Resenha - Filme Carrie, A Estranha (2013)

Resenha Filme Carrie A Estranha
"Uma releitura do clássico conto de terror sobre Carrie White (Chloë Grace Moretz), uma garota tímida rejeitada por seus colegas e super-protegida por sua mãe profundamente religiosa (Julianne Moore), que traz o terror telecinético para sua pequena cidade após sofrer uma brincadeira de mal gosto durante o baile de formatura. Baseado no livro best-seller de Stephen King, Carrie – A Estranha é dirigido por Kimberly Peirce a partir do roteiro de Roberto Aguirre-Sacasa."
Carrie White é uma menina que já nasceu marcada pela tragédia e pelo pecado. Filha de Margaret, uma beata fervorosa e com sérios problemas mentais, vive de forma reclusa, constantemente vigiada por sua mãe.

No colégio, tem que suportar diariamente os olhares de desprezo e as piadinhas maldosas dos colegas. Certo dia, no vestiário feminino, enfrenta problemas pessoais que a deixam extremamente constrangida e humilhada perante todas as meninas da sua classe. Ali ela descobre não ser apenas estranha, mas dotada de poderes sobrenaturais. Pouco a pouco, Carrie passa a pesquisar e a explorar a dimensão dos seus poderes, percebendo que eles emanam com mais naturalidade quando está com raiva. 

Para dificultar sua situação na escola, um vídeo gravado no dia do incidente vai ao ar, expondo-a ainda mais. As meninas responsáveis são punidas, sendo proibidas de ir ao baile de final do ano, o que as deixam mais iradas. Sue Snell, uma das responsáveis pela humilhação de Carrie, se arrepende sinceramente da sua má conduta e, para tentar contornar a situação e se desculpar com a colega, convence seu namorado, Tommy Ross, a convidá-la para ir ao baile. Sue quer proporcionar a Carrie um dia de princesa como ela nunca teve.

Mas Chris Hargensen não vai permitir que este conto de fadas se realize. O gênio do mal irá planejar, com seu grupinho de populares, uma vingança a altura. Querem saber quem vai levar a melhor? Então assistam.

***

Dia 06/12/2013 estreou nos cinemas do Brasil o filme Carrie, A Estranha, baseado no livro de mesmo nome de Stephen King. Nunca li a obra, muito menos tive a oportunidade de conferir as outras versões do filme. O único até então que tinha assistido foi A Maldição de Carrie, em 1999, que seria uma suposta continuação do primeiro filme. Na época eu era muito novinha e lembro de ter achado ele o máximo!

Fui assistir Carrie, A Estranha, com uma ideia totalmente diferente. Jurei que o filme fosse ser um terrorzão, mas não é. Durante boa parte ele não deixa de ser apenas um filminho adolescente meio sobrenatural que fala sobre uma garota doce, tímida e ingênua que vive sofrendo bullying no colégio e que sonha em ser aceita, ter amigos e um namorado.

Carrie é uma ótima menina, religiosa, de caráter, que ama e se preocupa com a mãe. Mas carrega dentro de si um vazio existencial tão profundo que nunca conseguiu preencher. Ela não é uma menina má ou desequilibrada como pensei que fosse. Carrie só fez o que fez, porque foi forçada ao seu limite, não conseguindo controlar, num ato impulsivo de fúria, seus próprios poderes. Tanto é que depois que a ficha cai, ela fica atordoada e morrendo de culpa.

Achei muito legais as cenas protagonizadas por Carrie e sua mãe. Julianne Moore está simplesmente fantástica no papel de Margaret. Apesar de ser fora da casinha, no fundo, a única coisa que Margaret quer é proteger sua filha das ameaças do mundo, evitando que ela sofra tudo que Margaret já sofreu. E Carrie sabe disso, tanto é que tenta ser flexível com a mãe até onde consegue, pois, depois que descobre a existência dos seus poderes, não se contém em impor sua própria opinião ao mundo.

O filme é legal até as desgraças começarem a acontecer. Achei tudo muito forçado e clichê. Chlöe está uma graça interpretando Carrie e Ansel continua um fofo. Com certeza muitas meninas vão suspirar pelas cenas dele sem camisa. Incrível como este ator está sendo cotado para todos os filmes juvenis. Em breve irá estrelar Divergente e A Culpa é das Estrelas também.

Bom, o que posso dizer é que quem curte um drama adolescente, misturado com o toque de sobrenatural, assistam, talvez gostem. Senão, passem longe, pois não acredito que este filme seja exatamente para todos os gostos. Talvez valha prestigiar a obra por ser baseada num livro tão famoso e conceituado, ou então em razão da interpretação dos atores e dos efeitos que estão muito bons. Mas no geral, achei-o fraco. Vejam e tirem as suas próprias conclusões.

* Agradeço ao Espaço/Z por ter me proporcionado assistir ao filme em primeira mão, numa cabine de imprensa VIP.

