Semana Silo - Conhecendo o autor Hugh Howey - Dia 2

Semana Especial Silo Hugh Howey Editora Intrínseca Recanto da Mi
Oi pessoal!

Hoje vim aqui dividir um pouco com vocês sobre quem é Hugh Howey, a mente por trás de Silo, publicado no Brasil pela Editora Intrínseca.
.
Pessoalmente, após ler muito sobre o cara, preciso dizer que achei ele incrível. Ele não é apenas uma mente criativa capaz de dar vida a mundos fictícios fantásticos, mas também um idealista visionário que bate o pé por suas ideias e pode ser considerado precursor de uma revolução no mercado editorial. E faz tudo isso com um bom humor e prestatividade que não entendo como tem tempo para tudo. Estou pensando em pedir algumas dicas.
Semana Especial Silo Hugh Howey Editora Intrínseca Recanto da Mi
O Hugh (olha a intimidade) é um americano de 39 anos que se tornou escritor por hobby. Ele foi criado na Carolina do Norte, e dentre os diferentes trabalhos acumulados ao longo de sua carreira (de capitão de Iate a técnico de computadores) ele começou a escrever resenhas literárias, uma de suas paixões, como freelancer para um site americano.  

Segundo Hugh, ele sempre pensou em escrever, mas nunca concluía as histórias que começava a colocar no papel. Foi apenas durante a cobertura de uma conferência literária, quando a dupla de autores que assina pelo pseudônimo Charles Todd respondeu à pergunta “qual o segredo para escrever livros”, que ele decidiu que começaria uma história que ele iria terminar. 

De acordo com Howey, a autora bateu na mesa e respondeu “Você apenas escreve! Você para de sonhar com escrever. Você para de falar sobre escrever. Você para de desejar que estivesse escrevendo. E você escreve!” A paixão da autora despertou em Hugh a centelha que faltava para por suas ideias fantásticas no papel até o fim.

Semana Especial Silo Hugh Howey Editora Intrínseca Recanto da Mi
Seu primeiro trabalho foi a saga Bern, cujo primeiro livro se chama Molly Fyde and the persona rescue, uma ficção científica centrada na personagem Molly Fyde, injustamente expulsa da marinha, sua carreira dos sonhos, que se vê às voltas com um mistério em sua família que coloca a vida da personagem em risco. A história é ambientada em um mundo onde as viagens espaciais são uma norma e o comércio entre humanos e alienígenas algo comum. 

A saga foi publicada por uma editora americana e Hugh Howey seguiu escrevendo novas histórias. Quando teve a ideia para Silo, o autor decidiu vender independentemente a história em fascículos de valor acessível através do site Amazon, enquanto trabalhava paralelamente em outros livros. 

Porém o autor foi surpreendido com o sucesso de Silo, que alcançou rapidamente as listas de maiores vendas no gênero ficção científica da Amazon. O autor deixou de lado os projetos paralelos e passou a focar sua atenção total à saga que a cada dia ganhava mais visibilidade no mercado online.

Semana Especial Silo Hugh Howey Editora Intrínseca Recanto da Mi
E foi aí que o Hugh Howey precisou fazer uma escolha que poderia mudar o mercado editorial. Ele passou a receber inúmeras propostas bastante generosas pelos direitos de publicação de Silo, porém, seus ganhos com as vendas independentes através do site já permitiam que ele abandonasse seu trabalho para viver apenas dos rendimentos mensais da venda online de seus e-books. Seria sensato trocar tudo isso por um contrato cujos royalties ele receberia apenas cerca de duas vezes ao ano e em uma porcentagem muito pequena em relação à arrecadação real? Não sei o que vocês acham, mas realmente me pareceu um questionamento sensato.

