Resenha - Intenso

Sinopse: "A vida de West Leavitt foi do céu ao inferno em poucos meses. Ele achava que era possível ter um futuro melhor, mas acabou retornando para os dramas diários de sua família. Agora, em meio a uma tragédia, o rapaz não sabe o que fazer para ajudar Frankie, sua irmã caçula. Quando ele está prestes a desmoronar, só uma pessoa lhe vem à mente: a jovem segura e determinada que ele um dia pensou merecer. Longe dali, Caroline Piasecki sonha mais uma vez com West: a pele contra o seu corpo, o cheiro dele, a mão deslizando pela sua barriga... Mas sonhos são apenas sonhos. Ela sabe que o ex foi embora e não vai voltar. Por mais doloroso que seja, Caroline precisa se esquecer do tempo que passaram juntos. Até que seu celular toca e um West transtornado está do outro lado da linha. Sem pensar duas vezes, Caroline vai ao seu encontro. Só que muita coisa mudou desde que eles terminaram. West tenta afastar Caroline de sua vida de todas as maneiras. Ao mesmo tempo, o desejo que sentem um pelo outro parece ter ficado até mais forte no período em que estiveram separados. West ainda sente algo por ela, mas não se considera uma boa companhia para ninguém. Caroline quer estar nos braços de West, mas sabe que deve partir para que ele não sofra. Nesse embate de emoções, eles precisarão encontrar os próprios caminhos e descobrir: por mais intenso que seja o laço que os une, ainda é possível um recomeço?"
ALERTA! Esta resenha pode conter spoilers de Profundo. Leiam por sua conta e risco!
 
ATENÇÃO! Este livro possui cenas de sexo e linguajar obsceno. Não recomendado para os menores de idade. Leiam a resenha por sua conta e risco!

Caroline e West se separaram. Desde que ele soube que a sua mãe havia aceitado seu pai de volta, pirou, e decidiu largar a faculdade e voltar para Silt. West precisava proteger Frankie, sua irmã de 10 anos, a quem tanto amava, de uma vida de maus-tratos. Ele estava preparado para enfrentar o mundo por ela, e bater de frente com o pai, que tanto odiava, só não imaginava que as coisas sairiam tanto do prumo.

Quando o pai de West foi morto, ele ficou sem rumo, sem mais ter com quem lutar, e seguiu seus dias sendo explorado pela mãe e sobrevivendo. Mas West não estava conseguindo lidar com aquele peso sozinho, e num momento em que baixou a guarda, ligou para Caro.

Ela não pensou duas vezes ao pegar um avião e ir ao encontro dele, o que o deixou furioso, pois West não queria que Caro visse a vida miserável que ele levava, nem fizesse parte de sua depressiva sina. Mas ela não se importava com nada disso. Tudo o que ela queria era cuidar de West e apoiá-lo em um momento difícil como aquele.

West se esforçou muito e conseguiu fazer com que ela fosse embora, porque estava certo de que eles não podiam ficar juntos e de que ele não tinha nada de bom a oferecer à Caro.

Porém West está enganado. O nosso passado não nos define, somos sempre capazes de nos transformar e de correr atrás dos nossos sonhos, e era isso que Caro queria que West entendesse.

Será que ainda não é tarde demais para West deixar de se sentir o errado da história e parar de ter medo de acreditar em um futuro melhor para ele e para Frankie?

Querem saber o que vai acontecer? Então leiam.

Resenha - As cordas mágicas

Sinopse: "Francisco Presto nasceu numa pequena cidade da Espanha em plena guerra civil. Com a infância marcada por tragédias, Frankie se torna pupilo de um professor de música cego, que se dedica a lhe ensinar tudo o que sabe. Ao completar 9 anos, ele foge para os Estados Unidos carregando consigo apenas seus bens mais preciosos: um violão e seis cordas mágicas. Com um talento fora do comum para tocar e cantar, Frankie rapidamente alcança o estrelato e influencia o cenário musical do século XX, apresentando-se ao lado de nomes consagrados como Elvis Presley e Little Richards. No entanto, seu dom se transforma em um terrível fardo quando ele percebe que pode afetar o futuro das pessoas: uma corda de seu violão fica azul cada vez que uma vida é alterada. No auge do sucesso, assombrado por seus erros e por seu estranho poder, Frankie sai de cena por anos, apenas para ressurgir para um espetacular e misterioso adeus."
Francisco Presto estava longe de ser uma pessoa comum. Nascido em meio à guerra, foi consolado por sua mãe que lhe cantava Lágrima, de Francisco Tárrega, na tentativa de lhe evitar o choro, para que não fossem descobertos e mortos pelos guerrilheiros. Sua tática funcionou, não só porque a voz de Carmencita era doce, mas porque Frankie logo que abriu os braços, agarrou a Música e tomou para si parte de sua alma, escolhendo o seu talento. Presto seria mais um dos seus filhos, a quem lhe traria muito orgulho e pesar.

Sua vida nunca foi fácil. Por volta de 1 ano de idade, foi jogado ao rio e resgatado por um cão pelado e por um homem que passou a chamar de pai. Muito cedo, passou a ter aulas de violão com El Maestro, um senhor cego e bêbado, mas que um dia fora um violonista espetacular.

Quando menino, seu pai foi arrancado de si pelo Governo tirânico da Espanha, e Frankie se viu novamente sozinho. Ajudado por El Maestro, embarcou em um navio, pagando uma pequena fortuna, com o intuito de chegar aos Estados Unidos e encontrar a sua tia, certo de que seria acolhido. Na viagem, as suas únicas companhias eram seu violão, recebido de presente do seu professor, e suas músicas.

