Resenha - Apenas uma Garota

Sinopse: "Prestes a entrar na vida adulta, Amanda Hardy acabou de mudar de cidade, mas a verdadeira mudança de sua vida vai ser encarar algo muito mais importante: a afirmação de sua identidade. Tudo que ela mais quer é viver como qualquer outra garota. E, embora acredite firmemente que toda mudança traz a promessa de um recomeço, ainda não se sente livre para criar laços afetivos. Até que ela conhece Grant, um garoto diferente de todos os outros. Ela não consegue evitar: aos poucos, vai permitindo que Grant entre em sua vida. Quanto mais eles convivem, mais ela se sente impelida a se abrir e revelar seu passado, mas ao mesmo tempo tem muito medo do que pode acontecer se ele souber toda a verdade. Porque o segredo que Amanda esconde é que ela era um menino. Em seu romance de estreia, Meredith Russo retrata o processo de transição de uma adolescente transexual, parcialmente inspirada em suas próprias experiências. Enquanto traz à tona questões difíceis como dilemas existenciais, preconceito e bullying, o livro também fala de forma esperançosa e leve sobre amizade, descobertas e autoaceitação."
Aos 18 anos, Amanda Hardy está se mudando para a casa do pai, que não vê há anos, após sofrer uma agressão. Tudo o que ela mais deseja é recomeçar a vida, em um lugar tranquilo. Contudo, mesmo com essa promessa de renovação, ela ainda está receosa de que seu maior segredo venha à tona.

A verdade é que Amanda é transexual. Ela nasceu no corpo de um menino, chamado Andrew, e sofreu muito durante a sua infância por saber quem é e por não ser aceita. Até hoje, após a transição e com uma nova identidade, Amanda ainda sente medo de ser julgada.

Na cidade nova, ela logo é aceita pelos habitantes. Na escola, ela chama atenção com a sua beleza e simpatia. Mas Amanda não quer se destacar, por receio de confiar em alguém e do seu segredo ser descoberto. Afinal, ela fora até aquela região para ser apenas uma garota, sem carregar todo aquele estigma que a atormentava quando morava com a mãe.

Só que as coisas nunca são como queremos. Amanda acaba se destacando e atraindo os olhares de Grant, um garoto do time de futebol. Logo de cara, a afinidade entre os dois é muito grande. A última coisa que Amanda queria era se envolver com alguém, mas a sua relação com Grant é intensa e ela se vê disposta a tentar. Mas será que seu segredo permanecerá escondido?

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

Resenha - A Feiticeira do Inverno

Sinopse: "Um encantador realismo mágico à la irmãs Brontë. Na cidade galesa do início do século XIX, não há ninguém como Morgana. Embora seu raciocínio seja afiado, ela não fala desde que era menina. Seu silêncio é um mistério, assim como seus dons mágicos e a má sorte que bate à porta dos que lhe fazem mal. Preocupada com a segurança da filha, sua mãe não vê a hora de casar Morgana, e o tropeiro Cai Jenkins, parece a melhor escolha. Após o casamento, ela logo se apaixona pela fazenda de Cai e as montanhas selvagens que a rodeiam. Suas estranhas habilidades começam a ser notadas na aldeia. Uma força maligna está agindo no local — uma pessoa que não sossegará até fazer com que todos se virem contra Morgana, mesmo à custa daqueles mais próximos a ela. Forçada a proteger sua casa, seu homem e a si de todo o mal que se possa imaginar, Morgana deve aprender a controlar o próprio poder... ou acabará perdendo tudo."
Cai era um condutor de rebanhos, dono de uma importante fazenda da região. Desde o falecimento do seu pai, ele herdou o posto de porthman, considerado um senhor respeitável, responsável por transportar animais e correspondências de sua aldeia, no país de Gales, até Londres, na Inglaterra. Porém, para reivindicá-lo, Cai precisava ser casado e ter uma mulher para quem voltar após cada expedição e, para o infortúnio do jovem, fazia pouco que sua esposa, Catrin, havia morrido depois de dar a luz.

Por causa disso, Cai decidiu ir até outro vilarejo pedir Morgana em casamento, para a infelicidade da garota. Morgana não era uma jovem comum. Além de muda, parecia uma selvagem, pelo fato de querer ficar constantemente entre os animais, ao ar livre, e não ter nenhuma aptidão para cuidar de um lar. Morgana tinha sangue mágico correndo nas veias, herdado da ascendência cigana do pai. Sua mãe, que sabia estar doente e que não queria deixar a filha desamparada, fez de tudo para o casório dar certo. E assim Morgana foi embora com Cai como a nova Sra. Jenkins.

