Resenha - Se eu ficar

Resenha - Se eu ficar
Sinopse: "Depois do acidente, ela ainda consegue ouvir a música. Ela vê o seu corpo sendo tirado dos destroços do carro de seus pais – mas não sente nada. Tudo o que ela pode fazer é assistir ao esforço dos médicos para salvar sua vida, enquanto seus amigos e parentes aguardam na sala de espera... e o seu amor luta para ficar perto dela. Pelas próximas 24 horas, Mia precisa compreender o que aconteceu antes do acidente – e também o que aconteceu depois. Ela sabe que precisa fazer a escolha mais difícil de todas."

Mia é uma jovem violoncelista de 17 anos com um talento nato para música clássica. Quando pequena, tinha a ideia de ter sido trocada na maternidade, já que se difere de sua família, não só em termos de gostos musicais, como nas características físicas e emocionais. Mas nada disso no fundo importava, já que via no lar e em seus entes queridos um porto seguro. Todos eram muito unidos, companheiros e se amavam demais.

As únicas preocupações de Mia no momento referiam-se ao seu futuro na música clássica. Seu sonho era ser aceita em Juilliard, mas para isso, ela deveria esforçar-se cada vez mais para se destacar. O problema é que mudar-se para Nova York implicava em deixar Adam para trás, algo que ela ainda não estava pronta para abrir mão.

Certo dia, Mia acorda e se depara com um manto de neve cobrindo o chão lá fora, o que bastou para as aulas serem canceladas e sua mãe pedir folga no serviço. A ideia era aproveitarem o dia para dormir e, no máximo, fazer um boneco de neve na rua. Mas a neve acabou cedendo e derreteu. Assim, a família optou por sair para passear de carro.

Mas o passeio se transformou em tragédia. O carro foi atingido por um caminhão na estrada e foi completamente destruído. Curiosamente, a única coisa que continuou funcionando foi o rádio, e foi nisso que Mia se prendeu, na Sonata de Beethoven que ainda tocava. Isto era um bom sinal, não era? Quando ela olhou para si, continuava vestida de igual modo quando saiu de casa, sem nenhum ferimento ou marca de sangue. Mas bastou olhar ao redor para se dar conta do fatídico resultado.

E foi assim, com sirenes ao fundo, que Mia compreendeu que não estava morta, mas que havia saído do seu corpo e estava fadada a absorver o impacto do desastre, sozinha. Mia acompanhou seu corpo até o hospital, participou das diversas cirurgias realizadas, assistiu seus parentes e amigos lotarem a sala de espera ansiando por notícias e observou de camarote o triste desenrolar dos fatos.

Agora, cabia a Mia decidir o que fazer de sua vida: voltar e seguir em frente, encarando a dor e a tristeza e um futuro incerto, ou desistir de viver, algo que talvez fosse mais fácil e indolor. Seus avós, Kim, sua melhor amiga, e principalmente Adam, queriam que ela ficasse.. mas e ela? Será que ela queria ficar?

Querem saber o que vai acontecer? Então leiam!

***

Faz muitooo tempo que escuto burburinhos por causa deste livro na blogosfera. Todos estavam ansiosos pela sua publicação, principalmente, porque no dia 04/09/2014, Se eu ficar será lançado nos cinemas de todo o Brasil. Então eu queria correr para ler a história original antes.

Assim que a minha caixa de agosto da Novo Conceito chegou, Se eu ficar foi a minha primeira escolha de leitura. Palmas para a diagramação do livro, bem como para seu projeto gráfico, que estão impecáveis. A obra conta inclusive com extras imperdíveis. Ao final da história, somos presenteados com entrevistas exclusivas com os atores que interpretarão Mia e Adam nas telonas.

