Resenha - Filme Sex Tape: Perdido na nuvem

Resenha - Filme Sex Tape: Perdido na nuvem
Sinopse: "Jay (Jason Segel) e Annie (Cameron Diaz) são um casal ainda muito apaixonado, mas dez anos de casamento e dois filhos esfriaram a paixão. E eles decidem recuperá-la - por que não? - fazendo um vídeo caseiro, no qual experimentam todas as posições do livro, A Alegria do Sexo, numa maratona de três horas de duração. Parece uma ótima ideia, até que eles descobrem que seu vídeo mais íntimo veio a público. Em pânico, eles vivem uma noite muito louca de aventuras - rastreando ligações, enganando o chefe de Annie com a ajuda de amigos - tudo para recuperar seu vídeo, sua reputação, sua sanidade e, mais importante, o seu casamento."

ATENÇÃO! ESTE FILME POSSUI CONTEÚDO ADULTO. NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE IDADE!

Jay e Annie eram namorados apaixonados. Quando se é jovem e se tem disposição, fica difícil desgrudar por um sequer minuto. Tudo o que queremos é desfrutar da companhia do parceiro, principalmente quando se tem sintonia na cama. E era exatamente assim com Jay e Annie, até ela descobrir que estava grávida e decidirem se casar.

Em princípio, pode ter parecido uma decisão precipitada, afinal, eles eram tão novos e tinham uma vida toda pela frente, mas estavam convictos de que enfrentariam qualquer adversidade juntos, e de que nada mudaria na sua relação. Mas quem é casado e tem filhos sabe que as coisas não são bem assim. Em meio a rotina e tantas atribulações, Jay e Annie deixaram de ter momentos a sós, e a chama da paixão, antes tão explosiva, se apagou.

Annie e Jay faziam parte de um time "bem-sucedido", ele trabalhava fora e trazia dinheiro para casa, enquanto ela cuidava dos filhos e abastecia um blog sobre maternidade. Seu blog havia ficado conhecido, e Annie estava sendo cotada para se tornar a garota propaganda de uma marca muito famosa: Os Irmãos Flautistas.

Jay trabalhava numa emissora de rádio e tinha um hábito curioso, ele era fanático por iPads. A cada novo aparelho lançado, ele comprava e dava o antigo para alguém. Como todos amavam as suas playlists, Jay mantinha os aparelhos sincronizados, sem limpar seus dados antes de presenteá-los para que, no momento em que subisse alguma música nova no seu iPad, todos os amigos também pudessem desfrutá-la.

O casamento de ambos ia bem, com exceção da vida sexual, que antes era tão ativa e agora não mais. Annie não se lembrava de quando tinha sido a última vez que tinha feito sexo com o marido, ou de quando ele olhara para ela nua, com prazer e desejo, como fazia quando namoravam. Agora, caso quisessem transar, precisavam colocar tal "tarefa" na agenda e rezar para que sobrasse tempo ou disposição. Mas Annie estava cansada dessa situação. Queria reacender a chama da paixão pelo seu marido, mas não sabia como. Até ter uma ideia.

Numa noite, em que estavam sozinhos em casa pela primeira vez em muito tempo, Annie propôs a Jay que fizessem um filme pornô, só para a sua diversão. Isso acabou motivando o casal e, depois de muitas doses de tequila e três horas de sexo intenso nas mais diversas posições, o vídeo estava pronto. Annie implorou a Jay que apagasse a gravação, mas ele esqueceu. Para piorar a situação, a filmagem caseira foi parar na "nuvem" e foi sincronizada em todos os iPads que Jay já teve, aparelhos esses que não estavam mais em sua posse.

Annie ficou apavorada e revoltada com Jay, agora todos, incluindo sua mãe, seu chefe, seus amigos e até o carteiro, iriam assistir àquele vídeo íntimo, acabando com a sua reputação e os humilhando até a morte. Eles precisavam dar um jeito de recuperar os iPads e deletar o vídeo antes que alguém pudesse ver. Mas numa época em que tudo é compartilhado rapidamente com um único click, será que eles serão capazes de evitar a viralização da "sex tape"?

