Resenha - Paixão Irresistível

Resenha - Paixão Irresistível
Sinopse: "O que acontece em Las Vegas... fica em Las Vegas!!! Quando os amigos de Bennett finalmente o arrastam para sua despedida de solteiro, sua primeira parada não acontece exatamente como esperado. Seus planos para um fim de semana apenas com os caras desmoronam completamente quando Bennett e Max fazem de tudo para se encontrarem secretamente com as mulheres que amam. Mas quando o solteirão Will Sumner começa a desconfiar, os dois percebem que terão que unir forças se quiserem mais algumas escapadinhas sexys em Las Vegas. Chloe Mills e Bennett Ryan estão de volta para uma última aventura antes do casamento – mas talvez eles não queiram nunca mais ir embora!"

ATENÇÃO! ESTE LIVRO É UM ROMANCE ERÓTICO E POSSUI CONTEÚDO ADULTO.

ATENÇÃO! Pode conter spoilers dos livros Cretino Irresistível, Cretina Irresistível e Estranho Irresistível. Leiam por sua conta e risco. 

Bom, como vocês já devem ter percebido, eu sucumbi à curiosidade e dei sequência na série, uma vez que descobri um tal casamento nos livros seguintes. Apesar de Cretino Irresistível não ter sido um dos meus livros favoritos, de curiosidade morreu o gato. Podem me chamar de gata. 

Chloe e Bennet estão de volta em Paixão Irresistível, desta vez, acompanhados por Max Stella, Sara Dillon (de Estranho Irresistível), Henry Ryan e Will Sumner. A história tem como novo cenário as boates e cassinos mais luxuosos de Las Vegas. Não, não se trata de uma viagem em grupo para testar a sorte dos casais mais tarados por seus pares de que já se ouviu falar. É uma despedida de solteiro, e as coisas estão prestes a esquentar. 

Bennet Ryan estranha quando Chloe e as namoradas e esposas de seus amigos não reclamam da despedida de solteiro em Las Vegas. Elas afirmam que irão para as montanhas buscar sua própria diversão. Sozinhos em Vegas e com a cidade do pecado ao alcance de sua conta bancária generosa, os meninos começam os trabalhos em uma boate de striptease VIP, com direito a quartos de apresentações privadas, refúgios e as mais diversas possibilidades de saciar os desejos masculinos.  

Bennet e Max são apaixonados convictos, e a ideia de se divertir com outras mulheres que não as suas próprias não lhes parece nada convidativa. Mas Will Sumner não está para brincadeiras, e como o playboy irresistível e solteiro irrefutável que é, não pretende que nenhum de seus amigos desperdice o passe livre da ocasião.

Com ideias opostas para o final de semana, Max põe em prática seu plano para ele e Bennett, e um jogo de gato e rato se inicia em que o prêmio é conseguir desfrutar de momentos ao lado das mulheres que amam. 


***

Apesar de a história ser narrada intercaladamente sob as perspectivas de Bennet e Max, que nos contam fatos isolados que vivenciam, a trama se foca principalmente no ponto de vista do Bennet.

Como não li Estranho Irresistível, fiquei perdida nas poucas partes em que o Max relatava sua intimidade com Sara, e cá entre nós, não fiquei nem um pouco a fim de ler o livro que conta a história dos dois. Não tenho preconceitos literários, mas a intimidade deles é pública demais para mim e sei que não acharia excitante.

Neste volume, foi Will Sumner quem me chamou mais atenção, e talvez eu até de uma chance para Playboy Irresistível só pra ver o irritante solteiro convicto de quatro por alguém. Já Bennett Ryan me decepcionou bastante, especialmente porque não consigo associar poder a um cara que se torna literalmente o cachorrinho da namorada. Achei-o bastante descaracterizado neste conto e o final da trama foi muito previsível. Aliás, o livro todo passa a ser, a partir do momento em que você percebe qual é o jogo. Não existem grandes surpresas.

Quando topei participar do blog com a Mi ela sabia dos riscos. Eu sofro de um terrível  mal de excesso de honestidade. E não vou mentir para vocês, essa série foi a que mais me decepcionou nos últimos tempos.

