Resenha - Anjos à Mesa

Resenha Anjos à Mesa Debbie Macomber
Lucie era uma workaholic de plantão. Desde que perdera o pai numa cirurgia de rotina, sua vida resumiu-se a cuidar da mãe e redobrar os esforços na contribuição financeira da casa. Se empenhava ao máximo para realizar um sonho, abrir o restaurante Encantos Divinos que fora idealizado em comum esforço com Wendy, sua mãe. Isso significava dar adeus a sua vida pessoal, folgas, passeios e qualquer envolvimento amoroso. Lucie precisava se dedicar ao máximo e transformar o restaurante num sucesso. A vida dela e de sua mãe dependiam disso.

Porém, no ano novo, foi convencida por Wendy e suas amigas a ir até a Times Square celebrar e espairecer um pouco. Indo totalmente contra a sua vontade, ainda teve o azar de se perder de Jazmine e Catherine, ficando sozinha em meio à multidão, aguardando a contagem regressiva amuada. Mal sabia que a sorte lhe esperava, ali, a poucos centímetros, na figura de um bonitão chamado Aren.

Logo que virou meia-noite, ela e Aren se deram um "encontrão" por causa da multidão e quando Lucie se deu conta, eles já estavam se beijando. Aquele fora sem sombra de dúvidas o melhor encontro que tivera na vida. Aren e Lucie decidiram prolongar a noite numa lanchonete ali perto. Nunca a conversa num primeiro encontro havia fluido tanto. Lucie e Aren sentiam-se conectados. Mas Lucie tinha muito medo de se comprometer em razão da sua vida atribulada, portanto, resolveram deixar um próximo encontro nas mãos do destino, sem trocar números de telefone ou qualquer outro contato. 

Aren pediu que Lucie a encontrasse dali a uma semana, no Empire State Building, às 16 horas. Se ela fosse, isso seria um sinal de que ambos queriam dar uma chance a essa promissora relação. Mas nem sempre as coisas saem como planejado, e Lucie não apareceu, deixando Aren esperando por horas, ferindo seu orgulho e seu coração. Wendy, desesperada com a situação, fez uma oração fervorosa para que Deus interviesse e desse um jeito de unir o casal novamente.

O problema é que o primeiro encontro entre Lucie e Aren na Times Square não estava nos planos de Deus. Pelo menos não ali, naquele momento. Eles deviam se conhecer apenas meses mais tarde em uma outra oportunidade, e aquele "tropeção" que deram um no outro foi fruto de um aprendiz de anjo atrapalhado, chamado Will, que com pena de vê-los tão sozinhos numa noite tão especial, decidiu dar uma forcinha.

Mas o Arcanjo Gabriel ficou furioso com a situação, já que os anjos Embaixadores da Oração eram terminantemente proibidos de interferir na vida dos humanos. E aquele encontro premeditado havia trazido consequências para a vida de Aren e Lucie. Agora os anjos Shirley, Mercy, Goodness e Will vão tentar de tudo para corrigir a burrada e fazer com que Aren e Lucie finalmente fiquem juntos e sejam felizes.

Querem saber o que vai acontecer? Então leiam.

***

Anjos à Mesa é definitivamente um livro doce, fofo e extremamente divertido, daqueles que a gente não quer largar até terminar de ler. Desde que li O Amor Mora ao Lado, também da Debbie Macomber, me apaixonei pela escrita da autora, mas fiquei decepcionada com o andamento acelerado da história e com o final precipitado.

Apesar disso, decidi dar mais uma chance a Debbie e me entreguei a Anjos à Mesa de coração e mente aberta, e não me arrependi. A história é narrada em terceira pessoa e alguns capítulos são intercalados, nos contando tanto sobre a vida na Terra, de Lucie, Aren, Wendy e Josie; como sobre a vida Celestial, dos anjos Shirley, Goodness, Mercy, Will e Gabriel, fazendo a trama ser bem mais dinâmica e completa.

Ainda que o livro seja igualmente fininho, dessa vez a história se mostrou satisfatória, seguindo um ritmo gostoso, envolvente e viciante, e tendo um início, meio e fim apropriados. Achei muito legal saber que a história dos anjos nasceu de uma passagem bíblica: "Surely, goodness and mercy will follow you (...)." e que existem outros livros escritos por Debbie com estes mesmo anjos protagonizando, mas infelizmente não foram trazidos para o Brasil.

Os encontros e desencontros de Aren e Lucie me fizeram rever a Lei de Murphy, pensando que ela de fato não existe, e que todas as trapalhadas das nossas vidas podem ser fruto de algum anjinho desesperado por nos ajudar, mas que por algum motivo, acaba enfiando os pés pelas mãos. Será que Murphy não foi um anjo como Will um dia? E acabaram criando a "Lei" inspirada nele? kkkk

As cenas de humor no livro são literalmente hilárias. O tempo todo enquanto lia ficava imaginando o livro sendo adaptado para o cinema. Daria uma ótima comédia romântica. E o envolvimento amoroso de Aren e Lucie é inspirador. 

Anjos à Mesa é uma história perfeita para passar o tempo, descontrair e suspirar. Com uma bela mensagem de pano de fundo a respeito dos Milagres do Natal, Debbie nos mostra que existem anjos nos rondando e que devemos sempre acreditar nos finais felizes. 

