Resenha - A Seleção

"Para trinta e cinco garotas, a “Seleção” é a chance de uma vida. Num futuro em que os Estados Unidos deram lugar ao Estado Americano da China, e mais recentemente a Illéa, um país jovem com uma sociedade dividida em castas, a competição que reúne moças entre dezesseis e vinte anos de todas as partes para decidir quem se casará com o príncipe é a oportunidade de escapar de uma realidade imposta a elas ainda no berço. É a chance de ser alçada de um mundo de possibilidades reduzidas para um mundo de vestidos deslumbrantes e joias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha. Para America Singer, no entanto, uma artista da casta Cinco, estar entre as Selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás Aspen, o rapaz que realmente ama e que está uma casta abaixo dela. Significa abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer. E viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes. Então America conhece pessoalmente o príncipe. Bondoso, educado, engraçado e muito, muito charmoso, Maxon não é nada do que se poderia esperar. Eles formam uma aliança, e, aos poucos, America começa a refletir sobre tudo o que tinha planejado para si mesma — e percebe que a vida com que sempre sonhou talvez não seja nada comparada ao futuro que ela nunca tinha ousado imaginar."
Finalmente depois de séculos me rendi e li A Seleção, de Kiera Cass, lançado no Brasil pela Editora Seguinte. Sinceramente, não sei por que esperei tanto para ler. Me enrolei e sempre faltou oportunidade para lê-lo, sempre acabava colocando algum outro livro na frente dele.

De certa forma foi até bom isso acontecer, porque agora que terminei a leitura dele, já tenho O Príncipe (spin off) e A Elite (segundo livro) para ler. Não sei se ia aguentar esperar muito tempo para saber os próximos acontecimentos porque A Seleção acabou de uma forma bem abrupta e com um baita cliffhanger (quem não sabe o que é cliffhanger, veja AQUI)!!! O problema agora será aguardar pelo último livro (A Seleção é uma trilogia).. aguenta coração!!

Bom, em A Seleção conhecemos America, uma jovem artista, musicista, que vive em Illéa e pertence à casta de número 5. Como em qualquer trama distópica, A Seleção possui algumas características que são similares a outros livros. Em Illéa a população é dividida em 8 diferentes castas. As primeiras são atribuídas aos mais nobres e ricos do país enquanto que nas últimas estão os cidadãos mais pobres e carentes. Pelo que entendi as castas foram herdadas de acordo com a contribuição dada por aqueles que ajudaram a criar Illéa, que é o antigo país dos Estados Unidos da América.

Existem algumas peculiaridades no país, como por ex. toque de recolher, a obrigatoriedade de se casar virgem, a dificuldade para casar pessoas de castas diferentes, etc. Da mesma forma, Illéa está passando por um período político conturbado e de muitas guerras, além de sofrer seguidamente ataques de rebeldes. 

America, por ser da casta de artistas, está apenas um nível acima da população mais pobre e passa por muitas dificuldades financeiras. Por mais que seus pais tentem sustentá-los, todos sabem que nunca terão chances de ter uma vida melhor. Para agravar tal situação, America é apaixonada por Aspen, um menino da casta 6. Eles namoram escondido há 2 anos e sonham em se casar, apesar de America saber que sua mãe nunca aprovaria que ela se casasse com um 6.

Certo dia America recebe uma carta convidando-a para participar da Seleção. Desde a criação de Illéa, tornou-se um hábito os Príncipes casarem-se com plebeias e tal tradição novamente se repete no momento em que o Príncipe Maxon atinge a idade para casar. A mãe de America insiste para que a filha participe da Seleção, um evento que será televisionado pelo país inteiro e que seria capaz de mudar a vida de todos na família dela. Poderíamos comparar o evento com um Big Brother Brasil basicamente, para vocês entenderem a proporção da coisa.

Na Seleção, 35 garotas são escolhidas para viverem no Castelo junto com a família real. Lá elas terão oportunidade de conhecerem o Príncipe Maxon e terão que fazer exatamente tudo que lhes for mandado. Além disso, a família delas recebe uma ajuda de custo por cada semana que elas continuarem por lá. O Príncipe tem total liberdade de ir eliminando cada jovem que não gostar, seja por falta de compatibilidade ou por ter infringido alguma regra. No final permanecerão apenas poucas meninas que farão parte da Elite, um grupo restrito de garotas com um grande potencial de se tornarem a próxima Princesa.

