Resenha - Meu Livro. Eu que Escrevi

Sinopse: "Duny (lê-se Dani) é uma celebridade de alcance mundial, alçada ao estrelato por seu imenso talento, inteligência, classe e beleza incomparáveis. Ou, pelo menos, era isso o que ela esperava da vida - que, no caso de Duny, se resume basicamente a um loop infinito de lacres, barracos e baixarias cometidos em busca da fama. Meu livro. Eu que escrevi é o maior deles. Conhecida dos fãs principalmente por trabalhar e morar na Pensão da Tia Ruiva e ser uma das estrelas da websérie Girls in the House, Duny hoje comanda também o reality show investigativo Disk Duny e é comentarista on-line de premiações como o Oscar e o Grammy para uma grande rede de TV, mas ela já passou por muita coisa nessa vida: da humilhação pública de fazer agachamentos em trajes sumários num programa de auditório a fingir que suporta crianças só para ser babá da filha de uma artista famosíssima e ficar um tantinho mais perto dos maiores nomes da música pop. Se valeu a pena? Para Duny, ainda vamos saber. Mas, para quem lê essa autobiografia recheada do início ao fim com o melhor da ironia (ou grosseria) moderna e total ausência de preciosismo vernacular, vale cada página."
Em meados de junho do ano passado, navegando pelo YouTube, descobri a websérie Girls in the House. Criada por Raony Phillips, a série conta a história de três amigas, Alex, Duny e Honey, que vivem na Pensão da Tia Ruiva e se metem em inúmeras confusões. Todo projeto é feito no jogo The Sims 4 e conquistou inúmeros fãs no decorrer de três  temporadas.

Quando a Intrínseca anunciou o lançamento de Meu Livro. Eu que Escrevi, imediatamente fiquei empolgado. Assim que disponível, solicitei meu exemplar e o passei na frente de todas as leituras. Devo dizer que foi uma excelente escolha, porque que livro maravilhoso! 

A obra é uma biografia de Duny Everley, a personagem mais icônica de Girls in the House. Duny nasceu para ser famosa, mas o mundo não pensa como ela. Ela já tentou de tudo, desde participar do American Idol até ser assistente de palco de um programa infantil, mas parece que o anonimato é seu destino.

Resenha - O Sorriso da Hiena

Sinopse: "Atormentado por achar que não faz o suficiente para tornar o mundo um lugar melhor, William, um respeitado psicólogo infantil, tem a chance de realizar um estudo que pode ajudar a entender o desenvolvimento da maldade humana. Porém a proposta, feita pelo misterioso David, coloca o psicólogo diante de um complexo dilema moral. Para saber se é um homem cruel por ter testemunhado o brutal assassinato de seus pais quando tinha apenas oito anos, David planeja repetir com outras famílias o mesmo que aconteceu com a sua, dando a William a chance de acompanhar o crescimento das crianças órfãs e descobrir a influência desse trauma no desenvolvimento delas. Mas até onde William será capaz de ir para atingir seus objetivos? Em O sorriso da hiena, o leitor ficará fisgado até a última página enquanto acompanha o detetive Artur Veiga nas investigações para desvendar essa série de crimes que está aterrorizando a cidade."
E aí pessoal, aqui é o Leo e hoje trago para vocês mais uma resenha dupla, dessa vez com a Barb, que estará representando o Blog Segredos entre amigas. O legal dessas resenhas é que, na parte da crítica, vocês podem encontrar a opinião de nós dois sobre o que achamos do livro. Espero que gostem!

Quando tinha oito anos de idade, David viu seus pais serem assassinados. Os dois foram amarrados à sua frente. O pai teve a língua arrancada e afogou-se no próprio sangue, já a mãe levou um tiro na cabeça. Ele cresceu tendo uma vida conturbada e acredita que isso é culpa do testemunho da morte de sua família.

Para provar a sua teoria, ele resolve cometer o mesmo crime que o afligiu vitimando outras famílias. Então, chama o renomado psicólogo infantil William para ajudá-lo. William escreveu uma tese em seu doutorado justamente sobre o assunto, acerca de como as crianças vítimas de traumas se tornavam quando adultas. Só que ele nunca teve como embasar as suas teses, já que é complicado estudar alguém tanto tempo, sem influenciar nos resultados.

Agora, William tem a chance de colocar em prática tudo aquilo que definiu seu status dentro da psicologia. Mas seria ele capaz de abrir mão de todos os seus princípios ao "acobertar" um assassino em busca do bem maior? E como isso irá afetar a sua vida pessoal?

