muitos dos assuntos discutidos são mega interessantes, principalmente no que diz respeito a dicas de escrita para autores iniciantes.

Logo depois, a Editora organizou uma sessão de autógrafos exclusiva para os ali presentes, e distribuiu brindes lindos, contendo uma ecobag diva da Intrínseca, uma camiseta de Silo, e um bótom. Estávamos tão preocupados de conseguir um lugar na pequena fila de autógrafos que nem nos atinamos para os brindes, que acabaram rapidamente, nos deixando chupando dedo.
Quando chegou a nossa vez de autografar, mal podia acreditar que estava realizando um sonho. Entreguei todos os presentes a ele, que ficou lisonjeado, e tiramos muitas fotos. Agradecemos novamente a atenção, e fomos embora felizes da vida. Todos ficaram muito satisfeitos de conhecê-lo. Leo e Scheila se tornaram ainda mais fãs, porque é impossível não se apaixonar pela simplicidade e carisma do autor, e Leo assumiu que imaginava que ele fosse um velho barrigudo, e não tão bem apessoado, vulgo, bonitão.. kkk. Brincando comigo, disse que meu sonho seria casar com ele se eu já não fosse casada, mas respondi que a Dany me roubaria a chance rapidamente. Gente, a Dany é impossível.. kkkk
Como no domingo eu estava podre de cansada e desiludida pelos problemas que tive na fila de Kiera Cass, estava pronta para abrir mão dos meus planos e ir embora mais cedo.. mas a Dany disse: "Já que estamos aqui, vamos ver o Hugh de novo".. kkkk Lá fomos nós, no final da tarde, para assistir a sua palestra na Arena Cultural. Deu uma dózinha quando chegamos, porque o local estava praticamente vazio, comparado aos eventos do dia anterior, com Cassandra Clare e Kiera Cass. Poxa, Hugh é um autor tão fantástico quanto elas e fico triste que a grande maioria ainda não o conheça. Bom, melhor para nós, que temos ele só nosso.. kkkk 

Ele estava bem à vontade, com uma roupa leve e chinelos, como se estivesse em casa, propiciando um clima gostoso e descontraído par a conversa que se seguiu. Durante este bate-papo, uma menina pediu que ele autografasse seu livro e tirasse foto, porque ela tinha que ir embora para pegar o voo, e prontamente Hugh a chamou no palco. Ela chorava de emoção, foi lindo presenciar. Outra garota o pediu em casamento, e ele, de maneira bem-humorada, mostrou a aliança no dedo, dizendo que era casado há 12 anos, mas que sentia-se lisonjeado com a proposta, e que ela era muito bonita.. kkkk Corajosa, hein.
Laplace ficou o tempo todo elétrico, dizendo que queria fazer uma pergunta, dizendo que queria que ele visse que nós estávamos ali.. kkkk Logo no fim, ele levantou a mão para participar, e quando abriu a boca, com o microfone em punho, Dany e eu pulamos dos nossos assentos e começamos a abanar.. kkk o que arrancou risadas de Hugh e um aceno breve. Tadinho, devemos tê-lo assustado, porque ele nunca deve ter sido tão perseguido assim na vida.. kkkk mas era impossível evitar tanta empolgação.

Ao final, formou-se uma rápida fila para tirarem fotos, e ficamos urubuzando ao redor. Nos demos conta de que, durante esta aventura toda, em nenhum momento tiramos uma foto de nós três com ele. Era a única coisa que faltava para encerrar o dia com chave de ouro. E assim o fizemos. Ele nos recebeu com um "Oi, de novo!", e foi tão atencioso como de costume. Quando perguntei se ele já tinha comido o brigadeiro, ele confidenciou que estava guardando para comer no voo de volta.. kkkk De súbito me deu um pânico e só fiquei pensando se ele sabia que tinha que deixar o doce refrigerado. Daí Dany e Laplace trataram de tirar um sarro de mim dizendo que ele teria dores de barriga com o brigadeiro no voo e passaria mal, e seria tudo minha culpa. Imaginem?! kkk
De tudo de bom que aconteceu nesta feira, acho que Hugh Howey foi um dos melhores acontecimentos. Ele sem sombra de dúvida, para nós, foi a grande estrela da Bienal de SP, por tudo o que aconteceu. Tivemos a sorte de encontrá-lo os três dias que passamos perambulando pelo evento. Só temos que agradecer a Hugh, pelo carinho e paciência, e a Intrínseca, por propiciar um encontro tão fantástico com o autor. Fica a dica para as outras Editoras pensarem em eventos como este, prestigiando seus parceiros que tanto dão o sangue o ano todo para honrar as parcerias.