America se recusa a se inscrever na Seleção, pois não consegue conceber a ideia de ser a escolhida e de se casar com o Príncipe, eis que ama Aspen. Mas as coisas mudam de figura no momento em que Aspen obriga-a a aceitar inscrever-se no concurso, pois não consegue imaginar a ideia de estragar a sua vida casando-se com ela.

A menina tem certeza de que não será a escolhida, mas sua vida muda de pernas para o ar quando vê sua foto na televisão como sendo uma das 35 garotas a compor a Seleção. Dias depois ela se muda para o Castelo do Príncipe e se torna propriedade da Coroa.

America terá que enfrentar os maiores desafios da sua vida. Como será conviver com 34 garotas, 24 horas por dia, concorrendo pelo amor do Príncipe e pela Coroa? Sabemos o quão cruel e competitiva uma mulher pode ser ao natural, imaginem numa situação particular como essa. 

Será que America chegará até o final e fará parte do grupo da Elite? Será que America conseguirá esquecer Aspen e irá se apaixonar por Maxon? Será que ela será uma das primeiras eliminadas e acabará com todas as chances de dar um futuro melhor a sua família?

America está entre a cruz e a espada e todas as decisões que tomar dali para frente escreverão seu futuro. O que será que irá acontecer? Leiam e descubram!!

***

Gente, fazia tempo que não lia um livro tãooooo fofinho!! Sim, ele é distópico, mas é romântico, doce e engraçado. Sim, é água com açúcar e também possui um monte de clichês, talvez alguns não gostem por causa disso, mas eu amei!!

America é uma personagem cheia de personalidade, caráter, carisma e opinião própria. Adorei sua doçura, fragilidade, força e impetuosidade. Confesso que não gostei de Aspen desde o início. Não sei, ele tem algo que simplesmente me irrita. Já Maxon, oinnn, que Príncipe fofo meudeusss!! Ele é um menino cheio de insegurança e incertezas que tem o mundo nas costas para lidar. Com grandes desafios pela frente, não só de governar o país como de escolher a próxima Princesa de Illéa, Maxon irá se aventurar numa jornada de autodescoberta que o fará amadurecer e enxergar o mundo com outros olhos.

Torci muito para que America e Maxon ficassem juntos, mas não é bem assim que as coisas funcionam, afinal, não mandamos no nosso coração, certo?! Posso dizer que amei tudo que envolveu a Seleção. Amo histórias de transformação, concursos, competições, etc. Como disse acima, a Seleção é um grande evento que mexe com o país todo. Além de ser televisionado, o povo torce pelas escolhidas, têm as suas preferidas, etc. É como se fosse um grande concurso de beleza, mas o prêmio final é o Príncipe.

Adoro essa atmosfera de Castelo e contos de fada e A Seleção não me decepcionou nesse quesito. Como citei no início da resenha, se tivesse lido o livro no lançamento teria simplesmente morrido ao chegar no final da história, porque ele termina num ponto em que queremos desesperadamente saber o que aconteceu. Não sei se teria conseguido esperar por um ano até o próximo lançamento, mas felizmente já tenho os dois próximos livros que são a continuação dessa história para degustá-los.

A Seleção ganhou meu coração. Super recomendo!

A Seleção - Kiera Cass - Livro 01
Editora Seguinte
368 páginas
Comprar: Submarino / Saraiva

56 comentários

  1. Finalmente lido né Mi. Os meus exemplares estão pra chegar logo, não vejo a hora de poder ler. Saber que você curtiu tanto me deixou com mais ansiedade ainda. E se o livro não conquistar pelo conteúdo ele conquista pela capa, e que capa. Eu amo Distopias mas gosto mais quando tem um romance no meio e não m importo com esse clichê, eu adoro clichês. A resenha ficou ótima como sempre. Agora ler A Elite e ficar naquela ansiedade para o próximo livro né Mi.
    Bjs, Greice.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, finalmente amiga!! hehe Me senti uma boba por ter esperado tanto tempo para lê-lo. Sim, gostei demais, o livro é uma fofura, e as capas então, realmente belíssimas. Eu também amo distopias e também não me importo quando tem um romance no meio, então A Seleção vai ser perfeita para você também.. hehe Nem me fala, assim que terminar A Elite tenho certeza de que irei surtar aguardando o último livro.. hehe Beijos

      Excluir
  2. Quero tanto ler esse livro,
    amo a capa, amo a sinopse, 90% das resenhas que li são positivas... E eu quero muito ler.]