Do outro lado, vamos conhecer o detetive Artur Veiga. Ele é um dos melhores em sua profissão e famoso por desvendar casos difíceis. Agora o homem está investigando essa série de crimes, mas nem mesmo seu brilhantismo consegue desvelar a verdade por trás das mortes. E agora, quem poderá parar o assassino?

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

Resenha - Casada até Quarta

Sinopse: "Blake Harrison: rico, nobre, charmoso... e precisando de uma esposa até quarta-feira. Para isso, Blake recorre a Sam Elliot, que não é o homem de negócios que ele esperava. Em vez disso, ele encontra Samantha Elliot, linda e exuberante, com a voz mais sexy que ele já ouviu. Samantha Elliot: dona da agência de casamentos Alliance, ela não está no menu de pretendentes... até Blake lhe oferecer milhões de dólares por um contrato de um ano. Não há nada de indecente na proposta dele, e além disso o dinheiro vai ser muito útil para quitar as contas médicas da família dela. Samantha só precisa disfarçar a atração que sente por seu novo marido e evitar a todo custo a cama dele. Mas os beijos ardentes de Blake e seu charme inegável se provam muito difíceis de resistir. Era um contrato de casamento que previa tudo... menos se apaixonar. Agora só resta a Samantha proteger seu coração até que o contrato chegue ao fim."
Quando o pai de Blake Harrison morreu e o testamento foi lido, o homem ficou furioso. Em vida, ele e o pai não se deram muito bem, já que Blake construiu a sua própria fortuna sem precisar da ajuda do progenitor, que sempre gostou de ter controle sobre todos. E agora, pela primeira e última vez, Blake precisará fazer o que o patriarca desejava.

Para receber a herança, Blake terá que casar antes do seu aniversário de 36 anos. A data está se aproximando e as suas tentativas de anular a vontade do pai no testamento já se esgotaram. Ele não dá muita bola para o dinheiro, mas não pode deixar sua mãe perder o status de vida que leva, já que a fortuna cairia nas mãos do primo de Blake, caso ele não cumprisse as vontades do falecido.

Sendo assim, o mais novo duque do pedaço procura a agência de casamentos Alliance, para encontrar  uma esposa o mais rápido possível. Ele vai ao encontro de Sam Elliot, o dono da agência e acaba se surpreendendo por Sam ser Samantha. Não porque ela é uma mulher, mas sim por ser uma mulher bela e irresistível, com a voz mais sexy que ele já ouviu.

As opções que Sam arruma para Blake não o agradam e ele resolve fazer uma proposta para a garota. Sam tem problemas financeiros e  se casar com um duque e, com isso, receber a porcentagem que ele oferece a ela seriam a solução para ambos. O contrato duraria apenas um ano e não haveria nenhum contato amoroso entre os dois.

Contudo, a atração entre eles é inegável e vai ser cada vez mais difícil não se entregarem um ao outro. Mas será que Samantha está preparada para entregar seu coração? E o que acontecerá ao final do um ano de acordo?

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

Resenha - Quando a Noite Cai

Sinopse: "Briana Pinheiro sabe que não é a pessoa mais sortuda do mundo. Sempre que ela está por perto algo vai mal, especialmente no trabalho. Por isso é tão difícil manter um emprego. E a garota realmente precisa de grana, já que a pensão da família não anda nada bem. Mas esse não é o único motivo pelo qual Briana anda perdendo o sono. Quando a noite cai e o sono vem, ela é transportada para terras distantes: um mundo com espadas, castelos e um guerreiro irlandês que teima em lhe roubar os sonhos... e o coração. Depois de ser demitida — pela terceira vez no mês! —, Briana reúne coragem e esperanças e sai em busca de um novo trabalho. É quando Gael O’Connor cruza seu caminho. O irlandês de olhar misterioso e poucas palavras lhe oferece uma vaga em uma de suas empresas. Só tem um probleminha: seu novo chefe é exatamente igual ao guerreiro dos seus sonhos. Enquanto tenta manter a má sorte longe do escritório, Briana acaba por misturar realidade e fantasia e se apaixona pelo belo, irresistível e enigmático Gael. Em uma viagem à Irlanda, a paixão explode e, com ela, o mundo de Briana, pois a garota vai descobrir que seu conto de fadas está em risco — e que talvez nem mesmo o amor verdadeiro seja capaz de triunfar..."
Briana Pinheiro é um desastre ambulante, sempre se dando mal em situações hipoteticamente impossíveis de darem errado. Após três demissões em menos de um mês, Briana já não sabe mais o que fazer. Sua mãe administra a pensão onde ela mora e a situação financeira do lugar vai de mal a pior. Briana precisa mais do que nunca se manter em um emprego, mas seu azar não ajuda em nada.

