1º Capítulo - O Clube do Filme

"Eram tempos difíceis para David Gilmour: sem trabalho fixo, com o dinheiro curto e o filho de 15 anos colecionando reprovações em todas as matérias do ensino médio. Diante da desorientação e da infelicidade desse filho-problema, o pai faz uma oferta fora dos padrões: o garoto poderia sair da escola - e ficar sem trabalhar e sem pagar aluguel - desde que assistisse semanalmente a três filmes escolhidos pelo pai. Com essa aposta diferente na recuperação e na formação de um rapaz que está "perdido", formaram o clube do filme. Semana a semana, lado a lado, pai e filho viam e discutiam o melhor (e, ocasionalmente, o pior) do cinema: de A Doce Vida (o clássico de Federico Fellini) a Instinto Selvagem (o thriller sensual estrelado por Sharon Stone); de Os Reis do Iê, Iê, Iê (hit cinematográfico da Beatlemania) a O Iluminado (interpretação primorosa de Jack Nicholson, dirigido por Stanley Kubrick); de O Poderoso Chefão (um dos integrantes das listas de "melhores filmes de todos os tempos") a Amores Expressos (cult romântico e contemporâneo do chinês Wong Kar-Way). Essas sessões os mantinham em constante diálogo - sobre mulheres, música, dor de cotovelo, trabalho, drogas, amor, amizade -, e abriam as portas para o universo interior do adolescente, num momento em que os pais geralmente as encontram fechadas. David Gilmour, crítico de cinema e escritor premiado, oferece uma percepção singular sobre filmes, roteiros, diretores e atores inesquecíveis ao relatar essa vivência com olho clínico e muita sinceridade. O autor emociona ao colocar os leitores diante da descoberta da vida adulta pelos olhos de um jovem e dos dilemas da adolescência administrados por um pai muito presente. Nas palavras de Gilmour: "É um exemplo do que o cinema é capaz, de como os filmes podem vencer suas defesas e realmente atingir seu coração."
Olá pessoal, hoje vou falar sobre o 1º capítulo de um livro que fiquei louca para ler: O Clube do Filme.

Eu encontrei o 1º capítulo do livro para baixar no site da Editora Intrínseca mas o link está com erro, então baixei ele no site da Amazon do Brasil. Para conseguirem ler um ebook baixado do site da Amazon, primeiro vocês devem fazer o download do aplicativo do Kindle para PC (é gratuito), depois, façam o download da amostra do produto que o site da Amazon envia o 1º capítulo do livro direto para o aplicativo instalado no seu PC. É autoexplicativo, não tem erro. Baixe aqui!!

Vamos então a resenha:
 
David era um pai separado. Quando seu filho, Jesse, se tornou adolescente, a mãe do garoto achou que seria melhor ele morar com o pai, ter uma presença masculina em sua vida. David se mudou para o apartamento da ex, enquanto ela se mudou para seu pequeno loft.

Foi aí que David começou a perceber que Jesse estava indo de mal a pior na escola. Suas notas estavam caindo vertiginosamente e ele começou a esconder os deveres de casa, a sumir do colégio, etc.
"Resumindo, a escola o estava transformando em uma pessoa dissimulada, em um mentiroso."
Então, de repente, David soube. Havia perdido a batalha da escola. Seu filho estava tão entediado com os estudos, seu potencial estava tão desperdiçado que era questão de tempo para o filho se transformar, quem sabe, num marginal. 

Encarando a situação de frente, David vislumbrou apenas uma solução: permitiu que Jesse saísse da escola. Ele não precisaria trabalhar, nem pagar aluguel, podia dormir até às 17h se quisesse, mas em troca, teria de cumprir duas exigências: não usar drogas e assistir três filmes por semana com o pai, de títulos escolhidos por David. Essa seria a única educação que o filho teria dali para frente.

Assim foi criado o Clube do Filme. A cada filme escolhido, David fazia uma breve apresentação da obra e ao final seguiam-se longos diálogos entre pai e filho, que iam além do filme assistido, falavam sobre a vida.

***

Eu descobri esse livro por acaso, zapeando por blogs. Eu visito tantos blogs diariamente que confesso que não lembro onde li uma resenha sobre a história. De imediato me encantei. O livro é uma história verídica. Achei de extrema ousadia a atitude tomada por David, e um tanto arriscada. Logo no início do livro ele informa todos os títulos dos filmes assistidos por ele e pelo filho durante os 3 anos de O Clube do Filme.