    Vi que você gostou, isso aumentou mais ainda minha vontade de lê-lo.]

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que você goste do livro tanto quanto eu. Beijão

      Excluir
  3. Depois de tanta resenha que li desse livro, preciso desesperadamente ler!
    Leio só maravilhas a respeito dele!
    Espero gostar tanto do livro como você!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também espero querida, depois volte e me diga o que achou. Beijos

      Excluir
  4. Ai Mi a unica coisa que ta me deixando doente é esperar o terceiro, ele já tem nome nos Estados Unidos, mas fica a duvida quando vai chegar aqui?
    Não sei se supera meu amor pelos Tigres mas chegou perto kkkkkkkkk.
    Amei sua resenha.
    Beijos
    http://amantedaleiturabydrika.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, nem me fala, estou assim também, super nervosa, porque sei que quando terminar de ler A Elite vou morrer para querer ler o último livro. Pelo que ouvi dizer o nome dele é The One e será lançado no Brasil em maio/14.
      Beijos

      Excluir
  5. Depois dessa resenha, acho que vou precisar esperar todos os livros serem lançados para começar a ler e não ter que passar por essa situação na qual você se encontra! rs.
    Parece ser muito bom e muito fofinho mesmo (além de cliché, o que tem me chamado muita atenção ultimamente).
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Babi, pois é, encontro-me em uma situação complicada. É difícil chegarmos ao segundo livro de uma trilogia e ficarmos aguardando ansiosamente pelo desfecho. Estou assim por causa da trilogia Delírio também. Por um lado é horrível esperar pelo lançamento de mais um livro, por outro, fico feliz de pelo menos já ter lido dois. A história é tão fofinha e linda que não sei se aguentaria esperar mais 1 ano para lê-la por completo. Leia os 2 primeiros livros agora. Quando você menos esperar já vai ter passado 1 ano e você lerá o último. Nós temos tantos livros para ler que passa rápido, nos distraímos fácil com outras obras.. hehe Beijos

      Excluir
  6. AAAAAAAAAAAA Você leu!!!! ♥ Mais uma pra Team Maxon, confere? *o*
    Já está lendo A Elite? Não aguentei e comprei meus dois livrinhos U.U Divulgando pra minhas amigas lerem, né, rs.
    Mudando um pouquinho de assunto, queria saber se você vai ler Simplesmente Ana. Geralmente quando você não vai com a cara de um livro, eu também não vou e até agora eu fui a única que não gostei muito do livro, me sentindo estranha D: Preciso de uma resenha sua!! Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhh eu liiii!!! Simmmmm, pode apostar, mais uma para o Team Maxon!! Amei demais!! Sim, já estou lendo A Elite, estou praticamente na metade.
      Ah, então, quero muito ler Simplesmente Ana, fiquei super curiosa sobre esse livro, mas e o tempo, cadê? Tem tantos que quero ler.. hehe mas pode deixar que assim que ler posto resenha. Mas tipo, porque você não curtiu muito? Fiquei curiosa!! hehe Fico feliz em saber que nossas opiniões são parecidas. Sei bem como é quando só a gente não curte um livro, me sinto assim em relação ao livro A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista. Só eu não curti.. hehe Beijos

      Excluir
    2. Sabe aquele preconceito com livro brasileiro? Foi isso. Acho que meu preconceito é focar tanto na cultura do país que tira minha paciência, não vejo isso nos livro de autores de fora, mas sempre aqui. A Carina Rissi foi a salvação, não vi nada disso nos livros dela. E, além disso, não achei nada novo na história, muito corrida, se eu fosse opinar eu não tenho nada a favor do livro! Muito triste.
      APEAPV (que título grande!!) foi um pouco decepcionante porque focou muito em romance e eu não vi nada disso, mas a história até que é legal, sabe? Mas que decepcionou, decepcionou!

