Projeto - Read-a-Thon BR: Semana Nacionais #1




Oi gente, confiram o meu primeiro livro lido no Read-a-Thon BR: Semana Nacionais, que está rolando no Blog da Babi Lorentz entre os dias 22 a 28/12.

Conheci este Read-a-Thon BR: Semana Nacionais AQUI.

Confiram o Read-a-Thon: Livros com temática Natalina AQUI.

Confiram AQUI as sugestões de livros nacionais para lerem nessa semana.

1º Livro Nacional lido: Amor no Ninho, de Maribell Azevedo.

2º Livro Nacional que estou lendo: Amor Inteiro, de Maribell Azevedo.

Resenha de Amor no Ninho feita pela Pah, do Blog Livros & Fuxicos.

Comprem os livros físicos AQUI.

Comprem os livros em ebook AQUI.

***

Ajudem a divulgar o vídeo. Se gostaram, curtam, compartilhem e comentem!! Se inscrevam no meu canal!!

Obrigada por assistirem ao vídeo ;o) 

Beijos, Mi

8 comentários

  1. Ah, adorei o projeto. *-*
    Li ótimos livros nacionais esse ano!
    beijos
    apenas-um-vicio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Dessa, eu também tive a mesma sorte. Beijos

      Excluir
  2. Pra você ver como são as coisas...No blog Este Já Li (não sei se você conhece, mas o trabalho da Ceile também é muito bom. Gosto bastante de lá), a resenha foi puxada para o negativo. Não me lembro bem quais foram os aspectos indicados, mas recordo que consideraram que a polêmica não foi tão bem explorada e sentiram falta de verossimilhança na história. É uma situação muito complicada e não dá para julgar a família por se chocar como que ocorre. Acho que é o tipo de obra em que se precisa tirar as próprias conclusões, né? Vou ficar de olho no preço do ebook lá na Amazon. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Laís, não conhecia esse blog, mas fui procurar a resenha da Ceile para poder opinar. Bom, cada um tem um gosto certo?! E cada livro toca ou não cada leitor de uma maneira diferente. No meu ponto de vista, temos duas questões principais em Amor no Ninho: 1º - Estamos falando de adolescentes que se amam há anos e que chegam numa fase que simplesmente não conseguem se olhar que entram em combustão.. ou seja, são imaturos, infantis, possessivos, ciumentos, irresponsáveis, etc, tudo o que se pode esperar de jovens que perderam a cabeça em razão do amor.. portanto, não tem como ambos serem mais maduros.. cada um é cada um, mas eu já tive essa idade e entendo bem a situação pela qual eles passaram. 2º - O amor entre irmãos não foi profundamente explorado no que diz respeito ao preconceito externo, porque ao meu ver, não era exatamente a intenção da autora. Os pais não aprovam? Claro que não.. a sociedade rejeita? Óbvio que sim.. mas isso é o que menos importa para eles, afinal, primeiro eles têm que enfrentar seus próprios medos e preconceitos para aceitar o amor que nutrem um pelo outro, e depois que o fazem, que se exploda o mundo ao redor, o que eles mais querem é viver esse sentimento intensamente e compensar o tempo perdido. Portanto, a Maribell acabou se focando puramente em sentimentos: oscilação de sentimentos, confirmação de sentimentos; não se prendendo necessariamente a polêmica. Se ela deveria ter explorado mais esse outro lado? Sinceramente, não sei, porque para mim a história funcionou muito bem assim. Mas será que vai funcionar para você? Isso você só irá descobrir lendo.. hehe e o preço está super convidativo na Amazon. Caso leia, me conte depois o que achou. Beijos

      Excluir
  3. Oii mii, adorei esse livro, fiquei super interessada, vi que vc leu o livro em e-book, mas vc sabe se tem esse livro físico em alguma livraria? Pq eu pesquisei e não achei em nenhuma :(
    Obrigada
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nanda, sei sim, adicionei os links de venda na postagem. Dá uma olhada. Beijos

      Excluir
  4. Mi,
    Eu gosto muito de filmes com temática de Natal, por achar que passam uma mensagem de esperança, de amor ao próximo, de fé!
    Livros, eu spo li um até hoje que foi Anjos à mesa da Debbie Macomber e estou na metade de O Presente da Cecelia Ahern. Eu gosto de me sentir envolvida neste clima de paz que o Natal nos envolve!
    Dos outros livros com temática de natal, vou procurar ler o conto de Natal do Charles Dickens (of course). Achei interessante também, Noite infeliz e Twelve days of Christmas.
    Mudando de assunto.... adoro livros que deixam opinião oposta nos blogueiros... Amor no ninho deixou 2 blogueiras que conheço com sensações completamente diferentes! Acho que um livro tem seu momento para ser lido, que para que gostemos, ele depende muito de nossas experiências de vida e gostos, não tem como separar uma coisa da outra, mas achei muito interessante você se colocar no lugar das personagens! Afinal, se lermos um infanto-juvenil com olhar de adultos de 30, 40 anos restritivamente, por óbvio que não iremos gostar, mas se ao menos lembrarmos que tivemos essa idade e como éramos, a visão do livro já vai mudar... não tem época mais difícil que a adolescência, tudo é mais intenso, nossos problemas são os maiores do mundo, nossos amores os melhores e mais urgentes e por aí vai....
    Ufa, escrevi um livro...kkkkk

    Beijão amiga
    Chrys Audi
    blog Todas as coisas do meu mundo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chrys, concordo com tudo o que você disse, e por sinal, amei a sua opinião, obrigada por dividi-la conosco. Essa coisa de enxergar o livro com os olhos dos personagens é complicado né.. e realmente é difícil nos conectarmos com a história quando não conseguimos nos colocar na pele dele.. Por exemplo, lembro que quando li Escola: Os piores dias da minha vida, e lembrei como é ter a idade do Rafa e querer radicalizar na escola, achei o livro divertido. Mas não pude deixar de enxergá-lo com quase 30 anos e achar a conduta do menino ridícula e pensar que se fosse meu filho ia levar uma boas palmadas e ficar de castigo por anos.. kkk Também adoro livros polêmicos que divida a opinião de quem lê. Não adianta, cada um tem um gosto e nem sempre os livros são lidos no momento adequado, mas por querer chegar até o fim, acabamos insistindo né, e as coisas não saem como gostaríamos. Quanto aos livros de Natal, também adoro, principalmente os que são ambientados lá fora, porque na minha cabeça o natal de verdade é aquele com neve e com todas as tradições que se tem direito.. kkk Beijos

      Excluir