O autor recusou ofertas milionárias pelos direitos da saga, e seguiu com suas vendas eletrônicas, assumindo as rédeas da própria carreira. Algum tempo depois aceitou ser representado por uma agente literária, e finalmente assinou com uma editora que aceitou seus termos e abriu um precedente para novos autores no mercado: um contrato que cobria apenas os direitos de publicação de livros físicos, mantendo sua independência e direitos sobre seus e-books

Tal contrato permitiu que hoje também tenhamos acesso a seu trabalho em outras línguas, e este ano tivemos a publicação de seu primeiro trabalho no Brasil: Silo, trazido pela Editora Intrínseca. Um livro que rendeu prêmios ao seu autor e se tornou um sucesso enorme muito antes de chegas às prateleiras das livrarias físicas. O autor segue com suas publicações independentes e já possui muitos outros títulos disponíveis para compra no site Amazon, que hoje conta com vendas exclusivas dos e-books de Hugh Howey.

Semana Especial Silo Hugh Howey Editora Intrínseca Recanto da Mi
Infelizmente não encontrei os demais títulos disponíveis em português e,  talvez, esse seja um novo desafio na carreira deste autor que se divide entre escrever, divulgar seus trabalhos, administrar sua carreira como autor independente, fazer vídeos engraçados para seus leitores e manter uma proximidade incrível com os mesmos. 

Ele afirma estar frequentemente em fóruns online e ler todas as resenhas dos fãs e e-mails enviados por eles. Honestamente, achei ele de um carisma incrível. Mesmo com seu jeitão sério, ele é bastante solícito com seus leitores e parece fazer de sua vida profissional como escritor algo divertido e próximo de seu público.

Apesar de eu não costumar ler muitas histórias de ficção científica, Hugh Howey me pareceu revitalizar o gênero, construindo seus mundos fantásticos apenas como pano de fundo para questões humanas e sociais maiores. Fiquei bastante curiosa para saber mais sobre seus outros trabalhos, que incluem histórias de zumbis, mundos desérticos pós-apocalípticos e suspenses interestelares. E vocês, o que acharam do cara?

Fiquem de olho nos próximos posts da Semana Especial Silo!

*** 
Essa postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA DE MARÇO.
 
Clique AQUI e saiba como participar.

39 comentários

  1. O cara é incrível, Mi.
    Acredita que eu não conhecia ainda? Fiquei totalmente interessada pelas obras. A editora intrínseca sempre acolhendo os melhores escritores.
    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso Top Comentarista

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá =)
      Você falou duas verdades, também achei o cara fora de série! Quanto mais pesquisei para o post, mais me encantei com os feitos e personalidade dele. E quanto a Intrínseca, penso que desde o começo estiveram fazendo ótimas escolhas. Abraços!

      Excluir
    2. Incrível como a Intrínseca consegue pinçar excelentes obras! Podem não se tornar sempre populares e comerciais, mas são de uma qualidade indiscutível. Beijos

      Excluir
  2. Oi, Mi
    Gostei muito de conhecer o autot Hugh Howey, fiquei com mais vontade ainda de ler Silo.
    Tomara que outros livros dele sejam publicados no Brasil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estamos na torcida também, Monica, e a continuação da série parece incrível! Beijão

      Excluir
  3. Oi Mi :)
    Estou com muita vontade de ler Silo, e achei muito legal esse post pra conhecer o autor, que até então eu nem conhecia.
    Adorei a resposta que a autora deu sobre como ela faz para escrever livros, imagino como o Hugh Howey se sentiu mais confiante e animado. Acho que até eu me sentiria assim. hehe

    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruna, sejamos honestas, tem como alguém não se motivar com o comentário da autora? Foi fantástica! Até eu fiquei com vontade.. hehehe. Ficamos gratas pela fala dela, afinal, resultou em mais livros interessantes para devorarmos. :)
      Beijos

      Excluir
  4. Bom dia!
    Já tinha ouvido falar alguma coisa sobre o livro, mas não sabia que tinha sido tão 'difícil' fazer com que ele fosse traduzido para outras línguas. A história sobre a carreira do autor é bem fascinante e achei muito diferente e instigante como ele realmente decidiu que iria, de fato, ser escritor. Não sei se eu fosse ele teria trocado os lucros das vendas online por uma assinatura na editora, mas acredito que isso abriu muitas portas para ele. Espero que mais livros sejam trazidos para cá. Apesar de não ser meu gênero preferido, as histórias parecem bem interessantes.