      Excluir
    3. Sim, também tenho ou tinha, ainda não sei, com livros brasileiros.. meu problema não é nem eles focarem na cultura do país, porque se lermos livros de fora, eu acho que eles fazem o mesmo, só não ligamos.. meu problema é eles escreverem um português mega formal, cheio de regras e tal. Tenho a impressão de ler um livro do século passado. Eu amo a linguagem jovial, com gírias, simples, como quando falamos entre amigos sabe, e vejo que os livros de fora escrevem assim, por isso que gosto mais. Quero muito ler os livros da Carina, vamos ver como será para mim. Hum, vou ter que ler mesmo SA para saber o que vou achar. Simm, APEAPV é gigante, não curto títulos grandes.. kkkk Eu achei a história tão boba, os diálogos tão fracos e tão mal escritos e a protagonista tão idiota que não consegui gostar. E com aquela premissa o livro tinha tudo para ser bom, uma pena. Beijos

      Excluir
  7. Mi, prepare-se para A Elite! Se você gostou do primeiro, com certeza vai amar o segundo! @_@

    Um beijão,
    Pronome Interrogativo.
    www.pronomeinterrogativo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já tô lendo A Elite e estou tendo surtos psicóticos de ansiedade e nervosismo.. kkkk Socorro!! Beijos

      Excluir
  8. Oi Mi!

    Eu amo "A Seleção"!!!! Concordo com você que é água-com-açúcar e cheia de clichês (coisas que eu detesto), mas, de alguma forma, esse livro me conquistou em cheio.
    Estou louca pra ler "A Elite", pois, como você colocou, "A Seleção" acaba num baita cliffhanger. Mas, para variar, estou pobre...

    Kisses,
    Hannah - http://meu-mundo-hm.blogspot.com.br/

    P.S.: também não gosto do Aspen. Ele me irrita demais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi flor, também não sou fã de clichês, mas de alguma forma A Seleção també me conquistou.. hehe Nossa, você ainda não leu A Elite? Que nervoso, você não imagina o que está perdendo. Estou numa pilha de nervos aqui. E se já não gostava do Aspen antes, gosto menos ainda agora. Ele está muito convencido e se achando, super prepotente em algumas cenas. Algumas meninas podem achá-lo romântico e protetor, eu já não curto a postura dele. Beijos

      Excluir
  9. Não li a resenha!!! Estou no meio do livro e gostando bastante!!
    Assim q terminar volto para ler a resenha!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhh, que delícia. Já tenho até vontade de reler o livro.. kkk Ok, vou ficar te aguardando. Espero que goste tanto quanto eu!! Beijos

      Excluir
    2. Mi, voltei!!!!
      Acabei o livro e AHMEUDEUS!!!!
      Gostei muito!!! Acho o Aspen fofo! Até gosto dele, mas o Maxon........ Meu Deus!!! O príncipe é tudo!!! Ele têm uma inocência, mesmo sendo famoso e tudo. É tão fofo ele e a América!!! Fiquei sem ar no final! Bem curiosa pela Elite. Gostei bastante da Marlee.... Me rendi aos encantos de Maxon ele é muito fofo!!!!

      Excluir
    3. Ahhhhh, você terminou!!! hehehe Sério que você gostou do Aspen? kkk Você foi a primeira.. bom, tadinho, pelo menos alguém achou ele fofo.. kkk Então, o Maxon é tudo né?! Tão inocente e romântico.. pena que minha visão sobre ele mudou um pouco em A Elite. A Marlee é uma graça também, massss.. aiii, não posso falar.. kk Só digo, LEIA A Elite assim que puder.. você vai entender o que estou falando.. kkk Beijos