Desde o início Cai deixou claro de que aquela união era por puro interesse, então não tinha intenções de se apaixonar pela moça. Portanto, não forçou nenhuma aproximação. Morgana, sem saber o que esperar ou como agir, se esforçou para se tornar a dona daquela casa. Mas os problemas começaram a acontecer quando Cai a apresentou para a sociedade.

Humilhada, ridicularizada e desencorajada por causa da sua aparência  e dos seus modos diferentes, Morgana libertou a raiva que sentiu da pior maneira possível, de forma sobrenatural, invocando, mesmo sem querer, os elementos da natureza, despertando a ira de uma Bruxa que vivia entre eles e que sempre quis a fazenda onde eles residiam para si. Ali jazia um poço, capaz de lançar os maiores encantamentos e maldições, e a Bruxa deixou claro de que não iria descansar até tomar aquelas terras.

Agora cabia à Morgana admitir para si mesma de que era uma Feiticeira, para treinar e controlar o seu dom a fim de combater a Bruxa e a todos que se colocassem contra si e à sua nova família.

Se não bastasse esse grande desafio, Morgana ainda teria que lidar com seus sentimentos conflitantes para com Cai, seu primeiro amor. 

Numa época em que era perigoso ser acusado de feitiçaria, Morgana terá que aprender em quem confiar se quiser vencer essas batalhas.

Querem saber o que vai acontecer? Então leiam

Resenha - Sonata em Punk Rock

Sinopse: "Por que alguém escolheria uma orquestra se pode ter uma banda de rock? Essa sempre foi a dúvida de Valentina Gontcharov. Entre o trabalho como gerente do mercado do bairro e as tarefas de casa, o sonho de viver de música estava, aos poucos, ficando em segundo plano. Até que, ao descobrir que tem ouvido absoluto e ser aceita na Academia Margareth Vilela, o conservatório de música mais famoso do país, a garota tem a chance de seguir uma nova vida na conhecida Cidade da Música, o lugar capaz de realizar todos os seus sonhos. No conservatório, Tim, como prefere ser chamada, terá que superar seus medos e inseguranças e provar a si mesma do que é capaz, mesmo que isso signifique dominar o tão assustador piano e abraçar de vez o seu lado de musicista clássica. Só que, para dificultar ainda mais as coisas, o arrogante e talentoso Kim cruza seu caminho de uma forma que é impossível ignorar."
Desde pequena, Valentina respira música. Ela sempre foi apaixonada pelas melodias e sonha em entrar na Academia Margareth Vilela, o conservatório de música mais famoso do país. A jovem trabalha no mercadinho do bairro, para ajudar nas despesas de casa, mas no tempo livre, treina em seu violão.

Agora, Valentina tem a oportunidade de realizar seu sonho, mas não sabe o que fazer para tal. A Academia, além de lhe aceitar, descobriu seu dom raro para a música. Eles querem muito que Valentina entre para o conservatório, pois seria uma exímia aluna. Porém, sua mãe não tem condições de arcar com os custos da mensalidade e aceitar o dinheiro do pai, que nunca foi presente, portanto, esta não deveria ser uma opção.

Contudo, Valentina decide abrir mão do orgulho para correr atrás dos seus objetivos. A cidade da música fica na região serrana do Rio de Janeiro e lá a menina sabe que vai se sentir em casa, pois tudo gira em torno das melodias que tanto ama. Mas há um porém: Valentina carrega consigo o sobrenome do violinista mais famoso do Brasil, e esse fato - além dela odiá-lo -, não vai facilitar sua vida na Academia.

Mas se tem uma coisa que Tim é, é persistente. A garota não vai deixar que seu conto de fadas se dissipe por conta de tantos problemas, por que, quando se faz o que se ama, nada mais importa.