Querem saber o que vai acontecer? Então assistam.

***

Preciso confessar, quando ouvi falar desse filme pela primeira vez, achei que se tratava de um filme pornô e não me interessei nem um pouquinho. Mas daí soube que Cameron Diaz estava no elenco, e resolvi me informar melhor sobre o assunto. Quando vi o trailer, amei a proposta do longa, afinal, hoje em dia todos estamos a mercê de um compartilhamento indevido ou de uma superexposição na internet de um conteúdo que não queiramos que os outros vejam.

Então lá fui eu com o Leo, assistir Sex Tape em cabine de imprensa, e simplesmente passei mal de tanto rir. Sex Tape é um filme de comédia romântica, apesar de ser bem apimentado e ter cenas levemente explícitas de nudez e um linguajar adulto. Portanto, não recomendo para menores.

O enredo não merece um Oscar, mas é no mínimo interessante. Gostei da abordagem sobre as dificuldades no casamento e de se encontrar um tempo a dois, do resgate da paixão e do quanto nos dias de hoje tentamos viver sob as aparências, escondendo quem realmente somos, e principalmente, amei a discussão sobre a falta de privacidade na era da internet. Foi engraçado ver adultos que não manjam nada de tecnologia e da rede, não sabendo como funciona a nuvem e como deletar conteúdos de aparelhos sincronizados. Isso, na verdade, alerta esse tipo de pessoa para que redobre os cuidados com seus arquivos que, por um momento de descuido ou desconhecimento, podem parar na mão de quem menos se imagina.
Eu sou fã de tecnologia, eu amo a tecnologia, mas eu, pessoalmente, tenho um grande medo da nuvem. Ninguém entende muito disso. No filme, temos a oportunidade de tirar sarro de como estamos nos tornando uma cultura da nuvem e de como falamos dela como se fosse uma coisa real”. - diz Segel.
“Todo o aspecto tecnológico farsesco foi hilário para mim, porque eu sinto que estou constantemente fazendo besteiras", diz o diretor do filme, Jake Kasdan. "Eu vivo enviando coisas para as pessoas erradas. Eu acho que quando excluo alguma coisa, ela foi embora, mas não foi. Eu envio uma mensagem de texto para alguém de um dispositivo e, em seguida, ela aparece em outro dispositivo. Todas essas coisas que são supostamente para tornar a nossa vida mais conveniente podem, algumas vezes, passar à nossa frente, e você pode começar a sentir que os seus dispositivos estão ganhando de você. Quando estávamos fazendo o filme, descobrimos que muita gente se identificava muito com essa ansiedade - um monte de gente já teve algum tipo de problema de sincronização, acidentes com mensagens de texto, ou algo assim". 
Vocês podem estar pensando: "Quem ainda faz um vídeo de sexo caseiro e desde quando isso é capaz de apimentar a vida de um casal?". O longa suscita esse questionamento, e também nos lembra de que coisas como essas podem ser completamente normais dentro de quatro paredes. Todos têm seus segredinhos e manias que mantém embaixo dos panos. Atualmente, as pessoas preocupam-se demais com o que os outros vão pensar, e a trama nos provoca, dizendo que independente do que fizermos, não devemos nos importar com isso. Precisamos ser fieis a nós mesmos e deixarmos de representarmos papéis na sociedade.

Para mim, quem roubou as cenas de comédia, foi Jason Segel. Sempre fui fã do ator, e ele realmente consegue ter um carisma e tanto. Apesar de eu tê-lo achado muito feio nas filmagens, por ter emagrecido demais e ficado descaracterizado, me dobrei de tanto rir em praticamente todos os momentos encenados por ele. Principalmente nas cenas de "ação" ocorridas por causa da aventura na qual eles embarcaram para reaver a "sex tape".

