Resenha - Dias de Sangue e Estrelas

"Karou, uma estudante de artes plásticas e aprendiz de um monstro, por fim encontrou as respostas que sempre buscou. Agora ela sabe quem é - e o que é. Mas, com isso, também descobriu algo que, se fosse possível, ela faria de tudo para mudar: tempos atrás Karou se apaixonou pelo inimigo, que a traiu, e por sua culpa o mundo inteiro foi punido. Na deslumbrante sequência de Feita de fumaça e osso, ela terá que decidir até onde está disposta a ir para vingar seu povo. Dias de sangue e estrelas mostra Karou e Akiva em lados opostos de uma guerra ancestral. Enquanto os quimeras, com a ajuda da garota de cabelo azul, criam um exército de monstros em uma terra distante e desértica, Akiva trava outro tipo de batalha: uma batalha por redenção... por esperança. Mas restará alguma esperança no mundo destruído pelos dois?" 
ATENÇÃO. Essa resenha pode conter spoilers sobre o primeiro livro da série: Feita de Fumaça e Osso. Se vocês ainda não leram, confiram a resenha dele AQUI.

Era uma vez um demônio que se apaixonou por um anjo, e a paixão deu lugar a um ódio mortal que varreu a vida de muitos em Eretz.

Logo depois de descobrir sobre sua verdadeira identidade e ser aplacada pela dor advinda da confissão feita por Akira, Karou rumou para Loramendi, deixando seu coração para trás. Precisava ver com seus próprios olhos a destruição do seu povo, a destruição da sua família. E para sua surpresa e frustração, em meio aos escombros, encontrou a única pessoa que desejaria não encontrar viva: Thiago, o Lobo Branco.

Apesar de Thiago e Karou terem as suas "diferenças" no passado (e que "diferenças"), ambos eram o que restavam de sua raça: as quimeras, e precisavam um do outro para recomeçar. O Lobo Branco era o líder, um guerreiro, aquele que todos respeitavam, temiam e seguiam. As quimeras precisavam de um punho forte para guiá-las. E Karou, por sua vez, descobrira ser uma ressurreicionista, capaz de criar corpos quimeras através de dentes previamente selecionados, lhes devolvendo a vida a partir de um dízimo de dor. Seus anos de treinamento ao lado de Brimstone surtiram efeito e, a partir de então, seria ela a responsável por realizar este fardo que por anos fora dele. Seu querido Brimstone. Karou, a amante de anjo, a traidora, era a única esperança das quimeras.

Mas as quimeras não podiam permanecer em Eretz. Mesmo depois "do fim da guerra", era inseguro ficar ao alcance do Imperador. Karou então teve uma ideia, levou Thiago e sua tropa para a Terra, abrigando-se num casbá em ruínas em pleno deserto. Lá, escondidos, ela seria capaz de recriar o exército de quimeras para voltar a combater os anjos e vingar o seu povo. Nada do que fizesse, nenhuma dor que viesse a suportar dali em diante seria o suficiente para expurgar a sua culpa. A sua culpa por ter causado a morte de tantos que amava.

Mas será que Karou poderá confiar em Thiago ou ela estará entregando novamente a sua cabeça numa bandeja para o temível Lobo? Leiam e descubram.

***

Desde que terminei de ler Feita de Fumaça e Osso fiquei desesperada para ler Dias de Sangue e Estrelas, afinal, o primeiro livro havia terminado com um baita cliffhanger. Para a minha sorte tinha a continuação em mãos e tratei de ler logo em seguida. Infelizmente, não o saboreei da mesma forma que fiz com o primeiro livro.

Para mim, a leitura de Dias de Sangue e Estrelas foi totalmente arrastada e difícil de seguir em frente. A narrativa foi levemente modificada. Apesar de permanecer em terceira pessoa, não foi mais focada em Karou e Akira. Desta vez, fomos convidados a conhecer outros personagens secundários e a participar de pequenas cenas que foram importantes para o decorrer da história. Mas tive dificuldades em me situar no contexto. Os capítulos não eram exatamente amarrados e iam pulando de um personagem para outro, de uma situação para outra de uma maneira confusa e cansativa.

Tive a impressão do segundo livro ser apenas uma ponte entre o primeiro e o terceiro livro. Uma ponte sem muito conteúdo e consistência. Particularmente, eu não gosto de narrativas repetitivas, extremamente descritivas e que são focadas apenas em ação, sem ter uma história por trás. O que me atrai em livros, filmes e seriados são as histórias. Não gosto quando há apenas matança, matança e mais matança, sem nenhuma razão de ser. Na minha opinião, isto torna a obra vazia.

Sinceramente, quase pensei em desistir, mas eu tenho pavor de abandonar uma leitura, e fico sempre na esperança de que as coisas melhorem. E finalmente, pela primeira vez, meus pedidos foram atendidos e a autora conseguiu retomar a trama com toda a sua força e emoção da metade para o fim do livro. E tudo começou a melhorar quando a pequena, invocada e querida Zuze reapareceu ao lado de seu príncipe, Mik, com a missão de encontrar Karou. Ali as coisas voltaram a fazer sentido.

A partir de então, devorei o livro com uma fome voraz de quem estava com saudade dos personagens dos quais tanto gostara em Feita de Fumaça e Osso. Até ali tive vontade de socar Karou, por sua covardia e complacência, e dar uns sacodes em Akira por quase desistir de lutar tantas e tantas vezes. Como a autora pôde fazer isso com eles? 

