Entrevista - Autora Maribell Azevedo

Autora Maribell Azevedo
Oi gente, hoje trago para vocês uma entrevista deliciosa com a Maribell Azevedo, autora dos livros Amor no Ninho e Amor Inteiro, que já li, amei demais e já resenhei aqui no blog. Se vocês não conhecem, não podem perder!

ATENÇÃO! Este resenha pode conter spoilers de Amor no Ninho e Amor Inteiro. Leiam por sua conta e risco.

MC: De onde surgiu a ideia de escrever Amor no Ninho? Foi seu primeiro livro?

MA: A ideia surgiu do livro Helena do Machado de Assis, foi um dos meus favoritos na adolescência. Porém nunca me conformei muito com o final trágico, então sempre tive a vontade de escrever sobre esse tema de amor entre supostos irmãos, no caso de Amor no Ninho são irmãos adotivos. Sim, foi meu primeiro livro lançado, mas não o primeiro que escrevi. 

MC: Como foi escrever sobre o amor surgido entre dois irmãos? Enfrentou algum tipo de preconceito em razão disso?

MA: Eu adorei escrever sobre esse amor nascido dentro de casa, ficava imaginando como seria o dia a dia deles, as experiências que compartilhavam e faziam com que se conhecessem profundamente. Alguns leitores parecem ter ficado incomodados, o que me surpreendeu, porque Marina e Dan não são realmente irmãos de sangue. Mas respeito, porque cada pessoa tem um nível de maturidade para receber e compreender a história.

MC: O que te fez ambientar a história na Inglaterra e não no Brasil?

MA: A primeira imagem dos personagens quando veio a minha mente foi lá. Imaginei essa garota descendente de brasileiros, com toda a ginga e aparência latina fascinando o garoto inglês. Foi à primeira inspiração e fui fiel a ela. 

MC: Você teve que fazer muitas pesquisas para facilitar o desenvolvimento da trama, como por exemplo, a respeito dos nomes e costumes indianos para criar a família da Shanti, o universo cinematográfico de Dan, as habituais danças de Marina, etc?

MA: Sim, fiz pesquisa sobre esses assuntos, cultura indiana, atuação, dança, mas em cima da pesquisa me permiti certa liberdade criativa. Não tinha a pretensão de fazer um livro didático, afinal é um romance e gosto de criar cenas ou atitudes imprevisíveis, que fogem da norma.

MC: Fiquei com uma dúvida quando li Amor no Ninho que não quis calar, relativo ao casamento de Dan e Marina. Você fez alguma pesquisa jurídica a respeito da validade de tal união? Ou ao escrever sobre o assunto, apenas o fez como gostaria que as coisas fossem?

MA: Fiz uma boa pesquisa sobre o ritual polinésio e havaiano de casamento, procurei fazer um mix harmonioso para a cerimônia. Com relação a questão legal não me aprofundei muito, porque quis permitir que os personagens conseguissem solucionar as dificuldades e realizassem seu sonho. Não coloquei esse detalhe no livro, mas imaginei que a certidão de nascimento que a Marina mostrou para se casar foi a original e não a atual. Assim se comprovaria que não são relacionados.

MC: Percebi que no decorrer de Amor no Ninho, Lance e Shanti foram ganhando um maior destaque na história. Você tinha planos de que isso fosse acontecer desde o início ou eles simplesmente foram ganhando vida?

MA: Eles foram ganhando um espaço muito maior do que planejei originalmente. Eu os adoro! Mas o espaço que receberam em Amor inteiro foi a pedido dos leitores, o livro já estava praticamente pronto e comecei a receber uma enxurrada de pedidos para que mostrasse mais sobre eles. Tive que criar vários capítulos extras, o que foi um grande prazer.

MC: Como foi criar Paula, em Amor Inteiro, responsável pelas cenas de maior tensão do livro? Você já sabia o desenrolar da história ou as cenas do hotel e do sequestro simplesmente surgiram enquanto escrevia a obra?

MA: Paula estava planejada desde o início para ser alguém mimada e sem escrúpulo. As cenas do hotel e sequestro também foram criadas desde o começo.

MC: Você tem planos futuros para um terceiro livro? Se sim, pode nos dar uma dica do que pretende falar?

MA: Sim, o terceiro livro é uma forte possibilidade. Nele o foco será Lance, Shanti e mais outros novos personagens que prometem chegar para agitar. Vou dar também um salto no tempo, mostrando o antes e o depois em suas vidas.