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

Resenha - Seriado Deuses Americanos

Sinopse: "Baseada no romance homônimo (Deus Americanos, no Brasil) de Neil Gaiman, a série será produzida para o canal a cabo Starz por Bryan Fuller (Pushing Daisies) e Michael Green (Heroes). Centrado em uma guerra entre os velhos e os novos deuses. Os seres bíblicos e mitológicos estão perdendo cada vez mais fiéis para novos deuses, que refletem o amor da sociedade por dinheiro, tecnologia, celebridades e drogas. Shadow Moon é um ex-vigarista que agora serve como segurança e companheiro de viagem para o Sr. Wednesday, um homem fraudulento que é, na verdade, um dos velhos deuses, e está na Terra em uma missão: reunir forças para lutar contra as novas entidades."
Shadow Moon era um trambiqueiro. Em uma tentativa de ganhar dinheiro ilicitamente em um cassino, conheceu Laura e se apaixonou. Juntos, tramaram uma forma de assaltar o lugar, mas, por um golpe do destino, Shadow foi preso.

Faltavam apenas alguns dias para ele ser solto, porém, recebeu a triste notícia de que sua mulher tinha morrido. Assim, lhe foi concedido o direito de ir até o velório, entretanto, não foi fácil conseguir um lugar no voo de volta para casa.

Dentro do avião ele conheceu um senhor muito estranho que lhe ofereceu um emprego e uma nova oportunidade de futuro, que dizia se chamar Wednesday. A partir do momento em que Shadow aceitou ser seu guarda-costas e faz tudo, sua vida virou de ponta cabeça e ele passou a experienciar situações tão bizarras, dignas de deixar qualquer um maluco.

Wednesday na verdade era Odin, um deus nórdico muito poderoso, que tinha a missão de recrutar diversos outros deuses antigos para guerrearem contra os novos deuses que lhes roubaram a atenção, as preces e as oferendas dos crentes.

Agora, em meio a este sangrento embate, Shadow descobrirá que tudo tem uma razão de ser, e que a nossa sorte ou azar é, na verdade, um presente dos deuses.

Será que Shadow ficará vivo para contar esta história? Querem saber o que vai acontecer? Então assistam!

Resenha - Minha vida Não Tão perfeita

Sinopse: "Dramas, confusões e uma boa dose de amor são os ingredientes do novo romance de Sophie Kinsella, uma divertida crítica aos julgamentos errados que uma boa foto no Instagram pode gerar Cat Brenner tem uma vida perfeita: mora num flat em Londres, tem um emprego glamoroso e um perfil supercool no Instagram. Ah, ok... Não é bem assim... Seu flat tem um quarto minúsculo – sem espaço nem para guarda-roupa –, seu trabalho numa agência de publicidade é burocrático e chato, e a vida que compartilha no Instagram não reflete exatamente a realidade. E seu nome verdadeiro nem é Cat, é Katie. Mas um dia seus sonhos se tornarão realidade. Bom, é nisso que ela acredita até que, de repente, sua vida (não tão) perfeita desmorona. Demeter, sua chefe bem-sucedida, a demite. Tudo o que Katie sempre sonhou vai por água abaixo, e ela resolve dar um tempo na casa da família, em Somerset. Em sua cidadezinha natal, ela decide ajudar o pai e a madrasta com a nova empreitada do casal: os dois planejam transformar a fazenda da família em um glamping, uma espécie de camping de luxo e estão muito empolgados com o novo negócio, mas não sabem muito bem por onde começar. E não é justamente lá que o destino coloca Katie e sua ex-chefe cara a cara de novo? Demeter e a família vão passar as férias no glamping, e Katie tem a chance de, enfim, colocar aquela megera no seu devido lugar. Mas será que ela deve mesmo se vingar da mulher que arruinou sua vida? Ou apenas tentar recuperar seu emprego? Demeter – a executiva que tem tudo a seus pés – possui mesmo uma vida perfeita ou, quem sabe, as duas têm mais em comum do que imaginam? Porque, pensando bem, o que há de errado em ter uma vida (não tão) perfeita?"
Katie, ou melhor, Cat, como agora quer ser chamada; é uma garota do interior que optou renegar as suas origens ao se mudar para Londres e recomeçar.

Tudo o que ela mais queria era ser glamourosa, morar em uma casa digna de revista e comer em restaurantes caros, mas a realidade é que ela não podia nem pagar por um cafezinho na esquina. 

Envergonhada de sua situação, Katie não ousava revelar a verdade a ninguém: de que dividia um apartamento minúsculo com dois colegas de quarto estranhos, de que suas coisas ficavam guardadas em uma rede acima de sua cabeça e de que ela levava sanduíche para o trabalho por não ter dinheiro para comprar o almoço. Nem mesmo seu pai, que sempre a apoiou, podia saber disso. Ele não ia entender.

