Resenha - A Pílula do Amor

Resenha A Pílula do Amor Drica PinottiVocês já ouviram daquele velho ditado popular que diz que "de perto ninguém é normal"? Pois bem, ele nunca se mostrou tão verdadeiro como em A Pílula do Amor.

Amanda é uma jovem advogada de 30 anos que sofre de uma doença terrível: a hipocondria. Diariamente, Amanda acorda e passa por uma rotina minuciosa que envolve a averiguação de cada milímetro do seu corpo em busca de alguma anomalia, a detecção de algum sintoma diferente, a busca por novos medicamentos, tratamentos ou vírus mortais na internet, e a ingestão de ansiolíticos, antidepressivos, analgésicos e antibióticos. Não é de se estranhar que ela vive cheia de doenças.

Afora isso, Amanda mantém uma agenda atualizadíssima dos melhores médicos, hospitais e farmácias de Nova York e é frequentadora assídua de cada um deles. Quando um médico percebe que ela é hipocondríaca e começa a não dar mais bola para as suas incontáveis queixas e requisições de medicamentos e exames, ela procura um novo especialista que ainda não tenha conhecimento acerca da sua fama.

Mas no fundo, tudo o que Amanda mais deseja é ser normal. Ela não lembra exatamente quando e por que adquiriu essa doença que desencadeia tantos ataques de pânico e ansiedade. Ninguém de fato a entende e vivem fazendo graça de seus problemas de saúde. Infelizmente, Amanda é uma pessoa solitária em busca de um amor, ou da pílula da felicidade (o que vier primeiro).

Seu mais novo diagnóstico é de que está frígida. Desesperada, tenta urgentemente encontrar alguém que possa curá-la desse mal. Entre encontros e desencontros desastrosos, Amanda irá perceber que seu príncipe encantado está mais próximo do que ela imagina.

Será que Amanda finalmente se submeterá a um tratamento psicológico ou continuará enlouquecendo a todos que estão ao seu redor? Querem descobrir o que vai acontecer com Amanda? Então leiam.

***

Escolhi ler A Pílula do Amor em um "uni-duni-tê" que fiz. A única coisa que sabia é que queria ler um livro leve e divertido e não podia ter feito escolha melhor. Não posso deixar de mencionar a surpresa que tive com a escrita de Drica Pinotti. Nunca tinha lido nada da autora e ela se tornou para mim, pelo menos até agora, a melhor autora nacional de chick-lit, sendo comparada tranquilamente a minha diva Sophie Kinsella.

A escrita da Drica é tão bem feita, tão divertida e tão maluca que simplesmente morri de rir lendo esse livro. A Pílula do Amor é narrada em primeira pessoa, por Amanda e, de imediato, temos o vislumbre da vida tempestuosa da personagem que, diariamente, passa por inúmeros percalços e confusões. É claro que é engraçado vê-la sofrendo de tantas crises e tendo vários chiliques. Têm coisas que parecem que só acontecem com ela.. como se ela atraísse essas confusões.. Ô menina azarada.. hehe. Mas ao mesmo tempo é muito triste, principalmente por constatarmos que a hipocondria é uma doença séria e que muitas vezes é desacreditada pelas pessoas.

Fiquei me perguntando: "Será que a Drica é hipocondríaca, ou super amiga de um médico?", por que como é possível ela entender tão bem de tantas doenças, tratamentos e medicamentos? Gente, este livro é quase uma enciclopédia médica. Apesar dela tratar a hipocondria com muito humor, gostei do fato dela também ter levantado a seriedade dessa doença e do desejo da Amanda em se tratar.

A história de amor vivida pela personagem é tão doce e delicada que me fez ficar muito feliz pela Amanda ter finalmente encontrado alguém que lhe desse um pouco de carinho e segurança. Mal posso esperar para ler Antídoto, segundo volume de A Pílula do Amor.

A Pílula do Amor não fala só sobre doenças. Ele também trata da busca do amor, da felicidade e da tolerância a respeito das diferenças existentes em cada pessoa.

Se vocês estão procurando um livro para dar muitas risadas e, ao mesmo tempo, refletir um pouco acerca das suas "neuras" e "bizarrices", não deixem de ler A Pílula do Amor. Tenho certeza de que todos irão se identificar com a Amanda, nem que seja só um pouquinho.