Minha conexão com Mia foi imediata. O livro é narrado em primeira pessoa, os capítulos são curtos, como gosto, e de fácil assimilação, assim como o texto é intercalado entre eventos ocorridos no passado e no presente. Desta forma, é possível traçarmos um panorama a respeito de toda a vida de Mia, conhecermos seus anseios, temores, esperanças, e nos conectarmos com as suas dúvidas sobre se deve ficar ou não.
"Num dos cantos da UTI, em meio ao silêncio, começo a pensar de verdade sobre todas as coisas terríveis que venho ignorando até agora. Como seria se eu decidisse ficar? (...) Não estou certa de que este é o mundo ao qual pertenço. Não tenho certeza se quero acordar."
No fundo, a história de Mia assemelha-se a de qualquer outra adolescente, agravada, naturalmente, pelo acidente de carro que, surpreendentemente, estampou logo as primeiras páginas do livro e foi descrito de maneira poética, apesar de forte. A despeito de ter sido interessante saber um pouco mais sobre ela, sua família, Kim e Adam, foram as cenas ambientadas no hospital que mais me chamaram atenção.
"Percebo agora que morrer é fácil. Viver é que é difícil."
É claro que não posso deixar de mencionar a incursão que fazemos no mundo da música clássica. Foi muito interessante aprender um pouco mais sobre o assunto e dividir com Mia o seu amor pelo violoncelo, que chegava a ser palpável. Apesar de Se eu ficar ser um livro jovem adulto, ele não se limita aos clichês de histórias desse gênero. Gayle escreve um texto inteligente, com um desenvolvimento fluido, e cheio de significados, com personagens tão reais e carismáticos que é impossível não se envolver com as suas histórias.

Junto com o livro, a Editora nos enviou um balde de pipoca, com um saquinho de pipocas de microondas dentro, e dois pacotinhos de  lencinhos de papel, para o caso de nos debulharmos em lágrimas. Eu não cheguei a chorar lendo o livro, mas lembro de ter me emocionado fortemente em dois trechos que arrasaram o meu coração.
"— Tudo bem. Se você quiser partir — diz ele. — Todos nós queremos que você fique. Eu quero que você fique mais do que já desejei qualquer outra coisa na minha vida."
Quando cheguei ao final, quase quis jogar o livro longe. Juro, não sabia que se tratava de uma duologia e as últimas linhas foram tão significativas que fiquei morrendo de medo da história não ter uma continuação. Então meu alívio chegou a ser audível quando, ao virar mais umas páginas, me deparei com um trecho exclusivo de Para onde ela foi, sequência de Se eu ficar, que tem previsão de ser lançada ainda esse ano. Mal posso esperar.

Por fim, só posso dizer, rendam-se a essa história de amor, permeada por muitos dramas pessoais, e descubram os limites da vida e da morte.

Se eu ficar - Gayler Forman
Livro 01   
Editora Novo Conceito
224 páginas    
Comprar: Saraiva 
***
Essa postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA DE AGOSTO.

Clique AQUI e saiba como participar.

19 comentários

  1. Será a minha próxima leitura. Estou realmente ansiosa quanto a esse livro devido as críticas positivas que vi.
    Espero curtir tanto quanto você :)

    Beijocas,
    http://www.segredosentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  2. To muito ansiosa para ler esse livro ! A capa ta linda e é o tipo de história que eu vou gostar! Aí Mi, vi teu vídeo de caixinha de correios e Ah que vontade de ter aquele balde de pipoca fofo haha, beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem fala Bia, quase morri quando abri a caixa e vi tanta belezura.. kkk Beijos

      Excluir
  3. Oi Mi,
    Esse livro é só amor!
    Eu simplesmente amei e não vejo a hora de chegar o dia do lançamento do filme.
    Fiquei super emocionado vendo o trailer, imagina o filme!
    Eu não sabia que esse livro tinha continuação, só fui saber quando terminei de ler.
    Confesso que não gostei muito do primeiro capítulo do próximo livro, parece que não vai seguir a mesma linha de pensamento (impressão minha).
    Dei 5 estrelas + <3

    www.enquantoestavalendo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcelo, tive a mesma sensação que você. Comecei a ler o 1º capítulo da sequência e tanto não gostei que parei de ler.. pensei, não vou estragar a emoção do momento. Espero que tenha sido só uma primeira má impressão, né?! Beijos

