Resenha - Primeiro episódio do Seriado Outlander

Resenha - Primeiro episódio do Seriado Outlander
Sinopse: "Claire Randall (Caitriona Balfe) é uma enfermeira em combate em 1945. Ela é misteriosamente transportada através do tempo e mandada para 1743, e sua vida passa a correr riscos que ela desconhece. Forçada a se casar com Jamie Fraser (Sam Heughan), um cortês e nobre guerreiro escocês, um relacionamento apaixonado se acende, e deixa o coração de Claire dividido entre dois homens completamente diferentes, em duas vidas que não podem ser conciliadas."

E aí pessoal, hoje trago uma dica muito boa de seriado para vocês. Alguém aqui já ouviu falar no Outlander? Ele é o mais novo seriado da Starz, que estreou nos Estados Unidos no dia 09/08/2014.

Para quem não sabe, a série televisiva de Outlander foi baseada no livro de mesmo nome, da renomada autora Diana Gabaldon, que foi publicado no Brasil pela Saída de Emergência no início desse mês.

Desde que ouvi falar sobre Outlander fiquei maluquinha, pois a história combina dois elementos dos quais sou tremendamente fã: viagem no tempo e romance histórico. E para melhorar a situação, se passa na mágica Escócia. Assim que pude, assisti ao primeiro episódio e vim correndo trazer a minha impressão inicial sobre a série, que, em princípio, terá dezesseis episódios.
Resenha - Primeiro episódio do Seriado Outlander
Fazia seis meses que a segunda guerra mundial havia acabado. Claire, que durante cinco anos trabalhou como enfermeira nos campos de batalha, estava tentando refazer a vida ao lado do marido, Frank, que não via há tempos. Eles tinham sido separados pela guerra. Tudo o que Claire mais queria era finalmente ter um lar para chamar de seu e levar uma vida modesta, sem contratempos, para esquecer os horrores pelos quais passou.

Sendo assim, Frank e Claire saíram numa segunda lua de mel e foram para Inverness, na Escócia. A viagem meio que mascarava as reais intenções do casal, de redescobrir um ao outro e retomar a relação depois de tanto tempo afastados. Claire, que havia sido criada por um tio arqueólogo, depois que seus pais morreram, e aprendeu tudo o que uma menina não devia, cresceu e desenvolveu um grande interesse por botânica e ervas medicinais. Frank era historiador, e tinha acabado de aceitar um emprego como professor em Ofxord, que iniciaria em duas semanas.

Não foi à toa que o casal havia escolhido aquele destino para descansar. Frank estava obcecado por sua árvore genealógica e descobriu que um dos seus antepassados, chamado Jonathan Randall, viveu ali, em 1740. Durante vários dias, Frank e Claire passearam por ruínas históricas e montanhas que foram cenários de batalha entre os exércitos britânico e escocês.

Curiosamente, a chegada de ambos a Inverness coincidiu com o período de Samhain, mais conhecido como Halloween. Na Escócia, o povo era muito supersticioso e mantinha diversas tradições celta de rituais e adoração de deuses, um prato cheio para Frank, que estava se deliciando com a imersão naquele universo repleto de lendas.

Certa manhã, ele convidou Claire para assistir a uma cerimônia num lugar chamado Craigh na Dun. Lá, diversas bruxas rodopiavam num círculo de pedras que foram trazidas da África por celtas gigantes, de acordo com o folclore local. Claire ficou hipnotizada com a dança, a música e a devoção daquelas mulheres, mas ela sabia que não deviam estar ali, espionando um rito tão antigo e poderoso.

Depois de encerrado o ritual, Claire se deparou com uma flor que chamou sua atenção, mas não soube identificar qual era. Cismada, retornou novamente ao local, sozinha, no intuito de coletar e classificar a pequena planta, mas foi atraída por uma daquelas pedras ancestrais, misteriosamente. Ao tocá-la, sentiu-se no olho de um furacão e caiu desacordada.

Ao despertar, se viu em meio a um tiroteio. Confusa e desesperada, correu para encontrar o carro que tinha estacionado ali perto, mas não o encontrou. Fugiu, com medo de ser pega, e caiu nas garras de um malfeitor que era nada mais, nada menos, do que Jonathan Randall. Mas como poderia ser? E o mais impressionante é que Black Jack, como era chamado, era a cara do seu marido Frank.