      Excluir
  10. Eu como fã de contos de fada, amei esse livro. É tudo o que você falou e mais um pouco. Não tem como não se apaixonar pelo Maxon. Odiei o Aspen, achei ele um fraco. Não me conformo dela ficar dividida entre os dois. Quero muito ler a continuação, quem sabe eu ganho de aniversário hehehehehe

    http://blogprefacio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O engraçado é que descobri que continuo fã de contos de fada.. ficava suspirando por tudo que acontecia com a America sonhando em estar no lugar dela.. kkk Também não me conformo dela ficar dividida entre ambos, mas até entendo. Ela se prende a Aspen porque Maxon é "o desconhecido", um chão que ela nunca pisou e ela tem medo de quebrar a cara. Eu não pensaria duas vezes.. kkk Aiii, leia A Elite quando puderes!! Vale muito a pena, estou aqui roendo os dedos louca para descobrir o que vai acontecer, mas claro que a melhor parte vai ficar para o final, né?! hehe Beijos

      Excluir
  11. Oi, Mi! Adorei a resenha!
    Concordo que a América é uma personagem com muita personalidade e o romance é fofo, mas infelizmente minhas expectativas não foram alçadas. Achei o livro muito parado e não gostei do final, sem sal demais rsrsrs vou ler A Elite logo e espero poder ter uma opinião melhor sobre a série.
    Beijos
    Descobrindolivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lucas, obrigada pelo elogio. Então, o livro é predominantemente romântico, a Kiera meio que deixou a ação para o segundo livro assim como a Lauren fez na trilogia Delírio. Acho que a Kiera quis fazer um primeiro livro bem doce, mostrando todas as belezas e ilusões do palácio como num Conto de Fadas, e ela conseguiu. A Seleção é um livro bem sonhador, para se sentir com o coração, então sei que nem todos vão gostar mesmo. Talvez você curta mais A Elite, já que mais coisas acontecem no segundo livro, mas já alerto, o final de A Elite é de matar. Assim como em A Seleção, A Elite termina num baita clímax.. aff.. só para nos deixar nos nervos aguardando The One.. kkk Beijos

      Excluir
  12. Oi Mi...

    Não sei se o problema sou eu... ou das mulheres em geral.. Mas eu simplesmente me envolvi com a História.. eu Também não gostei do Aspen e definitivamente A M O ! ! ! o Maxon.. Principalmente depois de ler o Príncipe.
    Eu torci, fiquei com raiva, me emocionei e quando viajo desse jeito, o livro ganha meu coração.. Sua resenha está show, não esperava diferente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fabri, acho que as mulheres em geral se derretem pelo Maxon ao ler A Seleção. Mas ainda estou esperando vir alguém aqui defender o Aspen e dizer o por que preferiu ele. Sério, ninguém? kkkkkkk
      Sim, minha paixão pelo Maxon aumentou depois de O Príncipe, mas sinceramente, me decepcionei muitooo com ele em A Elite, agora estou confusa. Quero ver o que me aguarda em The One.
      Eu sou como você, quando tenho um acúmulo de sentimentos ao ler uma história, ao vibrar, torcer, xingar, gostar, odiar, me entrego por completo a história. Isso faz com que me conecte a trama e aos personagens e é assim que o livro também acaba me conquistando. Obrigada pelo carinho. Beijos

      Excluir
  13. Êêêêba mais uma resenha de a seleção *-* Não sei mais o que fazer da vida, a cada 1 resenha que leio desejo 10 livros. Estou louco por esse livro há tempos e quero muito esse livro. E tenho certeza de que esse livro não vai me decepcionar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi querido, sei bem como é porque passo pelo mesmo dilema. A cada resenha que leio nos blogs fico mais pobre e com menos tempo ainda para ler meus livros. Que nervoso isso.. kkk depois me conte o que achou de A Seleção. Beijos

      Excluir
  14. Olá Mi,olha eu aqui novamente(hahahahahaha).Menina estou louca por este livro faz uns...desde o lançamento dele.Quero tanto eles,que toda promoção que surge lá estou eu(hahahahaha).Mas falando da resenha...
    Confesso que adoro romance clichê,e não me importo nem um pouquinho com isso.America se tornou uma personagem favorita minha(sem antes conhece-la.Somente por resenhas)e o príncipe,há o príncipe(suspiros).
    Olha muitos estão criticando o namorado de America ,por empurra-la ao "concurso",mas acho que entendo o ponto de vista dele.Gente tadinho dele,alem de ser pobre,ele ama a America e quer somente o melhor para ela.#Prontodesabafei .
    Eu não sou muito fã de big brother,mas acho que valeu comparar,já que é uma disputa pelo casamente e ainda por cima sendo passado pela tv.Mas o que realmente me chamou atenção no livro,é o romance e a batalha que a America terá que enfrentar,tanto pelo amor,como pela sobrevivência.
    Espero muito em breve ler este livro.E poder assim como você Mi,me deliciar e diverti com a estoria.

