Resenha - A Caçada

"Gene é diferente dos outros. Ele não tem a força e agilidade de seus colegas da escola, é imune à luz do sol e não sente uma sede insaciável por sangue. Gene é um 'heper', um dos últimos humanos do planeta, e vive disfarçado no meio das pessoas normais. Ele usa presas falsas, raspa todos os pelos do corpo, faz o possível para esconder seu cheiro e jamais abandona sua máscara. Sabe que não deve chamar a atenção em um mundo em que um pequeno deslize pode ser fatal. Mesmo vivendo sozinho há anos, Gene ainda escuta as palavras de advertência de seu pai - Não faça amigos; não pegue no sono durante a aula; não pigarreie; não gabarite as provas, embora sejam um insulto à sua inteligência. Não durma na casa de colegas; não cantarole nem assobie. E ainda; Nunca esqueça quem você é. Ele leva sua vida de acordo com essas regras, determinado a sobreviver. Mas a frágil segurança de Gene é ameaçada por uma terrível surpresa; a Caçada Eper."
O que vocês fariam se fossem um espécime em extinção, obrigado a andar camuflado em meio a milhares de predadores, tendo que cuidar dos mínimos detalhes para evitar se transformar numa refeição num piscar de olhos? Vocês resistiriam bravamente, ou seria um fardo tão pesado a se sustentar que sucumbiriam na primeira oportunidade?

Conheçam Gene, o último espécime da raça humana, pelo menos até onde ele imagina. Gene vive num mundo dominado por monstros sugadores de sangue e, para sobreviver, precisa fingir ser um deles. Isso implica numa cuidadosa rotina diária de se limpar, raspar os pelos, cortar unhas, controlar expressões faciais, bocejos, pigarros, bem como utilizar-se de presas falsas.

Gene aprendeu com o pai que o mais importante de tudo era passar despercebido dos demais, não chamar muita atenção para si, se camuflar. Ele tem conseguido essa façanha por anos, por mais que, muitas vezes, ele desejasse por um fim a tudo, já que não é fácil viver sozinho e num mundo de mentiras. O que ele não daria para ser ele mesmo, para sorrir, para ter com quem conversar? Mas ele não pode se dar esse luxo, jamais.

Se o seu dia-a-dia já não era difícil o bastante, a vida lhe coloca na berlinda. Depois de 10 anos de seca para os sugadores de sangue, o Soberano da nação anuncia uma nova caçada aos epers que faz o povo ir à loucura! Mas os epers não estavam extintos? Pelo visto não. E como que, por ironia do destino, Gene é uma das pessoas sorteadas para fazer parte da caçada, evento este que qualquer um daria a vida para participar.

Imaginem que delícia é sentir um cheiro de eper, sentir seu sangue esguichar na boca e abocanhar uma carne bem fresquinha? Se for de uma fêmea virgem, ainda melhor. Mas como Gene será capaz de participar de uma caçada em que ele próprio pode se tornar a caça num piscar de olhos, afinal, ele é um eper. Será que Gene conseguirá manter-se vivo até o final da caçada, ou sem querer colocará sua cabeça numa bandeja para ser desfrutada na próxima refeição dos monstros? Querem saber o que vai acontecer? Então leiam!

***

Desde que li a sinopse de A Caçada na lista de lançamentos da Intrínseca fiquei fascinada pela história. Imaginem um mundo em que nós humanos é que somos as presas e os sugadores de sangue é que são a maioria! Será que isso seria possível um dia?

Li A Caçada numa sentada, ávida para descobrir o que ia acontecer com Gene e impressionada com a narrativa envolvente e violenta do autor. Não li Jogos Vorazes, apenas assisti ao primeiro filme, mas achei à temática muito parecida, principalmente em relação a tudo que envolve a caçada e a preparação para o evento em si. Além disso, enquanto lia, também me lembrava muito do livro The Walking Dead, A Ascensão do Governador, porque não são poucas as partes em que nos deparamos com mortandade, sangue, tripas e cenas nojentas. Para quem tem estômago e não se importa com tamanha brutalidade, A Caçada é uma ótima pedida. Porém, sei que este estilo não agrada a todos, então já serve de alerta.

Achei curioso o fato do autor ter criado uma nova raça sem denominação própria. Em momento algum ele os chama de vampiros ou de algum outro nome. Ele simplesmente os chama de "pessoas", já que eles são os normais e nós, os humanos, já que nós somos os selvagens para eles: os epers, a raça inferior. Se por um lado esta criação de personagens foi extremamente original por parte de Andrew, por outra me incomodou um bocadinho, já que o tempo todo, na minha cabeça, é como se estivéssemos lidando com vampiros e os víssemos como eles realmente são: animalescos e nojentos, e não lindos e desejáveis como os vampiros com os quais eu estava ultimamente acostumada.. kkkk Sacanagem, os vampiros caíram um pouquinho no meu conceito depois desse livro, fiquei meio traumatizada.. kkkk

Só tenho algumas observações a fazer: achei que muitas das pontas ficaram soltas, por exemplo, de onde vêm essas "pessoas", a partir de quando e por que eles dominaram o mundo, como eles se reproduzem e por que os epers quando mordidos não se transformam neles? Como eu sou extremamente curiosa, fiquei aguardando no livro aquelas cenas que explicariam muitas das minhas dúvidas, mas não houve. Talvez o autor explique melhor essas questões nos outros livros da trilogia, terei que aguardar para saber.