    Beijinhos,
    Blog Procurei em Sonhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Não é incrível o que descobrimos quando vamos atrás das histórias dos autores? Na verdade foi a história dele que me fez ficar ainda mais interessada em ler os livros. Além disso, ele parece ter dado uma nova roupagem pro gênero, o que achei muito interessante. Estou aqui na torcida pra que os outros títulos sejam publicados no Brasil.
      Beijos!

      Excluir
  5. Também não leio muito livros desse gênero, mas ess realmente chamou minha atenção.
    Fora que quando os autores são esforçados e carismáticos sempre da uma vontadezinha a mais de ler, né?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Renata. O cara também me ganhou pela personalidade e carisma. E cá entre nós, bonitão ele, não? hahahaha.
      Beijão

      Excluir
  6. O que eu percebi, é que meus escritores favoritos (a maioria) chegou ao sucesso escrevendo por hobby! Pelo que vi, ele é um daqueles autores que seguem o mesmo gênero em todos os livro, que no caso dele é a Ficção Cientéfica, não que seja ruim, mas acho que o autor tem que arriscar um pouco, se bem que eu não li nada dele, mas se o Hugh for realmente bom assim, pode seguir o gênero á vontade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rodrigo.
      Na verdade ele está se aventurando por outros gêneros e pelo que li, atualmente está trabalhando em um novo título que não será ficção científica. Vamos aguardar as novidades.
      Abraços!

      Excluir
  7. Dany, você arrasou no seu post. Adorei saber mais detalhes sobre o autor e cada vez mais que leio sobre ele mais eu o admiro! Ele serviu de inspiração para mim e estou doida para colocar a sua metodologia e ensinamentos em prática. Quem sabe não nos ajuda a realizar nossos sonhos né?! Hugh virou um dos meus ídolos agora! hehe Beijos e obrigada pelas informações.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ídolo nosso, né Mi! Como tu sabe, o bonitão ganhou meu respeito e mais uma fã.
      Que venham os desafios futuros ;)
      :*

      Excluir
    2. Nossa, nem fala.. em pensar que até o mês passado nunca tinha ouvido falar sobre ele.. kkk

      Excluir
  8. Interessante, Dany! Aliás, nunca tinha visto um tipo de contrato assim no mercado editorial, como o que o Hugh tem. Um beijo! Parabéns pela parceira com a Mi!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amada! Que felicidade ter você nos meus coments! =)
      Achei o cara incrível, Ro. Se você lê as entrevistas dele fica encantada. Obrigada, devo essa parceria a você! Um beijo enorme, minha linda.

      Excluir
  9. O que me chamou a atenção no Hugh Howey é que, além de ser escritor, ele é um baita de um administrador. Está sabendo muito bem administrar sua vida profissional, arriscando nos momentos certos, e o melhor de tudo, "sem ficar preso" ou "virar escravo" de nenhuma Editora. Merece todo o sucesso que está fazendo.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. também acabei admirando muito o cara, Nardonio. Ele realmente fez por merecer todo o sucesso e nasceu pra lua, porque sabe exatamente como fazer as coisas darem certo. Na construção desse post acabei admirando muito o Hugh, ele é um grande exemplo.
      Abraços!

      Excluir
  10. Danny, adorei seus post!
    Que cara fo**! Nunca vi um autor que pensasse duas vezes e ainda recusasse ser publicado. Bato palmas de pé para ele.
    O genero de ficção cientifica não é um dos meus preferidos. Por isso vou ficar só com Silo mesmo.. mas caso você leia algum post a resenha aqui! Vai que, né?! hahaha

    Beeijinho. Dreeh
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O cara é do "caramba" mesmo, Dreeh. Ele recusou contratos milionários! Isso é que eu chamo de uma pessoa de visão. Precisamos seguir mais exemplos como ele. Como bem disse o Nardonio ali em cima, além de um grande escritor, o cara é um exímio administrador.
      Também não sei se curti os outros títulos, mas o Sand até que me pareceu legal.
      Beijos!!