Mas ok, isso são águas passadas e posso dizer que quase morri com o final de Dias de Sangue e Estrelas. Não acredito que vou ter que esperar até ano que vem para saber o que vai acontecer na história. É tão irritante os livros sempre acabarem nas melhores partes. O que posso dizer é que, na minha opinião, a autora poderia ter enxugado no mínimo a metade da história e não ter enrolado tanto. Mas claro, nem todos vão pensar como eu, e que bom, gosto muito quando cada um tem a sua opinião própria.

Não me entendam mal, o livro não é ruim, eu adorei, só não curti a enrolação do início. Para quem já leu Feita de Fumaça e Osso, não percam, leiam Dias de Sangue e Estrelas, vocês vão se surpreender com o rumo que a história tomou. Para quem não leu nenhum dos livros da série e curte anjos e demônios, amor proibido e muita ação, também leiam, porque vale a pena.

Mas acho que o que mais gosto nesta série são as mensagens que a autora nos traz como pano de fundo, dizendo que é possível viver em harmonia com aqueles que teoricamente mais odiamos, e que em quanto há vida, há esperança de um mundo melhor, basta acreditarmos.

Adoraria saber a opinião de quem já leu Dias de Sangue e Estrelas, e quem ainda não leu, fique à vontade de dizer o que espera dessa história!

Dias de Sangue e Estrelas - Laini Taylor
Livro 02 
Editora Intrínseca
448 páginas
Comprar: Saraiva

14 comentários

  1. Oi Mi :)

    Como você sabe eu abandonei Feita de Fumaça e Osso pois fiquei muito decepcionado com tudo o que encontrei por isso nem continuei a série. Pelo jeito você não gostou tanto assim né? Beijos.

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabriel, eu gostei sim, só não acho que o segundo livro foi bom do início ao fim. Ele me seduziu apenas lá pelo final, que foi bem eletrizante e fiquei doida para ler a continuação.. mas entendo, talvez não seja um estilo que agrade a todos né?! Beijos

      Excluir
  2. Comprei o meu super ansiosa porque tinha gostado muito do livro anterior, apesar daquele final meio - de volta para o passado.
    Que pena que ela dá essa enrolada no começo! Isso será o motivo que me fará adiar a leitura dele para mês que vem ou ano que vem.
    Gosto de resenhas sinceras assim!!

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol, acho que é relativo.. porque se você for na minha fan page, verá que teve uma menina que disse que gostou muito mais desse livro do que do outro justamente por ele não ir direto ao ponto e contar mais coisas. Vai do gosto de cada um né?! Não adianta. Acho que só você lendo para tirar suas próprias conclusões. Não adie a leitura não, se não curtir muito o início leia concomitante a outro livro, porque do meio para o final vale muito a pena. Pelo menos para mim valeu! Beijão e obrigada pelo carinho sempre.

      Excluir
  3. Oi Mi,
    tudo bem?
    Fico muito aliviada em saber que o Feita de Fumaça e Osso é tão bom assim!!! Eu comprei em uma promoção da Saraiva, ainda não tive oportunidade de ler. pena o início do segundo ser ruim, mas se do meio para o final foi tão bom assim, vou querer ler também!!
    beijinhos.
    Cila- leitora Voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cila, pois é, já vi este livro tantas vezes em ótimas promos, e vale a pena sim comprá-lo e lê-lo.. e espero que você goste tanto do primeiro quanto do segundo. Beijos e boa leitura.

      Excluir
  4. Oi Mi! Karou estava sem rumo e até que ela acordasse eu senti falta da garota destemida do primeiro livro, as cenas de batalha foram muito violentas, achei um banho de sangue exagerado, por outro lado a mitologia de serafins e quimera continua fascinante, não há como não admirar a criatividade da autora. Não foi para mim cansativo, mas perdi a paciência com Karou muitas vezes.
    Bjos!!
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cida, eu também me irritei demais com a Karou! Gostei tanto do jeito dela destemida e corajosa do primeiro livro que me choquei com suas atitudes neste. Me decepcionei.. ok, é claro que ela passou por grandes traumas e dores e sucumbiu, mas isso me incomodou.. kkk e sim, concordo, achei exageradas as cenas de morte, fortes demais e desnecessárias. Achei que a autora focou demais nisso, o que não precisava.. mas de resto o livro é muito bom.. estou doida para saber o que vai acontecer depois.. tenho dózinha do Akira e torço muito por ele.. apesar de gostar bastante do Kiri também.. complicado.. kkk Beijos

      Excluir
  5. Acho que vou esperar a minha expectativa baixar para ler e não me decepcionar. Enrolei tanto para ler o primeiro, que nunca enrolar nesse também hehehehehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkk quem sabe, pode ser uma boa estratégia.. hehe Beijos

      Excluir
  6. Ainda não li o primeiro livro, vou esperar a série ser toda lançada aqui no Brasil, para poder comprar. Parabéns pela resenha!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gizeli, é uma boa alternativa, às vezes faço isso também para não ficar roendo as unhas enquanto aguardo as continuações.. hehe Beijos

      Excluir
  7. Estou em cólicas para ler esse livro!!!! Muito ansiosa e já coloquei na minha lista de amigo oculto.
    Eu vi o livro na livraria física e ele é bem maior que Feita de Fumaça e Osso.
    Sua resenha ficou ótima.
    ;)
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline, sim, ele é bem maior mesmo e isso me espantou a beça quando ele chegou.. kkk Espero que você goste bastante. Beijão

      Excluir