Resenha - Filme Transformers: A Era da Extinção

Resenha - Filme Transformers: A Era da Extinção
Sinopse: "Alguns anos após o grande confronto entre Autobots e Decepticons em Chicago, os gigantescos robôs alienígenas desapareceram. Eles são atualmente caçados pelos humanos, que não desejam passar por apuros novamente. Quando Cade (Mark Wahlberg) encontra um caminhão abandonado, ele jamais poderia imaginar que o veículo é na verdade Optimus Prime, o líder dos Autobots. Muito menos que, ao ajudar a trazê-lo de volta à vida, Cade e sua filha Tessa (Nicola Peltz) entrariam na mira das autoridades americanas."

E aí pessoal, estreia amanhã, dia 17/07, nos cinemas brasileiros, Transformers: A Era da Extinção, o quarto filme da franquia. Tive o prazer de assisti-lo numa pré-estreia diva, em 3D e IMAX, com direito a combo de pipoca e refri, na companhia do Junior, do Leo e do Yuri, do Blog Classe de Cinema! Foi simplesmente demais :)

Como não assisti ao terceiro longa, segui a dica do Leo e encarei este filme como se fosse uma história independente, e não me arrependi. Fui ao cinema sem nenhuma expectativa e sem saber nada sobre esta sequência, o que deixou tudo muito mais empolgante, principalmente na medida em que eu fui descobrindo o elenco, atores que adoro.
A trama inicia de maneira sui generis, na era dos dinossauros, fazendo jus ao título, A Era da Extinção, e tecendo um panorama peculiar a respeito de certos fatos históricos que aprendemos no colégio. Já nos dias de hoje, conhecemos Cade, um inventor viúvo que faz o seu melhor para criar Tessa, sua filha adolescente. Durante uma caça padrão a sucatas, ou prováveis novas invenções, Cade acha um caminhão velho e caindo aos pedaços que lhe chama a atenção e decide comprá-lo e levá-lo para casa.

Cinco anos se passaram desde a sangrenta batalha travada em Chicago contra os alienígenas. Em razão disso, o Governo decidiu de uma vez por todas retomar a liderança da Terra e, com isso, exterminar todos os Transformers que restaram impedindo uma nova ameaça de guerra. Por causa disso, começaram a recompensar os cidadãos que davam informações privilegiadas sobre o paradeiro de qualquer Transformer.

A vida de Cade, antes tão pacata, dá uma guinada no momento em que ele descobre que o seu amontoado de lata é nada mais nada menos que Optimus Prime, o líder dos Autobots. Cade se vê dividido entre revelar a localização do Transformer, aproveitando-se da recompensa prometida, e ajudá-lo em sua missão.

Mas nos momentos em que os federais descobrem que Cade e sua família estão envolvidos com os alienígenas, só lhe resta fugir e embarcar numa aventura alucinante. Todos estão em busca de algo vital para si. Resta saber quem será o vitorioso.

***

Em Transformers: A Era da Extinção, nos deparamos com inúmeras tramas interpostas que deixam o filme ainda mais rico, transcendendo as cenas de ação e disputas entre humanos e alienígenas. Fui tocada pelo drama pessoal de Cade, que luta para sustentar sua filha Tessa ao mesmo tempo em que tenta deslanchar na sua decrépita carreira de inventor.
Senti asco pela missão de Harold, de destruir todos os Transformers a fim de comandar a criação de um novo exército invencível. Confesso que me interessei pelo domínio de uma nova tecnologia descoberta por Joshua, apesar de também ter ficado balançada sobre os limites bioéticos das invenções que talvez "não deveriam ser criadas".

Em meio a tantos dramas humanos, os Tranformers acabaram ficando em segundo plano. Optimus Prime se mostrou um tanto volúvel para mim. Ora dando uma de bom samaritano, defendendo a família de Cade a qualquer custo, enquanto em outros momentos repudiava a humanidade e escravizava seus semelhantes em prol dos seus ideais.

Foi Cade quem roubou as cenas, não só tentando ser um herói para a sua filha e colocando em risco a sua vida pela sua família, como principalmente nas situações em que ele questionava os limites dos avanços tecnológicos, dos escrúpulos das pessoas e da fé que não devemos perder na humanidade.