Título original: Carrie
Roteiro: Roberto Aguirre-Sacasa e Stephen King
Direção: Kimberly Peirce
100 minutos

TRAILER

15 comentários

  1. Oi Mi! Eu li outras obras do autor, não esta, mas são terror puro, de dar arrepios e você olhar para trás e ver se está mesmo sozinha. Talvez para o filme tenha sido criado algo mais leve, para não impressionar o grande público. Enfim, eu gostaria de conferir. Bom domingo.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cida, eu nunca li nenhum livro do autor, mas já vi vários filmes que são bem impressionantes, como It, por exemplo. Este pareceu mais um terror trash adolescente sabe, estilo Pânico?! kkk Uma pena, mas, espero que goste. Beijos

      Excluir
  2. Ahhh você assistiu! Eu também nunca vi as outras versões, mas sempre lembro de um filme em que uma garota é trancafiada em um armário pela mãe e também menstrua na escola (vc não citou essa cena deixando um suspense né?! adorei!), eu achei aquele filme fantástico mas nunca soube o nome, agora lendo as resenhas do remake tenho quase certeza de que era Carrie na versão de 2002. Eu morro de curiosidade de ler o livro do King, dizem que é aterrorizante, pena o filme não ser, achei que era um terrorzão. Ah e o Ansel né, até ontem eu nem sabia que ele estrelava esse filme também, está fazendo sucesso o rapaz!
    Adorei a resenha e acho que o mais breve possível irei assistir já que parece que não irei morrer de medo, porque eu gosto de terror mas ultimamente eu quase infarto com essas coisas rsrsrs

    Beijos, Greice.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, não quis mencionar porque para mim seria um spoiler, já que é uma das cenas mais importante do filme por ser catalisadora de muitas coisas.. hehe Eu também tenho muita curiosidade de ler os livros do King, dizem que são muito bons. Todos os filmes e séries antigos que vi baseados nos livros dele são terrorzão, mas ou o pessoal de hoje em dia perdeu a mão, ou eles não têm mais interesse em fazer algo tão assustador como antigamente.. hehe Guria, também não tinha a mínima ideia de que o Ansel estava no filme.. aliás, fui assistir sem saber nada e me impressionei ao ver a Julianne Moore lá também.. hehe Assista e depois me diga o que achou. Beijão

      Excluir
  3. Opa, eu não sabia que tinha saído nos cinemas nacionais. Eu quero muito assistir. Eu já assisti a versão antiga então já sei o que acontece, mas eu quero ver como vai ficou a versão 2013.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana, legal, porque assim você poderá comparar as versões. Dizem que esta ficou muito boa, e que a diretora deu um novo olhar mais materno à história.. mas não tenho como traçar estes comparativos, infelizmente. Beijos

      Excluir
  4. Esse é um dos blogs que eu não posso deixar de passar nunquinha, aqui eu simplesmente tiro os sapatos e descanso os pés!

    Mi, querida! Parabéns pelo post, adorei!! Irei coloca-lo - ou melhor - antecipar na minha listinha de desejos, essa resenha me deixou com um tremendo ar de curiosidade, já li algumas obras do autor mas essa me levou ao desejo! Sucesso!!

    Ps: Tem poema fresquinho no meu blog, acompanhado de um mocado de belezuras rsrs Conto com a sua visitinha! Bjss

    http://jeffreycorreia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jéferson, obrigada pelo carinho e pela visita. Espero que goste do filme. Beijos

      Excluir
  5. Esse é um dos livros dele que ainda não li. Vou ver se consigo assistir o filme. As pessoas geralmente ligam o Stephen ao terror, mas a maioria dos livros dele que li não dá medo.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sil, quanto aos livros não sei dizer porque nunca li nada do King, mas a maioria dos filmes ou seriados que vi foram todos de terror e fiquei com medo ou me assustei, ou achei macabros e sinistros.. hehe espero que goste de Carrie. Beijos

      Excluir
  6. Ainda não assisti o filme só o da versão original de 1976 e o de 2002 mas tendo a Julianne Moore no elenco só pode ser bom a Julianne Moore é simplesmente perfeita ela é linda de morre e além disso atual muito bem estou loca para ver

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Milena, a Julianne arrasa demais mesmo, ela esta fantástica em Carrie. Vale a pena assistir só por ela.. hehe Espero que goste. Beijos

      Excluir
  7. Não assistia esse filme porque pensava ser filme de terror e morro de medo...sua resenha me fez criar coragem pra assistir...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jayne, não é terror não.. até porque boa parte dele é bem infanto-juvenil. Uma amiga levou a filha de 10 anos para assistir que nem ficou com medo. Então pode ver de boa. Beijos

      Excluir
  8. Eu acho que esse filme devia ter caminhoneiros e caminhões 🌚

    ResponderExcluir