A Pílula do Amor - Drica Pinotti
Editora Prumo
279 páginas
Comprar: Saraiva

22 comentários

  1. Oi Mi!
    Ai que vontade de ler esse livro! Adoro chick-lit, são leves e muito divertidos. Já li resenhas bem positivas sobre A Pílula do Amor, mas a SUA ficou perfeita!
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Andréia, fico feliz que tenha gostado da minha resenha. Para quem curte o gênero, esse livro é leitura obrigatória. Beijos

      Excluir
  2. Parece mesmo ser bem divertido, não deixando de ser sério. Gostei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana, exatamente. A Drica conseguiu tratar de um assunto sério, nos conscientizando acerca da hipocondria, mas sem deixar de ser engraçada. Espero que goste. Beijos

      Excluir
  3. Preciso ler esse livro! Hahaha, já li várias resenhas dele e todas elas me passam a mesma impressão. E ver uma dica de leitura vindo de você, já me faz querer ler ainda mais. Está na lista!
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Babi, leia sim. Ele é divertidíssimo e muito inteligente, sem contar que depois de ler nos tornamos praticamente peritos em medicina.. kkkk Beijos

      Excluir
  4. Sabe que eu já tinha visto esse livro em redes sociais, mas nunca dei bola?
    Agora lendo a sua resenha eu me perguntei porque não pesquisei mais sobre ele. Já adicionei à minha lista!

    Beijão
    Sun Rises Here

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo Carol, isso é normal de acontecer. Agora você já sabe melhor a respeito dele. Espero que leia e goste. Beijos

      Excluir
  5. Hum, parece interessante, mas não é o meu tipo de livro favorito... Acho que só leria se ganhasse de presente kkkkkk, comprar acho que não iria não srsrsrs
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que pena Renata.. mas entendo. Beijos

      Excluir
  6. Amiga, pela capa confesso que achei que esse livro era uma coisa bem sem sal hehe mas fiquei morrendo de vontade de ler, acho que essa seria uma boa leitura pra mim agora. Vou tentar ler esse mês. Eu não sabia dessa doença e fiquei com uma vontade tremenda de saber mais e ainda conhecer essa enciclopédia que parece super divertida hehe Melhor ainda por ser nacional =D

    Beijocas, Greice.
    diariodaalvorada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga, concordo, seria uma ótima leitura para você no momento. Ele é rápido de ler e divertidíssimo. Você vai adorar. Depois me fala o que achou tá?! Adoro quando descubro livros nacionais de qualidade.. hehe Beijos

      Excluir
  7. Ahhh, sempre quis ler, nunca consigo comprar. adorei sua resenha, é exatamente o que espero do livro.
    E eu nem sabia que era uma série, são quantos livros?

    Beijos
    Bia - Livro do dia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia, até onde eu sei são 2 livros e parece que a autora está escrevendo um conto extra. Por mim poderiam ter outros mil a mais.. hehe Beijos

      Excluir
  8. Hehehehe, adorei que você usou o termo "uni-duni-tê" e eu ri porque eu também faço isso de vez em quando. Gostei da proposta do livro, mas a comparação com Sophie Kinsella me preocupou: não consigo curtir os livros dela :///

    Quem sabe durante o ano eu consiga numa biblioteca? :D

    Beijo!

    Raquel
    www.pipocamusical.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Raquel, sofro para escolher as leituras seguintes.. kkkk Vixe, você não gosta da Sophie? Então você não gosta de chick-lit? Isso pode ser um problema mesmo.. mas tente fazer o teste drive lendo o primeiro capítulo. Na Amazon você pode ter uma amostrinha grátis. Dá uma olhada: http://goo.gl/D4RraU

      Beijos

      Excluir
  9. Mii, esse livro parece ser bem do tipo que eu ando querendo..
    Eu acho esses problemas psicológicos muito interessantes, quando os autores trazem eles e ainda por cima nos dão maiores explicações eles me conquistam rs
    Adorei a resenha, ele com certeza já foi incluído na minha lista de leitura =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dreeh, se você está procurando uma leitura leve e divertida, este livro é certamente uma ótima pedida. Espero que goste. Beijos

      Excluir
  10. Sempre tive curiosidade de ler algo da Drica, então acabei comprando Antídoto. O problema é que ele é a continuação de A Pílula do Amor... Acabei trocando o livro e perdendo a vontade de ler... Depois da sua resenha, fiquei curioso quanto a escrita da autora, mas acho que não vou ler tão cedo.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simmm Leo, quando escolhi um livro da Drica foi na verdade Antídoto, e quando comecei a ler é que descobri que ele era continuação, e daí fui correndo atrás de A Pílula do Amor.. acho que isso poderia estar explícito na sinopse para nos alertar né?! Espero que você goste tanto quanto eu. Beijos

      Excluir
  11. Oi, nossa agora eu fiquei surpresa sério mesmo, eu nunca atinha imaginado que o livro era assim tão divertido e falava dessa doença, eu nunca tinha sentido interesse em ler ele, sei lá acho que o titulo e a capa não tinham me chamado a atenção para ele. Mas gostei da resenha, pude conhecer o livro um pouco melhor e realmente me interessei por ele, eu sei muito bem o que é sempre estar em confusões sou dona disso, ele deve me render muitas risadas hahaha
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha conseguido despertar o seu interesse. Leia e confira a história. Espero que se divirta tanto quanto eu. Beijos

      Excluir