    Parabéns pela resenha!

    Ps:Como você consegue fazer uma resenha assim tão perfeita e não soltar spoiller.

    Beijokas Ana Zuky

    sanguecomamor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi lindona, adoro receber tuas visitas!! Obrigada pelo elogio viu, é muito difícil fazer uma resenha sem soltar spoiler, e mesmo quando praticamente não conto nada do livro vira e mexe sou acusada por alguém de ter soltado spoiler, não sei de onde, acho que cada um tem uma compreensão muito individual do que pode ou não ser spoiler.
      Bom, se você não se importa com romances clichês você com certeza vai amar A Seleção. Sabe que não me incomodei com o fato do Aspen ter "obrigado" a America a participar do concurso. Penso como você. Por mais que ele amasse ela, ele sabia que não tinha chances de dar um futuro melhor a ele e ele só queria que ela fosse feliz. No fim ela quem preencheu o formulário, não foi coagida por ninguém.. ela mesma diz isso mais para frente.
      Hoje em dia também não sou mais fã do BBB, mas foi o primeiro programa que me veio a mente enquanto lia o livro. Imagina um bando de garotas jogadas juntas num local trancafiado e vigiado 24h, cheio de regras com um Big prêmio ao final e com o povo torcendo ou não por elas. Vai dizer que não é igual? hehe
      Espero que você goste tanto quanto eu, depois me diga o que achou ok.
      Beijão

      Excluir
  15. Olá, eu adorei tua resenha, só me fez aumentar a minha vontade de ler o livro, a história é realmente muito fofa.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, espero que goste do livro. Beijos

      Excluir
  16. eu to querendo ler esse livro, coloquei na minha lista

    bjs
    http://www.compradoraweb.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Aêeee õ/
    Rendeu-se rendeu-se, rendeu-se...
    Eu te disse que não ias se arrepender. Adoro essa distopia, apesar de achar um tanto quanto parecida com JV, a história é ótima e bem real. Acho que você vai curtir bastante Elite, a autora desencantou um pouco a história e colocou elementos mais verdadeiros. Mal posso esperar pela sua resenha :)

    Beijos,
    http://www.segredosentreamigas.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh, viu só? Finalmente me rendi.. também amo distopia e estou louca para ler todos os livros nesse gênero. Já li A Elite e quase surtei, amei na mesma proporção que me irritei demais.. kkk Em breve resenha. Beijosss

      Excluir
  18. Sua resenha ficou ótima ! Já li o livro a um tempo , agora to chorando por " A Elite " :( haha , em breve eu vou conseguir ler , eu me apaixonei completamente pelo livro e até agora fico desejando ser a América , haha , beijos linda !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia assim que puder, A Elite é tão boa quanto A Seleção. Sinceramente não sei se gostaria de ser a America, mas com certeza ia querer fazer parte da Seleção e conquistar o Maxon.. kkk Beijos

      Excluir
  19. Eu nem li ainda A Seleção :/ Já desisti (mentira) de tentar ler esse livros famosos em época de lançamento!
    Tomara que eu goste, porque geralmente me decepciono com livros que as pessoas fazem muito barulho u.u

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe que também tenho receio de ler livros que todos falam tão bem e fazem tanto sucesso?! Acho que foi por causa disso que custei tantooo a ler A Seleção. Ainda bem que gostei! hehe Torço para que você também goste. Beijos

      Excluir
  20. Gostei da resenha :D
    Me encantei a premissa do livro e em seguida, com a capa! Muito linda ;)
    Ainda não li "A Seleção", pretendo ler durante as férias e espero gostar, as opiniões sobre ele são bem favoráveis... Agora é esperar julho para conhecer a história de America!