Claire lutava para manter a mente sã, e sua racionalidade recusava-se a acreditar no que via, mas no fundo ela sabia que não estava mais no século XX. Em questão de poucos dias, Claire já havia sido agredida, ameaçada, sequestrada e quase estuprada. Ainda assim, ela desconfiava que a sua jornada não havia nem começado.

O que será da vida de Claire? Será que conseguirá retornar para o seu tempo e reencontrar Frank

Pelo visto, todos teremos que assistir para sabermos mais... e olha que este foi apenas o primeiro episódio.

***
Resenha - Primeiro episódio do Seriado Outlander
Quando o primeiro episódio, de praticamente uma hora de duração acabou, virei para o Junior com os olhos arregalados e gritei "Quero mais, agora!". Foi o primeiro sentimento que me assolou. Preciso saber de tudo o que irá acontecer com Claire, para ontem, mas sei que terei que aguardar as próximas semanas de martírio para desvendar essa história.

A conexão que tive com a trama foi tão imediata que chegou a me arrepiar. Adorei os personagens, o cenário, a trilha sonora, o desenvolvimento do enredo, as narrativas feitas pela bela voz da protagonista, tudo! Além disso, me senti transplantada para dentro da história e, de vez em quando, chegava a fechar os olhos quando uma música celta ou escocesa tocava e conseguia me enxergar caminhando pelas ruas de Inverness, ou então, cultivando as minhas próprias ervas no jardim, ou participando daqueles rituais pagãos. Eu nasci na época e no local errado :(

Claire é nitidamente uma mulher a frente do seu tempo, talvez por causa da criação que teve, ela possui a perfeita combinação entre o masculino e o feminino. Forte, destemida e com um gênio e personalidade forte, ainda assim é capaz de ser delicada, amorosa e muito apaixonada. Achei divertidíssimas as cenas de Claire com o exército escocês, quando ela dá ordens e fala sobre coisas que eles nunca ouviram falar, deixando-os atordoados, desconfiados, mas ao mesmo tempo admirados. Como uma mulher era capaz daquilo tudo, ainda mais naquele século?

Fiquei surpresa quando vi o ator de Frank também interpretando Black Jack. Apesar de Frank ser meio apático e da relação dele com Claire ser de aparência, eu tinha gostado do jeitão dele. Agora, provavelmente vou odiá-lo, porque será difícil dissociar ambos personagens. Na verdade, acho que Claire sentiu o mesmo que eu quando encontrou o soldado pela primeira vez.

Não tenho a mínima ideia do que irá acontecer daqui para frente, pois não li os livros e não me aprofundei pesquisando para manter os elementos surpresas, mas posso dizer que estou muito curiosa. Outlander promete muita ação, aventura e romance. Se a série mantiver a qualidade do primeiro episódio, já digo que será um sucesso. E se os livros forem tão bons quanto a série, preciso lê-los imediatamente. 

Outlander é um seriado mais adulto, com personagens mais complexos e humanos e traz em seu contexto a discussão sobre as nossas escolhas e a dificuldade que, às vezes, temos de viver o presente, sempre nos preocupando com o futuro. Bom, em alguns casos, o futuro pode não chegar, em outros, podemos relembrar de um futuro que nunca existiu. Como conviver com isso? Que tal assistirmos para descobrir? 

Para os curiosos, confiram aqui a lista de personagens do seriado:
Resenha - Primeiro episódio do Seriado Outlander
Para quem se interessou pela história de Outlander, não deixem de ler o livro. AQUI vocês podem conferir o post que fiz sobre a obra de Diana Gabaldon.

Compre aqui: Saraiva

Leia um trecho de Outlander AQUI.

Vejam abaixo trechos do seriado, com direito a comentários dos atores e de Diana Gabaldon sobre  a adaptação de sua obra.

Outlander
Starz
1ª Temporada - 16 episódios
 
Espero que gostem tanto quanto eu. Depois me contem o que acharam :)

Beijos, Mi
***
Essa postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA DE AGOSTO.

Clique AQUI e saiba como participar.

