Resenha - Filme Capitão Phillips

Resenha Filme Capitão Phillips
Oi gente, hoje trago para vocês a resenha do filme Capitão Phillips, que vai estrear nos cinemas brasileiros dia 1/11/13. Eu tive a oportunidade de assisti-lo antes, numa sessão de pré-estreia exclusiva para a imprensa, promovida pela Espaço/Z.

No filme, conhecemos Capitão Phillips e a sua tripulação, que estão se preparando para mais um dia de trabalho perigoso ao rumar para a região do chifre da África, conhecida como uma zona desprotegida e incessantemente atacada por piratas somalianos.

Durante a viagem, Capitão Phillips dá ordens para seus tripulantes simularem um contra-ataque, colocando em prática todos os procedimentos outrora aprendidos, porém, são pegos de surpresa por um perigo real: duas pequenas embarcações começam a se aproximar rapidamente do navio cargueiro Maersk Alabama.

Sozinhos na vastidão do oceano, sem armas, munidos apenas com mangueiras de água, frágeis gaiolas de metal, mas com muita inteligência, força e coragem, Capitão Phillips e sua tripulação terão que lutar contra quatro piratas fortemente armados e determinados a sequestrar o navio.

O que será que vai acontecer? Assistam e confiram!

***
Capitão Phillips
Tom Hanks e Richard Phillips
Capitão Phillips foi inspirado no livro Dever de Capitão, escrito por Richard Phillips e publicado no Brasil pela Editora Intrínseca. O livro, por sua vez, conta a história real do drama vivido por Capitão Phillips e sua tripulação, quando, em 2009, seu navio cargueiro foi atacado e sequestrado por piratas somalianos.

Desde então, as políticas de segurança contra ataques de pirata foram implementadas e pasmem, hoje em dia, além das mangueiras de água, os navios fazem uso de músicas da Britney Spears que, quando tocadas em volume máximo, afugentam de imediato os somalianos, que detestam a cultura ocidental e suas músicas.

O filme é tenso do início ao fim. O tempo todo fiquei me perguntando o que ia acontecer, com o coração na mão e nervosa pelo destino dos tripulantes. Capitão Phillips é um verdadeiro herói. Em momento algum ele balançou frente a uma ameaça real, pelo contrário, desde o início mostrou seu espírito de liderança e tentou a todo custo proteger sua tripulação, inclusive com a própria vida.

A história é extremamente longa, mas nem por isso cansativa, já que acabei me envolvendo ao máximo. Até os somalianos me causaram um misto de sentimento que oscilava entre a revolta, em razão de seus atos violentos, e a pena, por ficar evidente o estado deplorável no qual aquele povo vivia. E isso foi algo interessante, vê-los retratados sob um aspecto mais humanizado, principalmente nas partes em que alguns dos piratas preocupavam-se com o bem estar do Capitão e o tratavam quase como um "amigo". Ok, isso aconteceu em poucas vezes, mas aconteceu.

Lá pelas tantas, depois de ficarem tantos dias juntos, à deriva, deu uma sensação tão estranha de simbiose entre o Capitão e os somalianos, como se não existissem mais os vilões e o mocinho, mas apenas pessoas que estavam querendo sobreviver, de qualquer forma. Óbvio, isso durou até os militares chegarem para resgatarem o Capitão das "garras dos malfeitores".

Depois de assistir ao filme, fui procurar saber melhor sobre a história do Capitão Phillips e sobre os bastidores das filmagens e descobri que os atores ficaram mais de 9 semanas num navio cargueiro para se ambientarem. Além disso, para dar uma maior veracidade ao drama vivido por eles, toda tripulação do Maersk Alamaba ficou sem conhecer os atores que iriam interpretar os piratas, tendo os visto pela primeira vez apenas na cena do ataque. Imagino que isso os tenha deixado com os nervos a flor da pele, fazendo com que eles incorporassem ainda melhor os personagens, transparecendo tal realismo nitidamente na filmagem.

Fiquei curiosa para saber o quanto o filme é fiel ao livro, mas Richard Phillips, "O Capitão", em entrevista para o site Adoro Hollywood, disse ter ficado satisfeito com a produção e ter achado os piratas muito parecidos com os verdadeiros, fazendo aflorar todas as lembranças daquele período fatídico.

Mas confesso que o que mais me impressionou foi saber que, mesmo depois de ter passado por tudo que passou, o Capitão Phillips não se "aposentou". Não, no ano seguinte, em 2010, ele já estava de volta ao mar.

Capitão Phillips ficou em 2º lugar nas bilheterias dos Estados Unidos, atrás somente de Gravidade, e Tom Hanks, com certeza, terá muitas chances de levar o Oscar de melhor ator, principalmente pelos últimos 10 minutos do filme que são de arrepiar.

Querem assistir a um filme de qualidade, realista, com excelentes atores e locações? Assistam ao Capitão Phillips, e depois me contem o que acharam.

Título original: Captain Phillips
Roteiro: Billy Ray
Direção: Paul Greengrass
134 minutos

TRAILER

8 comentários

  1. Andressa Nunes31/10/2013 11:35

    Pelo visto, o filme promete, afinal tendo Tom Hanks no papel principal, difícil não ser bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade.. amo esse ator de paixão, e parece que quanto mais ele envelhece, melhor ele fica.. hehe Beijos

      Excluir
  2. Oi Mi :)

    Eu estou bastante interessado nesse filme, acompanhei sua saga para tentar gravar o vídeo na página do blog hahaha que pena que não deu :( estou louco para ver Gravidade todos estão comentando e deve ser bom mesmo para estar na frente desse ai rs, beijos !!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/ ( comenta lá :D )

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, pois é, pena que não deu mesmo.. fiquei triste.. queria tanto ter gravado.. Veja ambos quando puder. Beijos

      Excluir
  3. Eu já tinha visto um poster sobre o filme, mas não sabia nada sobre o enredo.
    Achei super interessante e promete muito!
    Tom Hanks é um ótimo ator e vale a pena investir!
    ;)
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Uau, achei mega interessante esse filme! To vendo as propagandas no Telecine e estou doida pra ver. Pelo visto é tenso! Sempre fico duplamente interessada quando é baseado em fatos reais.

    Beijo!

    Raquel
    www.pipocamusical.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é bem tenso, do início ao fim. Espero que goste. Beijos

      Excluir