Para piorar, Briana costuma ter o sono agitado durante a noite. Desde que completou 18 anos, a garota sonha com  uma Irlanda medieval. Em seus devaneios, ela é uma princesa que está fugindo de algum perigo, que se apaixona pelo guerreiro Lorcan e onde os dois vivem uma história de amor. Há anos ela tem essa mesma fantasia todas as noites e não entende o motivo. Até que algo surreal lhe acontece.

Depois de mais uma tentativa não bem sucedida de participar de um processo seletivo, Briana quase é atropelada. Isso é normal em sua vida, já que ela é um ímã para acidentes. O surpreendente é que o homem que quase a abalroou, Gael O'Connor, é incrivelmente semelhante a Lorcan, o guerreiro imaginado. 

Como é possível um homem da vida real, de carne e osso, ser tão parecido com o irlandês que habita seus sonhos há mais de cinco anos? Determinada a desvendar o que está acontecendo, Briana embarcará em uma intensa jornada, repleta de confusões, em busca da verdade.

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

Resenha - Apenas uma Garota

Sinopse: "Prestes a entrar na vida adulta, Amanda Hardy acabou de mudar de cidade, mas a verdadeira mudança de sua vida vai ser encarar algo muito mais importante: a afirmação de sua identidade. Tudo que ela mais quer é viver como qualquer outra garota. E, embora acredite firmemente que toda mudança traz a promessa de um recomeço, ainda não se sente livre para criar laços afetivos. Até que ela conhece Grant, um garoto diferente de todos os outros. Ela não consegue evitar: aos poucos, vai permitindo que Grant entre em sua vida. Quanto mais eles convivem, mais ela se sente impelida a se abrir e revelar seu passado, mas ao mesmo tempo tem muito medo do que pode acontecer se ele souber toda a verdade. Porque o segredo que Amanda esconde é que ela era um menino. Em seu romance de estreia, Meredith Russo retrata o processo de transição de uma adolescente transexual, parcialmente inspirada em suas próprias experiências. Enquanto traz à tona questões difíceis como dilemas existenciais, preconceito e bullying, o livro também fala de forma esperançosa e leve sobre amizade, descobertas e autoaceitação."
Aos 18 anos, Amanda Hardy está se mudando para a casa do pai, que não vê há anos, após sofrer uma agressão. Tudo o que ela mais deseja é recomeçar a vida, em um lugar tranquilo. Contudo, mesmo com essa promessa de renovação, ela ainda está receosa de que seu maior segredo venha à tona.

A verdade é que Amanda é transexual. Ela nasceu no corpo de um menino, chamado Andrew, e sofreu muito durante a sua infância por saber quem é e por não ser aceita. Até hoje, após a transição e com uma nova identidade, Amanda ainda sente medo de ser julgada.

Na cidade nova, ela logo é aceita pelos habitantes. Na escola, ela chama atenção com a sua beleza e simpatia. Mas Amanda não quer se destacar, por receio de confiar em alguém e do seu segredo ser descoberto. Afinal, ela fora até aquela região para ser apenas uma garota, sem carregar todo aquele estigma que a atormentava quando morava com a mãe.

Só que as coisas nunca são como queremos. Amanda acaba se destacando e atraindo os olhares de Grant, um garoto do time de futebol. Logo de cara, a afinidade entre os dois é muito grande. A última coisa que Amanda queria era se envolver com alguém, mas a sua relação com Grant é intensa e ela se vê disposta a tentar. Mas será que seu segredo permanecerá escondido?

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

Resenha - A Feiticeira do Inverno

Sinopse: "Um encantador realismo mágico à la irmãs Brontë. Na cidade galesa do início do século XIX, não há ninguém como Morgana. Embora seu raciocínio seja afiado, ela não fala desde que era menina. Seu silêncio é um mistério, assim como seus dons mágicos e a má sorte que bate à porta dos que lhe fazem mal. Preocupada com a segurança da filha, sua mãe não vê a hora de casar Morgana, e o tropeiro Cai Jenkins, parece a melhor escolha. Após o casamento, ela logo se apaixona pela fazenda de Cai e as montanhas selvagens que a rodeiam. Suas estranhas habilidades começam a ser notadas na aldeia. Uma força maligna está agindo no local — uma pessoa que não sossegará até fazer com que todos se virem contra Morgana, mesmo à custa daqueles mais próximos a ela. Forçada a proteger sua casa, seu homem e a si de todo o mal que se possa imaginar, Morgana deve aprender a controlar o próprio poder... ou acabará perdendo tudo."
Cai era um condutor de rebanhos, dono de uma importante fazenda da região. Desde o falecimento do seu pai, ele herdou o posto de porthman, considerado um senhor respeitável, responsável por transportar animais e correspondências de sua aldeia, no país de Gales, até Londres, na Inglaterra. Porém, para reivindicá-lo, Cai precisava ser casado e ter uma mulher para quem voltar após cada expedição e, para o infortúnio do jovem, fazia pouco que sua esposa, Catrin, havia morrido depois de dar a luz.