15 comentários

  1. Eu li o livro!
    Estou doida para assistir a série, ansiosa.
    Sempre gostei de música celta e estórias que se passassem em séculos passados, e combinadas com um romance, quem não adora? Haha
    Adorei conhecer seu blog, muito sucesso.

    =*=*

    ResponderExcluir
  2. Oi, Mi!
    Eu também amo séries que contém viajem no tempo e plano de fundo histórico!
    Eu tinha sim ouvido falar de Outlander, mas estava esperando um tempo para começar a assistir a série. A história combina elementos cativantes e, quando assisto algo assim, geralmente me envolvo profundamente com cada personagem, cada situação...
    Aliás, Outlander já está na minha lista de downloads. Assim que eu terminar de ver Fringe, acho que vai ser a próxima série. Valeu pela dica!

    Abraços,
    Diego.

    pecasdeoito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Own Mi, acabei de assistir o episódio... Vi você falando com tanta euforia e corri para baixar e assistir o episódio, isso porque já estava louca para ler o livro, mas estava me segurando porque da falta de tempo e do tamanho gigante dele. Agora no entanto, além de acompanhar assiduamente os próximos episódios pretendo ler o livro com certeza.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. tanto a série quanto o livro tem a promessa de serem grandes lançamentos!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Mirelle,
    Essa capa é maravilhosa, fiquei apaixonada por ela. Só pelas imagens, eu já senti alguma coisa, pois adoro romances históricos. Ao ler as suas atitudes após acabar o primeiro episódio eu decidi: tenho que assistir! Mas primeiro vou procurar o livro para ler. Obrigada pela ótima dica!
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Mii, você gostou mesmo hein?! haahahaha
    Eu estou super na duvida se assisto ou não.. mas de qualquer forma, não iniciaria agora.. esperar semana a semana para assistir ao proximo capitulo?! Isso não é para mim..
    Pelo que você falou, acho que vai gostar de Reign.. já assistiu?!

    Beeijos, Dreeh.
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  7. Oi Mi,
    gostei muito da fotografia da série, promete lindas cenas.
    Como eu te falei na resenha do livro, a história não me chamou tanta atenção.
    Minha parada é futuros distópicos, não sou muito chegado a passado não!

    Beijos,

    www.enquantoestavalendo.com

    ResponderExcluir
  8. I have all her books and love love them. Waiting for the first Outlander on TV was like being a kid and waiting for Santa Claus

    ResponderExcluir
  9. Oi Mi,
    Ando numa correria que estaria mentindo para você se eu dissesse que estou com minhas séries em dia =( está tudo atrasado e não quero começar mais uma para fica inacabada, mesmo recebendo excelentes críticas, não quero começar o seriado, mas o livro eu quero muito *---* principalmente pelo cenário em que a história se passa.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  10. Na verdade não sei quase nada dos livros nem da série a única coisa que sei é que é sobre viagens no tempo, e isso me deixou fascinada, vou ver se consigo assistir...

    ResponderExcluir
  11. #MORRI Estou pirando ! Quero muito ver essa série !_!

    ResponderExcluir
  12. Fiquei apaixonada pela série assim como você após terminar de assistir o piloto. Que série mais bem feita, ótima fotografia e uma história interessantíssima. Vou continuar acompanhando e assim que terminar a primeira temporada vou embarcar nas aventuras do livro, que adiei tanto para ler mas agora não terei mais desculpas pois com certeza é uma história incrível.

    ResponderExcluir
  13. Queroo muitoooooooooooooo ler o livro primeiro eu simplesmente adoreii a historia
    ela minha cara ahahah depois irei assintir o filme !

    ResponderExcluir
  14. Li muito elogios em relação a esse série. Assim como você, também acho que nasci na época e no local errados. kkkkkkk
    Quando o primeiro episódio termina e nos deixa com essa sensação que você teve, não tem pra onde correr. É só ficar na aflição para o desenrolar, e torcer pra que não estraguem a história.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  15. A série parece incrível, Mi.
    Eu vi o lançamento do livro, ele é enooooooooorme. O trabalho da série deve ser fantástico, essa coisa de envolver a Guerra e tudo o mais. Os personagens bem maduros e alguns eu até já vi, mas outros são desconhecidos para mim.
    Vou querer ler e assistir a série, sem dúvida.

    M&N | Desbrava(dores) de livros

    ResponderExcluir