Estávamos tão animados com tudo que aconteceu que na volta para casa, Dany, Laplace e eu tivemos conversas tão sensacionais que renderam na criação de três argumentos para novos livros. Isso que dá juntar três escritores com mentes férteis para bater um papo.. kkk

Espero ter conseguido transmitir como foi fantástica essa experiência. Acho que todos um dia deveriam ter a chance de conhecerem seus ídolos, principalmente quando são pessoas que inspiram a nossa vida, como Hugh Howey.

Grande beijo, Mi
***
Essa postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA DE SETEMBRO.

Clique AQUI e saiba como participar.

31 comentários

  1. Nossa, adorei o post! Você disse que todos deveriam ter a chance de conhecer seus ídolos, mas espero que todos os ídolos sejam tão atenciosos e simpáticos como o Hugh Howey! Não o conhecia, mas já virei fã só pela maneira como tratou vocês haha. Já tive a oportunidade de conhecer uma artista que admiro muito por duas vezes e apesar da correria ela também foi super atenciosa e carinhosa comigo e com minhas amigas, por isso sei o que você sentiu rs. Deu pra sentir a emoção da sua experiência ao ler o post, foi realmente incrível a sorte que vocês tiverem de vê-lo mais de uma vez! Apesar de não terem conseguido falar com a Kiera vocês tiveram a oportunidade de conhecer o Hugh, parabéns pela sua conquista ;)

    ResponderExcluir
  2. Nosso, ele é simpatico e atencioso com os fãs, pena que nem todos tiveram a chance de conhecer a magnifica escrita dele. Pena que não pude ir na bienal, não só conhecer ele mas conhecer também você e outros blogueiros. Hahaha :)

    ResponderExcluir
  3. Oi Mirellee!
    Amei o post, to rindo aqui com a proposta da menian p Hugh, eu tava no evento da intrinseca tb, e praticamente la q fiquei conhecendo o autor, não consegui comprar o livro dele, por causa da fila gigantesca da intrinseca, mas vc me animou d+ a ler, que mega fã vc é rsrsrs

    Bjos!

    www.leituravipblog.com

    ResponderExcluir
  4. Oiiiiii Mi!
    Eu conheci o Hugh Howey na Bienal SP ,ele foi muito simpático e educado comigo não tinha comprado o livro dele mesmo assim tirou uma foto comigo,por ele ter sido educado corri e comprei o livro dele e pedi para ele autografar.
    Encantei com ele,a simplicidade(o dia que ele esta autografando na estande da Intrica ele estava de chinelo,achei aquela atitude dele linda),a educação e a gentileza.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Mi.
    Nossa que sorte a de vocês! Ainda não li esse livro, mas pelo jeito ele deve ser muito bom! E como o autor é simpático! Compensou o episódio nada agradável da tentativa de ver a Kiera.

    ResponderExcluir
  6. As aventuras da Mi na Bienal. Imagino sua emoção quando ele te reconheceu ao apontar pra camiseta.
    Eu vi o livro dele lá no estande da Intrínseca e fiquei curiosa para ler.
    Beijos.

    http://achadosnaestante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Você mais do que conseguiu passar toda a sua experiência.
    O Hugh foi um amor com vocês e tenho certeza que ele achou vocês loucos hahahaha
    Mi, será que ele ficou com medo de comer o brigadeiro?! =O
    hahahahahahahaha
    Todas as pessoas que o encontraram na bienal foram só elogios.. Essa atitude dele com a menina, que ir autografar e tudo mais.. Fofura define <3

    E vem cá, a Dany é alta assim mesmo?! MELDEUS, me senti uma nanica agora hahaha

    Beeijos, Dreeh.
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  8. Morri... literalmente... morri.

