Resenha - Boneca de Ossos

Resenha - Boneca de Ossos
Sinopse: "POPPY, ZACH E ALICE sempre foram amigos. E desde que se conhecem por gente eles brincam de faz de conta – uma fantasia que se passa num mundo onde existem piratas e ladrões, sereias e guerreiros. Reinando soberana sobre todos esses personagens malucos está a Grande Rainha, uma boneca chinesa feita de ossos que mora em uma cristaleira. Ela costuma jogar uma terrível maldição sobre as pessoas que a contrariam. Só que os três amigos já estão grandinhos, e agora o pai de Zach quer que ele largue o faz de conta e se interesse mais pelo basquete. Como o seu pai o deixa sem escolha, Zach abandona de vez a brincadeira, mas não conta o verdadeiro motivo para as meninas. Parece que a amizade deles acabou mesmo..."

Zach, Poppy e Alice eram crianças de 12 anos com uma imaginação extremamente fértil. Adoravam brincar de boneca e inventar histórias sobre piratas, ladras e sereias. Principalmente quando envolviam a Rainha, a temida e intocável boneca de ossos guardada a sete chaves na cristaleira da mãe de Poppy.

Certo dia, o pai de Zach jogou todos os seus bonecos fora, de maneira intransigente, numa tentativa de forçar o menino a amadurecer e agir conforme a sua idade. Mas peraí, quem disse que meninos não podem brincar de boneca? E quem disse que existe idade para viver no mundo de faz de conta? O que vocês fariam se fossem obrigados a virarem "adultos" assim, tão de repente?

Naturalmente Zach ficou furioso com o pai, mas ao mesmo tempo envergonhado. É como se lá no fundo ele admitisse para si mesmo ser um bobo por entrar na brincadeira das meninas. Ele não tinha coragem de contar o ocorrido para as suas amigas. Então a única maneira que encontrou de fugir dos convites delas para brincar de boneca foi dizer que não queria mais brincar. Nunca mais!

Mas Poppy não se deu por vencida, não veria seus amigos mudando a cada dia sem fazer nada para impedir. Certa noite, Zach foi abordado por Poppy e Alice que diziam precisar da sua ajuda para cumprir uma missão. Poppy tinha resgatado a Rainha da cristaleira, e contou para as crianças que a boneca era o fantasma de Eleanor, uma menina que morreu, teve seu corpo cremado e transformado em uma fina porcelana.

Eleanor queria ser enterrada para finalmente descansar em paz, e não sossegaria até que os meninos cumprissem essa tarefa. Mas isso significava fugir de casa, pegar um ônibus para outra cidade, explorar um cemitério desconhecido e muito mais. Será que os amigos darão conta dessa aventura? Será que Poppy está mesmo falando a verdade? E será que a amizade de três crianças irá sobreviver em meio a tantos segredos e mentiras?

Querem saber o que vai acontecer? Então leiam.

***

Desde que soube do lançamento de Boneca de Ossos fiquei completamente doida para lê-lo. Fui cativada de imediato pela linda capa e tive a alegria de ganhá-lo de presente da Dany em razão de uma brincadeira que fizemos no face. Devorei-o em seguida e me deleitei com a história.

Boneca de Ossos é narrado em terceira pessoa, de maneira jovial, divertida e fluida. O texto é viciante e possui muito mistério, com uma pitada de terror, ação e romance. Uma combinação explosiva.
"Havia um tipo de quietude que cobria o mundo no meio da noite, como se não houvesse mais ninguém acordado em nenhum lugar. Parecia cheio de mágica e de possibilidades infinitas."
A Novo Conceito está de parabéns pela diagramação e design gráfico do livro, que é recheado de assustadoras ilustrações. Uma das poucas coisas que me incomodou, mas que mesmo assim não desmerece a grande obra, foram as notas do editor feitas no rodapé, completamente desnecessárias, e por vezes incompletas ou equivocadas.

O que mais me encantou no livro foi me deparar com crianças extremamente imaginativas, que me fizeram sentir falta da minha própria infância e dos programas e dos livros de mistério e de terror que eu costumava assistir e ler, assim como das brincadeiras que inventava sozinha com meus bonecos, já que sou filha única.
"Ele se perguntava se crescer era descobrir que a maioria das histórias não passavam de mentira."
Hoje, depois de "grande", tento desesperadamente retomar aquele universo do qual eu nunca queria ter saído de verdade, e acho que os livros, e escrever histórias, meio que me ajudam com isso. Como esta obra é, teoricamente, para adolescentes, me permitam aconselhá-los: Preservem o melhor da infância dentro de vocês, assim, quando adultos, serão pessoas muito mais felizes.
"- Todo mundo tem uma história (...). Todo mundo é herói da sua história. (...) Há pessoas que fazem coisas e pessoas que nunca fazem... (...) Eu queria ter uma missão. E, agora que tenho uma, não vou recuar. (...)"
Boneca de Ossos - Holly Black
Editora Novo Conceito
224 páginas
Comprar: Saraiva

VÍDEO RESENHA



***
Essa postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA DE JULHO.

Clique AQUI e saiba como participar.

19 comentários

  1. Que livro perfeito!
    Eu também era (tudo bem, ainda sou) uma criança com uma imaginação bem fértil, então acho que vou amar esse livro.
    Já disse milhões e vezes que não gosto de livros narrados e terceira pessoa, mas, como você disse, se o livro tem uma ótima narrativa talvez eu mude meu conceito, rs.