    Beigos,
    Maura - Blog da /mauraparvatis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uhuu, vou torcer para que você goste e curta as suas férias suspirando pelo Maxon.. kkk Beijos

      Excluir
  21. Para tudo, queria tanto ler muito mais, esse aqui tá de babar a resenha... fofinho, distópico, romântico, doce e engraçado, tudo de bom né????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então leiaaaa Mi, e correndo. Você vai amar! Beijos

      Excluir
  22. Mi,
    Eu também não sei porque demorei tanto pra ler A Seleção, foi pura perda de tempo.
    E agora estou alucinada por The One que sai nos EUA apenas daqui a um ano!!!! Oh céus...
    Adorei sua resenha, retrata bem o que a Seleção representou pra mim e, ahhhhh eu também não gostei de Aspen desde o começo, o achei imaturo, inseguro e bobo... seria bem legal se morresse pra salvar Maxon na batalha com os revoltosos, já pensou?!
    rsrsrsrs Não sei pra você, mas pra mim, embora a leitura tenha sido absurdamente rápida, a resenha demorou séculos pra sair...

    Beijos
    Chrys
    Todas as coisas do meu mundo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Chrys, nem me fala, quase morri para escrever essa resenha.. kkk custou horrores e nunca ficava satisfeita.. kkk Aiii, agora é arcar com a ansiedade e esperar por The One quase morrendo.. kkk Beijos

      Excluir
  23. Oie Mi!
    Vi o recado que você deixou no meu skoob sobre sua resenha.
    Só tenho uma coisa para dizer:
    AMEI!
    Sua resenha assim como o livro me deixou encantada haha! Você escreve muito bem.
    Mas voltando á resenha, tenho que admitir que me identifiquei com você em vários pontos, como por exemplo:
    "Não sei se ia aguentar esperar muito tempo para saber os próximos acontecimentos porque A Seleção acabou de uma forma bem abrupta e com um baita cliffhanger(...)"
    Quando eu li essa parte, percebi que não era a única a ficar muiiito curiosa com o que iria acontecer em "A Elite".(Ainda bem!) haha!
    Bom resumindo, assim como você:
    * Gostei muito do livro;
    * Concordo com você em vários pontos;
    * Me identifiquei com sua opinião;
    * E amei sua resenha;

    Beijos Mi!

    Laís.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Laís, muito obrigada pela visita e pelo carinho. Você já leu A Elite? Se não leu, leia, porque é de arrancar os cabelos.. kkk Beijos e volte sempre.

      Excluir
  24. Mi, li sim só falta "O príncipe" estou animada para poder ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que bom, então leia assim que puder :o) Beijos

      Excluir
  25. Loucaaaa para ler. Adoro esse tipo de livro *--*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já estou com tanta saudades de America e Maxon que já quero relê-lo.. hehe Beijos

      Excluir
  26. Não sabia que esta trilogia era um romance distópico,mas amei saber e ler um pouco sobre ele.É meio paradoxal.poi um lvro distópico nos apresenta um mundo futuro e esta obra colocou castelos,príncipes,enfim, amei esta mistureba.

    Eu não sabia que existia este termo:"cliffhanger".Não consigo decidir se amo ou ODEIO um cliffhanger.

    Eu não sou muto fã do BBB mas este parece ser lindo.

    Ah eu amei mesmo conhecer um pouco desta história.Este foi o tipo de livro que eu me apaixonei a primeira vista(pela caa rsrs).

    beijos!

    eueminhacultura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ka, na verdade acho que você vai entender o por que da distopia depois que ler o livro. Na verdade ele trata de um período pós apocalíptico, de guerra e destruição, que uma pessoa se aproveitou da fragilidade do povo e impôs a monarquia como forma de Governo.. e depois todos esqueceram do que é um Estado Democrático.. então por isso que existe essa coisa de contos de fada junto.. e se analisarmos a fundo, veremos que essa é uma possibilidade plausível de um dia acontecer com qualquer país.
      Pois é, até hoje também não sei se amo ou odeio cliffhangers. Acho que eles são ótimos para nos deixar curiosas, principalmente quando já temos a sequencia da história nas mãos, né?! Mas são horríveis quando temos que esperar meses, anos, para saber o que aconteceu em seguida.. hehe
      Beijos

      Excluir