Fuxicando sobre Romance de Época - Desafio de Abril: Resenha - O Visconde que me amava

Desafio Fuxicando sobre romance de época O Visconde que me amava Julia Quinn
Oi gente, vim prestar contas sobre o Desafio Fuxicando sobre Romance de Época de Abril. Neste mês o desafio foi fácil, tendo como objetivo ler um romance de época que estava empacado na nossa estante há meses. 

Bom, infelizmente foi exatamente o que aconteceu com o Visconde que me amava, de Julia Quinn, lançado pela Editora Arqueiro. Desde que li O Duque e eu, primeiro livro da série, fiquei encantada com a escrita de Julia e fiquei doida para ler a continuação. Mas assim que o livro foi lançado, li as primeiras vinte e cinco páginas e parei. Sei lá, não estava no meu momento. 

Porém, depois de participar do evento da Arqueiro sobre Romances de Época, fui convencida de que precisava ler este livro urgentemente e, graças a Patricia, ele desencalhou. E depois que li, fiquei me perguntando, por que não tirei o pó dele antes? Ai, ai.. (suspiros).

RESENHA LIVRE DE SPOILERS. A SÉRIE OS BRIDGERTONS É COMPOSTA POR NOVE LIVROS QUE PODEM SER LIDOS DE MANEIRA INDEPENDENTE.

Resenha O Visconde que me amava Julia Quinn
Anthony era o filho mais velho da família Bridgertons. Um libertino assumido, sempre fugiu de compromissos recusando-se a aceitar as investidas das mamães que tinham filhas em idade para casar.

Mas Anthony percebeu que estava ficando velho, que precisava perpetuar o título de nobreza e o nome da família e para isso precisava de uma esposa.

Anthony acreditava que esta seria uma tarefa fácil. Estava determinado a encontrar a esposa perfeita, que deveria ser razoavelmente atraente e não poderia ser burra, obviamente. Porém, o mais importante: a candidata tinha que ser alguém por quem Anthony nunca se apaixonaria. Anthony não queria se casar por amor.

E Edwina Sheffield, o diamante da temporada, parecia ser a opção perfeita. Estava decidido, Anthony ia se casar com ela. Entretanto, Anthony não imaginava encontrar Kate em seu caminho, a irmã solteira da Incomparável. Uma jovem nenhum pouco adorável, extremamente irritante e muito protetora no que dizia respeito ao futuro da irmã. Kate estava decidida a impedir que sua irmã se casasse com um libertino e patife como Anthony e faria de tudo para atrapalhar a vida do visconde. 
"– Morda a língua, Edwina. Você não vai ter nada com o visconde Bridgerton. Todos sabem que ele é o pior tipo de libertino. Na verdade, ele é o pior libertino de todos, ponto final. Em toda Londres. No país inteiro!"
Mas entre aos trancos e barrancos, Anthony e Kate vão descobrir que são mais parecidos do que imaginam e que, às vezes, não podemos controlar o nosso destino.

Querem saber o que vai acontecer? Então leiam!

***

Desde que mergulhei nesse universo mágico dos romances de época me apaixonei pela escrita da Julia Quinn. Fico impressionada sobre o quanto ela ainda consegue me surpreender e me seduzir, já que O Visconde que me amava consegue ser ainda mais perfeito do que O Duque e eu.

Julia criou personagens muito interessantes e completamente reais, cheios de defeitos, qualidades e temores. Anthony é um mocinho complexo e com muita personalidade. Apesar de ser um libertino e arrasar o coração de muitas mulheres, é um homem de caráter e preocupado com a família. Kate é uma mulher a frente da sua época. Avessa às convenções, fala e pensa o que quer sem medo das consequências, me fazendo morrer de orgulho.