Amei a sincronia e a intimidade do casal de atores. Eles realmente têm uma afinidade enorme. Achei uma fofura o cuidado que Jay tem com Annie, o quanto eles ainda se amam, se conhecem e são cúmplices, portanto, torci demais para que conseguissem recuperar os anos de paixão perdido. O filme nos mostra que quando se tem carinho, respeito e admiração no casamento, tudo é possível de se superar, quando se está junto e lutando pelo mesmo ideal.

Sex Tape: Perdido na nuvem, não vai mudar a sua vida. Vocês não sairão do cinema mais cultos ou mais vividos. Mas nem todas as histórias nasceram para isso. Às vezes, não existe coisa melhor do que se desligar da realidade por poucas horas, para se divertir e dar boas na companhia de um bom amigo. Com certeza Sex Tape cumpriu seu papel e me fez começar o dia com o humor "nas nuvens".

Fiquem de olho, porque esta comédia romântica estreia hoje nos cinemas do Brasil :)

* Agradeço ao Espaço/Z por ter me proporcionado assistir ao filme em primeira mão, numa cabine de imprensa. 
 
Título original: Sex Tape
Roteiro: Kate Angelo
Direção: Jake Kasdan
90 minutos
TRAILER


***
Essa postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA DE AGOSTO.

Clique AQUI e saiba como participar.

11 comentários

  1. Oi Mi, como está?
    Eu vi o trailer desse filme no cinema e ele parece ser bem legal :)
    Pretendo assistir no fim de semana.
    Muito legal você ter assistido em primeira mão, que privilégio.
    Beijos,

    www.enquantoestavalendo.com

    ResponderExcluir
  2. Olá Mirelle,
    Tinha visto o trailer desse filme. Com certeza deve ser bem engraçado e tal. Ah! Quantos casos de vídeos desse tipo indo parar nos olhos de qualquer um existe? Muitos! Não costumo assistir filmes assim, mas esse deve ser bem legal.
    Beijão

    ResponderExcluir
  3. Eu ainda não tinha visto visto o trailer. Eu pensei que ia ser bem pornográfico, mas parece divertido ! Beijo mi

    ResponderExcluir
  4. Oi, Mi, tudo bem?
    Eu sou fã da Cameron desde As Panteras (´serio,rs). E sou fã do Jason Segel desde a incrível série Freaks and Geeks (que eu mais que recomendo!). Vou baixar esse filme, afinal, parece ser bem interessante!

    Abraços,
    Diego.

    pecasdeoito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Haha, julgando o filme pelo pôster (eu fiz isso lol), embora o pôster seja sugestivo o filme parece ser muito mais cômico do que erótico. Quem sabe eu me divirta com esse filme algum dia?
    Beijocas e obrigada pela dica ^^

    ResponderExcluir
  6. Não assistiria o filme, (menor de 18) mas achei bem engraçado, deve ser bem legal eles atras de todos os iPads, não é?

    ResponderExcluir
  7. Nunca havia ouvido falar nesse filme,mas pelo que li na resenha ele me pareceu ser bom.

    ResponderExcluir
  8. Adoro esse tipo de filme cercado de confusões e depois de ver que tem a Cameron Diaz no elenco com certeza vou assistir mesmo o pôster não ter chamado minha atenção, realmente tem cara de filme pornô, hahaha.

    ResponderExcluir
  9. Ainda sou de menor então nem a resenha eu li , desculpe
    Mas parabens pelo post mesmo assim

    ResponderExcluir
  10. Muitas vezes o que mais precisamos é disso mesmo: Ir ao cinema pra assistir filmes que nos fazem rir e nos deixar leves. Esses dois atores são ótimos e fico feliz em saber que rolou uma química legal entre eles. O ideia central do filme é bem interessante e atual. Enfim, vou tentar assisti-lo no cinema.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  11. Eu nem tinha imaginado que se parecia com um filme pornô não, Mi, haha. Pensei mais mesmo que se trataria de um conteúdo mais adulto, mas não ao extremo.
    Abordar uma gravidez um tanto cedo num relacionamento parece um filme meio denso, mas com uma leve pitada de comédia.
    Parece interessante, mas por conter cenas além da conta, não veria.

    M&N | Desbrava(dores) de livros

    ResponderExcluir