Por causa disso, Cai decidiu ir até outro vilarejo pedir Morgana em casamento, para a infelicidade da garota. Morgana não era uma jovem comum. Além de muda, parecia uma selvagem, pelo fato de querer ficar constantemente entre os animais, ao ar livre, e não ter nenhuma aptidão para cuidar de um lar. Morgana tinha sangue mágico correndo nas veias, herdado da ascendência cigana do pai. Sua mãe, que sabia estar doente e que não queria deixar a filha desamparada, fez de tudo para o casório dar certo. E assim Morgana foi embora com Cai como a nova Sra. Jenkins.

Desde o início Cai deixou claro de que aquela união era por puro interesse, então não tinha intenções de se apaixonar pela moça. Portanto, não forçou nenhuma aproximação. Morgana, sem saber o que esperar ou como agir, se esforçou para se tornar a dona daquela casa. Mas os problemas começaram a acontecer quando Cai a apresentou para a sociedade.

Humilhada, ridicularizada e desencorajada por causa da sua aparência  e dos seus modos diferentes, Morgana libertou a raiva que sentiu da pior maneira possível, de forma sobrenatural, invocando, mesmo sem querer, os elementos da natureza, despertando a ira de uma Bruxa que vivia entre eles e que sempre quis a fazenda onde eles residiam para si. Ali jazia um poço, capaz de lançar os maiores encantamentos e maldições, e a Bruxa deixou claro de que não iria descansar até tomar aquelas terras.

Agora cabia à Morgana admitir para si mesma de que era uma Feiticeira, para treinar e controlar o seu dom a fim de combater a Bruxa e a todos que se colocassem contra si e à sua nova família.

Se não bastasse esse grande desafio, Morgana ainda teria que lidar com seus sentimentos conflitantes para com Cai, seu primeiro amor. 

Numa época em que era perigoso ser acusado de feitiçaria, Morgana terá que aprender em quem confiar se quiser vencer essas batalhas.

Querem saber o que vai acontecer? Então leiam

Resenha - Sonata em Punk Rock

Sinopse: "Por que alguém escolheria uma orquestra se pode ter uma banda de rock? Essa sempre foi a dúvida de Valentina Gontcharov. Entre o trabalho como gerente do mercado do bairro e as tarefas de casa, o sonho de viver de música estava, aos poucos, ficando em segundo plano. Até que, ao descobrir que tem ouvido absoluto e ser aceita na Academia Margareth Vilela, o conservatório de música mais famoso do país, a garota tem a chance de seguir uma nova vida na conhecida Cidade da Música, o lugar capaz de realizar todos os seus sonhos. No conservatório, Tim, como prefere ser chamada, terá que superar seus medos e inseguranças e provar a si mesma do que é capaz, mesmo que isso signifique dominar o tão assustador piano e abraçar de vez o seu lado de musicista clássica. Só que, para dificultar ainda mais as coisas, o arrogante e talentoso Kim cruza seu caminho de uma forma que é impossível ignorar."
Desde pequena, Valentina respira música. Ela sempre foi apaixonada pelas melodias e sonha em entrar na Academia Margareth Vilela, o conservatório de música mais famoso do país. A jovem trabalha no mercadinho do bairro, para ajudar nas despesas de casa, mas no tempo livre, treina em seu violão.

Agora, Valentina tem a oportunidade de realizar seu sonho, mas não sabe o que fazer para tal. A Academia, além de lhe aceitar, descobriu seu dom raro para a música. Eles querem muito que Valentina entre para o conservatório, pois seria uma exímia aluna. Porém, sua mãe não tem condições de arcar com os custos da mensalidade e aceitar o dinheiro do pai, que nunca foi presente, portanto, esta não deveria ser uma opção.

Contudo, Valentina decide abrir mão do orgulho para correr atrás dos seus objetivos. A cidade da música fica na região serrana do Rio de Janeiro e lá a menina sabe que vai se sentir em casa, pois tudo gira em torno das melodias que tanto ama. Mas há um porém: Valentina carrega consigo o sobrenome do violinista mais famoso do Brasil, e esse fato - além dela odiá-lo -, não vai facilitar sua vida na Academia.

Mas se tem uma coisa que Tim é, é persistente. A garota não vai deixar que seu conto de fadas se dissipe por conta de tantos problemas, por que, quando se faz o que se ama, nada mais importa.

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!