Por serem muito teimosos e cheios de si, Anthony e Kate nos presenteiam com inúmeros diálogos afiados, inteligentes e divertidos. Se isso não bastasse, a história, narrada em terceira pessoa, nos proporciona algumas cenas de tensão e de muito romance que me fez ficar sem fôlego, suspirando pelos cantos pelo Anthony, e olhem que sou muito bem casada.. Julia, Julia..

Assim como em O Duque e eu, O Visconde que me amava apresenta algumas cenas de sexo, mas todas escritas com enorme delicadeza e sensualidade, sem serem vulgares. Todos sabemos que os romances de época têm finais felizes, e neste livro não é diferente. Julia constrói uma verdadeira história de amor como a maioria das mulheres sempre sonhou em ter, mas não sem antes ter muita confusão, o que, na minha opinião, foi o ponto alto da trama.

Uma das coisas que mais gostei foi o fato de Anthony e Kate não terem se apaixonado logo de cara. Do amor deles ter sido construído aos poucos, com base em pequenos momentos de cumplicidade, respeito e confiança. Este é o tipo de amor mais puro, que nasce da admiração recíproca e do cuidado com o outro.
"Um homem charmoso é muito agradável e um homem de boa aparência é, sem dúvida, uma visão que vale a pena, mas um homem honrado, ah, querida leitora, é para ele que as jovens deveriam correr."
Lady Whistledown, a fofoqueira de plantão, segue escrevendo suas notícias com seu humor sarcástico e, novamente ao final da história, a autora nos dá mais algumas pistas sobre essa misteriosa mulher. Se curiosidade matasse eu já estaria enterrada. Quero só ver o fuzuê que vão fazer quando descobrirem a identidade dela.

O Visconde que me amava é uma história tão bela, tão pura, tão bem escrita, misturando bom-humor, drama e romance na medida certa que se torna leitura obrigatória para os fãs do gênero. Façam como eu e se entreguem a essa linda história de amor.

O Visconde que me amava - Julia Quinn
Livro 02 
Série Os Bridgertons
Editora Arqueiro
304 páginas
Comprar: Saraiva

Fizeram suas leituras de abril para o desafio? Então deixem o link abaixo para podermos prestigiar as suas resenhas.

24 comentários

  1. Oie!

    Foi muito bom o encontro de Romance de época né.
    O mesmo aconteceu comigo com o livro O duque eu, comecei a ler ano passado e parei, semana passada eu retomei ele e li em dois ou tres dias e agora quero ler este.
    Sua resenha só me confirmou que eu preciso logo ler, ameiii.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi mesmo Nessa, adorei a experiência. Fico feliz que tenha te incentivado. Beijos e boa leitura.

      Excluir
  2. Está na minha listinha de livros que receberei do grupo livro viajante lá do skoob, eba!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eba, que bom Ana. Divirta-se então. Beijos

      Excluir
  3. Amei o O Visconde que me Amava.

    Beijos,
    Blog | Youtube

    ResponderExcluir
  4. Tem horas que a gente quer muito ler um livro e quando pega para ler, a leitura não flui, nem sei porque acontece isso. E depois quando lemos vemos o que estávamos perdendo. Eu quero muito ler essa serie. Alias, quero tê-la aqui na minha estante. Gostei do que você falou das partes mais ousadas não serem vulgares que estou fugindo de livro assim.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Sil, não tem explicação mesmo.. olha só a loucura.. lembra do lançamento de Inferno e O Chamado do Cuco? Eu fiquei doida e comprei ambos no lançamento, louca de vontade de ler.. agora me pergunta se já li? Maluca eu.. Se tu não curte cenas de sexo explícito cheias de palavrão e descrições mais ousadas lê esses livros relax, que as cenas são lindas sabe.. românticas, sensuais, delicadas e, às vezes, até bem humoradas.. hehe Beijos

      Excluir
  5. Nove livros? Nossa... hahaha Até eu que gosto de série fiquei chocada. :P
    Mas pelo jeito é uma leitura muito boa deles, só vejo resenhas falando bem. xD
    Quando tiver oportunidade lerei!
    http://apenas-um-vicio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Dessa, parece um monte né?! Mas se todos forem nesse nível de qualidade, serão fáceis de serem devorados.. kkk Beijos e espero que você também goste.

