TAG - Viajando na Leitura

Oi pessoal, hoje vou responder mais uma TAG, chamada Viajando na Leitura. Eu fui indicada pela Silvana, do Blog Prefácio. No blog da Sil vi que ela se referiu a TAG como um Selinho. Sinceramente, não entendo muito as diferenças entre uma TAG, um Selinho e um Meme. Portanto, aqui no blog, por uma questão de organização, prefiro chamar tudo de TAG. Opção minha.

Regras do selinho/TAG:

1 - Este selo consiste em responder à pergunta;

2 - Responda colocando o nome do blog do qual recebeu, use o banner original e indique cinco blogs para pegar o selo;

3 - Não esqueça de avisar os blogs indicados do selo.

Pergunta:

"Qual a melhor viagem que você fez através da leitura e qual foi o livro?"

Bom,  provavelmente a maioria das pessoas respondam sempre Hogwarts, dos livros Harry Potter. Eu mesma fiquei tentada a dizer o mesmo, mas preferi inovar. Portanto, vou escolher os destinos de viagens do livro Comer, Rezar e Amar, da Elizabeth Gilbert.
"Quando completou 30 anos, Elizabeth Gilbert tinha tudo que uma mulher americana moderna, bem-educada e ambiciosa deveria querer um marido, uma casa de campo, uma carreira de sucesso. Mas não se sentia feliz: acabou pedindo divórcio e caindo em depressão. "Comer, Rezar, Amar" é o relato da autora sobre o ano que passou viajando ao redor do mundo em busca de sua recuperação pessoal."

Compre aqui: Saraiva / Submarino

Eu simplesmente AMO esse livro. Ele meio que me perseguiu durante semanas. Em tudo que era livraria que entrava lá estava ele me namorando e eu nem bola. Na época eu tinha uma listinha de vários livros que queria comprar, e quando chegou a hora de comprar apenas 1, adivinhem qual era o único da lista que tinha na livraria no momento: Comer, Rezar e Amar, é óbvio! kkkk

Bom, eu li o livro numa única sentada, chorei demais, me emocionei e fiquei enlouquecida para fazer exatamente o que a Liz fez, largar tudo e ficar 1 ano viajando. A questão toda é que li o livro jurando se tratar de uma ficção, não imaginava que era uma história verídica, coisa que só percebi no final. Isso me fez amar ainda mais a história e criar uma admiração profunda por Liz, pessoa com quem me identifiquei demais.

Bora falar dos destinos de viagem do livro?

Primeiramente, Liz decide ir para Roma e passar por um período de "engorde". Ela precisava de um pouco de paz de espírito depois da sua separação, porém, de um pouquinho de diversão também, e a cidade foi sua escolha certeira. Eu simplesmente amooo a Itália e sonho em conhecer o país. Minha família é de descendência italiana e eu já estudei a língua por alguns anos. Tem como não amar o italiano? A sua cultura do "dolce far niente", suas belas regiões e a culinária fabulosa? É claro que depois de ler o livro, acrescentei mais um ponto turístico aos vários que quero conhecer quando visitar a Itália, a Antica Pizzeria Da Michele, em Nápoles, onde tem a melhor pizza margherita do mundo!

Na segunda parte do livro viajamos com Liz para a Índia, mais precisamente para um ashram perto de Mumbai. Quem não conhece, os ashram são lugares apropriados para a prática da yoga, um local de paz, propício a introspecção e ao auto-conhecimento. Impossível não se apaixonar pelas experiências transcendentais vividas por Liz nesse local. Depois que li o livro pensei: preciso ir para Índia, preciso conhecer um ashram!

No final, depois de comer e rezar, Liz vai até Bali, na Indonésia, para curar de vez seu coração e redescobrir o amor. Junto com Liz pudemos curtir as praias do local, dar boas pedaladas de bicicleta pelos vilarejos, fazer um mergulho nas crenças vividas pelos habitantes e o principal de tudo, conhecer Ketut Lyier, um curandeiro espiritual. Se eu pudesse escolher uma pessoa para conhecer na vida seria o Ketut, sem sombra de dúvidas.