    ResponderExcluir
  9. Oi Mi,
    Nossa que bom que a experiência com o Hugh foi melhor do que a experiência com a Kiera.
    Ele parece ser muito simpático.
    Quero muito ler Silo.
    Beijos,

    www.enquantoestavalendo.com

    ResponderExcluir
  10. Nossa cada coisa que aconteceu com vc na bienal que me deixa com vontade de ir la kkk eu quero ir um dia espero que seja legal e nossa o autor é tão simpático eu gostei dele e estou com vontade de ler o Silo *--------------*

    ResponderExcluir
  11. Oi Mi,
    Desconheço alguém que seja mais fã do Hugh Howey do que você haha. Sei que foram muitas decepções e aborrecimentos durante a Bienal, mas pelo menos você conheceu seu autor divo, aliás, tem um kit lindo autografado. Espero que depois de provar do brigadeiro ele passe a amar ainda mais nossa terrinha e resolva vim passear mais vezes rsrs.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  12. Gente que gatooo!kkkk
    Não conhecia o autor,já ouvi falar do livro dele e até me interessei,pois adoro distopias,e realmente não sei pq ainda não comprei para ler.
    Mas depois deste post fiquei mto mais afim de conhecer o autor(não a história kkk) pois me pareceu uma pessoa tão simpática,tão humilde e atenciosa que realmente gostaria de prestigiar sua obra!
    Sorte de vcs encontrarem ele assim,todos os dias!
    E e aposto que ele deve ter amado o brigadeiro!
    Bjus

    ResponderExcluir
  13. Uauuuuu que aventura!!! Adorei como vc descreveu cada detalhe. O Hugh tem a cara ótima, alem de lindão, né? De tanto que ouvi vc falar dele tb quero ler "Silo", ainda não conheço, mas já estou colocando na minha lista tb. Olha valeu a pena essa Bienal, vcs 3 aprontaram todas, é muito divertido ler sobre como tudo aconteceu. Valeu Mi!!! E parabéns pelo sonho realizado e merecido... bjs

    ResponderExcluir
  14. Uau, esse autor é muito bonito, e parece ser bem simpático! Já que eu não conheço as obras ( ou obra ) dele, eu vou dar uma pesquisada e ver sobre o que é. Vamos ver se ele vai ganhar mais uma fã.
    Fiquei muito feliz que vocês tenham realizado um sonho de vocês, de conhecer um escritor que vocês admiram - o que eu ainda não tive a felicidade de realizar. Só imagino como vocês devem ter se sentido!!!
    Ah, e parabéns pela escrita, você realmente escreve muito bem! Estou adorando saber das confusões e alegrias que vocês passaram na Bienal!

    ResponderExcluir
  15. Nossa Mi, que post maravilhoso! Você conseguiu passar muito bem sua emoção e um pouquinho mais, hahaha. Confesso que até algum tempo atrás eu não o conhecia mas de tanto ver sua devoção a ele comecei a prestar mais atenção no autor. Ainda não li nada dele mas o Silo já está lá na estante aguardando um momento em breve para ser lido. Ele parece ser um amor de pessoa, que bom que você conseguiu encontrá-lo não apenas uma mas três vezes. Para você deve ter valido toda a viagem para a Bienal mesmo com aquele estresse da Kiera. Só espero que o Junior não tenha ficado com muito ciúme, hehehe.

    ResponderExcluir
  16. Não conhecia o autor, muito legal que tudo deu certo nesse dia, rsrsrs... Foi uma aventura e tanto essa Bienal de SP.

    ResponderExcluir
  17. Sikm, voce conseguiu transmitit o quao fantastica foi a perseguicao rsrs adorei ler o post foi muito divertido e depois do que passaram vcs mereciam bjs

    ResponderExcluir
  18. Ah, fiquei emocionada com o seu post hehe.
    Deve ser tão bom encontrar com um escritor que você admira tanto e ver que ele é extremamente atencioso com seus fãs. Me tornei fã desse cara agora, sem nem ter lido um livro dele na vida.
    Que bom que o encontro com ele compensou o que você sofreu pra ver a Kiera né hehe
    Espero que eu possa ir na próxima Bienal.
    Beijos, flor

    http://entrelinhaslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Ah Mirelle que saudade de ler seus posts, quando vi Hugh Howe no nome pensei, vou nesse primeiro porque vou me deliciar. E guria imagina a minha cara lendo tudo isso, e vendo as de vocês, que coisa fantástica. Esse sorrisão estampado que quase não cabe mais no rosto. O Hugh realmente parece muito querido, só acho que o coitado vai ficar longe do Brasil por um tempo, ficou assustado com vocês três kkkk Caramba que perseguição, ele olhava pro lado e via vocês kkkkk Incrível a experiência que vocês tiveram, adoraria conhecer o Hugh. Tomara que quando ele ler Os Deuses do Futebol ele te dê um retorno, já pensou que sonho *_* E esse negócio aí de trocar mensagens com ele hein dona Mirelle, o Junior tá sabendo disso é?!!! kkkkk Muito feliz por vocês, tomar que tenhas muitas mais experiências maravilhosas como essa!
    Beijão amiga. Greice.