      Excluir
  6. Ai Mi, você me mata.
    Não vejo a hora desse livro chegar em minhas mãos. Adorei o Anthony no livro da Daphne (em especial por ele ter o segundo nome do Edward u.u), e confesso que fiquei ainda mais curiosa quanto a história quando as meninas falaram sobre no evento.
    Ansiedade me define, haha.

    Beijos,
    http://www.segredosentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bah, confesso que o Anthony não me chamou atenção no primeiro livro e não imaginei que ele pudesse me surpreender. Tenho certeza de que você vai amar tanto quanto eu. Beijos

      Excluir
  7. Amei Visconde que me Amava, as personalidades do Anthony e da Kate são ótimas!!!! Tem cenas hilárias, a do escritório de Anthony e a do jogo entre outras. Amo esse casal!!!! E que bom que ajudei!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São mesmo querida.. aquela cena da biblioteca foi sensacional.. cheguei a me arrepiar.. a da abelha também, divertidíssima.. e também adorei a cena do jogo.. kkk Sim, agradeço muito a sua boa propaganda deste livro. Amei demais! Beijos

      Excluir
  8. Oi, Mi! Menina, amei a resenha! Fiquei muito curiosa e feliz em saber que O Visconde que Me Amava consegue ser melhor que O Duque e Eu, livro que gostei muito da autora. Não vejo a hora de lê-lo!

    Um beijo grande!
    Doce Sabor dos Livros - Aguardo a sua visita! ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jeni, se você é fã da autora, certamente irá se apaixonar por esta história. Beijos

      Excluir
  9. Preciso desses livros Mi, preciso muito muito mesmo, me dá???? kkkkkkkkkkkkk
    Brincadeirinha, tenho que providenciar comprar os meus urgentemente, sou apaixonada por romances de época e tenho que ler essa série, só leio coisas boas e o desejo de ler está gigantesco.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Del, se pudesse juro que dava, porque a minha vontade é mesmo disseminar essas histórias para todos.. hehe Você ainda não leu nada dessa série? Ah não, precisa ler o quanto antes.. você vai amar :) hehe Beijos

      Excluir
  10. Oi, Mi
    Eu amo essa série. Adoro a escrita da Julia Quinn. A autora me faz viajar para a Inglaterra do século dezenove.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Monica, incrível como é fácil nos ambientarmos nas histórias dela e desejarmos termos vivido naquela época, mesmo com tanta desigualdade e injustiças com as mulheres. Beijos

      Excluir
  11. Oi, Mirelle!

    Fui no evento do Rio e também adorei, tanto que comprei 5 livros do gênero quando cheguei em casa. As meninas falaram tão bem das autoras e das personagens que não resisti. Pela sua resenha, vou me apressar para ler o Visconde.

    Beijos,
    Gabe
    http://sixdoe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Gabe, elas arrasaram na propaganda positiva e tenho a impressão de que não vamos nos arrepender.. hehe Beijos e boa leitura.

      Excluir
  12. O Mi! Não sabia que você tava dando espaço pra gente compartilhar nossas resenhas... *perdida* Eu to fazendo o desafio, e por coincidência, esse mês eu li o primeiro volume, O Duque e Eu, e também to apaixonada pela escrita da Julia Quinn! O Visconde já estava na minha lista, evidentemente, até porque o Anthony é um lindo (a pesar de que to doidinha pra ler o livro sobre o Colin), mas depois da tua resenha, fiquei com mais vontade ainda! Bjs!

    http://relativismoescrito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ale, claro, a ideia é de vocês também compartilharem as suas leituras. Fico feliz em saber que você gostou da escrita da Julia, é muito apaixonante né?! Beijos

      Excluir