      Excluir
  4. Confesso que esperava mais do livro... tava esperando tanto pra ler, maaass.....
    Cheguei na metade dele e sigo devagar. Agora que li aí em cima que tem continuação, me desestimulou um pouquinho mais :(
    Vou terminar e ver no que dá ... bjkinhas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yara, senti o mesmo.. ele também não conseguiu me arrebatar como imaginava, mas ainda assim é uma bela história. Beijos

      Excluir
  5. Oi Mi,
    Eu me apaixonei pela capa deste livro!
    Não vejo a hora de poder ler ele!
    Eu também não sabia que esse livro tinha continuação!
    Adorei a resenha!
    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não sabia e quase tive um treco no final.. kkk Espero que goste. Beijos

      Excluir
  6. Mi,
    Se eu ficar também foi uma grata surpresa para mim... Conheço o livro desde de sua antiga editora, mas nunca o li, acho que pela capa sem graça! Agora ele teve toda a atenção que merecia.
    Não entendi porque o livro perdeu uma estrelinha, me conta?
    Eu tenho mania de fazer uma investigação quando pego o livro, então já tinha visto que no final tinha duas entrevistas com os atores e o primeiro capítulo da continuação, mas por incrível que pareça, diferentemente de todas as outras vezes, não fui em busca de spoiler, resolvi esperar a decisão dela ficar ou não, junto com ela e sofrer todas as suas dores. O que mais me doeu foram as lembranças e a história meiga e super fofa com o irmão (difícil isso né?!).
    Também tive vontade de jogar o livro longe, mas por outra razão que não a história em si, mas por sua continuação. :(

    Beijos
    Chrys Audi
    Blog Todas as coisas do meu mundo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então amiga, ele não conseguiu me arrebatar como esperei. Gostei, achei bonito, mas não me conectei aos dramas dos personagens. É como se estivesse distante, vendo tudo.. e confesso que cheguei a gostar mais dar partes do hospital do que das lembranças da menina.. kkk Beijos

      Excluir
  7. Estou louca pra ler esse livro, não só porque estão falando muito bem, mas tbm porque tem um enredo que chama a atenção e essa capa é maravilhosa.

    ResponderExcluir
  8. Ouvi comentários muito positivos sobre esse livro. Achei-o muito interessante e fiquei morrendo de vontade de ler. Também achei a capa muito bonita e chamativa. Impactos em livros é um dos fatos que mais me interessam.
    Gostei muito da sua resenha!
    Beijão
    Tão doce e tão amarga.

    ResponderExcluir
  9. Oi Mi,
    Estava lendo a resenha e quando cheguei no final não consegui conter os risos, você ficou com vontade de jogar o livro longe? Calma rsrs, eu fiquei sabendo que era uma duologia bem depois o bom é que a previsão de lançamento é essa ano ainda ^^, acho que vou esperar um pouquinho para lê-lo, para ver se as expectativas diminuem.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  10. Oi Mi
    Então sinceramente quero este livro tudo bom diz que ele e lindo e suuuuuuuuuuuuuper bem feitooo
    adorei a capa

    ResponderExcluir
  11. Confesso que de cara, esse livro não me chamou tanta atenção assim. Depois que rolou todo esse barulho em relação ao livro e ao filme, minha curiosidade aumentou consideravelmente. Acho legais as histórias que abordam experiências extra-corpóreas. Nos faz refletir bastante sobre muitas coisas das nossas vidas. Agora é aguardar pra ver se a adaptação fará jus ao livro.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  12. Mi, confesso que o burburinho é grande na blogosfera e eu estou tentada a lê-lo faz um bom tempo. Quanto a diagramação a NC sempre capricha. É incrível como a editora faz isso de forma incrível, magnífica.

    M&N | Desbrava(dores) de livros

    ResponderExcluir