    Beijos Mi

    http://voceetaolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Adorei esse livro. Eu queria ler alguns outros livros da Holly Black e adorei esse. Concordo contigo Mi, as crianças do livro são muito criativas e até sinto falta também da minha infância e de todas as travessuras. beijos :*

    ResponderExcluir
  3. Muitos amigos meus estão falando desse livro, e realmente me chamou atenção já pela capa! A história parece ser envolvente, e é bom sentir essa imaginação dos personagens, lembrar um pouco da infância!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  4. Oi Mi :)

    Estou louco para ler esse livro, pois todos estão gostando e pelo o que eu li de sua resenha parece que eu também vou me interessar. De vez em quando, é bom se senti criança novamente. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Logo quando vc falou dele nos videos eu n gostei mt , achando ser infantil , mais amei a historia , pode ser com crianças mais ela e envolvente , você fica logo com vontade de ler , raiva desse pai do Zach :@ mais só lendo pra saber melhor né kk , louca pra ler \o/

    ResponderExcluir
  6. A capa é linda, e parece ser um livro muito bonito (em termos de diagramação). A sinopse não me conquistou, mas a sua resenha sim. A sinopse fez parecer um livro bobo, mas sua resenha não. Adorei a resenha, e colocarei ele na minha lista.

    The Lord of Thrones

    ResponderExcluir
  7. Gostei da resenha e do que se trata o livro. Às vezes sinto falta de quando era criança e de como era bom não ter preocupação. Assim que der vou ler esse livro. Gostei da premissa e acho que será uma leitura prazerosa.

    ResponderExcluir
  8. Adorei a sua resenha. Também sinto saudades daqueles tempos que a minha imaginação voava longe.
    Quero ler esse livro desde o seu lançamento. A capa é muito fofa e a história me chamou a atenção.

    ResponderExcluir
  9. hmmm, adoro quando a Mi faz video de resenha, muito melhor que ler a gente fica sabendo da historia e vemos como ela fica empolgada ou nao com as historias continua Mi tenta faze uma vez por semana ia ser d+

    ResponderExcluir
  10. Eu sou uma criança amadurecida haha, por isso amo esses livros <3. Eu estou namorando esse livro faz algum tempinho porque ele é simplesmente lindo e eu admiro a diagramação da NC, espero que em breve eu possa saber mais sobre as mentes férteis, assim relembrar meus doces momentos da infância.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  11. A personagem deste livro despertou um lembrança minha o nome Popy era de uma ursinha minha (que ainda ta guardado mais ta bemmm velinha) eu não conseguia dormi sem ela
    Esse livro tem uma capa bem fofinha e parece ser um livro muito bom *-*
    Adorei a vídeo resenha

    ResponderExcluir
  12. Esse selo que a Novo Conceito criou mesmo trazendo histórias mais juvenis agrada e muito nós, "os mais velhos", o que me deixou curioso em relação a esse livro foi primeiramente ter sido escrito Holly Black, depois toda a forma como a história se desenvolve, mostrando até onde é possível ir com uma imaginação fértil e grandes amizades, com essas crianças não tem como não gostar da leitura e sentir um pouco de medo em certas partes, uma volta a infância realmente, gostei bastante, quando mais novo também inventava várias histórias e brincadeiras, me identifiquei bastante com o livro.

    ResponderExcluir
  13. eu agora sou uma criançaa grandinhaa kkk' ,mas como é bom lembrar nossos bons momentos infantil ne? e aiiinda as grandes amizades e as grandes imaginações férteis ..comooo aquelaa viida onde as unicas preocupaçoes era qual lapis de cor colorir faz faltaa eiim' kksksks' beiiijoos adoreiii relembrar meus momentos de infancia ..lendo a resenha do livroo..ameiii Mi.

    ResponderExcluir
  14. Achei a capa bizarra, mas como você disse: dever ser um bom livro. Adoro quando os autores tem algo a favorecer que consegue ir além do próprio livro. Algo que é preciso ser tirado de dentro de nós mesmos.

    ResponderExcluir
  15. Já tinha visto outra resenha sobre esse livro, e muuuitas pessoas pirando pra ler o quanto antes...
    Até fiquei interessada, mas odeio muitas notas de rodapé... Mas adorei a capa e curti a sinopse, apesar de parecer infantil demais pra mim.
    Anyway, vou dar mais umas olhadas nele e se bater o sentimento, vou ler ^^

    ResponderExcluir
  16. Ouvi ótimas referências a este livro, tanto que está na minha lista de desejados. Agora lendo a resenha mais o vídeo a vontade só aumentou,rs. Acho que vou acabar furando a fila de leitura e passar este na frente para matar a curiosidade.

    ResponderExcluir
  17. Adoro a capa desse livro. E o livro parece ser bem legal, quase comprei ele esses dias, mas desisti de ultima hora, agora que li e vi a resenha, me arrependi :/
    E em relação ao seu comentário sobre a vontade de voltar a ser criança, quem não quer, né? hahaha Pelo menos temos os livros pra nos ajudar a fugir um pouco da realidade.

    ResponderExcluir
  18. Acho que a Novo Conceito não poderia estrear esse novo selo escolhendo outro livro. Ele tem tudo o que as crianças gostam em livros como esse. Personagens legais, trama interessante e pitadas de mistérios e aventuras. Quero muito ler, mesmo tendo passado da faixa etária há séculos. kkkkk

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  19. acho super legal os videos que você faz, da uma diferença dos outros blogs, é bem diferente. O livro parece ser bem legal e eu sou bem criancinha, acho que todos nós devemos manter um lado criança dentro de nós, mas na medida certa.

    ResponderExcluir