Mais uma vez um livro de apenas cem páginas com diagramação para ocupar espaço. Paixão Irresistível e Cretina Irresistível poderiam perfeitamente ser lançados em um único volume de contos da série Irresistível. E mesmo assim o livro ainda não seria muito grosso. Como leitora, me senti enganada por pagar por dois livros absurdamente curtos e sem um “plot” convincente. 

Quero dizer, ok, despedida de solteiro em Las Vegas, o jogo de gato e rato que até rende alguns momentos engraçados, e claro, cenas quentes que são a marca da série, mas não existe nenhuma grande história por trás de nada. Não existe um conflito, um ápice ou qualquer argumento que embasa as boas histórias. Não há surpresas. São basicamente seus bons e velhos amigos Bennet e Max sentados ao seu lado tomando um whisky e te contando como foi a despedida de solteiro do Sr. Ryan. E a conversa não duraria 20 minutos. 

Mas como eu disse, sou curiosa. É possível que eu venha a ler Playboy Irresistível e quem sabe também o último da série, Beautiful Beginning. Mas se fosse para eu indicar a série para alguém, seria honesta em aconselhar que a pessoa se ativesse aos livros principais (Cretino, Estranho e Playboy). Cretina e Paixão são dois livros para serem lidos apenas nos casos de dinheiro, tempo  e curiosidade sobrando. 

Paixão Irresistível - Christina Lauren
Livro 2,5
Série Beautiful Bastard
Editora Universo dos Livros
112 páginas
Comprar: Saraiva
*** 

Essa postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA DE AGOSTO.  

Clique AQUI e saiba como participar.

11 comentários

  1. Eu já li Cretina irresistível , mas eu não gostei dos livros! Me decepcionou também , comparado com os new adults! Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia, então, na verdade eles são romances eróticos, bem diferentes dos new adults. Mesmo assim, não são livros que me atraíram. Beijos

      Excluir
  2. Oi,
    Já ouvi falar dos livros anteriores e não me interessei muito.
    Já li esse gênero, mas eram bem suaves as passagens picantes, nada muito descarado.
    Esse livro parece ser bem descaradinho, rs rs rs.
    Não que eu não goste, mas prefiro ler outras coisas por enquanto.
    Beijos,

    http://www.enquantoestavalendo.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkk pelo visto o que você viu não era romance erótico então, Marcelo.. porque os livros desse gênero costumam ter cenas de sexo explícitas. Beijos

      Excluir
  3. Não gosto de ler romances eróticos, não me sinto muito a vontade. Isso pode parecer estranho, mas simplesmente não dá pra mim.
    Beijos
    Tão doce e tão amarga.

    ResponderExcluir
  4. Haha, eu li muitas críticas negativas em relação aos contos então acho que se eu chegar a ler a série (o que eu não garanto já que não é meu gênero favorito), com certeza eu pularia os contos, parece que só tem pegação, nada de história =(
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  5. Não gosto do gênero e não tenho nenhum interesse nessa série....

    ResponderExcluir
  6. Iniciei a série mas fiquei com uma preguiça de continuar, hahaha. Mas assim como você sou curiosa e ainda vou terminar de ler a série toda mesmo sabendo que não é lá grande coisa,rs.

    ResponderExcluir
  7. Infelizmente nem li a resenha pois sou de menor !
    Mas parabens pelo post

    ResponderExcluir
  8. Nossa! Que coisa mais deprimente, né?!?! Sinto pena das árvores que foram derrubadas para que esses dois contos/livros fossem lançados #venenoescorrendo kkkkkkkk
    Já não curti a parte em que você fala que o protagonista foi completamente descaracterizado. Fica parecendo que não é a mesma personagem da série principal. Enfim, como não tenho dinheiro de sobra, acho que esses contos vão passar despercebidos.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  9. Adorei sua sinceridade, Dany. Fico inconformada quando a pessoa exagera na diagramação só para aumentar o espaço e dividir os livros sendo que poderia ser muito bem apenas um.
    Li dois livros brasileiros que é uma série de cinco volumes. O primeiro livro é simplesmente perfeito, o segundo é nada mais do que enrolação. Se diminuisse a diagramação daria tranquilamente para colocar na primeira obra. Imagine as outras... Eu nem quis mais saber.Perdi o encanto pela autora

    M&N | Desbrava(dores) de livros

    ResponderExcluir