Apesar do livro ter muita ação, violência e drama, ele também conta com uma pitada de romance, o que para mim é sempre muito importante, e digamos que tudo passou a ficar muito mais interessante quando o par romântico de Gene se revelou na história. Justamente por isso, quase morri de apreensão no final e não creio que o autor tenha sido tão cruel a ponto de colocar aquele desfecho como definitivo. Imagino que no segundo livro ele irá retomar o objetivo do Gene de onde parou.

Bom, o que posso dizer é que o livro mexeu comigo, invadiu meus sonhos e meus pensamentos e me fez viajar numa história de terror, eletrizante do início ao fim. Andrew Fukuda realmente conseguiu me surpreender e, para quem curte livros assim, leiam, pois será um prato cheio!

A Caçada - Andrew Fukuda
Livro 01 
Trilogia Hunt
Editora Intrínseca
288 páginas
Comprar: Saraiva

BOOTRAILER

18 comentários

  1. OI Mi! Eu estava mesmo querendo saber mais sobre a história, eu também não li JV, mas o filme eu achei legal, se este livro é semelhante em alguns pontos, acredito que vá me agradar, embora tenha ficado com o pé atrás pela falta de explicações. Vou tentar ler eme breve, e espero curtir. E é série? Mais uma?

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cida, apesar de eu ter me incomodado um pouco com a falta das explicações, isso não acabou tirando o mérito da história sabe.. foram apenas detalhes, mas que no alvoroço todo da trama, foram sendo deixadas de lado.. pelo menos na esperança de serem respondidas no próximo livro.. kkk É um trilogia. Beijos e espero que goste.

      Excluir
  2. Gostei do li numa sentada hehehehehe. Ainda não tinha lido nenhuma resenha desse livro. Me interessei por ele, pois gosto muito desse gênero.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sil, se tu curte do gênero.. se joga! Já faz uns 2 dias que li e a história ainda reverbera na minha mente.. hehe Beijos e boa leitura.

      Excluir
  3. Ai que loucura!!!! AMEI!!!
    Não imaginava nada disso. PIREI aqui sozinha!! Isso só pq li a resenha, imagine quando eu pegar esse livro.

    Flor, sua resenha me fez assistir ao livro aqui, e agora preciso ver esse final!

    Bjkas

    Lelê Tapias
    http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lelê, obrigada pelo elogio.. enquanto lia o livro também fiquei imaginando-o como um filme.. esse livro precisaaa virar filme! Ia ser um prato cheio para quem curte o estilo. Espero que goste tanto quanto eu. Beijos

      Excluir
  4. Oi Mirelle,
    Me interessei pelo livro, já que não o conhecia. Gostei de saber que tem um toque de jogos vorazes e parece ser bem eletrizante. Romance sempre é bem vindo.
    bjs

    http://entrepaginasesonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Joyce, a mistura que o autor fez na história foi fantástica.. ele soube dosar um pouquinho de cada elemento para não transformar o texto em algo cansativo ou exagerado. Espero que goste. Beijos

      Excluir
  5. Não conhecia esse livro
    Mas amei a resenha
    Parece ser bem interessante

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada. Fico feliz em saber. Beijos e boa leitura.

      Excluir
  6. AAAAi, já estava afim de ler o livro, depois da sua resenha estou desesperada. hahaha
    Ainda mais se tem algo de Jogos vorazes nele. *-*
    Já sei o que pedir de natal. :P
    bjs
    apenas-um-vicio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eba, que bom. Espero que goste tanto quanto eu. Beijos e boa leitura.

      Excluir
  7. MEU DEUS. Como eu não conhecia esse livro?
    Cai de amores pela sinopse, sua resenha me deixou doida.
    Mi, não é meu gênero, mas eu preciso lê-lo.
    Sério, tô surtando aqui.
    A escrita do autor parece ótima. Mô vai pirar quando eu mostrar, haha.

    Beijos,
    http://www.segredosentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Bah :) Eu achei tão tenso e tão eletrizante que agora tudo que pego acho sem sal e sem graça.. kkk tô doida para saber o que vai acontecer em seguida, mas pelo visto isso só vai acontecer ano que vem.. que pena. Espero que vocês curtam a história tanto quanto eu. Beijão

      Excluir
  8. Gostei da resenha e da Sinopse do livro parece ser um livro bem interessante para se ler, gosto de livros desse estilo.

    http://momentocrivelli.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que goste tanto quanto eu. Beijos

      Excluir
  9. Oi Mi!
    Fiquei com vontade de ler esse livro sim, não sei se o farei, mas fiquei com vontade.
    Beijos e até mais,
    Ana.
    http://www.umlivroenadamais.com/

    ResponderExcluir