Desesperada para ostentar uma vida mais do que perfeita, Katie postava inúmeras fotos fakes em seu Instagram, na tentativa de impressionar os demais, enquanto invejava ao extremo a sua chefe, Demeter, que tinha tudo o que ela sempre sonhou.

Apesar de Demeter ser uma vaca e ser odiada por seus funcionários, dispunha de um excelente cargo, com alto salário, roupas caras, uma família incrível e estava sempre indo a eventos e viajando pelo mundo. 

Katie tinha Demeter como uma inspiração, um padrão a seguir, até o dia em que a chefe a despediu sem nenhuma cerimônia. 

Sem eira nem beira, e sem ter como se sustentar, Katie foi obrigada a voltar para casa e ajudar o pai a administrar a fazenda da família. 

Foi lá que Katie percebeu que nem tudo é como parece ser, e que aquilo que mais cobiçamos nem sempre tem um gosto tão doce.

Querem saber o que vai acontecer? Então leiam!

Resenha - A Profecia das Sombras

Sinopse: "No segundo volume da série As provações de Apolo, o ex-deus olimpiano terá que libertar um oráculo assustador das mãos de um velho conhecido. Não basta ter perdido os poderes divinos e ter sido enviado para a terra na forma de um adolescente espinhento, rechonchudo e desajeitado. Não basta ter sido humilhado e ter virado servo de uma semideusa maltrapilha e desbocada. Nããão. Para voltar ao Olimpo, Apolo terá que passar por algumas provações. A primeira já foi: livrar o oráculo do Bosque de Dodona das garras de Nero, um dos membros do triunvirato do mal que planeja destruir todos os oráculos existentes para controlar o futuro. Em sua mais nova missão, o ex-deus do Sol, da música, da poesia e da paquera precisa localizar e libertar o próximo oráculo da lista: uma caverna assustadora que pode ajudar Apolo a recuperar sua divindade — isso se não matá-lo ou deixá-lo completamente louco. Para piorar ainda mais a história, entra em cena um imperador romano fascinado por espetáculos cruéis e sanguinários, um vilão que até Nero teme e que Apolo conhece muito bem. Bem demais. Nessa nova aventura eletrizante, hilária e recheada de péssimos haicais, o ex-imortal contará com a ajuda de Leo Valdez e de alguns aliados inesperados — alguns velhos conhecidos, outros nem tanto, mas todos com a mesma certeza: é impossível não amar Apolo."
E aí pessoal, aqui é o Leo e hoje trago para vocês mais uma resenha dupla, dessa vez com a Dreeh, que estará representando o Blog Mais que Livros. O legal dessas resenhas é que, na parte da crítica, vocês podem encontrar a opinião de nós dois sobre o que achamos do livro. Espero que gostem!
 
ATENÇÃO, esta resenha pode conter spoilers do livro anterior. Leiam por sua conta e risco!

O deus Apolo perdeu a sua divindade, que foi retirada por Zeus após a participação dele na guerra contra Gaia. Agora, Apolo vive no corpo mortal e cheio de espinhas de Lester Papadopoulos e tem a missão de recuperar todos os Oráculos, que estão sendo corrompidos pelo Triunvirato, antigos imperadores romanos que querem conquistar o mundo dos humanos.

No final de O Oráculo Oculto, Apolo salvou o Bosque de Dodona, mas foi traído por sua única companheira, Meg McCaffrey. Agora, o ex-deus está em busca de mais um oráculo. Acompanhado de Leo Valdez e Calipso, Apolo vai para Indianápolis, onde um novo imperador está sendo tirânico. 

Após serem atacados por um exército de blemmyae, os jovens vão parar na Estação Intermediária, um local com vida própria, comandado por duas ex-Caçadoras de Ártemis. Lá, Apolo encontrará aliados, mas também uma nova missão. A pequena Georgie, que tinha uma leve obsessão pelo Oráculo de Trofônio, está desaparecida e só Apolo pode resgatá-la.

A partir daí, o ex-deus precisará reunir toda a sua esperteza e coragem (que não são muitas) se quiser concluir a sua missão vivo. Com a ajuda de improváveis companheiros, Apolo enfrentará as maiores adversidades que poderia e começará a perceber que ser mortal não é tão simples como ele pensava...

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!