    ResponderExcluir
  20. Nossa Mi, mais uma vez uma aventura vivida por você. Gostaria de pedir desculpas por que eu não conhecia o autor, só soube dele, quando o vi em um vídeo de um dos booktubers, mas fico muito feliz em conhece-lo melhor com você. Que bom que você escreve, pois é meu sonho também. Pretendo descobrir um pouco mais agora sobre esse livro e claro já virei fã do autor, só pela sua simplicidade.
    Gosto muito dos seus post não dá vontade de parar.
    Beijos
    Poliana Araújo
    TerritoriodasGarotas
    twitter

    ResponderExcluir
  21. Mas essa Bienal só aconteceu coisas boas em... Não acredito que vc conheceu e perseguiu e se jogou no pescoço dele rsrs e tirou fotos e mais fotos com ele. Amei o seu post e devo dizer que me bateu um inveja branca sua rsrsrsrsrs...

    Abçs :)

    ResponderExcluir
  22. Que surpresa otima ter encontrado o autor...
    Olha aunda nao li Silo mas depois dos videos da bienal agora quero muito ler!


    Forever a Bookaholic
    Curta a página do blog

    ResponderExcluir
  23. Aaain q linda vc Mihh!!
    hahaa
    Aliás, q lindos todos vcs ^^
    É mto bom encontrar alguém q admiramos!
    Ficamos todos bobos e elétricos como se tivéssemos 8 anos de idade neah! A gnt esquece até de como se pronunciar as palavras..hahaha
    Adorei o seu relato! dei altas risadas...kkkk

    ResponderExcluir
  24. Oi Mi!
    Tive que rir aqui com o desespero de vocês para conhecerem o Hugh, mesmo sabendo que faria a mesma coisa por vários outros autores... Para falar a verdade, não tinha muita curiosidade sobre Silo, mas a simpatia dele me conquistou completamente, o livro entro para a minha listinha dos que preciso ler, principalmente pelo autor :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  25. Que amor ele é!! *-*
    Não conhecia ele ainda, mas já virei fã só pela humildade e pelo carinho que ele tratou vocês e todos os outros fãs... É realmente maravilhoso poder conhecer as pessoas que você tanto admira... Tbm fui na bienal e tive a oportunidade de conhecer uma autora que amo e que além de tudo é amiga minha... É uma sensação unica né?
    E ai, será que ele teve dor de barriga com o brigadeiro? kkkkkk
    Adorei o post, muito divertido poder acompanhar um pouquinho essa aventura de vcs!
    Kisses =*

    ResponderExcluir
  26. Nossa ele parece ser muuuito carinhoso com os fã que lindeza de pessoa!
    Que sorte enorme que vc tem ! Parece que quando vc nasceu passou o trevo de 4 folhas em sua cabeça ! Meu deus ! Fico feliz que adooorou evento e conheceu este autor super talentoso

    ResponderExcluir
  27. Deve ser maravilhoso conhecer um autor que a gente gosta pessoalmente. Confesso que se fosse eu acho que desmaiava de emoção. Fiquei contente por vocês! Foi muita sorte!

    beijos

    ResponderExcluir
  28. elee ée muito lindo ! gostaria muito de conhecer ele ! ele parece ser super simpatico e bem-humorado !

    ResponderExcluir
  29. Nossa To rindo aqui, com o seu comentário, de que ele devia estar com medo de ser perseguido por vcs, hahahaha .
    Mas ele parece super legal e simpático né, ainda não li o livro dele, mas está no topo da minha lista!

    ResponderExcluir
  30. outra coisa a comentar faz um livro com esse nome uehueheuh -----> Mirelle a perseguidora de escritores :3

    ResponderExcluir
  31. Oi Mi

    Fico imaginando a cara do Laplace, enquanto anda bem de boa, e dá de cara com o Hugh rsrsrsrs Nossa ele realmente é um amor de pessoa, ein ... fiquei comovido quando você descreve que se atirou nos braços dele kkkkkkkkk e a cara de ''sem-jeito'' que ele fez, rsrs. Adorei o post, super engraçado.

    Beijos, Lucas.

    ResponderExcluir