Por fim, posso dizer que por meio de Comer, Rezar e Amar foi possível fazer 3 viagens maravilhosas sem sair de casa e por um preço super acessível.. hehe O ruim foi ficar babando de vontade para conhecer de verdade todos os lugares pelos quais a Liz passou. Super recomendo!

Para quem não sabe, o livro tem uma continuação, chamado Comprometida, extremamente esperado pelos fãs de Liz e muito decepcionante para a grande maioria porque parece muito mais um texto jornalístico do que uma história. A narrativa é muito diferente do primeiro livro. Eu comecei a ler e não terminei, não porque não gostei, mas porque é um livro que me fez pensar muito. Estilo Bling Ring, é um texto que deve ser lido em pequenas doses diárias para não cansar. Fora isso, os relatos históricos e a reflexão que a Liz faz sobre o casamento em Comprometida são ótimos. Ainda quero reler Comer, Rezar e Amar e terminar de ler Comprometida, porque valem a pena.

Espero que tenham gostado desse tour que fizemos por essas maravilhosas cidades. Aproveitem e leiam o livro e dividam essas pequenas experiências com Liz, como eu fiz. Comam, rezem e amem, pois não há nada melhor na vida!

Blogs indicados:





20 comentários

  1. Oie,
    eu li esse livro e assisti o filme e confesso que não gostei tanto assim rsrsrs

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena Vanessa. Acho que para gostarmos de uma história é necessário que vários fatores se combinem. Temos que está no clima, precisamos nos identificar com algo tratado no livro e gostar do estilo literário e da narrativa do livro. Talvez eu tenha tido a sorte de ler o livro no momento certo, pois estava passando pelos mesmos problemas que Liz, portando, sua dor me tocou fundo e desejei de coração passar por todo esse período de auto-descoberta que ela passou. Sinceramente, o filme é odioso, simplesmente acabou com o livro. Não recomendo para ninguém. Beijos

      Excluir
  2. Laís Souza27/09/2013 10:23

    Acredita que nunca li nem vi o filme? Todo mundo diz que é ótimo, mas eu vou sempre adiando e até hoje não comecei verdadeiramente. Não consigo imaginar agora nenhuma viagem especial que já tenha feito em um livro. Sei que já aconteceu, mas cada uma é tão única que nem sei escolher. Apesar de não gostar tanto do Dan Brown, amei o roteiro de destinos em O Código da Vinci - criaram até um pacote de viagem inspirado na história.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, então continue sem ver, você estará fazendo um bem enorme a ti.. kkkkk Gente, o filme é podre! Não consigo acreditar como alguém pode ter gostado. Não só modificaram muitas coisas da história, como a interpretação da Julia Roberts, que em princípio sempre gostei, está fraquíssima. Até o Javier deixou muito a desejar. Saí quase chorando de frustração do cinema :( Eu também adoro os cenários em que os livros do Dan Brown são ambientados. Que legal, não sabia que tinham feito roteiro de viagem, e merece viu. E pelo que pesquisei, fizeram roteiro de viagem para Comer, Rezar e Amar também. Afinal, além de serem viagens verídicas, a autora passou por muito point maravilhoso.. hehe Beijos

      Excluir
  3. Ainda não li o livro... :( Quero muito ler agora... rsrsrsrs
    Vou colocar na minha listinha!
    Beijinhos,
    Scar.
    http://wonderlandmundodoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Caraca! Eu comprei esse livro, e depois dele me viciei na autora. Comprei o comprometida, vi o filme, vi vídeos legendados da Liz... ai meu coração. <3 '

    Lindo post, Mi! Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que bom que também gostou D. Eu me tornei fã da Liz não só como autora, mas como pessoa. E sempre fiquei na esperança de um dia ver ela por aqui com o marido, já que ele é gaúcho.. hehe Beijos