Anjos à Mesa - Debbie Macomber
Editora Novo Conceito
224 páginas
Comprar: Saraiva

16 comentários

  1. Own *-* esse livro parece ser uma fofura mesmo!
    Tudo nele já havia me encantado, e com uma resenha positiva assim não tem como não me encantar mais.
    Adoro comédias românticas, e pelo que você disse, realmente seria daquelas bem gostosas de assistir enroladinha no coberto com o boyfriend rsrs. Espero que alguma produtora tenha essa ideia também =))

    Beeijos, Dreeh.
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dreeh, ia ser realmente legal se alguma produtora se interessasse em adaptá-lo para as telonas. Acho que com um ingrediente desses, não haveria erro. Beijos

      Excluir
  2. Oi Mi :)

    Estou louco para ler esse livro. Graças a sua indicação eu comprei ele, e daqui uns 3 livros vou começar a lê-lo. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal Gabriel. Fico feliz em saber. Espero que goste. Beijos

      Excluir
  3. Primeiro que a gente precisa bater palmas para essa capa linda de doer, né? Pelo menos eu sou fascinada pela época natalina e essa arte me faz pensar naquele clima gostoso que sempre aparece quando os festejos se aproximam. Eu também gosto muito da escrita de Debbie Macomber e achei lindo o episódio que inspirou a criação do livro. Aliás, esse carinho e a forma como Debbie leva em consideração o que o leitor diz é muito bacana. Sempre tem o link do Facebook e endereço para cartas nas obras dela. E, pra completar, ainda vem naquela caixa fofa da Novo Conceito! Ficou quase impossível resistir. Achei o livro bem melhor do que O Amor Mora ao Lado. Os casais da Macomber sempre são carismáticos, mas naquele livro o conflito foi todo muito rápido, esquisito. Em "Anjos à Mesa", achei o desenvolvimento mais coerente e amei a mistura de fé, natal e gastronomia. Tomara que a editora traga ainda mais lançamentos dela...Você gostou desse "Até eu te encontrar"? Confesso que não me agradei muito...=(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Laís, realmente a NC arrasou da edição desse livro.. ele é de comer com os olhos. Concordo com você.. em O Amor mora ao lado também achei tudo super corrido, com um desenvolvimento meio forçado, o que me decepcionou um pouco. Mas em Anjos à Mesa, apesar de ser igualmente um livro pequeno, tudo aconteceu de maneira apropriada num ritmo de leitura delicioso. Pelo visto temos quase sempre as mesmas opiniões sobre os livros né?! Que bom que gostou deste também. Não, infelizmente não curti muito não Até eu te encontrar :/ Beijos

      Excluir
  4. Hey, você conseguiu me deixar realmente curiosa pra ler esse livro!
    Apesar de ele ter uma carinha de natal né? Hahaha.

    http://aboutbullshit.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bárbara, então, ele tem tudo a ver com natal, além de se passar no natal.. por isso a carinha de natal.. hehe Beijos

      Excluir
  5. Tinha visto esse livro, mas ainda não tinha lido nenhuma resenha, mas não me interessei em ler por causa do envolvimento com anjos e tals.

    Beijos
    www.barbaraalgazi.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Barbara, apesar de aparecerem anjos e de eles serem essenciais a história, a trama não é focada neles não. Beijos

      Excluir
  6. Oi Mi..
    Pela sua resenha, e avaliação você gostou muito.
    Eu já várias resenhas sobre o livro. Leria com certeza..
    Mas não sei se procuraria ele agora.
    Mas sua resenha está completinha..

    beijos
    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Leti. Espero que goste no dia em que fores lê-lo. Beijos

      Excluir
  7. Estou muito curiosa para ler esse livro, Mi. Li O Presente, uma temática de Natal, e gostei pelo clima e pela história. Estou curiosa!

    Amei a resenha! <3
    http://pronomeinterrogativo.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amiga, eu adoro livros ambientados no natal. Acredito que este livro e O Presente sejam diferentes, mas este é tão doce e fofo que é impossível não gostar. Beijos

      Excluir
  8. Confesso que fiquei com aquele gostinho de quero mais. Já está na minha wishlist!
    Ahh, essa é a primeira vez que acesso seu blog e amei logo de cara! O conteúdo e o layout são apaixonantes. Garota, você tem um talento e tanto *-* Continue assim! Sabe, vendo o que faz aqui, fiquei com a impressão de que encontrei um refúgio, uma dica bacana, um texto legal, um conteúdo original... Eu nem preciso dizer que eu gostei o seu Blog, não é? Porque eu não só gostei.. eu me encantei, eu amei! O mínimo foi clicar ali e te seguir! Que bom foi ter encontrado seu espaço! *-* Parabéns e muito sucesso, viu?
    Seria uma honra vê-la no meu blog, e se gostar, seguir também! Beijos!

    Frase de hoje: "Tudo é questão de despertar sua alma." – Gabriel García Marquez
    Antes de Sonhar | Instagram: @antesdesonhar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mari, nossa, que comentário querido! Muito obrigada, você não imagina como recadinhos como esses me deixam feliz :) Espero que você transforme mesmo o meu recanto em um refúgio e fique sempre por dentro das novidades. Te espero por aqui. Grande beijo.

      Excluir