MC: Gostaria de te parabenizar por ter escrito livros tão intensos, delicados e apaixonantes. Fazia tempo que só escutava falar bem de Amor no Ninho e resolvi me render a ele. Não poderia ter ficado mais feliz com a grata surpresa de lê-lo e corri para ler Amor Inteiro, afoita para saber sobre o futuro dos personagens. Em Amor Inteiro, descobri uma narrativa muito mais madura e envolvente, que me arrancou suspiros, risadas e lágrimas e me deixou querendo mais. Obrigada e sucesso sempre.

MA: A cada leitor seu livro, a cada livro seu leitor. Fico sinceramente comovida quando percebo que meus livros encontraram o leitor certo para eles, que sentiu a história e se emocionou com o amor, o drama e a alegria vividos pelos personagens. Agradeço por ter compartilhado sua emoção e análise sensível e sincera. Obrigada também pelo apoio carinhoso, pois num país onde ser autor independente é uma tarefa quase impossível, o apoio de blogueiros sérios e comprometidos como você é essencial para divulgar nosso trabalho.

MC: Você poderia deixar um recado para os seus fãs e leitores do Recanto da Mi?

MA: Às vezes tudo que se precisa para a realização de um sonho, é um pequeno empurrão. Tive a sorte de ter amigos que me incentivaram a acreditar que era possível. Agradeço a vocês que continuam me ajudando a acreditar. 

E aí, gostaram da entrevista? A Maribell é mesmo uma fofa né?! Eu adorei saber um pouco dos "bastidores" desses livros que tanto amo.. hehe.

Tem algum outro escritor que vocês gostariam de ver por aqui? Se sim, quais perguntas fariam a ele?

Beijos, Mi

10 comentários

  1. Amiga eu não li as resenhas dos livros mas essa entrevista me deixou afoita para ler os livros, como assim os irmãos se apaixonam?? Aiiii eu quero ler, agora!!! Muito bacana essa entrevista, é tão bom ver autores brasileiros se destacando com histórias incríveis e que mexem com nosso coração, e melhor ainda vendo eles dedicarem seu tempo a responder seus leitores. Meu respeito aos autores que respondem leitores, e aos que não conseguem também pois eles geralmente respondem à sites grandes, mas fico contente de ver os blogs com entrevistas tão legais aos autores :)
    Quero ler Amor no ninho, fiquei muito curiosa. Tá na lista! A Maribell é uma fofa! =D

    Beijos, Greice.
    diariodaalvorada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amiga, sério que tu não tinha visto as resenhas? Nossa, eu me apaixonei por esses livros. A ideia da Maribell foi muito legal e a forma como ela tratou o assunto foi tão linda e delicada, tão cheia de emoção e paixão. Tenho certeza absoluta de que você vai amar e se apaixonar pelos personagens tanto quanto como eu. Assim como você, adoro a acessibilidade que alguns autores têm e a disponibilidade de responderem aos seus leitores. Isso também só me faz admirá-los ainda mais. Beijos

      Excluir
  2. Aah, você não perde a oportunidade de fazer uma entrevista quando gosta da história né! haha
    Acho muito bacana a sua iniciativa e também a disponibilidade dos autores.. Sei lá, as vezes eles parecem meio intocáveis rs.
    Gostei muito das explicações da autora, principalmente com relação as pesquisas e tudo o mais. É, quem sabe não incluo eles na minha lista agora =)

    Beeijos, Dreeh.
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Dreeh, sempre quando um livro mexe comigo de alguma forma fico doida para entrevistar os autores.. kkk Beijos

      Excluir
  3. Eu também não sabia que Amor no Ninho tinha esse tema! Mas um para a lista de desejados,rs.
    E viva os autores brasileiros!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Ana, Maribell foi super ousada ao retratar este tema e se saiu super bem. Espero que você goste. Beijos

      Excluir
  4. Não sou muito fã desse gênero, mas sempre tive curiosidade de ler Amor no Ninho, outra vez de tanto ouvir a Barbara falar sobre. Espero ler um dia e gostar!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também espero Leo, porque é uma história linda e emocionante. Beijos

      Excluir
  5. Adorei conhecer melhor a autora, eu não sabia muito sobre ela, só havia visto os seus livros assim por cima sabe, só a capa nem sabia do que se tratava, mas adorei saber sobre, me fez sentir vontade de ler aos livros, as capas são lindas, e a autora a maior fofa, espero poder ler em breve, não vejo a hora de poder conhecer essa historia que parece ser maravilhosa.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que goste, super valem a pena. Beijos

      Excluir