Mas para os fãs de ação, não se desesperem. O longa, apesar de conter um roteiro no mínimo interessante, também investiu ferrenhamente em cenas de luta e destruições elaboradas, fazendo um bom uso dos efeitos em 3D. Ademais, foi responsável por me arrancar inúmeras risadas. Para quem já viu Sem Dor, Sem Ganho, foi capaz de identificar o humor escrachado novamente utilizado pelo Diretor Michael Bay, em episódios que muitas vezes poderiam nos fazer querer gritar WTF!
Minha única ressalva fica por conta da duração, que tornou o filme extremamente cansativo e repetitivo em algumas horas. Portanto, não se esqueçam de levar um lanchinho e esvaziarem a bexiga antes da sessão começar. Estas podem ser boas dicas para vocês assistirem a Transformers: A Era da Extinção, despreocupadamente :) hehe De resto, divirtam-se!

* Agradeço ao Espaço/Z por ter me proporcionado assistir ao filme em primeira mão, numa cabine de imprensa. 

Título original: Transformers: Age of Extinction
Roteiro: Ehren Kruger
Direção: Michael Bay
2h45 minutos
TRAILER


***
Essa postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA DE JULHO.

Clique AQUI e saiba como participar.

15 comentários

  1. Oi Mi,
    Acho bem legal Transformers, por causa da ação, vou procurar assistir o anterior, mesmo que não precise, já que é só adotar o filme como independente. Deve ser maravilhoso assistir um filme antes de todos né?
    Beijocas

    ResponderExcluir
  2. Estou louca para ver esse filme. Sou muito fã e assim que der vou ao cinema vê-lo.

    ResponderExcluir
  3. Oi Mi :)

    Eu nunca curti muito essa franquia, talvez porque os filmes de ação não me agradem tanto. Prefiro comédias e algo que acrescente mais. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Adoro os Transformers. Quero muito assistir esse filme.
    Vou seguir suas dicas para assistir com mais tranquilidade.

    ResponderExcluir
  5. Eita, tinha esquecido que essa estreia seria amanhã! To muito ansiosa pra assistir e que bom que é bem longo né? ;)))

    ResponderExcluir
  6. Oii Mi,
    Adoro os Transformers.Já assisti diversos filmes..no inicioo acheii que seria horrivel..mas depois empolguei tanto com o filme..Imagino que esse não vá me decepcionar por ser longoo..quando eu tiver a oportunidade assistirei..
    beiiijokas*--*

    ResponderExcluir
  7. Confesso que nunca me atrai por esse filme, mas minha irmã adora todos, então, uma razão pra eu ter visto. E que chique você tá, não? Cabine de impressa? u.u

    ResponderExcluir
  8. Assisti o filme no início do mês, aqui na minha cidade o filme ficou em pré-estreia por uma semana!
    Mas enfim, eu ameeei o filme, apesar de não trazer os personagens clássicos e o meu queridinho Bumblebee ter menos destaque. Adoro todos os filmes da série e com esse não foi diferente, mas confesso que gostei de praticamente todos os personagens, menos o namorado da Tessa.
    Sério, que cara mais babaca! Me fez ficar com implicância com esse ator...

    ResponderExcluir
  9. Hey, Mi!
    Que perfeito *---*
    Talvez eu vá ainda esse mês assistir esse filme - tomara que seja em 3D ♥

    http://voceetaolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Miiiiii
    Estou ansiosa por este filme. Não por ser continuação porque eu gostei somente do primeiro, mas por ouvir tantos elogios.
    Acho que o Fernando vai amar, vou tentar levá-lo... será?! Ele adora o desenho dos transformers.
    Desanimei um pouco com a duração... mas obrigada pela dica.
    Coloquei o trailer e ele falou assim: UAAAAUUUUU vamos no cinema??? kkkkkk
    Adorei o trailer!

    Beijos
    Chrys Audi
    Blog Todas as coisas do meu mundo

    ResponderExcluir
  11. Eu nunca fui um fã de Transformers, assisti o primeiro e parei, e dizem que a partir dai não perdi muito, que os filmes se "perderam" na história ( espero que os meus amigos tenham falado a verdade haha) e realmente, esse filme parece ser cansativo devido a duração, e o enredo não empolga.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  12. Mi, a resenha ficou bem legal, mas não é o tipo de filme que me atrai. Nunca assisti nenhum dos filmes da franquia e tbm não tenho vontade.

    ResponderExcluir
  13. Pelo jeito tudo ficou equilibrado nesse filme. Drama e ação estão bem distribuídos. É até um caso raro de se ver em filmes desse gênero. Acho que pode agradar a uma boa parte de expectadores. E que trailer é esse?!?! Correndo pra assistir agora!

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  14. não sei porque, mas transformes nunca me chamou atenção, sempre começo a assistir e desisto, nao é muito do meu agrado.

    ResponderExcluir