Não sei se o que ele fez foi certo ou não, não tenho filhos para julgar, só sei que no Brasil isso não seria permitido. A história acabou me remetendo um pouco ao livro do Sal Khan, que escreveu Um Mundo, Uma Escola. Afinal, David percebeu o quanto o sistema escolar estava sendo nocivo para a vida do seu filho, tendo em vista de que é um sistema falido, que não consegue extrair das crianças e dos adolescentes o seu melhor. Pelo contrário. A crítica ao ensino, trazido por Sal, é muito bem vinda para analisar e debater a obra de David.

Não posso dizer se a estratégia que ele adotou deu certo. Não li o livro, apenas o 1º capítulo. O que posso dizer é que o 1º capítulo terminou numa parte que me deixou louca para saber mais. A narrativa é em 1ª pessoa, contada como se ficção fosse, super fluída, com diálogos simples, porém verdadeiros. Estou louca para comprar o livro para saber o que aconteceu depois.

Quem já tiver lido me conte o que achou. 

O Clube do Filme - David Gilmour
Editora Intrínseca
240 páginas
Compre aqui: Saraiva / Amazon Brasil

Se tiverem gostado da resenha, não esqueçam de seguir o blog pelo GFC (clique em participar deste site na aba lateral à direita), curtir a fan page, se inscrever no canal do youtube, me seguir pelo twitter e pelo skoob. Não deixem de também assinar o feed de notícias para receber as atualizações do blog por email!!

Quem quiser, ajudem a compartilhar os posts através dos botões de compartilhamento abaixo!! Obrigada.

Bjs, Mi

12 comentários

  1. Oi, Mi. Li este livro há um tempo e lembro que, quando terminei a leitura, achei a ideia do livro mais legal do que o texto em si. De qualquer forma, vale a leitura, bem rápida e fácil.

    Nana Behle

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nana, mas você não gostou do texto exatamente por quê? Eu achei ele gostoso de ler, pelo menos no primeiro capítulo. De repente se torne massante, os diálogos entre pai e filho, será?
      Bjokas

      Excluir
    2. Bah, nem lembrava que tinha aquele blog! hehe.
      Então, como eu disse, faz muito tempo que li o livro. Os diálogos não cansam, o pai me cansou um pouco. É muito difícil eu explicar o que não gostei sem fazer spoiler. Então volto quando tu ler. hehe.
      Tenho o livro aqui em casa se quiser emprestado é só dar um grito!
      Abraço!

      Excluir
    3. Hmm.. entendi.. Ahhhh, quero sim!! Obrigada!! Bjs

      Excluir
    4. Vamos combinar um dia que tu possa pra eu te passar. Aproveito e devolvo os livros d origami do Júnior! hehe

      Excluir
    5. kkkk ok, agradeço. Estamos sempre em casa, então é só combinar com o Junior no face um dia que você possa ;o)
      Bjokas

      Excluir
  2. Caramba fiquei morrendo de curiosidade agora.Eu não sabia que dava pra baixar 1 capítulo de algum livro não! Nossa, que legal!
    http://www.momentosassim.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ellen, tudo bem? Também estou louca de curiosidade para continuar lendo o livro.. hehe Sim, descobri isso faz pouco tempo. Quase todas as editoras disponibilizam os 1ºs capítulos dos livros como uma forma do leitor degustar a obra e optar por comprá-la ou não. Foi daí que surgiu minha idéia de criar no blog a categoria dos 1ºs capítulos. E confesso, acho uma ótima ideia de marketing, porque a cada capítulo de livro que leio, quero sair logo comprando-o.. kkkk Bjokas

      Excluir
  3. Achei super interessante a história do livro, ainda mais que amo filmes!
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, também achei muito original!! Bjus, Mi

      Excluir
  4. Eu sempre tive curiosidade com relação a esse livro, primeiro porque ele tem uma proposta totalmente diferente, segundo pela capa. Os blogs custumam elogiar muito o livro e agora o seu entra na lista, quer dizer, o primeiro parágrafo. Fiquei curiosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, também fiquei muito interessada pelo livro. Adorei a premissa dele e fico curiosa para saber o que aconteceu, já que a história é verídica. Beijos

      Excluir