      Excluir
  5. Legal a tag, é bom para conhecer melhor a blogueira. ^^
    beijos
    apenas-um-vicio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Mi,
    tudo bem?
    Olha, eu não li esse livro ainda, mas confesso que não gostei do filme. Então, não seria a minha escolha. Mas como você falou, é bom inovar, conhecer novas histórias, fazer novas viagens por ai.
    Beijos.
    Cila- Leitora Voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cila, bom, como comentei acima, o filme não chega aos pés do livro, então não pode ser muito usado como base de comparação. Espero que você um dia chegue a ler o livro e goste tanto quanto eu. Beijos

      Excluir
  7. A única coisa que salva no filme é o Javier Bardem !!rs....já o livro é muito bom!!..Acho que a Liz e sua busca pelo autoconhecimento fascinante demais!!! Pena que a Elizabeth Gilbert tenha pisado na bola em "comprometida".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vixe maria, até isso eu discordo.. e olho que gosto do Javier, mas para mim, tanto ele quanto a Julia estão fraquíssimos no filme. Não sei o que houve :o( Bom, quanto a Comprometida, não acho que a Liz tenha pisado na bola, apenas a proposta do livro foi diferente. Foi uma mistura de diário de bordo com um texto jornalístico e histórico. Adorei tudo que eu li, só não cheguei a concluir a leitura por falta de tempo. Mas sei que muitos fãs se decepcionaram demais porque esperaram algo diferente, mais puxado para a ficção, como Comer, Rezar e Amar. Beijos

      Excluir
  8. Eu não sei a diferença também hehehhehe. Eu sempre coloco do jeito que me mandam, mas cada um sabe o que é melhor pro seu blog hehehehe. Eu pensei em colocar esse livro também, pois amei a viagem com a Liz, mas não tem como eu me enganar e responder outra coisa.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Sil, eu me contive para não por Hogwarts, mas acho que para mim, foram viagens e situações diferentes. Com HP eu vivi uma aventura e uma fantasia deliciosíssima. Quem ainda não espera receber a cartinha da Minerva neh? Mas com a Liz foi diferente. Já estava adulta, compartilhei todos os sentimentos dela e fiz essas viagens com o coração na mão, em parte sofrida, em parte esperançosa, então no fim, talvez tenha sido mais significativo para mim. Quero muito reler e terminar Comprometida, porque ali dá para fazer outras viagens legais também. Valeu pela indicação. Adorei responder o Selinho/TAG.. hehe Beijos

      Excluir
  9. Sabe que nunca tive vontade de ler esse livro? Até agora óbvio, porque toda vez que venho aqui adiciono mais livros na lista de leitura, oh coisa não!
    Eu também quero ir pra Índia, depois de ler A Casa das Orquídeas fiquei curiosa pra visitar o país. A Itália não está na minha lista de planos de viajem, talvez a Alemanha, Rússia e Áustria que são os meus países de origem (gente minha família vem de tudo quanto é lugar, até da Rússia!)
    Vou ter que pensar bem em que lugar escolher pra responder essa tag/meme. Com certeza eu queria ir pra Hogwarts mas como você disse, inovar!
    Obrigada pela indicação, em breve eu respondo.

    Beijos, Greice.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aiii, eu quero ir para Rússia.. não sei explicar porque tenho uma fascinação por esse país. Também sou doida para conhecer a Inglaterra/Escócia/Irlanda/Finlândia e muitos outros.. hehe Boa sorte ao responder a TAG, quero só ver o que você vai escolher. Beijos

      Excluir
  10. Oi, Mi!

    Obrigada pela tag, eu tava viajando e só fui ver agora... Mas já tô indo lá responder!

    Kisses!
    http://meu-mundo-hm.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado. Depois quero ver suas respostas. Beijos

      Excluir