A sorte não parecia lhe acompanhar, e o garoto foi desembarcado na Inglaterra, onde passou seus dias mendigando e tocando por um trocados. E foi assim que a jornada de Presto no meio na música se iniciou. Quem o ouvia dedilhar, se comovia por seu dom e tinha a sua vida, de algum modo, modificada.

Mas não era só a aptidão de Presto para a música que o tornava diferente. Ele no início não sabia, mas as cordas de seu violão eram mágicas. Em momentos decisivos de sua trajetória, ao tocá-las, Frankie alterava a sina de alguém, e uma das cordas ficava azul e se arrebentava.

Mal sabia ele que a sua capacidade de alterar as coisas lhe custaria um preço muito alto, que ele pagou com juros e correção, até acertar as contas com o destino.

Querem saber o que vai acontecer? Então leiam!

Vem aí - Somos todos Extraordinários

E aí pessoal, trago uma super novidade para quem é fã de Auggie. Recentemente a Editora Intrínseca divulgou que irá lançar em março o livro Somos todos Extraordinários, também escrito pela R. J. Palacio.

Em formato de picture book, a autora, que também é designer gráfica e desenhista, ilustra o mundo de Auggie e representa a imaginação do garoto, nos contando novas histórias baseadas na obra original.

Mal posso esperar para ter essa belezura nas mãos.

Para quem ainda não conhece os livros de R. J. Palacio, vou listar abaixo os exemplares que já foram publicados no Brasil. São livros incríveis e super valem a pena ser lidos:
 
Extraordinário
 
365 dias Extraordinários - Livro com contos e mensagens inspiradoras
 
O Capítulo de Julian - Conto (ebook)
 
Plutão - Conto (ebook)
 
Shingaling - Conto (ebook)
 
Auggie & Eu: Três histórias Extraordinárias - Livro reunindo todos os contos anteriores, antes publicados somente em ebook 
 
Diário Extraordinário - Querem ver maiores detalhes da obra por dentro? Cliquem AQUI.

Resenha - Filha das Trevas

Sinopse: "Ari se sente perdida e solitária. Com olhos azul-esverdeados e cabelos prateados esquisitos, que não podem ser modificados nem destruídos, sempre chamou a atenção por onde passava. Depois de crescer em casas adotivas, tudo o que quer é descobrir de onde veio e quem ela é. Em sua busca por respostas, encontra uma mensagem escrita pela mãe morta há muito tempo: fuja. A garota percebe que precisa voltar para o local de seu nascimento, Nova 2 — a cidade luxuosa, que foi inteiramente remodelada —, em Nova Orleans. Lá, ela é aparentemente normal. Mas cada criatura que encontra, por mais mortal ou horrível que seja, sente medo dela. Ari não vai parar até desvendar os mistérios de sua existência. No entanto, algumas verdades são terríveis e assustadoras demais para serem reveladas."
Aristanae tem uma aparência peculiar. Seus cabelos prateados e os olhos de um azul intenso e sempre chamam atenção por onde passam, mas a jovem faz de tudo para tentar permanecer invisível. Principalmente quando começa uma investigação sobre o seu passado.

Ari cresceu em diversos lares adotivos e faz de tudo para descobrir o paradeiro da mãe, que a abandonou ainda bebê. Suas averiguações a levam até um sanatório, onde descobre que a mãe morrera lá, vítima de suicídio. Em suas coisas, Ari encontra uma caixa e uma carta que diz que ela precisa fugir, pois sua vida corre perigo.

Sem reação, Ari acredita que aquilo é só mais um delírio da mãe, mas isso muda quando ela é atacada. Um homem misterioso, falando um idioma que a menina não reconhece, tenta feri-la com uma espada. 

Agora, Ari está certa de que a carta da mãe faz algum sentido e decide partir para Nova 2, a cidade em que cresceu, em busca de respostas. Contudo, essa jornada pode ser mais perigosa do que ela imagina. Estaria ela preparada para o que vai encontrar?

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

Vem aí - Meu jeito certo de fazer tudo errado

E aí pessoal, conheçam o mais novo lançamento da Editora Arqueiro direcionado ao público jovem: Meu jeito certo de fazer tudo errado, escrito pela atriz Klara Castanho em parceria com a já famosa autora Luli Trigo.

Com previsão de lançamento para 15 de fevereiro, confiram abaixo a capa e o link de venda:


Sinopse: "Em 2014, na Bienal do Livro de São Paulo, Klara Castanho foi pedir um autógrafo para Luiza Trigo, que estava lançando seu novo livro. Desse encontro nasceu uma amizade. Um ano depois, inquieta e cheia de ideias, Klara pediu ajuda de Luiza com o conteúdo de um programa jovem de entrevistas que planejava fazer na internet, baseado no que via no dia a dia. Depois de trabalhar um pouco no que Klara havia escrito, Luiza sugeriu: “Que tal pegarmos esses textos e transformarmos em um livro?”. Klara adorou. Assim surgiu a história de Giovana, uma garota que acaba de se mudar com a família para São Paulo e que, de quebra, precisa encarar os dilemas da adolescência. Obedecer sempre aos pais controladores ou se aventurar em busca de independência? Ignorar suas convicções para andar com o grupinho popular do colégio, ou isolar-se com a amiga tímida e solitária? Viver um grande amor e perder o amigo, ou contentar-se com a friendzone? O resultado disso tudo são situações e personagens coloridos e autênticos, já que suas dúvidas, erros e acertos foram inspirados nas vivências das próprias autoras. E isso mostra um pouco do motivo pelo qual elas compartilham a paixão pela leitura: com ficção podemos exprimir grandes verdades."

Compre aqui: Amazon

MAKING OF