      Excluir
  11. Não conhecia o autor, mas ele teve uma ideia do gênio, e eu admirei isso dele. Achei a escolha dele sensata de esperar mais um tempo pra assinar com alguma editora. Eu espero ver mais livros dele publicados por aqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ale, pelo que deu a entender, ele não esperou para assinar um grande contrato editorial.. ele na verdade relutou, porque não queria assinar contrato de jeito nenhum por não achar vantajoso para a sua carreira e seus livros.. até a S&S ter cedido as exigências dele.. aí as coisas mudaram de figura.. hehe Também espero que a Intrínseca traga os outros logo. Beijos

      Excluir
  12. Ainda não li nenhum livro desse autor, mas pretendo fazer isso em breve, ele é incrível!

    ResponderExcluir
  13. Aplausos de pé para o Hugh! Nem li o Silo ainda mas com aquela resenha incrível e esse post sensacional sobre o autor já sei que ele é merecedor de todo esse sucesso. Realmente incrível o fato de ele parar e analisar bem se deveria continuar se auto-publicando ou investir no trabalho de uma editora. Que bom que todo esse processo deu certo. Estou louca pra ler Silo e conferir de perto a genialidade do autor.

    P.S. Que bom que vocês colocaram as fotinhos no fim do post agora, porque o povo ainda não se acostumou com duas pessoas trabalhando juntas aqui no Recanto rsrs

    Beijos, Greice.
    diariodaalvorada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade amiga, é tudo ainda muito novo. Relutei para colocar as assinaturas porque simplesmente não conseguia encaixá-las de uma maneira que eu gostasse. Você sabe como sou neurótica e perfeccionista né?! Quase morri para fazer isso funcionar.. kkk mas agora, por favor, quem não se der conta da autora do post é porque é muito cego ou porque não leu nadica.. kkk Mas é como você disse, o povo ainda não acostumou, afinal, durante mais de ano o blog era de apenas uma pessoa e tem gente que ficou tempo sem vir e ainda não se atinou para a mudança.. mas em breve eles acostumam com a Dany. Tô amando a participação dela. Só veio para agregar qualidade ao blog :) Beijos

      Excluir
    2. E estou achando que o resto da saga vem logo, viu Greice. E isso me deixa muito feliz porque sou total sem paciência pra esperar. Vai sair o último TMI agora e já estou me preparando pra reler toda a série porque detesto esquecer os detalhes rsrsrsrs.
      E também achei lindas as assinaturas. Talvez eu pare de ser chamada de Mi agora kkkkkkkkkkkkkkkkkk. Beijokas!

      Excluir
  14. Dany, tive que ouvir a Mirelle falando sem parar desse livro, então estou doido pra ler. E todo cara que consegue inovar ao escrever uma distopia merece meu respeito.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, pois é.. no domingo o Leo me aguentou falando muito de Silo e de ti Dany.. aliás, o Leo me aguentou falando muito, quase não dei chance a ele.. kkk Beijos

      Excluir
    2. Mi falando sem parar de um livro? Quando? huauahuhauahuahuuahuhahu Figurona! <3
      Queria ter estado lá também :(
      Beijão, Leo!

      Excluir
  15. Não leio muito livro desse gênero, mas me parece bom. ;)

    ResponderExcluir
  16. Não conhecia esse autor, mas parece que ele escreve muito bem. Doida para ler um de seus livros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu texto é ótimo Gi, super inteligente e bem desenvolvido. Beijos

      Excluir
  17. Não conhecia o autor, agora estou ainda com mais vontade de ler Silo! :D

    ResponderExcluir